MENU

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014 - 16:20F-1

CARRO VELHO

SÃO PAULO (vai dar tempo) – A Caterham conseguiu autorização da FIA para usar o carro deste ano no ano que vem. Imaginem a merda que vai ser. Os caras estão desesperados para ter um grid mínimo.

37 comentários

  1. Fernando M.A. disse:

    Não acho que vai ficar mais lento, é capaz até de ser mais rápido.
    Justifico por não ter garantia alguma do novo carro ser melhor e o de 2014 já tem a experiência de uma temporada, o que permitiria configurações melhores.
    Aliás uma boa norma para diminuir os custos é que os modelos devem durar por dois ou três anos, só adaptando as novas normas de segurança. Claro, um modelo ter que ficar igual não quer dizer que o motor ou outro componente especifico precisem.

  2. Nikolas Spagnol disse:

    Acho que a ideia é ganhar tempo até aparecer um comprador, gastando o mínimo possível. Enquanto isso, torcer para as outras equipes terem problemas e assim conseguirem talvez um pontinho salvador em Mônaco ou alguma corrida caótica.

  3. Ulisses disse:

    Que tal colocarem todos os carros de 2014 nos museus e alinharem, no grid de 2015, os carros de 2013? Ou 2012 …

  4. Marcio Vieira disse:

    poderiam permitir a compra do chassis da Mercedes 2014.

    Aposto que até a Ferrari teria interesse na Mercedes semi-nova

  5. Lourenço disse:

    Vai começar é ficar perigoso daqui a pouco. Quando der a merda ai vão começar a investigar o que deu errado.

  6. Paulo Pinto disse:

    Vai mudar as voltas de atraso. Se a “nanica” chegava com uma volta a menos, vai passar a chegar com duas.

  7. Leo disse:

    Convenhamos… não vai fazer a menor diferença. Seria melhor correr um ano com um grid de 18, e em 2016 voltar a ter 20, já que a Haas estréia.

  8. Fernando Carvalho disse:

    Começa a soberba cair……honestamente, gosto das pequenas , das nanicas e da época que equipes independentes ( 3º carro ??? ok, vá lá….) disputavam as provas de F1 …..Parece que a Medusa acabou olhando-se no espelho e virou “pedra”….

  9. Anselmo Coyote disse:

    E o balcão de negócios de venda de cockpit continua a todo vapor, né?

  10. Rafael Banzales disse:

    Deviam trocar o nome para Andrea Moda. Vão usar um carro ruim sem nem ao menos tentar evoluí-lo. Realmente a F1 está desesperada para um grid maior para que a mídia não fique comentando sobre a falência da categoria. O fim está próximo. Por mim deveriam liberar eles usarem a Williams de 92. Acredito que iria andar mais do que a Mercedes.

  11. Fabio Amparo disse:

    Se neste ano já ficavam pra trás, imagine no ano que vem.

    Vai ser uma draga danada, e todos os outros pilotos reclamando que os carros vão atrapalhar na pista.

    E claro, alguns acidentes vão acontecer por conta disso.

  12. Luis Felipe disse:

    Me responde.. Se puder… Porque fazem questao de seguir mesmo assim?

  13. Rafael disse:

    Em 2003, a McLaren usou o carro de 2002 (MP4-17) rebatizado de MP4-17D com algumas mudanças porque o MP4-18 que seria o carro daquele ano não passou no crash test da FIA fora outros problemas. E a Ferrari fez as 4 primeiras etapas de 2003 com a F2002 e em partir de Barcelona estreou a F2003GA.
    Nem tem como comparar McLaren e Ferrari com a Caterham, mas são 2 histórias de equipes que usaram o carro do ano anterior na temporada seguinte e que terminou com o Schumacher campeão e o Kimi com o vice.
    Outra que me lembrei agora foi no fim de 2005 já tinha sido definido que a F1 passaria dos V10 pros V8 para 2006 e a Minardi não tinha dinheiro para comprar e pediu para a FIA que disputasse 2006 com os V10 da Cosworth com a potência reduzida, a FIA aceitou mas no fim do ano ela foi comprada pela Red Bull e nasceu a Toro Rosso, que usou os V10 com potência reduzida.

  14. Luiz Seiji disse:

    Haja crowfunding…

  15. josé marinho disse:

    O problema não é o carro é o motor renault bota um mercedão que anda! ve a Willians!

  16. Dan Patricio disse:

    Só uma dúvida meio bobilda, vai ser o mesmo carro desse ano com motor do ano que vem certo? Só na troca de motores, já fica um carro melhor então…ou um pouco mais barulhento pelomenos…rsrs

  17. Chupez Alonso disse:

    Capaz de andar mais que a McLaren.

  18. Coisinha disse:

    Se o regulamento não mudou, por que precisa pedir autorização?
    Ou mudou alguma coisa?

    • FAB1000 disse:

      Mudou a altura da frente do carro, que pode ser remendado depois com um bico novo, obviamente com custos aerodinâmicos e financeiros, apesar de pouca grana ser necessária.

      Mas o maior problema está na motorização, que precisa ser igual em todos os carros de um mesmo fornecedor, independente da equipe cliente. E como o projeto do motor da Renault mudou, precisariam refazer tudo por dentro para caber o motor novo, que além de mais potente, será mais caro. Ou seja, precisariam fazer outro carro.

      Então, andar com o carro do ano passado sem essa autorização para usar a motorização de 1a especificação, seria transgredir as regras.

  19. Roberto Fróes disse:

    Sim, carros de turismo, carreteras e formulas, tudo junto.

  20. Lima Brutus disse:

    Acho mais do que justo, sem dinheiro tem que usar o carro velho mesmo….e tinha que pagar só meia inscrição…

  21. Arthur Luz disse:

    Poderemos ter um campeonato excelente ano que vem com 3 ou 4 pilotos disputando o título? Sim.
    Pode mesmo assim ficar sem graça? Com certeza!

    A F1 do jeito que era, leia-se garagistas, acabou! Se voltar, vai demorar muito.
    Hoje a categoria possui muita tecnologia/complexidade/besteirada pra começar do zero. Ninguém quer gastar os tubos e sair sendo motivo de piada do Bernie e Cia.

    Quando tirarem esse DRS horrível, esses pneus de farelo e essa economia de combustível ridícula, a coisa começa a melhorar.

    abraço!

  22. claudio aun disse:

    E aquele papo do Bernie que a F1 não precisa de publico novo e que as pequenas só atrapalham?

  23. Fabiano disse:

    Vai ter que usar placa preta? Se tiver, que clube vão ter que se associar?

  24. Igor Soares disse:

    Sei. Vai tomar 107% a torto e a direito, aí que o trem vai ficar feio mesmo.

  25. Paulo F. disse:

    Vai ficar como sempre foi: lá na rabeira.
    Agora responda: vale a pena gastar tubos de dinheiro se o resultado vai ser o mesmíssimo com ou sem carro novo?
    E ai se a MB fosse autorizada a vender seus chassis desse ano a alguma equipe para disputar 2015?

  26. Flavio Bragatto disse:

    Será que o Aguri Suzuki está sabendo?
    Poderiamos ter uns SuperAguri-Marussia-Honda no ano que vem.

  27. sinval disse:

    apesar de que no WEC
    é comum e tradicional
    as categorias de desempenho
    inferior inseridas dentro de uma
    mesma prova , ja teve um pequeno
    problema nas ultimas voltas em interlagos.

    isto na F1 vai da ‘m….”

    • Roberto Fróes disse:

      Em provas de endurance a história é outra…
      Já houve época, no Brasil, que corria todo mundo misturado.
      Imaginem só, Ford GT 40, Fusca, Lola T70, Aero-Willys, Porsches de vários modelos, Simca, todo mundo dividindo o mesmo grid…
      Havia, entretanto, corrida quase sempre, e autódromo.
      Aqui no Rio restaram apenas os rachas de rua…
      Bando de filhos da pluta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *