MENU

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016 - 7:47F-1

SOPA DE LETRINHAS

lasopaSÃO PAULO (didático) – Nosso Vitor Fazio explica aqui, uma por uma, todas as siglas usadas pelas equipes da F-1 para designar seus carros neste ano. Alguns são óbvios, outros, nem tanto. A Ferrari, por exemplo, não segue linha nenhuma. Alguém acorda de manhã e inventa alguma coisa. Já times como Williams, Red Bull e McLaren não fogem do padrão adotado há séculos. Está bem interessante, a reportagem. Divirtam-se.

4 comentários

  1. Rogerio Kezerle disse:

    Legal.

    Não foi a Hesketh que virou Wolf??

  2. André Sb. disse:

    Flávio, estava notando uma coisa: Não é apenas a Mclaren que está sem patrocínio master na F1. Manor, Renault, Haas e Sauber também não tem.

    De outro lado, a Mercedes (de destaque) só tem a Petronas, Red Bull e Toro Rosso…. apenas Red Bull (“paitrocínio”); dessa forma, podemos afirmar que apenas Ferrari e Force Índia efetivamente são patrocinadas.

    Ou a Formula 1 baixa a bola em todos os termos ou logo teremos uma categoria diferenciada apenas pelas cores dos carros.

  3. JorgeScuderia disse:

    Excelente artigo, mas fica faltando uma correção: o nome do carro da Haas nada tem a ver com a sigla Very First: é uma homenagem à primeira máquina de usinagem construída pela empresa-mãe, a VF-1

    http://int.haascnc.com/we_spec1.asp?intLanguageCode=1046&id=VF-1&sizeID=8_20INCH_VMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>