O HALO

halonokimi2

SÃO PAULO (daqui a pouco: o que é o GRANDE PREMIUM) – Bem, esse troço virou realidade. Pela primeira vez na história da humanidade um dispositivo para proteger a cabeça de um piloto num carro de F-1 foi testado. A aberração estética foi batizada de “Halo”, palavra que tem equivalência na idêntica “halo”, em português — e significa “auréola”, “glória”, “resplendor”.

O Halo, e será assim mesmo, nome próprio, começou a ser desenvolvido há alguns anos pela Mercedes e a FIA o vem testando — e outras alternativas — há algum tempo. À Ferrari, porém, coube o ineditismo da experiência em pista. Raikkonen usou hoje em Barcelona, e descobriu-se, no mínimo, uma nova forma de vender espaço para patrocinadores.

[bannergoogle] É feio pacas e não me parece muito eficiente, exceto para proteção contra coisas grandes — pneus, uma asa voadora, algo assim. A mola que atingiu Massa em Budapeste/2009 talvez não tivesse sua trajetória interrompida por esse negócio. Vai ser preciso estudar mais, e pensar em algo minimamente agradável aos olhos — beleza é fundamental, como diz Victor Martins no GRANDE PREMIUM.

Falando neles, os olhos, segundo Raikkonen não foram muito prejudicados com a gaiola à frente. “A diferença para a pilotagem usual foi surpreendentemente pequena”, falou. “A visibilidade é limitada só um pouquinho na frente, mas não acho que essa será a versão final do equipamento. Deverá passar por algumas melhorias.”

O que vocês acharam, com sinceridade?

Subscribe
Notify of
guest

75 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Christian Fortunato
7 anos atrás

Particularmente, não aprovo essa ideia, pois, além de descaracterizar o monoposto, pode oferecer segurança por um lado, mas não estabelecerá total proteção ao piloto.

Péssimo da Silva
Péssimo da Silva
7 anos atrás

Péssimo. Se até caças de batalha usam redoma de vidro (ou similar), porque não os F1? Não ficaria ridículo. Basta ver os modelos X que o Adrian Newey / Red Bull projetaram para o Gran Turismo.

Fernando Linhares
7 anos atrás

Escrotérrimo, mas melhor que aqueles aerofólios cancerígenos que brotavam nos lados do carro na década de 90.

Nelson Barreiros Neto
Nelson Barreiros Neto
7 anos atrás

Estudo importante, válido, bem intencionado mas que não dá pra ser dessa forma. Se for pra por esse troço que fechem o cockpit como já vimos alguns estudos e que inclusive deixam o carro esteticamente lindo (na minha modesta opinião).

Brabham-5
Brabham-5
7 anos atrás

HORROROSO.
E estou pegando leve na critica.
Façam uma bolha totalmente transparente e blindada!
Cadê os engenheiros milionários da F1??

Mario Gasparotto
Mario Gasparotto
7 anos atrás

Na minha opinião, além de feio, não deve ser muito útil em casos como o do Felipe Massa (evento raríssimo) e acredito que além de não salvar o Jules Bianchi, se tornaria um problema no momento do atendimento médico, lembrando que o que matou Jules foi a desaceleração bruta. Talvez o Justin que é da Indy, mas com conceito de carro fórmula igual. Outro fator que imagino pertinente avaliar é em caso de chuva, como se comportará o escoamento da água? Enfim, deixaria como está.

Bruno Lombardi
Bruno Lombardi
7 anos atrás

Horroroso e não parece nem um pouco eficaz. Aquela solução com uma espécie de prarabrisa era melhor esteticamente e parecia muito mais funcional.

Riacardo Bigliazzi
Riacardo Bigliazzi
7 anos atrás

Eficiente contra qualquer coisa só uma cobertura como a encontrada nos caças (F16 como exemplo). Feita de material translucido não afetaria muito o visual dos carros, acredito que até melhoraria a aerodinamica dos carros. O material de cobertura? O mesmo utilizado nos canopys dos caças, resiste a muitas coisas a mais de 400 km por hora

Marcelo Araujo
Marcelo Araujo
7 anos atrás

Uma merda.

Gabriel Medina, O outro
Gabriel Medina, O outro
7 anos atrás

É a coisa mais ridiculamente feia e sem proposito que já foi colocada em um carro de corrida, o filho do Surtees e o Justin Wilson morreriam da mesma forma usando essa joça.

Mega asas dianteiras, DRS, pneus propositalmente ruins, motores silenciosos, carros maiores e desajeitados, corridas em lugares que nem sabem o que é um F1 em detrimento a França, Alemanha e, possivelmente, Itália e agora isso.

A F1 caminha para o fim, algo que ela mesma vem construindo a anos.

Tiago Oliveira
Tiago Oliveira
7 anos atrás

Só falta colocar o degrau de volta no bico e a pintura da Brawn pra ser a coisa mais feia que correu um GP..

Mas se for pra salvar alguem, vale a pena. Espero que seja uma solucao apenas transitória.

Ulysses
Ulysses
7 anos atrás

Feio mesmo, é o bico desse carro, coisa horrível.

Léo
Léo
7 anos atrás

Flávio,
Alguns já devem ter postado aqui, mas não seria infinitamente melhor, do ponto de vista estético, ter um para-brisa, como nas décadas de 60 e 70?

Thiago Moyses
Thiago Moyses
7 anos atrás

Olha a verdadeira opinião do Kimi no fim do vídeo, fazendo não com a cabeça reclamando do halo.

https://www.youtube.com/watch?v=qZC54rZfeMI

a entrevista deve ter sido combinada para fazer valer essa coisa. Por isso foi seco. (como sempre)

Glauco Tavares
Glauco Tavares
7 anos atrás

Uma bosta!!! feio e inútil…

Marcell
Marcell
7 anos atrás

Combina com a fórmula 1 atual…. Ou seja, eh uma verdadeira merda!

perna quebrada
perna quebrada
7 anos atrás

Se a mola que atingiu massa bater na parte inferior do halo, devia para baixo e bate no peito do piloto. Fatal.

Se a asa que acertou Justin Wilson acerta o halo, despedaça, voa pedaço das peças no peito do piloto. Fatal.

Deveria ser uma proteção “inviolável” tipo a bolha, esse halo aumenta o risco para os pilotos.

Alessandro Silva
Alessandro Silva
7 anos atrás

É de longe a coisa mais asquerosa que eu já vi na Formula 1 em todos os tempos.
Li em algum lugar (provavelmente no GP) que a FIA pensa em instituir o cockpit fechado em alguns anos e que o halo vai quebrar o galho até lá. Segundo o que li, eles não querem adotar a cobertura total agora porque seria muito pesado para o carro e muito caro para as equipes. Então eles estão testando materiais diferentes na busca de algo mais leve e mais barato. Mas porra! Pesado? Vai dobrar o peso do carro? Traz de volta o reabastecimento e só aí se perde bastante peso em tanques de no máximo 45 litros. Caro? Por favor… não deve ser mais caro que os caríssimos, requintados e pomposos motorhomes cheios de conforto e frescuras.
Seguinte, fecha logo ou deixa como está. Senão vai haver mais uma debandada em massa de espectadores.
Acho que fechado até ficaria legal:
http://imgsapp.df.superesportes.com.br/app/noticia_127116951798/2014/10/09/58200/20141009190632157707e.jpg

guilherme
guilherme
7 anos atrás

Com sinceridade, eu acho que parece feio de doer porque é novidade e, daqui a 20 anos, olharemos para trás incrédulos de como os caras corriam com a cabeça exposta daquele jeito, que perigo, que absurdo, onde já se viu, lembra do Wilson, ainda bem que evoluímos e entendemos a importância da segurança para o espetáculo e blá, blá, blá, whiskas sachê.

O troço é estranho, verdade. Mas o HANS era horrendo e hoje é parte natural da idumentária. Quando a FIA alterou a altura do bico, ficamos escandalizados com narizes de gonzo, bicos de papagaio e tomadas, mas hoje nem percebemos. Os primeiros pilotos que usaram capacete — de proteger mesmo, não aquela touca de couro — devem ter sido zoados pelos colegas, e depois passaram a esconder o rosto inteiro e ninguém questiona a importância.

A versão adotada certamente será pintada nas cores do carro, o que disfarça um pouco a estrovenga. O próprio carro sendo projetado prevendo o Halo vai ajudar na camuflagem com formas mais orgânicas. Os engenheiros certamente vão se dedicar para encontrar o desenho mais funcional possível, otimizando a passagem do fluxo de ar, e acabaremos admirados da engenhosidade por trás da peça.

É claro que o piloto fica menos visível — mas parece que não perde visibilidade. Idealmente, a FIA desenvolveria um campo de força em torno do cockpit para proteger o piloto, mas parece pouco viável no curto prazo. Um canopi transparente deve estar nos planos da entidade, mas demanda mais tempo para solucionar as questões técnicas. Enquanto isso, o Halo quebra o galho.

Objetos pequenos podem ser parados com o capacete, que foram reforçados após a mola do Massa. Além disso, as características daquele acidente são bem menos comuns do que impactos com rodas e asas. Peças metálicas raramente se soltam do carro no meio da pista e precisam atingir a cabeça em alta velocidade para causar dano. Já um pedaço grande e pesado do carro pode ser fatal mesmo se a batida for relativamente lenta. Isso sem falar no risco de um carro inteiro decapitar alguém, como por pouco não aconteceu com o Alonso.

Por mais que eu prefira o Halo da Beyoncé, o da F1 com certeza vai virar parte do cotidiano.

Elvis André
Elvis André
7 anos atrás

Feio. Pode ser eficiente contra pneu, capotamento, carro subindo. Mas não salvaria no acidente no Bianchi e nem na mola que acertou o Massa.

TSC
TSC
7 anos atrás

Não posso acreditar que tem gente perdendo tempo com uma porcaria desta!
Esse troço só serve se for para funcionar como apêndice para melhorar a aerodinâmica e facilitar as ultrapassagens!
Se for para proteger, bota uma bolha ou um para-brisa grande!

Mickey
Mickey
7 anos atrás

Achei curioso colocarem o Raikkonen para testar isso. Aparentemente, a Gloria Pires é o equivalente dele.

É bem feio mesmo. Talvez, no futuro, se pensarem o projeto desde o começo com isso em mente, fique mais harmônico e, quiçá, funcional.

Concordo com quem disse que poderia ser em forma de “H”, “A” ou “Y” invertido.

guilherme
guilherme
Reply to  Mickey
7 anos atrás

O Kimi é o piloto mais indicado para testar essa geringonça! Se ele não gostar, não vai ficar fazendo média e vai descer a lenha. Em umas oito palavras, talvez, mas vai.

Celio Ferreira
Celio Ferreira
7 anos atrás

Estética horrível, eficiência duvidosa, melhor vidro tipo avião de caça.
Com a tecnologia atual , vão achar uma alternativa, a esse Y.

Fernando M.A.
Fernando M.A.
7 anos atrás

Não entendo porque fizeram um halo em forma de Y ao invés de H,
Na forma de H seria melhor esteticamente, teria praticamente a mesma eficiência e poderia ser o suporte dos retrovisores e até da câmera onboard.

Giovanni
Giovanni
Reply to  Fernando M.A.
7 anos atrás

Em Y é melhor porque quando o piloto só vai enxergar a geringonça quando estiver olhando pra frente, ou seja, na reta. E nesse caso, ele só vai olhar uma “linha” do Y.

No caso do H é pior porque, apesar de o piloto não enxergar nada em linha reta, quando ele fizer uma curva, ele vai virar o capacete e vai ver toda a face da perna do H.

Mas entre Y e H eu fico sem nada mesmo.

Henk von Guillier
Henk von Guillier
7 anos atrás

São mais de 30 anos acompanhando a categoria na frente da TV, algumas vezes em Interlagos. É a minha categoria preferida no automobilismo, desde sempre.

Eu não assistirei à F1 com esse treco em cima dos carros. Me recuso.

Jean
Jean
Reply to  Henk von Guillier
7 anos atrás

Na corrida de abertura você estará lá na TV para ver a coisa toda, não se preocupe…

André
André
7 anos atrás

Ainda acho que os cockpits totalmente fechados, com aquele vidro “estilo caça”, é mais seguro e mais agradável aos olhos. Não consigo entender que isso possa proteger alguém de uma peça pequena que venha lateralmente, ou até mesmo de algo um pouco maior que venha por cima.

Rafa
Rafa
7 anos atrás

Com essa neura de quererem transformar esporte a motor em categoria sem risco nenhum daqui a pouco aparece uma versão para MotoGP…

Adolfo
Adolfo
7 anos atrás

Uma categoria que se vangloria de sua tecnologia, glamour, dinheiro, e tudo mais não deveria criar uma gambiarra dessa. Horrível, não resolve os possíveis choques de coisas menores (como molas, parafusos e pedaços de carenagem) e ainda atrapalha a visão do piloto. Gasta um pouquinho mais e faz um cockpit fechado, ou deixa deste jeito.

Lauro Kennedy
Lauro Kennedy
7 anos atrás

R-I-D-Í-C-U-L-O

É exatamente pra onde a F1 está indo!!!!!!!!!

Carlos Tavares
Carlos Tavares
7 anos atrás

Não gostei. Nem um pouco.

Tá certo, a segurança é primordial, mas tem limites. E outra, o esporte já está ruim mas a segurança acredito que esteja boa. Que se pense em algo totalmente fechado, acrílico, sei lá. Mas isso aí tá ridículo.

Eu acompanho a F1 porque conheci e gostei quando criança. Se tivesse que me encantar pelo esporte hoje, esse mesmo eu, não sei se acompanharia como faço.

Rodrigo
Rodrigo
7 anos atrás

Achei uma bosta. Era melhor fechar o cockpit que nem um caça ou um LMP1.

Lincoln Lima
Lincoln Lima
7 anos atrás

Achei feio demais mas a Formula 1 está indo numa espiral dessedente até o chão que já não está longe, porque carros lentos silenciosos e cada vez mais feios sem competição que empolgue os fãs sinceramente não rola

Luiz Carlos Silva
Luiz Carlos Silva
7 anos atrás

Achei feio pra baralho!!! E ainda corre o risco de alguma peça ficar engachada ali.. a depender do tamanho ou da forma. Como diria meu pai, “um paraçé”!!!

Paulo Pinto
7 anos atrás

Ridículo.

Rafael Alves
Rafael Alves
7 anos atrás

Realmente tá parecendo uma sandália havaianas com motor.

Sergio Silva
Sergio Silva
7 anos atrás
Julio
Julio
7 anos atrás

Achei uma merda, o esporte tem risco e ponto final, ficam inventando essas traquitanas, motores elétricos da casa do caralho, escapes sem barulho e regras de pista absurdas para agradar e parecer politicamente corretos. Ultimamente prefiro a Nascar.

Ulisses
Ulisses
7 anos atrás

Uma bosta completa!
Sem mais …

Silas
Silas
7 anos atrás

Se for para proteger o piloto, fecha o cockpit logo, igual nos LPM1. Não podemos aceitar uma coisa dessas.

Henrique
Henrique
7 anos atrás

Eu não consigo acreditar que a F1 esteja tão insegura ao ponto de precisar fechar os cockpits. Os autódromos são extremamente seguros, os bólidos mais ainda. Se pensar no assunto do Jules Bianchi, aquilo realmente foi uma fatalidade, mas ele passou embaixo do pneu de um trator. Fechar a cabine seria uma ofensa a toda a história da categoria e um custo a mais ao já caro orçamento desenvolvendo uma bolha ou chinelo havaianas para proteger os pilotos de algo que pode acontecer de novo como da última vez. Uma trágica casualidade.

Rodrigo Vila Verde Rodrigues
Rodrigo Vila Verde Rodrigues
7 anos atrás

Feio pacas!!! Eficiência limitada. Quero ver se não vai atrapalhar a visibilidade pra luz verde de largada. Ooooops! Não temos nem mais luz verde de largada. Ou a F1 tá ficando uma bela caca ou sou eu que to ficando velho e reclamão.

Wanderson Marçal
Wanderson Marçal
Reply to  Rodrigo Vila Verde Rodrigues
7 anos atrás

As duas coisas. Hahahaha.

Brincadeira. É a F1 que tá um lixo.

Marino
Marino
7 anos atrás

Olá FG, boa tarde. Sinceramente achei muito feio! Ineficiente! Se é para proteger, coloca logo um vidro. Teoricamente, o piloto não precisaria nem usar o capacete…
Não sei….essa F1 chata, onde todo mundo tem que correr com o mesmo pneu, fazer as mesmas trocas, os motores “silenciosos”, tá acabando a graça e a emoção.
Não é colocando um Halo que mais parece as tiras de uma sandália “havaianas” (podiam aproveitar e ganhar algum com o merchan) que vai mudar o mundo.
P.S.: Se os pilotos por ventura não usarem mais o capacete (a marca registrada de cada um), aí acabou de vez.

Leonardo
Leonardo
7 anos atrás

É só inventar um transparente !!! Tipo uma fibra de carbono transparente inventada nos laboratórios da NASA

MarcioRJ
MarcioRJ
7 anos atrás

Sou a favor de qualquer inovação que vise a proteção do piloto, contanto que não diminua a velocidade dos bólidos. Agora entre o Halo e capota estilo aviões de caça eu prefiro a capota transparente.

João, The Gooner
João, The Gooner
7 anos atrás

Ficou uma bosta.

Thiago
Thiago
7 anos atrás

Mais feio que a Regina Cazé com problemas estomacais.

Felipe Teixeira
Felipe Teixeira
7 anos atrás

Olha só, é muito feio mas aparentemente eficaz contra objetos grandes… agora do meu ponto de vista deveriam desenvolver um parabrisa, para-brisa, para a brisa, mesmo. Esteticamente ficaria melhor, de repente da pra fazer algo sem fechar totalmente o cockpit, o que parece ser a preocupação principal da FIA, ja houveram modelos no passado com defletores de ar transparentes, que eram relativamente grandes.

Fernando
Fernando
7 anos atrás

Acho que a proteção à cabeça é fundamental, mas nos moldes de um avião supersônico ,não com esse osso de galinha à frente do piloto, além de horrível , não protege completamente.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Horroroso e ineficiente.

Pepe
Pepe
7 anos atrás

Eu acho que se realmente ajudar a proteger deva ser implantado, mesmo que salve apenas um piloto já é válido, mesmo que não seja tão bonito quanto deveria, para mim a segurança acima de tudo, já se perderam muitos pilotos, inclusive o Senna, quase o Massa, etc. por detalhes ou peças pouco testados. Poderíamos estar com o Senna e tantos outros excelentes pilotos perdidos em acidentes até hoje e o Massa e outros não passariam pelo que passaram e nem teriam perdido tanto tempo para se recuperarem de graves acidentes, o Bianchi então, deveriam responsabilizar criminalmente quem autorizou a entrar e parar aquele monstro onde parou. Esporte a motor todos gostamos, acidentes graves para mim são inadmissíveis. Abs