1000 (3) – TUDO CINZA

xan191

RIO(aqui, só cinzas)O primeiro dia de treinos na China, para quem não acompanhou, pode ser resumido nos seguintes tópicos:

– A Mercedes e a Ferrari estão grudadas. Bottas foi o mais rápido, com Vettel nos seus calcanhares. Não há favoritismo claro.

– Hamilton ficou a mastodônticos 0s7 de seu companheiro, o que mostra que, evidente, tem algo de errado com o acerto de seu carro.

– Leclerc ficou a dinossáuricos 0s8 de seu parceiro, mas aí parece que a Ferrari teve alguns problemas com temperatura do motor do monegasco, e ainda está um pouco cautelosa com essa unidade por conta do que aconteceu no Bahrein. Essa diferença deve diminuir bem amanhã.

– Verstappen corre praticamente sozinho na Red Bull neste ano. Em que pese a posição razoável de Gasly, décimo, tomou mais de 1s de Max, o terceiro. É muita coisa.

– A Renault liderou o pelotão intermediário, naquele que será um revezamento constante neste ano. São muitas equipes no mesmo nível: Renault, McLaren, Haas, Alfa Romeo, Toro Rosso, Racing Point. O desempenho de cada uma vai variar em função de cada pista.

– Estou chamando essa turma de “pelotão intermediário” porque a hierarquia nesta temporada parece bem clara: primeiro pelotão com Mercedes e Ferrari, segundo com Red Bull, terceiro com essa galera aí em cima, quarto com o safety-car, quinto com o medical-car, sexto com as vans que levam jornalistas do estacionamento para a sala de imprensa, sétimo com a Williams.

– Esse prédios da foto aí em cima não existiam quando fui a Xangai pela última vez. Desconfio que nem no ano passado. Talvez nem mesmo na semana passada. A China é um país estranho.

O dia foi péssimo por aqui, tristeza em cima de tristeza nesta cidade que parece ter sido amaldiçoada por suas próprias escolhas nos últimos tempos — leiam Luiz Antonio Simas, procurem-no no Twitter, nos livros, nos blogs, nos jornais, vamos tentar entender o que está acontecendo neste país.

Comentários