Comentários

  • Flavio, acho que o habitante correto favorece a descoberta. Como podemos encontrar o próximo Senna se nenhum moleque entra num kart? A estrutura para garimpar talentos não existe no Brasil, por isso somente família de pilotos fazem o esforço. Pense quantos Verstappen devem ter perdidos nas favelas por aí!

  • Depois do Vettel a Alemanha ainda teve um Título com Nico Rosberg em 2016.
    Pro Brasil só resta esperar pra ver no que vai dar, com um novo piloto seria como ver o Emerson estreando na Inglaterra em 1970, seria um novo recomeço.

  • Flavio,

    quando vi o Lucas di Grassi tentando defender o Bozo no instagram do Hamilton me deu uma vontade de ler um “Gira Mondo”…

    Se os futuros pilotos brasileiros na f1 forem da mesma laia do Lucas, espero que o país fique os proximos 500 anos sem ganhar nada.

    • E quem voce defende ? Espero que seja alguém que mereça o mínimo de respeito. Não dá para enteder aqueles que atacam uns e defendem outros iguais ou pior.

      E porque piloto brasileiro ? Para ficar torcendo contra e fazendo piadas ridículas com eles ?

      Assim como faziam com os excelentes Barrichello e Massa (não é brincadeira não).. Foram excelentes profissionalmente e como pessoas também.

  • Oi Flávio, ótimo vídeo.

    Faltou falar da “estranha” e feliz presença dos nove pilotos finlandeses, que teve seu auge no Mika Hakkinen. Puxei a lista do wikipedia

    Leo Kinnunen 1974
    Mikko Kozarowitzky 1977
    Keke Rosberg 1978–1986 World Champion 1982
    JJ Lehto 1989–1994
    Mika Häkkinen 1991–2001 World Champion 1998, 1999
    Mika Salo 1994–2000, 2002
    Heikki Kovalainen 2007–2013

    Kimi Räikkönen 2001–2009, 2012–2019 World Champion 2007
    Valtteri Bottas 2013–2019

    Abraços

  • Sobre este assunto, vai rolar o Mundial de Kart ano que vem aqui no Brasil… vi esta notícia no twitter, nenhuma palavra no GP. Não entendi porque não foi muito noticiado, pois na minha opinião é algo interessante. Nem sabia que tinha uma pista em Birigui, até fui pesquisar sobre esta pista.

  • Mt legal o tema, Flávio. Sugiro, para um próximo gp, que vc fale sobre os pilotos que não despontaram ou nunca entraram na F1 que vc acha q fariam sucesso na categoria. Valeu, forte abraço!

  • Muito bons o vídeo e a discussão levantada. Apenas no tocante ao próximo campeão alemão após o Vettel, já houve o Rosberg, que se não foi o melhor da sua geração (não era um piloto completo), poderia ter continuado de 17 pra cá e ter evitado alguns desses títulos ganhos por Hamilton.

  • Ótima escolha de tema. Para lembrar:

    – último campeão francês: 1993
    – último campeão australiano: 1980
    – último campeão argentino: 1957
    – último campeão italiano: 1953

    E estes são países com mais de um título e com automobilismo forte.

    Acredito que um outro fator que também determina uma menor possibilidade de novos ganhadores de títulos, é que menos equipes têm chance real de disputa-los. E, além disso, há os pilotos de fases extremamente dominantes: Schumacher, Vettel e Hamilton, para ficar nos mais óbvios.

  • Pois é Flávio…

    E ainda com esta leva de pilotos pagantes, nós “brasileirinhos” temos ainda menos chances de entrar nesse mundo da F1.

    O Stroll até comprou a sua própria equipe para poder entrar…

  • Poxa, que legal!! Foi eu quem fez o comentário, aqui no blog, sobre a possibilidade remota de existir um futuro piloto campeão de F1 brasileiro. Foi no vídeo em que você falava sobre o total de vitórias de pilotos brasileiros, em que pistas, com que motores, etc.
    Agora pude entender com mais clareza o porquê disso e quais são os prognósticos para o futuro. Obrigado, Flavio, você é dez!