MENU

quarta-feira, 7 de agosto de 2019 - 20:12Rádio Blog

RÁDIO NICK B.

Ao som de… Led Zeppelin! (Para quem ainda não sabe, Nick B. passou a ser o DJ desta seção. Se eu tiver de dar algum palpite, será necessária autorização do titular.)

11 comentários

  1. MARCELO disse:

    As músicas são de qualidade. Mas, pô. Coloque algo do labo B desses caras, né.
    Por exemplo, uma música do Led menos conhecida, mas excelente, é When The Levee Breaks.

  2. murilo disse:

    Já conferia o Blog toda semana, agora com música boa venho todo dia.

  3. Paulo Leite disse:

    Quem escuta esse riff de guitarra sem mexer o esqueleto é porque não tem rock nos pés. Escutei zilhões de vezes !

  4. Mauricio Rocha disse:

    Começou muito bem!! Mas é o fim da Rádio Blog?

  5. Araujo disse:

    Uma das bandas mais intensas que já existiu na face da Terra. Que Homens geniais, virtuosos. Plant é tipo um James Hunt do rock. Page, um Jackie Stewart.

    A única coisa triste sobre essa música é que dizem que o cantor Jeff Buckley (Plant e Page combinados na mesma pessoa), estava cantarolando-a enquanto entrava no rio em que ele morreu afogado instantes depois. Page relatou numa entrevista que chorou copiosamente quando soube da morte de Jeff.

  6. Nick B. disse:

    E aí, Fla.
    Sabe quando aquele primo mais velho chega pra você com um bolachão debaixo do braço e fala: Toma, moleque, escuta isso.
    Pois é.
    Primão me deu LZ pra ouvir e eu nunca mais fui o mesmo.
    Porque esses quatro caras ajudaram a me moldar musicalmente.
    Bonzo era um monstro na bateria. Ouçam Moby Dick.
    Jones era somente perfeito no baixo e no teclado.
    Page fantástico com seus riffs e solos. Um herói da guitarra (adoro essa expressão “herói da guitarra”. É título, no plural, de mais um entre tantos projetos de livro que tenho e nunca levo adiante: escrever um compêndio sobre os guitarristas mais influentes de todos os tempos).
    E Plant? O que dizer desse gênio que simplesmente mudou a forma de cantar rock?
    Posso dizer apenas que continuo tentando ser Robert Plant desde o dia que conheci Robert Plant. Mal chego a uma cópia pirata de qualidade pra lá de duvidosa, mas continuo tentando.
    Led Zeppelin. Minha banda de cabeceira.
    Meu amor pela música passa, necessariamente, por Led Zeppelin.
    Eu não sei se vou durar 90 anos. Mas se chegar lá, só tenho certeza de uma coisa: O pouco de audição que me restar se destinará a ouvir esses caras. Meus parcos músculos, meus neurônios incipientes, meu tesão meia boca, meus escassos pêlos, minha pele seca, meu fiapo de voz, o conjunto insólito do que se chamará de meu corpo reunirá todas as suas energias pra curtir Led Zeppelin.
    Te amo, Led.

    Nick B.

  7. Assombração disse:

    Já detonaram o vídeo, mas o som nós já sabemos de cor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>