MENU

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020 - 15:55Gomes, Grande Prêmio

GP ÀS 10: O ELEITO

7 comentários

  1. Carlos disse:

    Leclerc tem sua disposição um carro pronto. 2018 até certo momento do campeonato a Ferrari era uma ameaça real ao domínio da Mercedes. Mas algumas observações tem que ser feitas. Em 2018 havia a suspeita sobre o conjunto de baterias utilizadas pela Ferrari para armazenar energia. A FIA instalou um segundo sensor para medir o fluxo de corrente e, de maneira surpreendente a Ferrari perdeu todo aquele ímpeto que tinha. Esse ano, novamente uma suspeita sobre os motores e sobre as baterias novamente, fez com que a Ferrari em um certo momento do campeonato perdesse algum desempenho. Conseguiu reagir dado que o projeto inicial do carro mostrou errôneo, mas a Mercedes nadou de braçadas e ganhou o campeonato. E aí surge o segundo e mais importante ponto. O atual carro da Ferrari foi projetado com informações e desenvolvido por Vettel. Em que pese o fato de que o desempenho do piloto germânico foi pífio, ainda assim ele foi o responsável pelo aperfeiçoamento do carro, visto que o de 2019 nada mais foi do que um aprimoramento do carro de 2018. Nesse ano, muito provavelmente não haverá mudanças significativas, mas apenas ajustes. O grande desafio será o projeto para 2021. E então veremos o quão importante será Vettel para a Ferrari, já que Leclerc, apesar do ano vistoso não tem a experiência de Vettel. E antes que falem algo, sim, muitas informações são obtidas diretamente de toda a eletrônica embarcada que existe nos atuais carros da F!, mas a sensibilidade do piloto ainda é importante.

  2. Oi Flavio.

    Não concordo con a sua afirmaçao categorica de que o Verstappen é melhor do que o Leclerc. Se analisarmos o dado mais significativo na minha opinião, ou seja a comparação com o companheiro de equipe em treinos classificatòrios, temos o seguinte:

    2017 VER 6 x 11 RIC (Red Bull)
    2018 VER 14 x 7 RIC (Red Bull)

    2019 LEC 12 x 9 VET (Ferrari)

    Escolhi os anos em que Verstappen correu com Ricciardo porque evidentemente foi um adversario muito mais significativo do que Gasly ou Albon, sem contar que eram o terceiro e quarto anos dele na F1. No seu ano de estréia (2015), quando era companheiro de Sainz na Toro Rosso, perdeu de 10 x 9.

    Quanto ao Leclerc, sò podemos considerar 2019, porque em 2018 o seu companheiro era Ericsson (café com leite…). E em 2019 enfrentou Vettel (tetracampeão) enquanto ele, Leclerc, estava no seu segundo ano de F1 e primeirio na Ferrari.

    Ganhar a corrida de Monza da forma como ganhou, em uma pista onde passar é relativamente fàcil (basta um minimo erro em uma freada, e o cara de tràs passa), segurando um casca grossa como Hamilton por mais de 40 voltas, no meu entender è uma façanha que Verstappen ainda não realizou. De uma maneira geral, Verstappen ainda não enfrentou um piloto realmente de peso como companheiro de equipe, enquanto Leclerc “destruiu” logo de cara um piloto como Vettel

    Abraço.

  3. Luciano Vido disse:

    O Vettel larga a F1 assim q não tiver mais contrato. Ele tá vendo o alonso se divertindo e ele aguentando este bando de mala. Ele não é showman como o LH.

  4. Luiz disse:

    VETTEL não interessa mais para a FERRARI. Vai correr 2020 na teimosia. A italianada toda quer LECLERC como 1o piloto para o GIOVINAZZI poder migrar como 2o (vindo da ALFA). Eu acompanho a tempos o GAZZETTA DE LO SPORT, da itália. Desde o ano passado se fala isso. Querem um piloto italiano na FErrari para poder vencer uma ou duas corridas. Não estão nem aí para o LECLERC. O objetivo é agradar o torcedor italaiano. Nesse ponto, VETTEL está sobrando, salário maior, já perdeu o posto de 1o piloto desde o começo do ano passado enfim. Vai sofrer em 2020. MAs é teimoso o alemão. E o Hamilton vai andar de FERRARI mesmo é na rua, com a que ele tem guardada na garagem. Eu aposto no Verstapen, como novo grande piloto da F1.

  5. Johne disse:

    O “man on the moon!” podia ser subistituído por um do Gagarin.

  6. Paulo F. disse:

    Vettel não tem que provar nada para ninguém, muito menos para a Ferrari.
    O fulano é QUATRO vezes campeão do mundo. Em condições de concorrer com ele só o Hamilton (que esta em uma fase magnífica). O resto é promessa, e promessa não paga conta!
    Claro que tem equipes que desejariam ter o alemão em seu cockpit. Mas tirando RBR, MB e Ferrari quem tem um carro capaz de ganhar corridas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *