Comentários

  • Aquela Globo agora vem colocando reprises do esporte onde o Brasil é vencedor em tudo dando aquela falsa ilusão de que o país é invencível no esporte, nessa balada o Senna acaba ressuscitado voltando a vencer aos domingos. Será que nessa ilusão o Senna supera o Schumacher?

  • Flavio Gomes,
    Boa tarde, acompanho seu trabalho ha um bom tempo e acho voce um otimo profissional!, apesar de uma vez em seu video no Youtube voce dizer, Lula Livre, nao precisva isso ne..rs.. mas, enfim, tudo bem, isso e democracia e visoes politicas diferentes..,bem, mas falando do que interessa, tenho 47 anos meu pai e tio correram de carro e moto em Interlagos, acompanho de perto a F1 ,principalmente, desde meus 7 anos e seguo o Piquet e Senna correndo sempre!, li, me informei e estudei muito e acredito que o Senna foi o melhor de todos os tempos, tenho um blog sobre outro assunto e estou criando um canal no Youtube, esse so sobre o Senna, e as devidas comparacoes, com Schumacher, Piquet, Prost, etc..tenho amigos aqui em Orlando, FL, e em SP ligados ao automobilismo que inclusive me incentivaram a criar o canal e comentar o assunto, acho que voce faz um excelente trabalho falando sobre F1 em seus videos, inclusive indo ao encontro de opinioes de haters e fas incondicionais do Senna, SIM, acho que ele foi o melhor de todos e explicarei o porque dessa minha opiniao nos videos, em seus videos inclusive aquele das opinios impopulares voce aborda muito bem a questao do mito Senna, que realmente nao era um anjo bondoso e santo como muitos propagam, alias “anjos” nao sobreviveriam na F1!
    Parabens pelo trabalho e se tiver um tempinho e quiser ver envio os meus videos para voce dar uma olhada,
    Abs e Parabens pelo trabalho,
    Jose Bruno.

    • Você queria que eu dissesse o quê? Bolsonaro livre? Meu amigo, se você não tem discernimento para entender o que acontece no Brasil, o que fizeram com o Lula e o buraco em que nos metemos, na boa, e com todo respeito, não tenho muito interesse nas suas ideias. No mais, não. Bolsonaro não faz parte da democracia, não.

      • Calma Flavio,
        Nao precisa ser agressivo, voce agora esta parecendo um hater da politica, apenas achei desnecessario misturar um otimo trabalho com politica, so a minha modesta opiniao, nem critica foi, mas tudo bem, continuarei assistindo os seus videos ate porque trazem informacoes que voce viveu pessoalmente.

      • Democracia só é quando o seu candidato ganha. Entendi. Realmente, sua opinião não é nada autoritária. Se um Presidente ELEITO DEMOCRATICAMENTE por 60 milhões de brasileiro, não faz parte da democracia, talvez a SUA noção de democracia esteja com defeito.

        E quanto ao Ayrton Senna, você está novamente equivocado ao afirmar que ele corria sozinho. Então, você está afirmando que não existia F1 na época do Senna? Um cara que venceu com carros nitidamente inferiores, em condições das mais diversas. Um cara, que além de um grande piloto era um exemplo de personalidade e o rei da chuva, onde motor, aerodinâmica e componentes caros não valem de nada se não souber guiar. E quem hoje seria melhor que um Ayrton Senna na sua opinião, onde o carro conta mais que o piloto? Agora, numa coisa você tem razão: Senna realmente fazia parecer MUITO fácil mesmo. A genialidade de Senna ficou ainda mais evidente quando a qualidade humana se uniu a qualidade material da McLaren na época. Esta sua análise não valeria para um Schumacher, quanto mais para Senna.

      • Cara, na boa, vá mugir em outro canto. Depois de seu chá de alfafa. Não tenho paciência nem estômago para conversar com defensores de psicopatas. Em outras palavras, some.

  • Flavio, bom mesmo foi o Fangio correndo naquelas baratas, campeão 5 vezes, sem segurança nenhuma e viveu até seus 80. O resto [e choramingação… sei lá como era o grid.. se fosse sö ele já seria genial, esse era gênio, os demais de muito bons para baixo.

  • Nunca entendi porque o Senna insistiu algumas vezes pra encerrar a corrida quando começava a chover nas últimas voltas… Insistência em mudar regras quando isso o beneficiava, respaldado pelas patriotadas do Galvão. Assistindo agora o GP Brasil de 91, percebo que isso não fazia nenhum sentido… Começou a chover? Vai trocar pneu e arque com as consequências, ué. Querer levar sempre vantagem eu acho que era um defeito (bem humano, diga-se) que passava batido pelas “passadas de pano” globais.

  • Os fanaticos do Senna que estão aqui urrando de odio, deveriam ver o video em que o Moreno conta o que Senna fez com ele numa prova de Kart em Uberlandia…dá bem uma ideia da personalidade do cara.
    O cara era bom ? Era. Era muito bom ? Era. Era o melhor de todos os tempos ? Nããão,
    O melhor pra mim foi Gilles, que guiava num limite altíssimo, que não fechava a porta, não ziguezagueava na reta como Senna fazia, e mesmo assim era muito difícil de ser ultrapassado.
    Um cara que joga o carro de proposito em cima do Prost pra ser campeão, não merece meu respeito, como pessoa. Vingança ???? Vingança teria sido ele bater o Prost de forma definitiva naquela prov.a. Mas, não, ele não quis arriscar, preferiu garantir o titulo de uma forma horrorosa.
    O cara não tinha um pingo de ética.
    Senna criticava os outros e fazia igual: reclamou que o Piquet vetou ele na Brabham e fez igual, vetou o Brundle na Lotus. E assim varias outras historias. Queria sempre o melhor equipamento, etc, etc.
    Senna já estava no inicio do declínio em 94, e a prova clara disso foi que na McLaren Hakkinen começava a andar na frente dele. Segundo o próprio Hakkinen, cada vez que ele andava na frente do Senna em um treino extra oficial, ou em treino oficial, o Senna ficava puto e ia reclamar com o Ron Dennis, com o engenheiro, com os mecânicos. Outra prova disso foi a rodada boba no Brasil em 94, em curva de baixa, perseguindo o Schumacher. A melhor fase do Senna já tinha passado.
    A morte evitou que assitissemos ao seu declinio. E alguns pilotos que não tiveram declínio, morreram antes, viraram heróis imbatíveis: Clark, Peterson, Senna e até o proprio Gilles.
    Poderia ficar aqui falando horas sobre isso. Não sou hater do Senna, admiro muitas das qualidades dele, mas nunca gostei do lado egoista, egocetrico e obssessivo dele.
    E sou realista, ele poderia ter ganho mais um ou dois titulos, mas não teria feito nada mais do que isso (O QUE, ALIÁS, JÁ SERIA FANTASTICO !).
    Engraçado que os fanáticos pelo Senna NUNCA comentam os lances em que ele não brilhou. Quando ele foi treinar de Brabham, o Piquet apostou que ele ficaria a mais de um segundo dele Piquet. Sabia que o que o carro era dificil de guiar, e que ninguém se adaptaria ao carro, em parte de um dia de treino. O Piquet foi lá e andou, marcou tempo, e o Senna ficou a mais de 1 segundo do tempo do Piquet….Detalhe, nesse dia outros pilotos andaram no mesmo carro, e o o Mauro Baldi foi mais rápido que o Senna, a cerca de 1 segundo do Piquet. Historias como essa os adoradores do Senna odeiam, e não contam, nem levam em consideração.

    Antonio

    • Exato. Senna merece todo respeito, mas parece que a morte prematura levou seu legado a ser analisado somente pelo lado positivo, que é imenso, mas que tem alguns senões, muito humanos, que relativizam um pouco os seus méritos. O que acontece também todos os outros: Prost era politiqueiro, Piquet boquirroto, Hamilton tendo a vida facilitada por um carro de outro planeta…Schumacher então tem um monte. Até Fangio, que algumas vezes recorreu ao carro do companheiro de equipe para vencer uma corrida, porque o regulamento assim permitia, tem lá seus pontos fracos. Isso nem de longe pode ser confundido com antipatia ou aversão, nem impede que se admire suas genialidades, cada um a seu modo. Senna, e todos os outros que citei e mais outros tantos, merecem toda a admiração, cada um com a sua individualidade, seus pontos fortes e fracos. Mas não são deuses, são humanos, e é exatamente isso que no fim das contas os valoriza.

  • Acabei de assistir e não vi o Flávio fazer nenhuma ofensa ao Ayrton.
    Aliás, lembro-me de assistir a outros vídeos em que o mesmo Flávio diz que o Senna era talentoso e muito educado.
    Sou muito fã do Senna, mas temos que ter os pés no chão e reconhecer que ele era talentoso, mas também era humano e errava.
    Senna foi um ótimo piloto e provavelmente era uma boa pessoa. E isso em nenhum momento foi questionado pelo Flávio Gomes.
    Parabéns Flávio pela sua análise sensata.

  • Seguinte, não interessa quem era melhor interessa o circo:

    Beleza: Button, Cevert e Fittipaldi (sobrinho)
    Feiura: Fittipaldi (tio), Prost e Fangio
    Coolness: Hunt, Hamilton e Leclerc
    Choramingação: Senna, Vettel e Barrichello
    Elegância: Stewart, Clark e Moss
    Nem aí com a paçoca: Raikkonnen, Regazzoni e Villeneuve (filho)
    Fanfarrão pé de breque: Riccardo, Irvine e Andretti (filho)
    Boa praça marcha lenta: Berger, Patrese e Webber
    Não sabemos como ainda estão lá: Gorsjean, Magnussen e Ocon
    Concordam?

  • Galera falando que o FG esta usando o nome de Senna pra aparecer… rs.
    O que dizer de quem ganha (e muito) dinheiro da imagem dele até hoje? Não convém citar nomes!
    Flávio, após conhecer seu Blog (por um tio meu a muito tempo), vi a F1 de outro Angulo, inclusive o Senna.
    Tem minha admiração, sou fã, mas não é o DeuS!
    Lembro de alguma entrevista que li sobre o Senna, acho que foi do Berger, dizendo que Senna era seu amigo ate o momento que vc o superava. Se em uma partida de sinuca você ganhasse dele, ele ja não mais conversava contigo. Tipo criança mimada!

  • A F-1 é cíclica em relação ao domínio de equipes. Senna pegou uma McLaren-Honda em excelente performance. Pensou que pegaria uma Williams-Renault afiada. Afiada foi a barra da suspensão que o levou, privando-nos do maior duelo que a F-1 veria até então.

  • “Muitos andavam sem cambio automatico e mesmo assim andaram na frente do Senna”. Pronto, aqui já diz que ele não andou contra ninguém. Quer dizer, andou contra ninguém e pq o cara era de outro nível.
    Mansell, Prost, Piquet, Berger, Patrese, Larini e tantos outros eram pilotos normais e o Senna era fora da curva, de outro planeta.
    O carro era melhor? Claro que era… E parte do desenvolvimento é mérito dos pilotos (assim como Schumacher e Hamilton fizeram).
    Comparar Senna com Hamilton é como comparar Pelé com Messi. Impossível!

  • Acho que a turma não prestou atenção no que o Gomes falou. Não prestou atenção no fato de que ele deu uma opinião. Não prestou atenção que ele em nenhum momento disse que o Senna era mau piloto.

    Na cabeça dos Sennistas ou o sujeito é Sennista, ou é inimigo.

    Um racioSímio delícia. Que inclusíve gerou um presidente delícia que anda fazendo um governo delícia.

  • Quanto anos mais Senna teria corrido em alto nível? Uns cinco? Teria sido sensacional ver os pegas Senna X Schumacher, fechando o século. Mas folgo em lembrar que naquele momento fatídico, Senna estava em primeiro…

    • Senna estar em primeiro foi fatal para ele. Se estivesse em segundo e colado em Schumacher tentando passá-lo, bateria na traseira do carro do alemão, quando desgarrasse na Tamburello. E estaria vivo até hoje.

    • Eu imagino assim: mesmo sobrevivendo ao acidente, Senna perderia de qualquer forma o título de 94 para Schumacher. A desaceleração do choque foi violenta, ele ficaria fora no mínimo do GP seguinte em Mônaco, e talvez até desistisse da temporada, porque a vantagem do alemão ficaria inalcançável. Ele descansaria pra voltar em 95 sem sequelas, e aí seria uma disputa ferrenha com Schumi. Senna, vencendo ou não, iria para a Ferrari em 96 – Luca di Montezemolo outro dia falou a respeito. Depois de um ou dois anos acertando o carro, talvez ganhasse o título em 97 e/ou 98, e pararia como penta ou hexa, por volta do ano 2000.

      • A desaceleração no choque contra o muro mataria o piloto, segundo especialistas.
        Senna, ao perder o carro na Tamburello, já estava condenado.

  • Hoje as pessoas não respeitam opiniões diferentes da delas, sou fã do Senna e acompanho o Flávio Gomes desde 1994 quando tinha 12 anos e respeito sua opinião sobre o Senna e nem por isso fico revoltado com isso, afinal ele acompanhou boa parte da carreira dele in loco. Respeitem a opinião alheia sendo contrária ou não!!!

  • Acho engraçado a mulekada atual de pilotos europeus, asiáticos,oceânicos e brasileiros apontarem SENNA ainda como acima de tudo o q eles já viram!!! O cara morreu bem antes de todos nascerem…e lendas vivas como Mansel, Prost, schumi e nosso saudoso Piquet nem são lembrados. Será q foi a Globo q produziu Senna mundo a fora??? FG se o Senna tivesse ganho títulos com uma equipe russa ele seria seu ídolo mor de todos os tempos…vc criaria até uma religião!!! Sua birra com ele não eh a qualidade ( comprovada por pilotos campeões mundiais), e sim com a mídia por traz dele!!! Então menos….quem eh vc p tentar destruir o nome SENNA?? Se preocupe mais em levar o saudoso Meia Nove ( com motor Volkswagen) cada vez mais a frente no pelotão que já está ótimo!!! E deixe um herói brasileiro descansar em paz…

      • Pergunta lá na fundação Senna!!!!! Pergunta pelas crianças que saíram das ruas…que tiveram estudos…tiveram rumos na vida!!! Esse lado lado só veio a tona depois da morte dele…pq ele queria tanto aparecer e ter mídia que não divulgava as instituições…gosto do seu blog, acompanho faz anos, sempre torci por vc na clássico Cup, acho o Meia Nove o carro mais lindo do grid, mas felizmente moramos num país democrático, sua opinião não tem q ser a mesma q a minha e vice versa….vida que segue!!!! Uma pergunta ….a Globo está reprisando grandes feitos na F1, será que alguma corrida do Piquet ou Emerson daria as mesma audiências???

      • Não existe “fundação Senna”. Existe o IAS que não tira ninguém da rua e nem dá estudo a ninguém. Procure se informar sobre as atividades desse instituto. Depois vem discutir comigo.

  • É sempre a mesma história. Senna não é tudo isso. Senna foi pré-fabricado. Senna não teve adversários.
    Que tal, resumir? Senna foi o maior de todos e ponto final!

    Segafredo, cadê você pra defender o nosso Senna? Morreu também?

  • E já agora uma nota final: você fala em “haters”, bom eu nao sou um hater mas se existe alguém que é um hater profissional e diário e você no seu ódio a Senna, porque isto nao é de agora, já vem de há anos você despejando odio em Senna, por isso se existem haters concerteza você é um deles.

    Precisamente por esse ódio, por essa perseguicao e negatividade nunca mais venho ao seu blog, de haters e de negatividade está o mundo cheio, me poupo a ver um hater como você destilando ódio todos os dias.

    A vida é boa demais para perder tempo com gente com má fé e negativa.

    Parafraseando a música que passava em Portugal aquando do 25 de Abril “e depois do Adeus”

    Daqui a uns anos todos recordarão Senna, ninguém saberá quem é Flavio gomes

    Você é o seu blog são negatividade que retiro da minha vida e sigo curtindo gente positiva.

  • Vamos fazer assim entao:dizemos todos que Senna foi uma merda de piloto para você ficar contente igual a criança quando quer um brinquedo.

    Dito isto:nao venho mais aqui, você usa demais o nome senna para se promover, se fosse a família dele te mandava calar, você usa demais o nome de uma pessoa que morreu para se promover, podia dar um processo na justiça, você usa demais o nome de alguém que morreu.

    Dada a sua perseguicao a uma pessoa que morreu nunca mais venho aqui, nao porque você diga mal do senna mas porque este mundo tem por demais de negatividade e você é um exemplo dessa negatividade.

    Vou ler blogs onde se fala com espírito positivo sem perseguições a este ou aquele.

    Você é o seu blog deixaram de existir para mim, para mim isso chega-me.

  • Não há o porquê de “haters”…
    Ninguém está dizendo que o Senna não foi um grande piloto. Ele FOI. Assim como o Prost, o Piquet, o Schumacher (para mim foi o melhor), o Hamilton, o Lauda, o Stewart, o Fangio, o próprio Sterling Moss que faleceu há pouco tempo e era formidável… O que se quer dizer nós vídeos é que não se pode dizer que o Senna correu contra tudo e contra todos e os demais contra ninguém. Corridas são assim. Os bons quando são melhores ou bem melhores que a maioria ganham bem e muitas vezes. Mas o fator carro faz diferença e, se faz agora com Hamilton, fez com Schumacher e fez também com o Senna. Não há como negar ou virar um “hater”.

    • Eu fico com a opinião do Schumacher: o maior de todos continua sendo Fangio. Porque conseguiu ser pentacampeão por quatro equipes diferentes, numa época em que a segurança era quase nula, morriam três a quatro pilotos por ano – ele mesmo quase morreu em Monza, se não me engano. E tem percentuais imbatíveis, ganhou quase metade das corridas que disputou, enfrentando ases como Ascari, Stirling Moss, Farina…

      • Excelentes argumentos, Luiz Eduardo! Eu ainda acho que, cada um com suas épocas e seus méritos e fraquezas. Entretanto, é baseado em argumentos e não no estereótipo de herói que foi inventado por um canal de TV (não que ele, o Senna, não tenha sido fantástico e acima da média). Mas existe um sentimento em muitos que SÓ ele foi bom. Ainda nesses dias, num grupo de F1 do Facebook. a discussão era por quê a Globo não reprisava corridas do Piquet. Os comentários… só barbaridades! Teve um que disse, que antes teria que reprisar as 41 vitórias do Senna, mais as do Massa e Barrichello, antes de passar as do Piqet. Isso não é gostar, é doença na minha opinião!

  • Já fui chamado como um dos piores haters quando postei um link do Senna tocado a sua Mclarem de 1993 com cambio semi-automático (visão de dentro do carro). O carro era ótimo, com controle de tração, controle de largada, acelerador drive by wire, suspensão ativa, freios ABS e vários aparatos eletrônicos num super chassi casadíssimo com uma aerodinâmica aprimorada, e ninguém fala sobre isso, falam apenas que o Schummy tinha um motor de fabrica da FORD e o pobre Senna tinha um motor mequetrefe. O Senna tinha um equipamento espetacular em suas mãos somente deixando de liderar o Campeonato na 7a. Etapa no GP do Canada.

    O Senna foi espetacular. Os F-1 de sua época eram verdadeiras carroças quando comparados com os carros de hoje. Os Autodromos também não tinham os pisos de hoje, até as cameras internas não eram tão estabilizadas como as de hoje. Por isso é que tudo parece transcorrer dentro de uma maquina de lavar roupa quando vemos imagens daquela época.

    Mas não há discussão sobre o talento do Senna. Porém a F-1 está repleta de pilotos espetaculares e hiper talentosos em sua história. Endeusar o Senna faz parte do jogo de muitos, vende reportagem, apoio, mídia e sei lá mais o que (tudo sempre regado ou na busca de muita grana).

    Segue o jogo, sempre fui “Piquezista” de quatro costados, mas nunca neguei que o Senna era espetacular como piloto. Apenas isso, tudo o mais não passa de espuma sobre o “Mito”.

    Como Fangio; o Senna é cada vez mais veloz a cada ano que passa (baseada em piadinha velha na Argentina).

    “Voem as pedras”.

  • Muito verdade. Quando se tem uma equipe muito superior às outras é assim mesmo. Assim foi com Senna, Schumacher, Hamilton, Vettel, mas não tira o mérito de nenhum deles. Para mim uma exceção foi o Mika Hakkinen que em 1998 ganhou de Schumacher na Ferrari numa disputa bem acirrada.

  • O problema é que quando surge um atleta muito superior aos outros num esporte individual ele acada dizimando a concorrência e dando a impressão que seus adversários eram medíocres, Ex Mike Tyson, Anderson Silva, Airton Sena etc. E passam a impressão que na sua época só tinha medíocres.

    • Desculpe, mas discordo. Satoru Nakajima era mais decisivo e protagonista. E bom de drift.
      中島、永遠の神話!

      Flávio, mandou bem. O vídeo é bem explicado. Só não entende quem não quer. Essa coisa de tratar o cara como deus, de ser um tabu tentar dizer algo diferente de poderes sobrenaturais do Senna enche o saco. Foi o melhor, mas não tanto como os fãs dele pensam, alías, é isso que são, fãs de um cara, não de automobilismo, porque senão entenderiam tudo que foi e é ponderado.