DESAFIO DO DIA

Esse vocês não vão acertar nunca.

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
PRNDSL
PRNDSL
3 meses atrás

Capacete é da Austria!

Ipurinã Pedrosa
Ipurinã Pedrosa
4 meses atrás

Os caras que acertam estes desafios são uns maníacos kkkkkk

Ipurinã Pedrosa
Ipurinã Pedrosa
4 meses atrás

E o bicho é bonito, hein!

André
André
4 meses atrás

FG, Vladvostok, 1997, Treino livre 1.

Júlio Lima
Júlio Lima
4 meses atrás

Jo Gartner, 1984, Osella FA1F. Eu não fui no Google, mas você não disse nada sobre não poder pesquisar no StatsF1.

No StatsF1, pelo menos, a gente tem trabalho, então é o caso de valorizar a resposta, hein. O GP eu vou ficar devendo, mas deve ter sido um dos 10 em que participou ou tentou participar naquela temporada.

Cesar
Cesar
4 meses atrás

Sem google. Piercarlo Ghinzani (escreve assim), Osella, 1984. Pelo ângulo da foto é em Monza

António Barbosa
António Barbosa
4 meses atrás

Jo Gartner em Itália em 1984 com o Osella, um dos austríacos de talento que se perderam em pista num acidente em Le Mans em 1986

Salatiel
4 meses atrás

Sem pesquisar no Google. Pela asa traseira ano de 83 ou 84. Chute Osela.

João Henrique Leme
João Henrique Leme
4 meses atrás

Osella em 1984. Jo Gartner (gosto desse capacete, por isso o identifiquei).

Marcus
Marcus
4 meses atrás

Jo Gartner, Osella, 1984, ficou em 5o lugar no GP da Itália.

João Luiz Marques
João Luiz Marques
4 meses atrás

pela propaganda, dessa “kelémata”, diria que é Osella, mas não me lembrava de ter visto uma Osella com partes em vermelho. Lindissima!!!!

Cristiano
Cristiano
4 meses atrás

Jo Gartner – Osella Corse FA1F Alfa Romeo V8 turbo – 1984 – GP da Itália. Só não sei pra quê tanta asa traseira. Chegou em 5º mas foi desclassificado porque a Osella tinha se inscrito no campeonato com um só carro (Piecarlo Ghinzani), o que não faz nenhum sentido, já que participou das corridas. Masi, foi você?

Cristiano
Cristiano
Reply to  Flavio Gomes
4 meses atrás

ok, entendido. Inclusive o Berger que chegou em 6º na mesma corrida também não somou o ponto. Mas que é estranho aceitarem inscrição única da equipe e depois permitirem um segundo carro, é.

Marcus
Marcus
Reply to  Cristiano
3 meses atrás

Até os anos 80, as equipes podiam inscrever carros e pilotos ao longo das temporadas, mas só eram elegíveis para pontuar no campeonato de marcas e pilotos os carros inscritos no começo da temporada. Se a equipe inscrevesse um carro e um piloto ao longo dela, os eventuais pontos não seriam computados na pontuação. Se isso ainda é permitido, não sei.
Aconteceu com o Gartner e o Berger em 84 e o Dalmas na Austrália em 87.

Sandro
Sandro
Reply to  Marcus
3 meses atrás

Esse regulamento podia ser mais camarada com os pilotos, né! A equipe, antes de começar o campeonato, que inscrevesse apenas um carro não teria direito a receber pontos (o que é ainda bizarro!), mas o piloto sim, receberia a pontuação se chegasse entre os seis primeiros! Mas regra é regra, e todas as equipes concordaram com isso.
Com isso, na única corrida que Gartner e Dalmas (quinto lugar) receberam a bandeirada na zona de pontuação, ficaram no zero! Eita! Berger chegou em sexto lugar e também ficou no zero; posteriormente ele pontuaria ao longo da carreira.

Paulo Mendes
Paulo Mendes
4 meses atrás

Jo Gartner com uma Osella em 1984 no gp de Monza

Beto
Beto
4 meses atrás

Osella – Alfa com Jo Gartner

Jonivan
Jonivan
4 meses atrás

Osella Alfa #30 em 1984, Jo Gartner (Áustria). A pista? Chutarei Monza, já que ele chegou em P5 no único ano em que correu lá de F1…