DAQUI ATÉ A ETERNIDADE

SÃO PAULO (haja grana…) – Por 40 milhões de euros anuais, a Red Bull fechou com Max Verstappen até 2028, estendendo seu contrato, que terminaria no fim de 2023, por mais cinco anos. Ele terá 31 anos quando terminar o compromisso. Considerando que estreou na F-1 aos 17 pela filial Toro Rosso, é uma vida inteira vinculada aos mesmos senhores: 14 temporadas. Nada indica que vai mudar de patrão até o fim da carreira. Mas é tempo demais para fazer qualquer previsão. Estamos falando de mais sete Mundiais na mesma casa, contando a de 2022. Não se sabe sequer se o mundo continuará existindo até lá.

É raro, mas acontece bastante, como se diz. Hamilton completa, neste ano, dez temporadas na Mercedes. Seu contrato termina no final de 2023 e a sequência de sua carreira não está garantida. Imagina-se que a aposentadoria está perto, até pela idade do inglês, 37 anos. Michael Schumacher ficou 11 anos na Ferrari, de 1996 até o final de 2006. Quando se olha para o que cada um conseguiu em suas respectivas equipes, dá para entender a opção rubro-taurina pela continuidade. Azar de quem chegar ao time nesse período. Hamilton e Schumacher trucidaram seus companheiros de equipe. Verstappen vem fazendo o mesmo.

A extensão do contrato de Max indica, da mesma forma, que a Red Bull tem projetos de longo prazo para a F-1. Mesmo sem uma fornecedora oficial de motores, já que a Honda agora cuida apenas informalmente de suas unidades de potência, a equipe das latinhas namora há algum tempo o Grupo Volkswagen e está na pole para garantir um acordo com Porsche ou Audi num futuro próximo, assim que o novo regulamento de motores entrar em vigor, em 2026. E garante que seu menino prodígio não será assediado por ninguém durante um bom tempo.

Exercício de adivinhação: quantos títulos será que Verstappen terá quando terminar seu novo contrato, em 2028?

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Jean
Jean
2 meses atrás

2

Jonas
Jonas
2 meses atrás

1 título

Moita
Moita
2 meses atrás

1 título

Carlos Zarattini
Carlos Zarattini
2 meses atrás

Hamilton não trucidou Rosberg. Nem Button. Nem Alonso. Hamilton trucidou Bottas e Kovaleinen. Hamilton è um bom piloto que sempre teve nas mãos carros vencedores. Não da pra colocar Hamilton entre os gigantes da F1.

Namir
Namir
2 meses atrás

Some um , o de 2021

Manoel Cândido
Manoel Cândido
2 meses atrás

Para mim, Vestarpinho será o novo ALONSO!!!! Dois títulos no máximo. Muita gente boa para atrapalhar a vida dele: Russell, Norris, Gasly, Sainz, Leclerc, etc……. Difícil ter uma hegemonia como a da Mercedes no futuro, pois as equipes ficaram mais próximas e os pilotos adversários são muito bons.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Manoel Cândido
2 meses atrás

Hamilton também tinha pilotos de altíssimo nível, como Vettel e Alonso, Ricciardo e o próprio Verstappen, porém as equipes dos rivais cairam muito de rendimento na era híbrida, enquanto sua equipe corria praticamente sozinha.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
2 meses atrás

4 Títulos… reviso a aposta depois dessas primeira 5 etapas… vamos ver quem tem o melhor motor para depois revisar o prognóstico. Lembrando que teoricamente os motores estão congelados até 2025.

Luis Fernando
Luis Fernando
2 meses atrás

Acho que a RedBull devia de ficar com a Honda, afinal é japones, e Audi ou Porsche são alemães, e se os EUA continuarem fudendo os alemães… sei não

renato
renato
2 meses atrás

Quantos títulos? Ainda estou esperando ele conquistar o primeiro, já que o de 2021 foi roubado…

ze otavio
Reply to  renato
2 meses atrás

Boa! vc tem razao, ate agora ele nao tem nenhum…

Paulo F.
Paulo F.
Reply to  renato
2 meses atrás

Voto com o relator!
O de 21 , larapiado em conjunto com o Masi e Cia. não vale!
Nenhum mais, caso houver um pouco de justiça. poética ou não. E ninguém garante que em 28 ainda estara dando seus chiliques nas pistas.

ze otavio
2 meses atrás

Tomara que mais nenhum!