OS CARROS E AS GUERRAS

SÃO PAULO (sobreviventes) – Não sei se vocês têm acompanhado minha coluna no UOL, mas a última, aqui, fala de carros e guerras. Conta como foram recuperados os Auto Union levados para a URSS depois que a Alemanha se rendeu, em 1945. Um trechinho:

O que aconteceu com os Auto Union depois que chegaram a Moscou foi um massacre. Muitos foram desmontados e nunca remontados. Peças foram aproveitadas em tentativas de construção de carros que nunca participaram de uma corrida sequer. Motores estouraram porque os soviéticos não sabiam como fazê-los funcionar. Quatro foram totalmente destruídos nesse processo de dissecação automotiva. Entre eles, um “streamliner”, carro construído apenas para estabelecer recordes de velocidade em linha reta – semelhante ao que matou o ídolo Bernd Rosemeyer em 1938 na autobahn entre Frankfurt e Darmstadt. Mais dois foram parar na fábrica da ZIL. Um desses foi detonado e o outro, um híbrido dos modelos C e D feito para subidas de montanha, acabou sendo enviado para um museu em Riga, na Letônia, todo estropiado – nos anos 90 a Audi o comprou, restaurou e deu uma réplica para o museu. Três Type D e outro “streamliner” acabaram na GAS, outra fábrica soviética, e seus chassis foram usados em fracassados protótipos de competição. Um deles foi destruído num terrível acidente em 9 de junho de 1946. O carro ainda tinha no tanque um restinho da sofisticada gasolina usada pelos alemães nas competições, e os caras resolveram colocá-lo numa estradinha perto do Parque Gorki para ver se o troço andava. Uma multidão foi ver aquilo de perto. O piloto, um certo Leonid Sokolov, perdeu o controle do bicho numa freada e decolou sobre a multidão, matando 18 pessoas. Sokolov sobreviveu. Caiu dentro de um lago.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Jeferson Araújo Pereira
Jeferson Araújo Pereira
2 meses atrás

Tenho acompanhado sim. Sou fanático por rock progressivo e gostei de ler o trecho onde você enfoca a participação do Nick Mason nessa história. Já sabia do  fanatismo dele por carros desde os anos 70, mas você revelou detalhes que eu desconhecia.