ONE COMMENT*

Mais um “corte” da tal entrevista de novembro de 2021. Desta vez, levantada pelo Grande Prêmio — a original, tiraram do ar. Mais racismo, agora junto com homofobia. Piquet não tem defesa.

* Sei que estão esperando por um textão. Escreverei. Tudo no seu devido tempo. Por enquanto, se quiserem saber o que eu acho de tudo isso, tem dois vídeos lá no meu canal no YouTube.

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Jonas
Jonas
1 mês atrás

Juca Kfouri foi o único que colocou o dedo na ferida. Jornalistas esportivos sempre se divertiram e repercutiram as “bobagens” que Piquet dizia, afinal absurdos chamam a atenção, audiência. Assim foi com Piquet, e exagerando, com Trump, e com, vejam só, Bolsonaro! Estes escrotos só existem porque falam deles, e quem fala? A imprensa! Franklin Martins, Lula, e muitos outros tem razão: Isso precisa mudar, democraticamente, claro. É hora dos jornalistas pensarem melhor quando têm que decidir quem será alavancado para seu próprio sucesso. Agora aguenta.

Bruno Bertolo
Bruno Bertolo
1 mês atrás

Piquet é uma pessoa que precisa diminuir os outros para se sentir superior. Raramente elogia alguém e, quando o faz, é amigo ou parente.

Além do racismo, deve ter ranço de Hamilton em razão do inglês ter sido do campeão da GP2 em 2006, mesmo sendo estreante. Nelsinho era o favorito, sendo que o pai comprou até equipe para ajudar no sucesso do filhote.

Por essas e outras que Lewis é muito maior que Piquet, seja como piloto, seja como pessoa. O inglês deixará um legado. O brasileiro virou chofer de carro-fossa…

Fabioled
Fabioled
Reply to  Bruno Bertolo
1 mês atrás

Exato…sempre precisa diminuir alguém. Inclusive, a repercussão enfoca a importância do racismo e homofomismo enraizado (abominável certamente) mas pouco se falou em ele chamar o Keke de um bosta… onde já se viu!? Um campeão falar isso do outro!? Qual a justificativa para o Keke ser um bosta?

Silvioengouveia@gmail.com
Silvioengouveia@gmail.com
1 mês atrás

Lamentável a exposição a nu de quem é Piquet. Passei a ser fã desse gênio da F1 quando em 79 após pular o muro do antigo retao de Interlagos e ir em direção ao kartodromo vi no meio do retao soltar-se o bico da sua Brabham e o cara controlou o carro , deu a volta pelo anel externo e logo passou no retao de bico novo e pé embaixo.
Pano rápido O homem Nelson é um cafajeste que venera um estafeta, tenente desclassificado , um ser bipede nao humano, cercado de ostras e amebas que não servem nem como biodigestores de coco. Aí está o Nelson. Pena que eu admirava o piloto e não sabia quem era e é o bipede Nelson.

Carlos Jose Pimenta Franco
Carlos Jose Pimenta Franco
1 mês atrás

Na propaganda da FORD para divulgar o FUSION, onde chamaram o Piquet e o Mansell, antes desta presepada toda. O Mansell ao final de tudo, diz ao Piquet algo tipo assim: APROVEITE A VIDA E SE CUIDA. Flávio, até eu fiquei embargado com tamanha gentileza e sinceridade do Mansell. O Piquet, soltou um sorriso tão sem graça, engoliu seco aquela declaração, percebe-se a diferença abissal de carater. Antes disso tudo, eu ainda comentei com eu irmão e disse: Irmão olha diferença de postura. Ele concordou

Bennie
Bennie
1 mês atrás

Aguardando…será imperdível, vide o histórico dde exaltação do personagem, o piloto reconhecemos todos era bom, não ótimo!

Rafael N
Rafael N
1 mês atrás

Uma hora a casa cai pra essa familia bolsominion de merda. Com o filho dele, aquele pilantra, quando surgiu o caso de Cingapura. Agora com o pai, com essas declarações ridículas e desculpas só pra inglês ver. Um grande foda-se para esses babacas

Roberto Borges
Roberto Borges
1 mês atrás

Bem, desde que conheci a pessoa, na época da Super Vê, em Interlagos, achei prepotente e desagradável, mas era isso, que destoava em um período em que era muito fácil transitar nos boxes e conversar com todo mundo. Qualquer um que tenha tido contato com Ingo e Paulão sabe disso. Tristemente um brasileiro tri campeão mundial.
Agora a pessoa resolveu se enfiar no pântano, inicialmente com seu apoio ao “coiso de Brasília” e entrou um tanto mais com a primeira fala sobre Hamilton. Essa última que apareceu indica que foi até o pescoço chafurdar no pântano da intolerância, prepotência e estupidez.
Que afunde de vez por lá.

Afonso Nicolleti
Afonso Nicolleti
1 mês atrás

Agora, mais do que nunca, tá explicado pq o Junior jogou o carro de F1 no muro. Canalhice é o dom desta família.

Alexandre Ferreira
Alexandre Ferreira
1 mês atrás

Prezado Flávio.

Parabéns pelo blog e pelos artigos no UOL. Sempre muito bons.

Escrevo apenas p/ lembrar a você e ao seu público de outro comentário envolvendo Nelson Piquet, esse sim um dos mais cruéis que já vi em minha vida.

Falo da conhecida entrevista concedida junto com Nigel Mansel ao SPORTV, há cerca de 10 anos (https://www.youtube.com/watch?v=5TWCKUjuA2s)

Ao fim da entrevista (15’20”), sem ser perguntado, Nelson diz que ele foi melhor piloto que Senna, pois ele “estava vivo” (ao passo que Senna, morto).

Até o entrevistador diz que aquilo foi “cruel”. Mansel não esconde o desconforto de estar ali.

Confesso que nunca vi uma pessoa pública tripudiar em cima da morte de outro. Isso é muita maldade!. É muito ódio! Muito ciúme!

Esse é NP. Uma pessoa cuja habilidade como piloto é inversamente proporcionalmente à sua capacidade de faltar com a educação. Para dizer o mínimo.

No meu entendimento, há sérios problemas de auto estima e alguma patologia séria ali.

Forte abraço
Alexandre Ferreira – jornalista.

Jorge Luis
Jorge Luis
1 mês atrás

O Piquet piloto foi foi monstro …
Mas calado é um poeta ….

Vitor Rodrigues
Vitor Rodrigues
1 mês atrás

O pior é saber que um número considerável de pessoas apoiam tais atitudes, com o argumento falacioso de que “o mundo está ficando chato”, pois não se toleram mais abertamente tais comportamentos estúpidos. O mesmo grupo de pessoas que apoiam o entulho fascista e seus milicianos e vigaristas pentecostais que estão jogando o país no abismo. Só quero distância dos autointitulados “cidadãos de bem”…

Last edited 1 mês atrás by Vitor Rodrigues
Pacheco
Pacheco
1 mês atrás

Não é que um conhecido narrador tinha quase razão sobre o que pensava em relação ao piloto em tela: “nas pistas um gênio; fora delas, um idiota”. Exagerou no elogio e amenizou na crítica. Depois dessas palavras, está claro que o ex-piloto é bem mais do que um idiota.

Last edited 1 mês atrás by Pacheco
Thales Arouca
Thales Arouca
1 mês atrás

Oi Flávio, tudo bem? ansioso pelo seu texto, como sempre. Imagino que vai ser preciso e cirúrgico. Agora, se me permite um comentário sobre a abertura deste vídeo, eu achei que poderia ser feita de outra maneira. Do jeito que foi dito sugere que este outro trecho foi após a divulgação do primeiro, ao dizer Volta a chamar ..voltou a chamar… sendo que é na mesma entrevista, na sequência. A revelação deste outro trecho tem sim importância, até por agora ir pelo caminho homofóbico também, porém seria legal que no video houvesse o mesmo cuidado que você teve ao dizer que se trata de um outro “corte ” da mesma entrevista.

RodrigoBM
RodrigoBM
1 mês atrás

Piquet é um ser humano lamentável. Não gosto do Hamilton como esportista, mas como ser humano o respeito profundamente. Mas tem muita gente e não só o Piquet que mistura as coisas e aproveita para destilar veneno, racismo, homofobia e outros preconceitos monstruosos, veladamente ou não. Não é que não tem mais espaço para racismo e homofobia no esporte, não tem mais em lugar algum. Gente ruim essa.

Tales Bonato
Tales Bonato
1 mês atrás

É interessante como a F1 orbita em torno do Brasil. No bom e no mau sentido.

Hamilton se declara brasileiro. Por afinidade.

Piquet, aquele que tem eterno orgulho de seu mau caráter, é sogro do MV. Sujeito que, digamos, não tem exatamente um perfil de “humanista”.

Bernie, o berne, que diz que morreria pelo Putin e está neste episódio advogando a favor do Piquet, tem negócios no Brasil e é casado com brasileira, diretora da F1…

Last edited 1 mês atrás by Tales Bonato
lagerbeer
lagerbeer
1 mês atrás

Não tem perdão … idiota …. meu ex-idolo ( até virar bolsominion ) … agroa quando o lado podre das pessoas se afloram … talvez sempre esteve lá escondido … uma vez ou outra dava sinais … lição aprendida para mim : vou ter que rever todas as pessoas que admiro / admirei da vida

TRC
TRC
1 mês atrás

Nelson Piquet não tem defesa porque ele apoia Jair Bolsonaro. Se ele anunciasse voto em Lula, você certamente estaria rindo de suas “pérolas”, afinal, em um passado não muito distante, você escreveu neste mesmo blog que era muito engraçado a “fofocaiada” que acontecia nos anos 80.

Seu problema, Flávio Gomes, é querer politizar tudo e achar que quem pensa diferente é seu inimigo.

E francamente, creio que Nelson está “cagando” para o pensam dele — palavras ditas pelo próprio, no Sem Sensura.

MVV
MVV
Reply to  Flavio Gomes
1 mês atrás

Há um tempo atrás você mencionou um fato que aconteceu entre o Piquet e você, quando se encontraram após uma corrida em que ele quebrou (ou bateu) e estava p… da vida. Nesta conversa, você disse a ele que um amigo em comum, o Crispim, havia mandado um abraço. Você disse que imediatamente ele mudou de humor e perguntou (segundo suas palavras): “Como você conhece o Negão? PQP! Faz tempo que não o vejo. Tô morrendo de saudade dele. Você tem o telefone dele? (…)”. A história é maravilhosa, uma das melhores que você já contou, inclusive contada de uma forma elogiosa por você. Entretanto, tudo mudou, porque o Piquet mostrou a sua intenção de voto. O “anti-racismo” aqui é pura hipocrisia. Se o voto dele fosse outro, todo o fato seria relativizado ou ignorado.

Tales Bonato
Tales Bonato
Reply to  TRC
1 mês atrás

Além do “Cem Sensura”, o “Cem Curtura”, vc também assiste?

Jorge Luis
Jorge Luis
Reply to  TRC
1 mês atrás

Mada esse cara a merda Flavio ….

Antonio
Antonio
Reply to  TRC
1 mês atrás

3 bostas em poucas palavras: vc, piquet e seu presidente.

Ricardo Santos
Ricardo Santos
1 mês atrás

Eu acho isto, as pessoas têm direito a gostar de Piquet quer como piloto quer como pessoa, a questão é esta: falar o que pensa não significa ter que ser ofensivo e por mim quando ele disse sobre Senna:” eu sou melhor do que ele porque ele está morto e eu estou vivo” piquet ainda foi mais ofensivo, isso tem a ver com valores, uma pessoa ou tem valores ou não tem, Piquet não tem.

Plinio
Plinio
1 mês atrás

Pra complementar, no Brasil o Pelé é constantemente elogiado com a frase “O Negão era de outro planeta”. Isso é elogioso. O Piquet foi depreciativo com o Hamilton. Isso mostra bem a diferença.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Plinio
1 mês atrás

Falam do cu do Pelé tb? Ou ignorou convenientemente essa parte?

Plinio
Plinio
Reply to  Eduardo
1 mês atrás

Acalme-se moço. O intuito foi justamente mencionar que palavras iguais podem ser empregadas em um tom elogioso ou depreciativo. Piquet não merece defesa. Até porque ele desdenha de tudo e todos há muito tempo. Leia com cuidado o que escrevi e entenderá que não se trata de passada de pano. Trata-se apenas de contextualização. Abcs

Tales Bonato
Tales Bonato
Reply to  Plinio
1 mês atrás

É fácil demais nestas situações interpretar quando o tom é racista e preconceituso. Neste caso do Piquet falando do Hamilton a maldade é mais que evidente. Como em quase tudo que sai da cabeça do “malandrão” Piquet.

Fernando
Fernando
1 mês atrás

André Neto você é bom de vídeo, fala bem, tem boa voz!!! Parabéns.

Sobre o vídeo do Piquet é nítido o desconforto do entrevistador com a resposta. Vamos ficar com o Piquet piloto e pronto, o homem Piquet se mostrou um boçal com as palavras. Não é preciso ser simpático a todos que trabalha com você, mas respeito é fundamental.

Abraços,

Andre
Andre
1 mês atrás

Sim. Pra ser sincero fiquei me perguntando porque não havia escrito nada sobre o assunto.
Flávio… Olha só está frase.
Neguinho estava lá fora e se envolveu na confusão.
Termo Neguinho.
Se refere aqui a qualquer um na confusão. Branco ou Preto
A conotação da palavra no Brasil nunca teve o mesmo significado que existe aqui fora.
Outro exemplo.. bem próximo.
Minha esposa me chama de Nego há 28 anos de casado. Detalhe não sou preto.
Aqui já falei pra ela tomar cuidado em público quando estamos entre pessoas que só falam inglês ao se dirigir a mim.

Noves fora.
O mundo globalizou e andou. e muitos ficaram pra trás e não perceberam.

As palavras usadas por Nelson podem até ser que na cabeça dele ele não tinha noção… mas embora tenha dado acima uma retórica de justificativa.. realmente não há defesa… O mundo andou.. evoluiu nesse sentido e não há um porque qualquer em usar palavra alguma que possa ferir os sentimentos de outra pessoa.

E uma pena que Nelson tenha jogado m.. na sua própria história.

Abraço

Edu Du
Edu Du
Reply to  Andre
1 mês atrás

Andre, pare com este contorcionismo linguístico. Piquet não se referiu ao Hamilton na terceira pessoa, não foi algo abstrato. O termo foi usado no intuito claro de depreciar. A motivação você sabe muito bem: Hamilton é fã de Ayrton Senna, vingou na Fórmula 1 enquanto Nelsinho fracassou. Tudo remonta à mesma história de sempre: ódio e inveja por parte de Piquet.

Jorge Luis
Jorge Luis
Reply to  Edu Du
1 mês atrás

Perfeito … è isso …

rogerio kezerle
rogerio kezerle
Reply to  Andre
1 mês atrás

Caro, André… Quando usamos genericamente o termo NEGUINHO, como no caso de “Neguinho se fudeu”, obviamente não se trata de racismo. Até por “neguinho” não ser usado necessariamente referenciando uma pessoa negra. Ele não usou a palavra nesse sentido genérico. Piquet foi racista sim, homofóbico sim. E idiota e babaca como sempre.

Plinio
Plinio
1 mês atrás

É preciso deixar claro que o Piquet se tornou uma figura desprezível, a despeito de ter sido um extraordinário piloto. As opiniões dele estão completamente anacrônicas. Ele parou no tempo e a cada dia mostra facetas horrorosas. Dito isso, há uma consideração fundamental. No inglês o termo black (preto) é comumente utilizado. Já o termo nigro (negro) é considerado terrível. No português é o contrário, dizer que uma pessoa é negra é respeitoso, mas dizer que é preta é desrespeitoso. Portanto, tem sim conotações diferentes. Não estou passando pano para o Piquet. Como disse ele parou no tempo e tem um comportamento absolutamente mal educado e desrespeitoso. Inclusive, ele se refere constantemente ao Hamilton com desrespeito. Mas que os termos tem conotações históricas diferentes no inglês e no português não resta dúvida.

Edu Du
Edu Du
Reply to  Plinio
1 mês atrás

Plinio, você está passando pano.

Jean Tosetto
1 mês atrás

Três grandes erros de um tricampeão:
1) Sair da Williams para a Lotus. Uma burrada perdoável.
2) Declarar lado político – não importa qual, pois a política brasileira é podre por inteiro.
3) Dar uma entrevista com um cachorro no colo, falando mais asneiras que um imbecil.
No mais, o Piquet foi apedrejado num julgamento sumário. Tudo muito triste e ridículo.

TRC
TRC
Reply to  Jean Tosetto
1 mês atrás

Sair da Williams foi um erro? E passar a temporada 1988 toda correndo de motor judd, acertando carro para o Mansell e ganhando uma “miséria”?

Até concordo que a partir de 1989 a Williams começou evoluir e a Lotus ir para o esgoto.

Gabriel Siqueira
Gabriel Siqueira
1 mês atrás

Nelson “Piqueno”… É esse tipo de gente, esse rebotalho de crenças e ideologias, que o governo atual decretou como livre expressão do pensamento. Que voltem todos pra vala de onde não deviam ter saído.

Carlos Pereira
Carlos Pereira
1 mês atrás

Concordo, não há a mínima defesa. Não cabe esse tipo de opiniões e declarações em pleno século XXI. Só o que chama atenção, é que, se a entrevista já tem algum tempo, por que só agora as declarações vieram à tona, escandalizando as pessoas ? Quem acompanhou a F1 desde a década de 80, sabe, ou deveria saber como ele sempre foi. Nunca teve censura em suas falas. Não foi você mesmo, Gomes, que publicou há tempos atrás, um texto chamado Aqueles Domingos, em que você foi procurar o Piquet em Monza, em 1989, para lhe passar um recado do Miguel Crispim Ladeira, e como ele respondeu ? A F1 e a FIA, assim como muitas pessoas do circo, também foram diversas vezes insensíveis e insensatas, que estavam cagando pro mundo. Basta lembrar do Apartheid na Africa do Sul, onde a F1 corria sem se importar com o que lá ocorria, ou casos recentes como correr no Oriente Médio com todas suas restrições e preconceitos. A F1 foi criada como um “esporte” em um continente majoritariamente branco, em que preconceitos eram e ainda são comuns, um lugar com passado que por muito tempo , apoiou a escravidão e preconceito à outros povos. Então agora, se fazerem de ofendidos, é muito hipócrita. Não fazem mea culpa.
Piquet poderia sim ter dito as coisas de outra forma, poderia ter evoluido, mas se manteve como individuo onde, no passado tudo era permitido e aceitado, talvez até mesmo por sua posição social. Isso não é mais aceitável.

Carlos Jose Pimenta Franco
Carlos Jose Pimenta Franco
1 mês atrás

Flávio, faça um favor ao Mundo, tem como enviar isto ao pessoal da F1? Eles já sabem? Isto não pode ficar por isso mesmo. Não podemos aceitar que seja relevado.

Paulo Leite
Paulo Leite
Reply to  Carlos Jose Pimenta Franco
1 mês atrás

Acho que a parte da entrevista chegou em todos na F1, com o Grande Premio, abra o link. Não tem desculpa, o que ele disse é racismo e homofobia numa mesma entrevista ao vivo e a cores. Ademais, ele jurou lealdade ao ídolo até a morte, mais um caso grave de cegueira intelectual, coitado.
Desejo que seja banido de todos os palcos da F1, cassado todos os troféus e declarado sem vencedor todas corridas vencidas por ele. A filha que achou legal um tuite de apoio, que seja banida também. Gostei dos comentarios de Max, exceto que o futuro sogro não é racista. Max é muito novo, precisa ter cuidado com o futuro da imagem.

https://www.planetf1.com/news/nelson-piquet-lewis-hamilton-fresh-slur/

Enrique Aguadé
Enrique Aguadé
1 mês atrás

Eu acho que pelo seu comportamento,as coisas que fala,etc. o Nelson Piquet nao bate muito bem,nao sei se ele é consciente ao 100% das coisas que fala,se for entao o negocio é muito grave.

João Bom Jovem
João Bom Jovem
1 mês atrás

É realmente uma pena que uma pessoa que conquistou tanto na vida esportiva e profissional, poderia ser um exemplo, mas na verdade é um contra-exemplo.

Markonikov
Markonikov
1 mês atrás

Nem o “jornalista” capacho conseguiu rir dessa barbaridade … que fim de vida hein ….

CRSJ
1 mês atrás

Piquet falou no popular brasileiro em chamar Lewis Hamilton de neguinho, na rua de vez em quando você ouve falar neguinho ou neguào, além de nego, então somos todos racistas no Brasil. 

Jorge Luis
Jorge Luis
Reply to  CRSJ
1 mês atrás

Esse tipo de comentario é o pior de todos … No Comments…