FOTO DO DIA

Logan Sargeant, 21 anos, foi confirmado para fazer o primeiro treino livre do GP dos EUA, em outubro, pela Williams. Terceiro colocado na atual temporada da F-2, será o primeiro norte-americano a participar de um fim de semana de GP desde Alexander Rossi, que disputou a última de suas cinco corridas na F-1 em 2015 no Brasil, pela Marussia. Sargeant nasceu em Fort Lauderdale, na Flórida. A turma da F-2 está se virando…

Subscribe
Notify of
guest

6 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Barreto
Barreto
1 ano atrás

Quem tem padrinho não morre pagão.

CHAGAS
CHAGAS
1 ano atrás

A Red Bull colocou Tsunoda na F1. Tsunoda é um piloto fraco e está ameaçado na Alpha Tauri.
Latifi está lá por conta da grana dos pais. Mais um ameaçado de perder a vaga.
Stroll que também não tem nível pra F1, também pegou vaga de piloto melhor.
Que vantagem Maria leva ao promover pilotos fracos pra F1 e fazê-los passar vergonha sendo que poderiam levar melhores e qualificar ainda mais o grid?
O piloto deste post é bem medíocre, tem uns oito melhores que ele na F2. Mas é da Williams, é americano e a F1 quer um americano no grid.
Pasmem, a Williams tinha entre seus pilotos reservas o Roy Nissany. Isso mesmo um dos piores pilotos da história da F2 que se tivesse super licença poderia em caso de algum problema com os titulares, correr na F1. Está certo isso?
Drugovich é o melhor piloto da F2 neste ano. Ele não é piloto de academia, não tem dinheiro e portanto a chance de uma vaga na F1 é praticamente zero.
Isso é errado, e achar isso errado não é pachequismo. Poderia ser o Novalak líder do mundial que também não iria pra F1 por não ter as “costas largas”.
Daruvala é piloto da Red Bull. O indiano é muito ruim mas tem uma chance de ir pra F1 por fazer parte da academia de Marko.
Assim, injustamente vai aquele que a categoria quer, ou aqueles que as equipes enxergam, quase sempre equivocadamente, que tem potencial para ser campeão.

Megas Alexandros
Megas Alexandros
1 ano atrás

Acompanhei ele desde a F3 e acho-o normal. Da “geração” dele, vejo até o Doohan com mais potencial. O Hauger que foi campeão da F3 se desencontrou um pouco neste ano, mas o vejo com mais capacidade também. Além disso, Pourchaire e Drugovich são bem mais pilotos.

Mas está fazendo uma temporada boa mesmo assim, é o que os donos da F1 queriam, precisam de um “nativo” por lá.

Rodrigo
Rodrigo
1 ano atrás

Pobre rapaz, bem na Williams.

Marcus
Marcus
1 ano atrás

Drugovich vai ser campeão da F2 e não vai sentar num F1. Que pena.