BANZAI (1)

Verstappen e Horner: só sorrisos no Japão

SÃO PAULO (faltou criatividade…) – Vocês se importam se hoje apelarmos às caixinhas? Claro que antes delas faz-se necessário um pequeno resumo dos dois treinos livres de Suzuka, o primeiro ontem à noite, o segundo na madrugada.

Deu Verstappen em ambos. Os sorrisos voltaram à garagem do time austríaco. Não é nenhuma surpresa, apesar do fiasco de uma semana atrás em Singapura. Já explicamos à exaustão o que aconteceu lá: janela de temperatura dos pneus nunca encontrada, carro muito baixo, pista ondulada, acerto inicial totalmente equivocado que estragou o fim de semana todo. Apesar disso tudo, Max fez uma ótima corrida domingo, encontrando um ritmo que se tivesse tido nos treinos e na classificação, pelo menos no pódio poderia chegar. Terminou em quinto.

No Japão, dissemos e continuamos dizendo, as coisas voltariam ao normal desta temporada que, em 15 corridas, teve 14 vitórias da Red Bull e 12 do holandês. Ah, importante: Verstappen, matematicamente, não pode ser campeão em Suzuka; mas a equipe, sim.

Abaixo, os tempos de hoje. Mais para baixo, notinhas em caixinhas para vocês se atualizarem:

SÓ ANDRETTI – Parece que só mesmo a associação Andretti-Cadillac vai ser aprovada pela FIA para ser a 11ª equipe da F-1. As ambições da Carlin e da Hitech, ao que parece, não comoveram ninguém. Nem a Formula Equal, projeto de Craig Pollock (aquele ex-empresário de Jacques Villeneuve, que ajudou a fundar a BAR) que pretendia dividir a força de trabalho em 50% de homens e 50% de mulheres. E tem também uma tal LKYSUNZ, de um certo Benjamin Durand. Confesso que não tinha nem notado sua aparição, meses atrás. Recorro ao Grande Prêmio, que explicou outro dia: “A Fórmula 1 tem mais uma interessada em ingressar na categoria a partir de 2025/2026: trata-se da LKYSUNZ, uma startup que tem entre seus dirigentes Benjamin Durand — personagem que já teve interesse em entrar na categoria em 2019, por meio da Panthera Team Asia. Junto aparece a Legends Advocates Sports Groups, registrada com endereço na Flórida, além de outros investidores asiáticos. O nome LKYSUNZ surgiu com a abreviação da palavra ‘lucky’ — sorte, em inglês — para ‘homenagear a herança asiática’; o SUNZ representa o sol — ‘sun’, em inglês.” Durand, em entrevista recente, disse que pretende montar seu time na Malásia, com tentáculos espalhados pela Ásia, África e Júpiter, sei lá. Curioso é que esse LKYSUNZ topou pagar US$ 600 milhões como taxa de diluição, o valor que pretendentes precisam depositar para ser distribuído às equipes existentes. Essa taxa, hoje, é estabelecida em US$ 200 milhões. Gente esquisita…

Max nos treinos: bom ritmo de corrida

MEIO SEGUNDO POR VOLTA – Ritmo médio dos tempos de Verstappen em simulação de corrida, com pneus médios: 1min37s73. Segundo colocado: Norris, com macios, 1min38s26. Vai ser uma lavada.

ALONSO IRRITADO – “Com certeza temos de desenvolver nosso carro um pouco mais. As outras equipes melhoraram muito. Nós ficamos parados.” A Aston Martin caiu para quarto no Mundial em Monza, 14ª etapa do campeonato, superada pela Ferrari. Antes, fora vice-líder até a sexta corrida do ano, em Mônaco. Perdeu o lugar para a Mercedes na sétima, em Barcelona. A vantagem para a McLaren, em quinto, ainda é grande: 217 x 139. Dado curioso, porém, é a média de pontos da McLaren por corrida desde o GP da Áustria, quando estreou seu carro praticamente novo. São 122 em sete corridas, 17,4 por GP. Já a Aston Martin, no mesmo período, marcou 63 — 9 por corrida. Mesmo se mantidas essas médias, no entanto, a McLaren não passa a equipe verde de Alonso e Stroll.

HAJA AMOR – Presença luxuosa em Suzuka, Sebastian Vettel ajudou a construir casinhas para abelhas no interior da pista. Criou-se ali, na Curva 2, a “Buzzin’ Corner”. Até as zebras foram pintadas de preto e amarelo. Todos os pilotos foram ver a obra do alemão, um militante pelo meio-ambiente. Aqui vocês podem ver mais fotos do “hotelzinho das abelhas” e do carinho de todo o grid com o alemão.

HIRAKAWA – Ryo Hirakawa, 29 anos, piloto da Toyota no WEC, será reserva da McLaren em 2024. Ele também corre na Super Fórmula japonesa. Achei estranha, a escolha.

Ricciardo: volta incerta

NINGUÉM SABE – Daniel Ricciardo ainda não sabe quando volta a correr. O australiano quebrou a mão na Holanda e já perdeu quatro corridas, incluindo a deste fim de semana no Japão. A Red Bull/AlphaTauri não estabeleceu prazo para a volta. Ele está fora do GP do Catar, dia 8 de outubro. Talvez volte nos EUA, dia 22. Ninguém sabe. Liam Lawson segue como titular, mas Christian Horner, chefe da Red Bull, jogou um balde de água gelada no neozelandês. Praticamente confirmou Ricciardo e Tsunoda na equipe no ano que vem. “Ele é da família Red Bull e será titular em algum momento”, garantiu. Mas não agora, pelo jeito. Para mim, uma burrice sem tamanho. Horner não considera emprestá-lo para a Williams, que tem um lugar teoricamente aberto para 2024 — Sargeant ainda não foi confirmado. “Já fizemos isso antes e perdemos o piloto”, finalizou, lembrando o empréstimo de Carlos Sainz para a Renault. Nunca mais voltou.

TOALHA NO CHÃO – Lewis Hamilton disse que a Mercedes, “definitivamente”, não tem nenhuma chance de vitória no Japão.

Ferrari: assoalho novo

ASSOALHO NOVO – A Ferrari levou a Suzuka assoalhos novos para seus carros. Por enquanto, o desempenho tem sido bom. Os pilotos gostaram do equilíbrio nas curvas de alta.

SCHUMACHER NA ALPINE – Mas não na F-1. Mick, hoje piloto reserva da Mercedes, vai ser testado pela Alpine para correr no WEC de Hypercar. Se virar a carreira para esse lado, nunca mais volta. E não tem problema nenhum nisso. Mas não volta.

ERRAMOS – Segundo relatos de Suzuka, Matteo Perini, comissário esportivo que estava também em Singapura no fim de semana passado, admitiu que ele e seus colegas erraram ao não punir Verstappen com algumas posições no grid por suas infrações no sábado. Vários pilotos reclamaram, nas conversinhas de paddock. “Não importa se você é líder do campeonato, ou último colocado. Errou, tem de pagar”, falou George Russell, líder sindical.

Subscribe
Notify of
guest

12 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
lagerbeer
lagerbeer
5 meses atrás

Esse Ryo tem 29 anos e é ligado à Toyota .. prenúncio de uma McLaren-Corolla para além de 26 ?

Marcus
Marcus
5 meses atrás

Quando eu leio a palavra “startup”, luzes amarelas se acendem em minha mente.

Ricardo
Ricardo
5 meses atrás

Também achei estranha essa coisa do Hirakawa na McLaren. Ele foi mal em Le Mans esse ano e dá pra dizer que o #8 perdeu a prova por causa de stints dele. Além disso, não faz nada muito especial no endurance (não acompanho Super Formula pra saber o que ele entrega no monoposto).

É bem estranho porque piloto não falta na mão da McLaren e não é difícil achar nomes mais promissores.

De repente, são os primeiros passos da McLaren pra engatilhar um motor Toyota no futuro: agora vai.

Eder Félix
Eder Félix
5 meses atrás

Boa tarde, Flávio!
Sobre a caixinha verde: quando os infortúnios de Piastri arrefecerem, vai ser 2 contra 1. Acho que alcança, sim.

Yuri Campos
Yuri Campos
5 meses atrás

O Verstapen pode fazer o que quiser que não será punido. O Hamilton nem usar piercing pode. Vai entender né?

O crítico
O crítico
Reply to  Yuri Campos
5 meses atrás

Segundo um idiocta aí, é a fiacedes…

Chupez Alonso
Chupez Alonso
5 meses atrás

Sobre o Russel, eu concordo.

“Errou, tem que pagar”.

Pagou.

IMG_3734.jpeg
O crítico
O crítico
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

Torcedor idiocta é assim mesmo. Passa pano praquele por quem baba e tem tesão.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
5 meses atrás

Foi avisado com antecedência:

“Em Su Zuka Versttapen vai ganhar com 20seg de vantagem”.

Pro Pérez!

Recebe a bandeirada e ainda tem tempo de tomar um Sa Kê.

É a vida voltando ao normal.

Sai Zika!

Rumo ao 8cta…

IMG_3724.jpeg
CHAGAS
CHAGAS
Reply to  Chupez Alonso
5 meses atrás

Previsão otimista demais.
Pro Perez.

Chupez Alonso
Chupez Alonso
Reply to  CHAGAS
5 meses atrás

Verdade!

“Esses sul-americanos”…!

IMG_3717.jpeg
Edissom
Edissom
5 meses atrás

o patrão Hamilton como sempre melodramático. é claro que ele tem chances de vitória, remotas (0,001%) mas tem. basta cair um raio no box da Red Bull, os dois carros da equipe pegarem fogo, o Leclerc bater no Sainz e sairem ambos da corrida, o Piatri bater no Norris, o Russel bater sozinho de novo, e aí talvez ele consiga ganhar a corrida…