NAS ASAS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 31 de julho de 2008 - 15:36Nas asas

NAS ASAS

SÃO PAULO (essa era a pintura) – Eu não lembrava que a Cruzeiro tinha operado Airbus. Este aí da foto, vocês se recordam dele? Fazia quais rotas? Mais uma do acervo enviado pelo Alfredo Gehre (haha, coitado desse Dodginho…). Hoje vou atualizar as seções que ficaram meio abandonadas nos últimos dias.

Já volto

34 comentários

  1. carlos campos disse:

    Conheci cmtes. Cruz e Carlos Donza, este meu xará Carlos, fui de operações de Vôo da Cruzeiro, despachei, voei com eles no cockpit, cheque em rota para Dov, despachos na DIJA – Galeão e Belem. A DIJA- Divsão de Jatos da CRUZEIRO, era o centro de operações de jatos, que começou com os Caravelles VI-R. A Cruzeiro era uma familia, e deixou saudades. Frt 73.

  2. Patrick disse:

    Meu avô Comte Carlos Donza vôo durante anos na Cruzeiro, ouvi muitas histórias do Airbus, inclusive do cavalo de pau que ele deu no aeroporto salgado filho com o PP-CLA …

  3. Milton Cruz Junior disse:

    A história do sequestro do PP-CLB contada no site da reservaer está meio capenga.
    Meu pai estava naquele cockpit. Eles contaram um pouco diferente.

  4. Maria Lucena disse:

    Este é o Airbus PP-CLA da Cruzeiro.
    A Cruzeiro recebeu o PP-CLA em 20 de junho de 1980 e o PP-CLB em 26 de junho do mesmo ano.

    Rotas: Rio de Janeiro-São Paulo-Buenos Aires e tambem Belém, Manaus, Caracas e Miami. (que eu me lembre, afinal, parei de voar estes maravilhosos equipamentos em 1986, quando me demiti da saudosa “Cruzeiro”, para casar.)

  5. Clucia disse:

    Vale lembrar que a nossa querida Cruzeiro também teve o equipamento YS11 na mesma época do Caravelle. Operava a PA.

  6. Josué Teixeira da Silva disse:

    A história COMPLETA do sequestro do PP-CLB foi postada no site http://www.reservaer.com.br (site do pessoal da reserva da aeronáutica), página “Recordar é Viver”, sob o título “sequestro”.

  7. Ricardo Araújo disse:

    Recuperando algumas imagens tenho recordado os bons tempos da infância, quando sonhava ser piloto…Hoje? Arquiteto.

  8. Eduardo Halfeld disse:

    Outras história de aviões da Cruzeiro do Sul
    Conheci o tio avô do Fernando do texto acima, ele trouxe o primeiro AirBus A300 de Tolluse (FRA) e como também os primeiros Boeing 727 de Seatle (USA), como também sofreu o sequestro como comandante de Caravelle em 1° de janeiro de 1970 indo até
    Cuba. Como meu pai também piloto da FAB detentores de muitas histórias da aviação brasileira. Infelizmente eles se foram O Comandante Mário Amaral faleceu dia 27/02/09.

  9. Fernando disse:

    Outra história dele, que esqueci de contar.
    Foi piloto de Caravelle (pilotou uns aviõezinhos mais ou menos…)
    Antes de começar com o Caravelle, não me lembro qual o avião que ele pilotava. Sei que ele morava no Rio e fazia a ponte aérea com o tal.
    Minha avó morava em SP, na rota de aproximação do aeroporto e, sempre que ele estava chegando em Congonhas, dava uma passada um pouco mais rasante. Meu avô e minha avó já sabiam que era ele e iam buscá-lo no aeroporto.
    Na primeira vez que ele veio de Caravelle, esqueceu que o bicho era um pouco mais barulhento e quase arrancou o telhado da casa dos meus avós na passada…nem preciso dizer que foi a última!

  10. Fernando disse:

    Meu tio-avô, Mario Amaral, comandante aposentado da Cruzeiro, foi piloto desses primeiros Airbus. Pilotou até 1985 ou 86, não me lembro exatamente. Foi o primeiro piloto de Airbus da Cruzeiro e foi chefe de equipamento desse tipo de avião, que era usado na ponte Rio-SP, sendo que, no Rio, o pouso era no Galeão.

  11. Josué Teixeira da Silva disse:

    Breve consulta ao meu arquivo pessoal indica a necessidade de fazer duas retificações na história do seqüestro do PP-CLB:
    1. A ação ocorreu logo após a decolagem de S. Luiz para Belém, às 01h38 GMT, e não de Fortaleza para Belém.
    2. Quantidade de pessoas a bordo: 152, incluindo seis crianças.
    Queiram desculpar o equívoco.

  12. Josué Teixeira da Silva disse:

    A aeronave PP-CLB foi vítima de uma ação de seqüestro na noite de 04-02-1984, ocasião em que realizava o vôo SC-302, rota Fortaleza/São Luis/Belém/Manaus (o vôo teve início no Rio de Janeiro). O seqüestrdor, armado com um revólver, dominou a tripulação logo após a decolagem de Fortaleza. Sua intenção era voar para Cuba (na época o seqüestro de aviões, que eram desviados para Cuba, estava na moda). O reabastecimento, para assegurar a viagem até o destino, foi efetuado em Paramaribo, onde pousou às 03:53 GMT, onde os 155 passageiros foram desembarcados.
    Após o reabastecimento, a aeronave decolou para Cuba às 08:20 GMT e pousou em Camaguey às 12:42 GMT.
    No dia 05 pousou no aeroporto de Caracas às 03:05 GMT, procedente de Camaguey. Às 04:44 GMT decolou de Caracas com destino ao Rio de Janeiro, onde pousou, no Aeroporto do Galeão, às 10:10 GMT.
    O seqüestrador ficou em Cuba, onde foi cortar cana nos canaviais de Fidel Castro.

    • Junior disse:

      Só p complementar, o piloto à esquerda no dia do sequestro era o comandante Milton “CRUZ”, que teve um trabalhão p explicar ao sequestrador que não havia combustível p chegar a Cuba. O pouso em Paramaribo foi feito c os tanques quase a seco e o querosene só foi fornecido após o desembarque dos passageiros.
      Um abraço.

  13. Bruno Abila disse:

    Lindíssimo, esse A300 da Cruzeiro. Nunca tinha visto. Até copiei a foto. Lindo mesmo.

  14. Thiago disse:

    Dependendo do peso da viatura, até Airbus A330-200 pousa em Congonhas. (como pousou na chegada do primeiro A332 no Brasil)
    O Boeing 767 era da Trans Brasil quando fazia uma insólita rota Orlando-São Paulo, chegando levinho levinho em CGH, trazendo um bocaaado de gente da Disney, e aproveitando das facilidades de congonhas ser um aeroporto internacional.
    Detalhe do A300: Se voce vier na velocidade correta pra pouso, ele ainda sim tem uma tendência de continuar flutuando quando do flare… mas não é pouca coisa não, é muita coisa mesmo. Portanto, os pilotos já sabiam da eficiência aerodinâmica da asa do A300….
    Uma obra de arte dos anos 80.

  15. José Inácio disse:

    Detalhe, esse Airbus, que leva até maios de 250 passageiros é um avião “wide body” quem tem 3 fileiras de cadeiras, pousava em Congonhas. Como podem achar então que os atuais A320, menores, mais leves e levam menos gente são “muito grandes” para aquele aeroporto? Tenho fotos de congonhas até com Boeing 767 lá, numa boa…

  16. Milford Maia disse:

    Voei num A-300 em 2001, num vôo Tel Aviv – Istanbul, pela Air Anatolia. E digo que era tão bom quanto os atuais ‘widebody’ A-330 e A-340.

    E vejam que sensacional, o outro A-300 da Cruzeiro, PP-CLB ainda voa! Está vivo, operando pela Fly Airlines, outra companhia turca:

    http://www.airfleets.net/ficheapp/plane-a300-110.htm

    Já o da foto, PP-CLA, após servir a Cruzeiro, foi para a Air Jamaica, onde está guardado em algum hangar, sob o som de ‘Sun of Jamaica’ (no Brasil, cantada por Reginaldo Rossi, Itamaracá!):

    http://www.airfleets.net/ficheapp/plane-a300-109.htm

    Forte abraço!

  17. Caíque. disse:

    No Fim de vida na Cruzeiro, fazia a Rota até Fortaleza e eu o peguei várias vezes: Rio-Recife-Natal- Fortaleza.

    Bons Vôos e tinha Primeira Classe.

  18. Pablo Vargas disse:

    Ô Flavio, que história é essa de “coitado do Dodginho” ? Eu acho que o Alfredo cuida bem pra kct dos carros dele…
    Diga lá, qual o mistério de Tostines ?

  19. Luiz Dranger disse:

    Na minha epoca quando trabalhava com auto peÇas voei muito no A300 da Cruzeiro. Era um pinga pinga do Rio, Salvador, Recife, Fortaleza, São Luis, Belem e Manaus. Poi coincidencia er o voo SC300. Comprava a passagem e ia visitando os clientes em cada cidade. Bons tempos !
    Abr
    Luiz

  20. @lemao disse:

    Eu voei em um destes A300 do Rio para Porto Alegre, troquei o voo só para pegar este avião.

  21. Alfredo Gehre disse:

    Voei muito com estes AIRBUS !
    A Vasp e a Varig também operaram com este equipamento !
    Era um “wide-body” e lavava cerca de de 250 passageiros. Faziam muitas rotas nacionais e e eu utilizava muito a rota São Paulo-Manaus.
    Eles pousavam tranquilamente em Congonhas . Pesavam muito mais que os 319/320 e 321 atuais e não tinham os freios e sistemas aerodinâmicos e eletrônicos que existem hoje nestes.
    Por isso , para mim , o acidente com o TAM em julho de 2007 , infelizmente foi falha humana! Existia o problema com a turbina direita pinado e por este motivo e pelo alto stress devido às criticas à Congonhas – pista curta , lisa ,escorregadia ,etc…- o piloto erroneamente só reduziu a mantete esquerda o que confundiu o “computador” . O mesmo não entendeu a operação mantendo o avião sem os freios aerodinâmicos e a turbina direita acelerada…
    Bem… mesmo assim o AIRBUS é um belo avião.
    Este da foto e os demais da época só foram abandonados devido ao consumo excessivo de combustível e ao alto custo de manutenção , o que não acontece mais nos de nova geração.

    Alfredo Gehre

  22. Inacio disse:

    A Cruzeiro do Sul teve 2 Airbus 300 o PP-CLA e o PP-CLB, e não foram incorporados na VARIG não….a Varig adquiriu um outro com um outro perfixo.

    Voei neste dai em Abr/1983 de Congonhas para Fortaleza, com escalas no RIO de Janeiro / Recife / Natal.

    Bons tempos da Varig e Cruzeiro, muitas saudades da empresa que trabalhei durante 26 anos.

  23. Harerton Douado disse:

    Não sei quais as rotas que o A300 da CRZ fazia, mas entre elas estava as que íam pros EUA. Uma vez fiz Belém – Galão em um desses que vinha dos EUA, justamente porque o A300 da Vasp em que voaríamos teve um problema na decolagem.

    Aliás, a história do Epaminondas se deve justamente à publicidade da VASP, que usava a figura do gigante Epaminondas.

    Bons tempos!

  24. Thiago disse:

    Maquinão

    O da foto é o PP-CLA, primeiro A300 da SC.
    Decolando de Congonhas ainda….um luxo só!
    Diz quem voou que deixa os Airbus novos no chinelo, de tão gostosos de pilotar….

    Pena que hoje em dia, na mesma congonhas que ilustra a foto, 2 modelos desse tipo apodrecem lá pelos lados dos hangares da VASP, (PP-SNL e PP-SNN, ambos VP)

    Abraços.

  25. Rick Lucas disse:

    O A300 ficou conhecido por aqui como “Epaminondas”. Não me lembro o motivo.

  26. Flavio, a Cruzeiro operou os A300, sendo q quando foi incorporada pela velha Varig, a Varig voou com A300 por um periodo. A unica vez q vimos Airbus nas cores da Varig. :P

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>