MENU

quarta-feira, 8 de abril de 2009 - 16:59Antigos em geral, Fusca & cia., Indústria automobilística

LUTO

SÃO PAULO (tristeza) – Acabo de receber a notícia, enviada pelo Eric Karmannvic, de que a Karmann, na Alemanha, faliu. Empresa fundada em 1874 para fabricar carruagens, produziu mais de 3 milhões de automóveis desde 1902, como encarroçadora para várias montadoras, especialmente a VW. O mais conhecido por aqui é o Karmann-Ghia, fabricado pela VW do Brasil de 1962 até 1972, num total de 23.577 unidades, incluindo 177 conversíveis — mosca-branca para colecionadores, e eu deixei de comprar um por 8 mil reais há uns dez anos, sou uma besta mesmo. A fábrica da Karmann-Ghia do Brasil ainda existe, na via Anchieta, e não tem mais nada a ver com a matriz alemã. Chegou a montar até Land Rover, mas não sei o que faz hoje em dia. Quem quiser saber, que clique aqui.

Perdi o conversível, mas mantive o meu com capota, esse amarelinho da foto maior, 1963, com motor 1.600 cc e rodas cromadas de Porsche. É uma graça. Troquei há alguns anos pelo vermelhinho da outra foto, 1966. Vou sair com ele amanhã para fazer uma homenagem póstuma. A Karmann na Alemanha demitiu seus 3.470 funcionários e, por causa da crise, encerrou suas operações em Osnabrück, onde há um lindo museu com carros que levam sua marca agregada.

O Karmann-Ghia é considerado, em várias listas de clássicos que as revistas especializadas publicam toda hora, um dos dez carros mais belos já produzidos no mundo em todos os tempos.

42 comentários

  1. Marcos Pereira disse:

    Caro Flavio, você não saberia que produz carroceria de KG em fibra de vidro? um dias desses vi que um cara consegui comprar um KG de fibra, estou quase conseguindo comprar um 69, mas vou ter um serviço bom nele.

  2. Ivan disse:

    Cada um com sua história triste, há muito tempo tive um KG, ano 64 saia e blusa verde amazonas e teto bege, há que saudades, se arrependimento matasse em não mais existiria.

  3. Vicente disse:

    O carro do Flavio é bonito, mas não pega placa preta com esse motor 1600 e com essas rodas ( que não são de Porsche, mas de VW alemão). As rodas Porsche tem 10 janelas e essas rodas da mangels tem 8 . Desculpe-me, não pretendo ser antipático, só gostaria de esclarecer. abs a todos
    Vicente

    RESPOSTA DO FG:

    E quem disse que eu quero placa preta?

  4. Mario disse:

    Fica triste não, Flavio, todo mundo já deu um vacilo.. Os meus: Deixei de trocar um Gordini 64 por um Chevy 55 taco a taco, perdi um Aero Eagle 52, um Camaro RS 91, por falta de acerto minimos de $$$… e um KG 70 fechado por 5.000,00 há uns 3 anos…Acontece. Sobre ex-mulher, vendi um Ford 35 por pressão da “falecida”, agora nem um nem outra. Bem feito pra mim…

  5. Dario Faria disse:

    Ao lêr esta noticia me deu aperto no coração e logo veio na memória o meu primeiro carro: um Karmann-Ghia 1968 vermelho que quando ganhei de presente do meu irmão Dirceu o carro levava a placa de licença na côr amarela de numeração: CC 2239 São Paulo SP.Este era o meu companheiro de passeios pelo bairro em 1976, e quiz o destino que nos separasse,pois ele foi vendido na feira de usados de domingo no Parque Anhembi a um outro jovem que morava na rua Alvorada,lá pela região do Brooklin, embora a sua mãe presente na hora da compra torceu o nariz e perguntou se era realmente isto que ele queria, um claro sinal de objeção a compra, coisa de mãe que não entende os gostos do filho.Do pequeno carro esporte nada restou,nem uma fot e só lembranças e gostaria hoje ter ainda ele em minha garagem…

  6. Luis Carlos Mari (Luis Mari) disse:

    Flávio,
    por falar em Ghia, veja só isto (achei na Mechanic Popular de Jul/55):

    1955 Ghia Gilda Streamline

    ps. tem mais no link http://www.supercars.net/cars/4276.html

    enjoy …

  7. Paulo Franco disse:

    Schnellaster, Karmann Ghia (o amarelinho era mais bonito…), Vemaguet, DKWs, Candango, etc … Realmente o seu acervo merece um postzinho.
    Tá esperando o quê?
    Acho que não tem fiscal do I.R. por aqui, não!
    Paulo Franco

  8. Cristiano, o ruivo disse:

    Faziam também o Escort XR3 conversível nacional, o TC, Willys Itamaraty Executivo, me parece que carrocerias para caminhões Ford ou Volks…

  9. Eric disse:

    Eles estampam hoje em dia algumas peças para a Mitsubishi.

  10. ALEX B. disse:

    Putz! É como eu já havia dito, é o final dos tempos, o apocalipse, sei lá….mas que é triste, é!!!

  11. Fábio Costa disse:

    Flavão, seria muito atrevimento pedir um post mostrando todo o seu acervo??
    Abração!

  12. Fábio Dalri disse:

    Pra mim realmente o Karmann Ghia é um dos carros mais belos já criados.

    É uma pena a fábrica que o gerou, fechar as portas.

  13. pedro belfort disse:

    Flavio, que pena, realmente, me considero de luto!
    Tive um vermelho que vendi por imposição da minha ex-mulher(estranho isso né, porque pelo que eu saiba ela ainda é mulher…mas…).
    Como ela agora é passado, estou procurando outro.

  14. Ana Karenina disse:

    Ué, eu pensei que só a GM e outras americanas que só fabricam porcarias eram os incompetentes que não conseguiam driblar a crise, em função de sua incompetência e da sua mesmice em fabricar carros iguais e sem sabor…

  15. Cristiano Azevedo disse:

    Com certeza que é um dos mais lindo do mundo.

  16. Andre Decourt disse:

    FG, não sei qual era o estado geral do amarelinho, e dirigibilidade, mas sou mais ele que o vermelinho

  17. Augusto Sanchez disse:

    Logo, trata-se de mais uma injeção de ânimo pra eu restaurar a minha sucatinha…………….

  18. Essa foi uma das piores notícias dos ultimos tempos e merece luto mesmo!
    Há pouco tempo atrás a VW encerrou a parceria tradicional que mantinha com a Karmann e acho que isso acabou sendo a gota d’água na enchente de problemas que a famosa industria de ferramentaria e carrocerias vinha enfrentado.
    É um fato lamentável, pois esse nome, junto a Daimler, Benz e alguns outros grandes, concorre com própria a historia do automovel.
    No Brasil a Karmann, associada à Ghia Italiana ficou conhecida através do ‘VW Karmann-Ghia’, que foi sem duvida um dos mais belos e equilibrados carros que já vimos. Ele não tinha características mecânicas esportivas, mas seu estilo sugeria isso e acabou encantando milhões de consumidores em todo o mundo. O ‘VW KG’ era a receita pefeita de beleza aliada a simplicidade eficiente, confiável e acessível.
    O logo Karmann ficará gravado para sempre em muitos dos classicos mais desejados do mundo, entre eles o Porsche 356 que nasceu em suas pranchetas.
    Esse acontecimento lamentável mostra que o nosso mundo já não é como antes e toda tradição estará ameaçada, por mais sólida e brilhante que tenha sido.

  19. Vecchio disse:

    Trocou o 66 por um 63 “1600″ ? Nâo acredito que fizeste uma heresia destas.Adquiriste um belo “hot”, com certeza com outras modificações. A troca deve ter justificativas muito pertinentes. Maiores até de que deixar de comprar um conversível . Uma pena, pois merecias um daqueles na garagem. Acho que merece até um “post” justificando.
    Abraço.

  20. Lince disse:

    Aqui em Brasília tem alguns em bom estado, inclusive um branco que o dono quer vender por 20 mil e desde o ano passado esta tentando …

  21. Flavio Chinini disse:

    Moro no ABC… Como deverá ser o futuro da Karmann daqui, já que emprega um bom número de pessoas?

  22. chu911 disse:

    Meu pai teve um 69 conversivel.
    Nao sei qual das 177 carrocerias eram.
    Lembro que uns 5 anos depois de seu faleciemento, em 94 ou 95 encontrei o carro e quase comprei por US$ 4.000,00. O entao proprietario queria US$ 7000,00 e nao chegamos a um acordo.
    Como eu queria achar esse carro de novo !!!!

  23. Decio disse:

    Tamanco , que por por muitos anos esteve em minha garagem, na minha loja , e principalmente na minha vida….
    Saudades de passear pelas alamedas arborizadas do planalto paulista, jardins,brooklim, av Paulista, 23 de maio,sé,rebouças,mercado central, onde queria la ia o Tamanquinho vermelho.
    Nas noites de lua cheia então, derretia meu coração.
    Saúdades, de abaixar a capota e sair com os cabelos ao vento, ah, detalhe, não era dos 177 , mas mesmo assim era um Tamanco, saúdades !!!

  24. FerAva disse:

    o conversivel nao era maldosamente apelidado de ‘sonho de p*** ?”

  25. Eduardo Pereira Gomes disse:

    Esta beleza merece uma placa preta.
    Nota 10

  26. Marcio Ferreira disse:

    Sou louco pra comprar um desses, lá nos EUA não é muito difícil e nem tão caro assim ter uma belezura dessas na garagem, inclusive já andei xeretando por aí pra descobrir como posso importar um usado desses (com mais de 30 anos). Vi um ser vendido no e-Bay motors por meros USD 2.000,00 e estava todo original, precisando de um trato depois de mais de 40 anos de serviços prestados, mas em ótimas condições. Uma hora dessas desisto de comprar o Azera e compro um Karmann Ghia.

  27. Mayara disse:

    Eu acho o karmann ghia tradicional o carro mais bonito do mundo. Mas a Karmann ghia produziu também aquele outro que eu não lembro o nome e nem até quando, só no Brasil.

  28. Valmir Passos disse:

    Nossa, uma pena mesmo, sou aficcionado por Karman Ghias…aliás, ando louco pra comprar um desses…..
    O vermelho é mesmo lindo.

    Abs

  29. Lott disse:

    Flávio, não conheço todos os seus veículos. Mas, dos que conheço, sem dúvida alguma, na minha opinião, este KarmanGhia é o mais belo de todos! Parabéns pela joia!!!

  30. vitão disse:

    eles montaram também carros (versões especiais) para a MErcedes (clk conv. ) ford ( Escort conversível e Cosworth, Sierra/Merkür) , VW ( Scirroco e Conrado), Porsche (várias), Peugeout . a lista está aqui :
    http://carmagazine.uol.com.br/materia/?id=0997140210

  31. disse:

    Eric, o FG vai escrever um novo livro.
    “8 de Abril, Dia de Cão”

  32. Seven disse:

    Tive um, 68, e tive a péssima idéia de desmontá-lo para restaurar. Acabou a grana e vendi faltando fazer só o estofamento e umas borrachas. Se arrependimento matasse…

  33. Henrique disse:

    FG, hoje vc tá de mais, tive uma tarde que foi um porre, mas como entro todo santo dia no seu blog, acaba sendo um remédio contra o péssimo humor. Vc está impagável com sua implicância com o idiota que escreve mal da Lada pro GM, e incrivel como uma pessoa reconhece que foi uma anta em não comprar um KG conversível por 8mil……..nesse mar de idiotices que dominia a midia ( em todos os niveis ) , vc me faz cagar de rir…….abrs ( continue assim sempre ) ……

  34. Seven disse:

    Faz um post sobre sua garagem (a.k.a “Museu do Gomes”), Lada, KG, que mais tem lá?

  35. Milton disse:

    … E eu, que AMO de paixão, o KG 77 do Shimura-san, fico mais triste ainda…

    E, realmente, é um dos carros mais belos da história, e ponto final. E acho dificil, muito dificil, qualquer outro carro que venha a ser produzido nos próximos 50 anos, repetir o charme que um KG tem…

  36. Ângelo Mello disse:

    sonho de consumo. Foi o primeiro carro de meu pai, antes mesmo de casar, e como ele falava muito, principalmente qdo passava popr um na rua, cresci querendo ter um. Pena que tá muito caro, hj um bom não sai por menos de 30 mil.

  37. fred disse:

    E eu que dei, dado, de graça, uma kombi mail camping, 1968, com geladeira elétrica dinamarquesa, toldo, cama, fogão, mil armários de madeira, bagageiro no teto, vidros basculantes e zero de ferrugem. Mais besta que eu tu não é não, Flavio.

  38. Eric disse:

    É triste….esse nome é (ou era) fortíssimo…..

    Que pena,estou de luto também,pelo primo rico do meu 64.

    Mas um dia,consigo comprar o meu.

    A propósito,lindo o amarelinho atual.Parabéns.

  39. pedro afonso scucuglia disse:

    Flavim, sou fã incondicional dos Karmann. Sempre quis ter um. Me dá uma dica: onde compro um desses?

  40. Squa disse:

    Que contraste, o carro atrás do amarelo, não dá pra diferenciar se é um Corsa antigo ou um Celta. Talvez seja possível pelas “supercalotas”, que as montadoras listam como “itens de série”.

  41. N disse:

    Flávio, quer vender a Ferrarizinha aí?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>