MENU

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 - 14:50F-1

BIBENDUM VOLTANDO

bibendum_racerSÃO PAULO (alguém vai ter de fazer) – Depois de deixar a F-1 às turras com a FIA, no fim de 2006, a Michelin pode voltar a fornecer pneus para a categoria. As conversas já começaram e desconfio que o fato de Jean Todt, novo presidente da entidade, ser francês está ajudando. Como se sabe, a Bridgestone já avisou que, no fim do ano, deixa a F-1. Falando em Bridgestone, os japoneses informaram os tipos de pneus que vão levar às três primeiras corridas da temporada. Se interessar a alguém, a tabelinha está aqui.

12 comentários

  1. veber disse:

    eu acho que a temporada passada foi muito legal em relação aos pneus,, fizeram pneus diferentes e aconteceu imprevistos como na abertura da temporada em Melbourne,,,,,,, agora vejam,, parece que depois de alguns comentarios de pilotos a Bridgestone resolveu endurecer os compostos,, isso vai prejudicar as corridas pois vai virar uma procissao cada corrida,,,, tem que levar dois compostos bem diferentes para cada prova,,,, macio que é 1 segundo mais rapido e duram no máximo 20 voltas e duros que duram 40 voltas mas são lentos,,, dai vamos ver diferentes estratégias e muitas alternativas para as corridas,,,, ninguem enxerga isso

  2. MSM disse:

    E a FIA será salva aos 45 min do 2º tempo, já que com a saída da Bridgestone, estava com um pepinão para resolver. Mas com a vinda do mini Napoleão, parece que as coisas vão se endireitar (nesse assunto).
    Não gosto da idéia de ter mais de um fornecedor , prefiro 1 apenas, como é na maioria nas categorias, fica igual nesse aspecto, e aí vai da diferença de cada carro e cada piloto.

  3. Orlando Salomone disse:

    Chama a Kumho…

  4. Roberto Ordnas disse:

    Uma das condições para voltar deve ser a garantia de não haver prova em Indianápolis.

  5. João Vitor disse:

    Pois é, já que limitaram os custos da F1, e isso tende a tornar a distância entre as equipes um pouco menor, uma disputa entre fabricantes de pneus daria uma temperada a mais na coisa toda, tomara que venha a Michelin, mas que volte a GoodYear, Pirelli, joga a Maggion lá tb, a Bs Colway, sei lá….

    remold na F1, vai matar alguém, mas vai ficar mais baratinho…

  6. Rafael Chinini disse:

    um só fornecedor traz mais equilibrio, mas acho que estraga um pouco o outro lado da rivalidade.
    Ainda bem que a Brigestone vai embora, nunca vi pneus tão ruim na minha vida, quanto nas ultimas 3 temporadas.
    Toda hora algum problema…esfarela, nao aguenta, não esquenta. um verdadeiro nojo!

  7. Daniel Ramos de Oliveira disse:

    Na minha opinião,essa história de ter uma forncedora unica de pneus a maior bobiça,que eu já vi.A FIA tem de voltar a ter 2 fornecedoras,pra mim deveriam ser Michelin e a Goodyear,e assim voltar aquela “guerra” dos pneus que tinha antigamente.Ia ser mais legal do que todo mundo com a mesma fornecedora.

    • Fábio Amparo disse:

      O problema é encontrar quem queira entrar na F1. A própria Goodyear já disse que não pretende voltar tão cedo.

      Com os custos astronômicos e com a ultima crise que pegou todo mundo (e principalmente o 1° mundo) com as calças na mão, só os corajosos para encarar a categoria.

      Abraços

    • Luiz disse:

      Acho que a Michelin depois da palhaçada nos EUA, não deveria voltar nunca mais! É o mesmo que vc entrar numa competição e só querer participar se for o vencedor. Depois disseram que era por segurança, só o bração do Ralf que bateu por conta do pneu e no ano anterior ele tinha batido no mesmo ponto e não tinha sido por pneu nenhum. Faz bons pneus para carros de passeio, mas para F-1 não serve.

  8. Thiago disse:

    Aonde esta a nova Lotus? Faliu tambem? Abraços

  9. Peixe disse:

    Gostei do “se interessar a alguém”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>