NAS ASAS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 1 de março de 2011 - 15:14Nas asas

NAS ASAS

SÃO PAULO (viaje bem) - Avisam-me os blogueiros que aviões sucateados da Vasp começarão a ser leiloados no fim do mês, junto com mais de 80 mil objetos de valor histórico pertencentes à empresa, como uniformes de comissários, maquetes, fotos e sei lá mais o quê.

Imagino que o dinheiro arrecadado sirva para pagar os antigos funcionários. E vão servir também para que a gente não fique com dor no coração cada vez que vê um avião da Vasp largado num aeroporto qualquer, como há tantos pelo Brasil.

42 comentários

  1. Alessandro disse:

    Tomara que preservem algumas aeronaves e não façam como fizeram com os Constellations e Caravelles da Panair, que foram derretidos…..

  2. André disse:

    Os realmente inconfundíveis Pratt & Whitney JT8D.

  3. Vinicius BH disse:

    O Poder Judiciário é o responsável pela deteriorização dos bens. A custódia dos bens apreendidos, ou fica nas mãos do Estado (Poder Judiciário) ou nas mãos de depositários in-fiéis. Estes, em caso de perecimento são civilmente responsáveis (indenização). Em todo caso, é triste ver máquinas outrora tão belas, imprestáveis, por pura incompetência.

  4. Rodrigo disse:

    Fala Flavio
    Falando de avioes e de irresponsaveis, vi esse video aqui no UOL

    http://tvuol.uol.com.br/#view/id=quase-deu-pra-embarcar-040299366CDC916327/mediaId=9627663/date=2011-03-01&&list/type=editor/

    Isso me parece ser tao irresponsavel como os ditos shows de automobilismo.

  5. Bernardo disse:

    Bom dia FG,
    Ano passado fui ver a F-Indy, e fiquei no hotel na frente do Congonhas.
    Meu quarto dava de frente com alguns aviões da Vasp.
    Tirei algumas fotos.
    Você quer elas?? abrass

  6. vitão disse:

    porque é mais fácil para o juiz, não precisa tomar decisões defíceis , empurrar com a barriga é mais ´facil, menos para os ex-empregados e credores.

  7. Wellington Cunha disse:

    Agora? Depois que as aeronaves foram depenadas e a carcaça que sobrou apodreceu no tempo? Melhor doar para alguma entidade de catadores de resíduos para eles picotarem e venderem o que dá pra reciclar por peso.

  8. TOM SEM FREIO disse:

    Quero um pedaço desses avioes pra mim, porque afinal essa empresa que era do ESTADO, se mantia graças ao impostos que nós pagavamos em dia. Mas como diz o outro, como o dinheiro era Público, que se dane.

  9. Cristiano disse:

    É a velha prática de esperar certos andamentos do processo para vender… recursos, coisa e tal, anos depois só restam frangalhos das coisas…
    Aqui em Londrina tem um prédio da Vaspex em pleno centro da cidade que virou mocó faz anos, vira e mexe tem invasão. Vale uma bela grana, mas com certeza se tivesse sido vendido quando estava bem conservado valeria muito mais, poderia ser indenizada muita gente. Não sei por quais meios uma imobiliária tentava alugá-lo anos atrás, mas a massa falida desistiu. Para que colocar o patrimônio para fazer dinheiro? Os aviões poderiam ter sido arrendados, alugados, etc. Não, melhor deixar tudo estragar, vender a troco de banana e deixar os funcionários com os bolsos vazios.

  10. rubem rodriguez gonzalez disse:

    Essa morosidade ridícula da justiça existe no mundo inteiro, o judiciário se acha uma coisa do outro mundo e esse é um dos resultados da sua empáfia e arrogância. É claro que como o nosso judiciário é dos piores do planeta o resultado da morosidade aqui é bem pior…..

    É por essas e outras que eu sou chamado de comunista, vermelho, bolchevique, petista e acho que o Flávio Gomes e outros que pensam da mesma forma também; esse é o modelo tucano neo liberal de privatização: O cara pega a empresa sem entrar com uma tusta, se o governo abrir a torneira ele enche os cofres da quadrilha e vai tocando o barco, demite a maioria, avilta os salários e dilapida o patrimônio da empresa, se for uma mina de ouro como telefonia , setor eletrico, bancario ou mineração esses rombos nunca serão sentidos. Agora se for em uma área competitiva os dias da ex-estatal estão contados, a divídas será multiplicada por dez, os encargos não serão pagos, o patrimônio será dilapidado e sobrarão apenas escombros e figuras como o CANALHEDO rindo da cara de todo mundo, essa é a cara da iniciativa privada brasileira, todos falam mal do governo mas não largam um segundo as tetas e a suas prima-irmãs, as mutretas….

  11. naty disse:

    É LAMENTÁVEL A JUSTIÇA BRASILEIRA !!! O MELHOR QUE NÂO EXISTISSE!!!!

  12. Muchacho disse:

    Eu não confio na maioria desses administradores de massas falidas nomeados pela justiça, acho que eles são dos grandes empecilhos para resolução dos problemas, pois recebem um bom salário para fazer esse trabalho, e quanto mais demorar, melhor para eles.

  13. Santos Dumont disse:

    Sao Pedro informa : Sai Rolim Amaro e entra Nenem Constantino ; está decretado o modelo transporte de ônibus lotado na aviação e o fim dos verdadeiros aeronautas empreendedores no céu do brasil.

    Santos Dumont

  14. Ricardo Dalmolin disse:

    Caro Flavio,
    É triste passar por Congonhas (e Brasilia, e Manaus, e Confins, e Guarulhos…) e ver tantas aeronaves largadas como temos aqui no Brasil. O pior da história é ques estes aviões nunca mais voam, o melhor que se consegue fazer é utilizar (algumas) partes como peças de reposição, e vender o restante como sucata. Tempos atrás, uma tentativa de vender um desses 737 da Vasp por R$ 1,2 milhão não teve nenhum interessado. E dentre eles está (em Confins, como já foi dito aqui), o mais antigo 737 que operou na América Latina, o PP-SMA, que faria bonito em qualquer museu do mundo, mas está literalmente apodrecendo…

  15. Flavio disse:

    A aeronave de prefixo PP-SMA era o 737-200 mais antigo em operação no mundo, estava em perfeitas condições até que deixaram apodrecer lá em Salvador, foi sucateado e deixado as traças e ladrões.

    Deveria ter sido doado ou vendido a algum museu sério como o da Tam por exemplo.

    Agora é tarde.

  16. Danilo Candido disse:

    Brasil-sil-sil !!!!!!!!!!!!!!!!!!

  17. Gustavo Stricagnolo disse:

    Não vão pagar ninguém pq isso aqui é Brasil. Se fosse sério já teriam tomado todo o patrimônio do Canhedo e resolvido esse assunto a muito tempo. O único jeito de ganhar algum dinheiro com essas aeronaves hj é picando o machado nelas e saindo de carroça para ser vendido em ferro velho o alumínio por kg, pois além de serem muito antigas e largadas no tempo a grande maioria está sem turbina e teve toda instrumentação sumiu na tentativa de alguns funcionários ainda vender os pedaços para receber algo, ou seja o que mais custa em um avião.

  18. Paulo F. disse:

    Poderia ter ido a recuperação como foi feito com a Varig. Mas é (foi) mais fácil deixar tudo lá do jeito que está!

  19. Dionisio disse:

    Flávio,
    a VASP honrou todos os compromissos trabalhistas. Só não recebeu da Vasp quem entrou com processo contra a empresa e perdeu. Esses nunca vão receber nada.

  20. Paulo Oliveira Manaus/Am disse:

    Lamentavelmente meu caro Flávio, acredito que a quantia arrecadada com esse leilao será utilizada,primeiro,para pagamentos de impostos e tributos,fornecedores e depois salários.

  21. tomitão disse:

    Putz
    Você lê o Migalhas também!!
    Quantas horas tem seu dia? Umas 38/40?

  22. Andre Decourt disse:

    Flávio, já viste aquele documentário sobre a PANAIR “Panair do Brasil” do Marco Altberg ???? Há deprimentes imagens de todos os artigos da cia, como louças, faqueiros, copos, malotes etc…sendo vendidos por ninharias em asta pública nos anos 60. É mais ou menos o que acontecerá agora. Os moribundos dos aeropostos irão sumir e acho que sobra pouca memorábilia boa para ser comprada como foi no caso da Panair. Tenho uma amigo que tem um jogo de chá da Panair que tinha sido arrematado por seu avô

  23. tomitão disse:

    Uma carcaça dessas (porque chamar de avião é forçar a barra, estão todos sem os equipamentos eletrônicos, turbinas, etc… ) daria um interessante restaurante temático em alguma margem de estrada

  24. Franco disse:

    Depois de tudo sucateado e valendo pouco, vão vender.

  25. Fabiano disse:

    Sou vizinho do galpão da VASP aqui da zona sul.
    É uma pena ver esse espaço morto, com suas aeronaves, veículos (tem um VW Gol) e espaço físico abandonados esperando a justiça leiloa-los.
    É a mesma tristeza quando estudava em São Carlos e quando passava em Rio Claro via o galpão da Gurgel abandonado esperando seu leilão.

  26. Pedro disse:

    Espero que alguém salve o PP-SMA (737-200) que está abandonado em Confins e que foi o primeiro 737 da América Latina. É o segundo aviâo no mundo em tempo de serviço para uma única companhia, serviu à VASP por 35 anos. Lembro como era bom ir à Congonhas para ver os aviôes do terraço, no Domingo depois do almoço… ver as diferentes pinturas dos aviôes já valia o passeio. Ouvir os Electra se aproximando da pista também era muito bom, assim como quando ligavam os motores.

    • Adriano Santi disse:

      Se salvarem, só serve pra museu mesmo. A própria VASP tentou vendê-lo, junto com seus Airbus A300, pra saldar algumas das dívidas ainda na época que a empresa operava. Não houve interessados porque o valor necessário para retificar a aeronave conforme as normas de segurança ditadas pela Boeing era maior do que o valor da própria aeronave…

  27. Fernando disse:

    Pagar funcionários.. pfff.. piada.

    Trabalhei na parte de cargas expressas da vasp, mais precisamente a vaspex.. lembro-me que eram demissões diárias, o meu setor, um lugar q tinham mais de 30 pessoas (entre atendentes via fone, supervisores e chefia), em questão de 1 mês sobrara apenas 2 pessoas para supervisionar e atender todo o departamento. E, ah sim, os funcionários, estão pra receber até hoje.

    Abs Flávio

  28. Ivan disse:

    Porque será que esperam tudo virar sucata para só então leiloar? Com a palavra a nossa maravilhosa justiça!

  29. Felipe Menhem disse:

    Se o imbróglio jurídico fosse menor, esses 767 da Transbrasil poderiam estar voando. Mas ficam no chão, sem manutenção e perdendo valor, se é que ainda tem algum.

  30. Fabio Amparo disse:

    Tomara que façam logo este leilão.

    A Azul tenta operar em Congonhas há tempos, porém não há espaço físico.

    Seria ótimo, nunca mais viajaria de Gol ou Tam. Nunca mais seria esprimido na poltrona do meio, e jamais ouviria novamente a aeromoça perguntar: “Aceita barrinha de cereal? Suco caseiro de laranja ou goiaba light?”

    Tenho pesar pelos funcionários – que não merecem ficar sem receber o que lhes é de direito, mas a renovação tem que chegar à galope.

    Abraços

  31. Nilton disse:

    O 737 mais voado do mundo pertence ao espólio da VASP. A Boeing tentou recomprar mas está tudo enrolado judicialmente.
    Dava pena passar próximo ao pátio da VASP em CGH e ver aquelas belas aves no chão.
    Agradeça ao Sr. Canhedo.
    Outros que dão pena são os 767 da Transbrasil em BSB.

  32. Rafael Chinini disse:

    quando trabalhei em Moema, tinha um avião da VASP (não sei o modelo) era inconfundível o barulho quando ele passava, que por sinal, era insurdecedor!!!!
    mas estavamos nós no escritório, ao telefone e tinhamos que pedir, “senhor, sóum minuto que ta passando um avião”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>