DICA DO DIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 25 de julho de 2013 - 12:39Dica do dia

DICA DO DIA

SÃO PAULO (como é quando faz mais de 10 graus?) – Dica de leitura hoje, este texto replicado no AUTOentusiastas a partir de um site português. A história do ALBA, um carrinho lusitano da década de 50 que não vingou, mas era bonitinho que ele só. Foram feitas só três unidades. Uma sumiu. O mais interessante é que a metalúrgica que fez o carro desenvolveu um motor próprio, em vez de usar conjunto mecânico já existente. Isso é muito raro.

Quem mandou a dica foi o Antonio Chambel.

albaportuga

9 comentários

  1. César Lima disse:

    Só não pode capotar, rs!

  2. LuizMelloSampayo disse:

    Desde os 30s surgiram alguns raros esportivos portugueses, tbm houve participações em provas brasileiras. Se me permitem, não creio na afirmação registrada no primeiro comentário aquí postado, dq portugueses sonham em ser ingleses, pelo menos qt aos spider da Alba, o segundo modelo foi projetado em 1953 e de fato tem a entrada frontal de ar oval semelhante a de mts esportivos da época, inclusive o XKE comercializado em 1961. Um designer portugues, em meados dos 50s, projetou um esportivo para a britanica AC, cujo carro, na década seguinte jah vitaminado pelo norte americano Shelby, tornou-se célebre. Vale lembrar que o consumo de óleo de fígado de bacalhau mundo afora, além de ser saudável, eh financeiramente um sucesso ao longo dos anos para os que o produzem e eventualmente patrocinam eventos, talvez ateh automotivos…logo não eh impossivel que os Alba possam indiretamente ter sido movidos por esse óleo. Com certeza o post desse KarmannGhia sem teto foi uma boa lembrança, pois!?

  3. Nelson disse:

    Bonitinho, mas como Português sonha em ser Inglês, fizeram uma entrada de ar com o JEItinho do Jaguar, ora pois !

  4. guilherme disse:

    O motor pode ter sido desenvolvido exclusivamente para o carro, mas parece que os faróis foram emprestados do Fusca mesmo.

  5. Jonny'O disse:

    AH…foram épocas de ouro do automobilismo Português, nestes anos 50 apareceu vários construtores Portugueses de corrida, DM,PE,FAP e outros mais, todos na categoria 1.100cc que usava como base o motor e chassi do Fiat 1100 ou Simca .Mas eles “OS CARTOLAS” trataram de em 1955 mudar o regulamento para permitir a entrada de carros 1500cc e da noite pro dia matou todo o trabalho e esforço dos construtores independentes Portugueses que passaram a partir de uma caneta a ficar obsoletos frente aos Porsche de 1500cc, por isso a Alba fez seu motor próprio de 1500cc …….mas é claro ,já era tarde demais e a morte dos independentes lusitanos já era irreversível .

    Malditos sejam os cartolas!!!!!

  6. Celio Ferreira disse:

    Karman guia sem o teto!!!!!!

  7. Nilton disse:

    Esse carro tem linhas parecidas com os carrinhos do desenho do Speed Racer!
    Os projetistas de antigamente tinham muito bom gosto.

  8. disse:

    Antonio Chambel, que judiou de uma MB nas Mil Milhas Históricas, sem calibrar pneus, trocar óleo, se perdeu no trajeto, e contou um monte de mentiras depois no Iguatemi:
    Que Nelson Piquet ajoelhou aos pés do Sr. Eduardo Souza Ramos, que Pedro Piquet vai treinar de F3 no Velo Cittá para correr em 2014 na F3 da Nova Zelândia,(o que significa que Nelsão está tentando novamente) Que Pedro Piquet correu na Itália no fim de semana passada e ganhou, http://www.youtube.com/watch?v=HxFJwX6Q2rI .
    Enfim, o Chambel contou um monte de coisas, que no Linha de Chegada com o Valdeno e ESR esta semana na batuta do Regi, foram confirmadas. Fontes no automobilismo, e segredos do automobilismo. Muito legal isso.

  9. Agostinho Carrara disse:

    Movido a óleo de fígado de bacalhau?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>