DIA DE FÚRIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 18 de setembro de 2013 - 17:53Indústria automobilística

DIA DE FÚRIA

SÃO PAULO (eloquente) – O cabra, que mora na Itália, comprou uma BMW e não curtiu muito o carro e o serviço dos bávaros. Levou para a porta do Salão de Frankfurt e meteu a marreta. O mais engraçado é, no fim, o guardinha alemão passando a caneta no furioso.

E você? Já teve vontade de meter a marreta num carro seu? Qual? Se pudesse, hoje, escolher um modelo para marretar, qual seria?

117 comentários

  1. Marcelo disse:

    um escort xr3 conversivel ano 88, me deixou na mão varias vezes com o maldito carburador weber 460,,, lixo….

  2. Tiago Almeida Pinto disse:

    ja tive vontade de marretar uma saveiro que comprei 0km. deu problema no carro inteiro.
    aquele carro so pode ter caido da cegonha.
    o merda veio ate com roda bamba, no primeiro dia de uso.
    nunca mais tive vw

  3. Alisson Costa disse:

    Tive um uno 95 elx, uma alegria quando comprei (Primeiro carrinho) e outra maior ainda quando vendi. Oooooô carro pra da problema, minha nossa! Parece uma batedeira, por tudo faz um barulho.
    Apesar dos pesares cuidei muito bem do bichinho e fiquei com dó depois que o vi com o atual dono; o carro já tô arrebentado na frente. Tem gente também que não sabe cuidar do carro.

  4. Renato Soares disse:

    Marretadas (um protesto) nos executivos da VW.

  5. André Antero disse:

    C4 Pallas que tive. Vivia mais na concessionária que comigo.
    Ahh carro ruim!

  6. Thiago disse:

    Meu atual carro, o CHEVROLET ONIX.
    10 vezes na concessionária desde Abril e não acham o problema…
    E continua lá na concessionária, esperando uma solução…

  7. Pedro disse:

    Não faria mal a nenhum carro que tive. Porem, tive um megane hatch 2.0 rxe que tinha um cramulhão morando na parte elétrica. De exemplo, me deixou na mão na av Bandeirantes sentido litoral, na faixa da esquerda, na hora do rush numa sexta. Em meados de 2000, nem a concessionaria renault conseguia decifrar. Vendi o carro 2 vezes e me devolveram, rs. Parecia ter vontade própria.

  8. Das Bier disse:

    A única coisa que gostei do vídeo foi a bicicleta-táxi passando ao fundo. De resto, um boçal (italiano?) destruindo um carro e tendo que varrer a sujeira para não ser enquadrado ou processado por fazer sujeira.

  9. Carlos Pereira disse:

    Alguem aí já ouviu falar do 149 ??? Aquele que já vinha com 2 defeitos a mais ???
    Pois é…esse tive vontade de meter fogo….

  10. Leonardo L. disse:

    O Robert Plant sentou a marreta com gosto!!!

  11. morpetx disse:

    Acho mais interessante o “vende-se esta merda” do que arrebentar o carro. Mas eu tive um Tempra que me deu tanta dor de cabeça que quis logá-lo de um barranco…

  12. hullingtom disse:

    Rico é foda, um enterra o carro o outro da marretada.

    Ter dinheiro deixa alguém débil mental?

  13. Só tive vontade de meter a marreta em um carro até hoje: um Monza Class (Class mesmo, não Classic) 1993. Tive o carro por volta de 2006, comprado de um amigo que era o segundo dono. Pouco mais de 100.000km rodados, estava em ótimo estado e o pior: eu via o carro TODOS os dias, cheguei a viajar nele do RJ até Florianópolis. Não dava problemas e a manutenção preventiva era feita no prazo ou mesmo com antecedência.

    Mas foi só cair na minha mão pra começar a dar todas as merdas que não davam antes. O primeiro aviso foi um suporte de borracha do escapamento que estourou na primeira semana e o cano caiu, ficando apoiado no eixo traseiro.

    Depois, começou um problema elétrico que ninguém descobria… A luz da injeção acendia, o carro morria e não ligava mais por tempo indeterminado. Passei por 6 oficinas. Troquei desde o bico (EFI), módulo do alarme, até me recomendarem trocar o módulo da injeção (que eu não troquei). Até eu desgostar do carro e deixá-lo abandonado na minha rua por alguns meses. Eu nem passava pela parte da rua onde o carro estava, só pra não ficar deprimido.

    Comprei outro carro (o Passat Iraque que tenho até hoje e espero ter por tempo indeterminado, hehehe) e resolvi vender o Monza. Eu ia vender com o defeito mesmo (logicamente avisando ao comprador e cobrando menos). Levei em uma oficina antes só pra ver o motivo de uma fuga de corrente que estava descarregando a bateria. Lá o carro apresentou o problema e o sétimo eletricista foi olhar. Desconfiou de um pequeno módulo que fica no distribuidor e que eu agora esqueci o nome. Aproveito um Daewoo Espero que estava na oficina e pegou o módulo dele pra testar no Monza. Acabou o defeito… A peça custou R$60,00 na época.

    Eu queria enfiar a marreta no carro por conta de uma peça de R$60,00 que 6 oficinas não verificaram.

    Vendi o carro logo depois. Sem marretar.

  14. Vibora da noite disse:

    Se vê que os dois tomam cuidado para nao amassar o capô, o porta malas, a coluna da porta e o teto.

  15. Danielle Sanzello disse:

    Meio encabulada de comentar aqui, só tem homens, rsrs.

    Não faria isso com carro algum, eu dou mais problemas pro meu carro do que ele pra mim, kkkkkkkkkkk e não é porque faço caca no trânsito, é falta de paciência com os folgados que a gente cruza por aí…

    Por falar em Camaro, cruzei com um cidadão num desses, janela aberta, braço pra fora e um maldito cigarro jogando sobra de cinzas em quem vinha imediatamente atrás, nunca vi nada mais tosco. Recado claro: eu posso, sou dono do mundo e a rua é meu quintal.

  16. tem estúpido para tudo…o cara deve ser rico, não deve fazer diferença para ele quebrar esse carro, com certeza….

  17. alberto disse:

    Já tive problemas sérios com a FIAT. havia comprado um Idea, em 2010, já com a reestilização dos faróis e lanternas. Bom o carro tem um ponto cego na frente dos dois lados, por conta das colunas do parabrisa-porta, que simplesmente vc não tem visão lateral em curvas ou cruzamentos. Também veio com defeito de pintura, fazia 4 km/l no álcool, tomava pau de carrinho 1.0 na estrada, enfim era uma aberração. Reclamei com a Fiat pra trocar, reclamei na concessionária, reclamei, reclamei , reclamei. Um dia eu caonsei. Eu tinha um comércio e pintei no párabrisa do carro: VENDO ESTA MERDA DA FIAT. DEFEITOS DE FÁBRICA: MOTOR FRACO, BEBERRÃO, DEFEITO NA PINTURA E PONTO CEGO NA FRENTE. Minha loja era próxima a diversas concessionárias de outras marcas. O pessoal tirava foto do meu carro, pra vender os das outras marcas. Carro zero, uma porcaria. O pessoal da FIAT entrou em contato comigo, falando que iria me processar. Eu disse, ótimo, pode processar… aí vou no jornal e a notícia fica: CONSUMIDOR RECLAMA DE DEFEITOS DO CARRO E É PROCESSADO PELA MARCA. Ficaria pior pra FIAT. Isso ficou um mês, até rolou no YOUTUBE, já tiraram. A FIAT viu que eu não iria desistir, então o pessoal de Marketing da montadora, aqui em SP, entrou em contato comigo e me ofereceu uma troca do veículo, por um LINEA HLX. Esse não deu dor de cabeça, um P… carro. Mas assim, se não reclamar e não colocar nas mídias, não rola atenção das montadoras.

  18. Wagner Luiz disse:

    O cara levou até uma vassoura para limpar o chão.

  19. Clay disse:

    Nunca achei que teria tal vontade, só tenho carros dos quais gosto muito, mas tudo mudou ao comprar uma Volvo V70T5. Linda, mas com uma infinidade de problemas (embora fosse nova) e uma assistência RIDÍCULA de ruim….quase apelei para a marreta !!!

  20. jivan disse:

    No sentido oposto: Vale aqui homenagear a Ford pampa gl 1.8 95 GNV, 270.000km, moradora de sitio. Com toda a manutenção atrasada, só quebra depois de avisar muito. Reparo barato.
    confortabilíssima. Merece uma estátua. Sonho em prepará-la pra Classic Cup.
    Abs a todos

  21. João Augusto disse:

    Já estava faltando o retrovisor do lado direito…

  22. José disse:

    Já tive várias bombas mas a última foi um Palio Economy que parece ter sido feito para funcionar razoavelmente bem até os 15.000 km,após foi um desastre em consumo,desempenho(quase inexistente originalmente),pneus sem aderência alguma e pior de tudo:assistência, péssima com mecânicos sabendo menos que eu.Acho que pior que isso só os carros chineses e alguns GM mais antigos(Corsa,Celta etc…).Mas esse é o preço de comprar carros baratos,nenhum presta,são todos descartáveis,gulosos,mancos e feios.

  23. Eduardo Daniel disse:

    O mais engraçado é o banana de terno e gravata que não consegue nem com o peso do machado!

  24. Carol disse:

    Oi, meu nome é Carol e sou blogueira da New Race. Quer trocar banners com link comigo? O banner do seu blog ficará na lateral esquerda. A intenção é eu levar visitar para o seu blog e o seu blog levar visitas para o meu. O que você acha?

  25. Franco disse:

    Parece que tem carro fabricado com boa dose de zica. Uns defeitos esquisitos que raramente acontecem em carros idênticos. Chega a ser uma coisa de alinhamento planetário, pai de santo com dor-de-barriga, sei lá. Eu mesmo, com meu velho carro que nunca dava problema, desandou a dar amolação. E não só pela parte mecânica. A lataria começou a exercer um certo magnetismo em relação a motoboys. Um tal de motoqueiro sair de estacionamento sem olhar… Preciso benzer.

    Ainda assim, acho uma bobagem sem tamanho destruir um carro como acontece no vídeo. Quanto mais uma BMW. Até porque para mim, que gosto dessas máquinas, eles tem alma.

    • Franco disse:

      Se bem que acharia uma boa marretar essas caminhonetes gigantes que seus motoristas geralmente folgados insistem em usar em cidades congestionadas. Aquela Hilux que ocupa mais do que a sua vaga de estacionamento e tira todo o seu espaço até para entrar no seu carro. Isso quando o motorista não abre a porta com tudo na lataria do seu carro. Só “alegria”.

  26. Rogério disse:

    Marretava o Meianov, com você dentro, seu cabeçudo!!!!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, brincadeira!

    Abraços,

  27. Seinfeld disse:

    1 – Nunca tive vontade de marretar um carro MEU. Quem paga do proprio bolso o carro não vai pensar nisso nunca. Sem contar que, quem gosta de automóvel, se paega mesmo ao seu carro.

    2 – O cara de gravata tem cara de frânces (Lembra até o Alesi) ou italiano. Não alemão.

    3 – Pelo local onde foi feito e a calma do “insatisfeito” detonador e de seu comparsa ao marretar o carro, mais me parece coisa “encomendada” por uma montadora concorrente para atrair a atenção dos presentes e da imprensa e ‘queimar’ a imagem da BMW.

    Será que é isso o que os marketeiros chamam de “marketing de guerrilha”????

    Globalizaram a idiotice mesmo.

  28. José Angelo disse:

    Mais um babaca estilo Chiquinho Scarpa. Não gostou não compre mais, faça anti-marketing, reclame, mas venda o carro. Fazer isso na frente do Salão e pra imprensa ver com certeza ele está mais preocupado em “virar notícia” do que reclamar da montadora.

    Ridículo!

  29. Arlindo disse:

    Que cara mais escroto. Destruir um carro caro como esse só para fazer graça. Se não está satisfeito com o carro e serviço, venda-o e nunca mais compre um carro da mesma montadora. E para variar é italiano, o bicho mais ignorante da Europa.

  30. Paulo disse:

    Lembram quando a VW inventou de fazer carros 1.0 turbo? Pois é, eles sumiram bem rápido do mercado. O carro era 1.0, o preço era de 1.6 e a manutenção equivalente à de um Passat, caríssima. Não tive um, mas conheço quem teve duas alegrias com o carro: (1) quando comprou e achou que estava fazendo um grande negócio e (2) quando se livrou do carro, mesmo com uma desvalorização absurda.

    • Clay disse:

      Puxa, Paulo, eu tive uma Parati com esse motor, andei 120.000km e nunca tive problemas, nem de uso, nem de manutenção. E sinto saudades dela até hoje ! Grande abraço !

      • edkaefer disse:

        usei uma dessas a trabalho por um ano, mais ou menos, rodando de Santo Andre a Sao Carlos / Rio Claro semanalmente. Um dos melhores motores para carros pequenos que já manejei. Imagino que seja superado somente agora, com a nova geracao de motores advinda do conceito de downsizing, ora vigente.

    • Eduardo disse:

      Só quem teve um pode falar….eu tive um Gol 1.0 16v Turbo desses é rodei 100 mil km sem nenhum problema. O carro andava mais que 2.0 e consumia menos que 1.6…..Esse motor é um espetáculo, o resto do carro nem tanto….

      Lembrando que a VW do Brasil alterou (diminuiu) o intervalo da quilometragem para a troca de óleo que ocasionou algumas quebras da polia do comando variável devido a “excelente” qualidade dos combustíveis no Brasil…

  31. Nilton Lopes disse:

    Pescoço de ganso no porta malas? Pô, até um Focus, um 408 tem dobradiças pantográficas com amortecedor…

  32. Carlos disse:

    Renault seria meu alvo, tive Scenic, e Grand Tour, acho que era um Me-engane, e não um Mégane, os dois apresentaram problemas que faz vc repensar na marca, pois vim a saber que existiam peças que quebravam que nunca imaginei que fosse possivel apresentar problemas. Em função destes problemas, chegeui a conclusão que o apelido do gordini ainda se faz valer para os carros franceses,: Leite Gloria, desmancha sem bater !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>