NO PARQUE DO ALBERTO (4) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 20 de março de 2016 - 4:47F-1

NO PARQUE DO ALBERTO (4)

aus16bCURITIBA (logo mais, é nóis) – Ah, foi legal pra caralho esse GP da Austrália!

(“Pra caralho” parece uma coisa grosseira, mas não é. A expressão tem vários significados, e sempre muito precisos, o que faz dela uma das mais brilhantes que um idioma pode produzir. Porque é a única que pode ser usada como medida de tempo, comprimento, altura, peso, ou ainda para definir um determinado grau de beleza, feiura, talento, burrice, sorte, azar. Vale para rigorosamente tudo, e quando adicionada a qualquer adjetivo, substantivo ou verbo, exprime exatamente o que se quer dizer. “Esse prédio é alto pra caralho”, “O atendimento demorou pra caralho”, “Esse carro é bonito pra caralho”, “A Haas andou pra caralho”. A origem dela é controversa, mas a explicação mais aceita vem ainda dos tempos bíblicos, descoberto em um desses evangelhos apócrifos que rolavam pela internet da época, a partir de um episódio envolvendo José, o carpinteiro. Quando recebeu a inesperada visita dos Reis Magos cedeu a eles um quartinho improvisado com um beliche e uma cama de solteiro, esta feita meio no tapa, mal-acabada pela pressa — era para receber o cunhado e a família, que chegariam nos próximos dias. Melquior, parece que foi ele mesmo, e não Gaspar, nem Baltazar — que se acomodaram no beliche –, deu uma topada no pé da pequena cama e machucou o dedinho. Saiu xingando em persa, já que era rei por aquelas bandas, e José perguntou: “Doeu?”. Ao que Melquior, desbocado, respondeu gritando: “!صدمه زیادی ، لعنتی”. É preciso ler de trás para a frente, para entender. José, ou Zé das Madeiras, como era conhecido nas quebradas de Nazaré, achou a expressão do caralho e passou a utilizá-la, e sendo pai de quem foi, a coisa se popularizou. “Do caralho” não sei se foi ele quem criou, porém.)

O dia em Albert Park começou com uma reunião de emergência para discutir um dos grandes micos da história. Nem foi preciso conversar muito para decidir: o novo formato de classificação, batizado por nosotros de “dança das cadeiras”, dançou. Já a partir da próxima corrida volta o sistema anterior, com Q1, Q2 e Q3 sem eliminações a cada minuto e meio. “Não deu certo, foi uma merda, acabou”. Resumiu Niki Lauda.

À corrida, então. Sol, dia bonito em Melbourne, 24°C, menos para Kvyat — que empacou no grid, antes de alinhar. Abandonou, e mais uma volta de apresentação foi dada, com a distância original da prova caindo de 58 para 57 voltas. Pobre soviético.

A largada de Hamilton, o pole, foi uma tragédia. Tão ruim, que parecia ter algo errado com seu carro. As duas Ferrari saltaram na frente, com Vettel em primeiro. Kimi veio logo atrás e sobrou para a Mercedes um terceiro com Rosberguinho, e olhe lá. Verstappinho apareceu em quarto e Massacrado, em quinto.

E Wehrlein em 14º… Que coisa legal, ver uma nanica andando direito. Mas seria outra, a pequena mais linda e maravilhosa do dia. Leiam e saberão.

Lewis passou por Massa assim que a direção de prova liberou a asa móvel e foi para quinto. A brincadeira foi menos divertida quando ele chegou no jovem Max. “Não consigo passar esse moleque!”, reclamou pelo rádio.
Sapattos, punido com cinco posições no grid por troca de câmbio, se arrastava lá atrás. Levou nove voltas para passar Sonyericsson. Felipe também andava mal. Logo foi ultrapassado por Ricardão e caiu para sétimo. Foi para os boxes e trocou pneus: supermacios por macios.

Na volta seguinte, a 13ª, quem parou foi Nico-Nico no Fubá. Macios, também. Lewis estava tão aparvalhado que pediu aos boxes para mudar a estratégia. “Faremos um stint mais longo”, ouviu, pelo rádio. Mas lá na ponta é que o bicho pegava. Vettel foi chamado rapidinho porque Rosberg saiu voando com pneus novos. Parou, colocou supermacios e voltou na frente, ainda, mas com Nico fungando em seu cangote tedesco.

Lewis, que não parou, ficou em segundo. Tião Alemão foi lá e passou. Rosberguinho, idem. Quando parou, Hamilton enfiou pneus médios. Realmente, o stint seria bem mais longo. Até o final da corrida. Estávamos na volta 17. Faltavam 40.

Foi quando um mega-acidente aconteceu. Alonso com Gutiérrez. O carro de Fernando virou uma paçoca. Safety-car na hora, na volta 18. Moeu a McLaren. Assustador. Só sobrou o piloto. Na sequência, bandeira vermelha. Decisão acertadíssima. Para tudo, limpa a pista, vamos começar de novo.

aus16a

Foi erro de Alonso. Ao tentar a ultrapassagem sobre o mexicano, El Fodón del Pancadón calculou mal a distância e sua roda dianteira direita tocou na esquerda traseira da Haas. Decolou, bateu no muro, voltou, capotou na brita, voou até a grade. Felizmente, não se machucou. Saiu meio grogue, foi abraçado por Gutiérrez, tirou o capacete e foi andando até o carro-médico para ser levado ao hospital do circuito para exames. Um psicólogo seria legal, também. Pobre Fernandinho. Mas assumiu o erro. Ficou apenas manquitola, e saiu no lucro — com vida.

A prova foi interrompida com Vettel em primeiro, seguido por Rosberg, Raikkonen, Ricciardo, Verstappen, Sainz Jr. e Hamilton em sétimo. Logo atrás, Massa e… Grosjean! Espetacular, a Haas em nono.

Foram 20 minutos de interrupção até a nova largada. Que se deu com o safety-car liderando o pelotão a partir dos boxes. O único que não voltou, pena, foi Haryanta. Problemas insolúveis em seu Manor tiraram o indonésio de seu primeiro GP.

Como a troca de pneus foi permitida, Rosberg também colocou médios, para tentar ir até o final sem parar mais. Era uma aposta, dada a lerdeza dessa borracha. Mas vai saber…

O recomeço, na volta 19, foi tranquilo. Desespero, mesmo, só de Lewis, empacado atrás de dois tororrôssicos e da Red Bull de Ricardão. E com pneus médios, sem muitas chances de passar. O terceiro lugar de Kimi foi para o saco pouco tempo depois. “Acho que quebrou alguma coisa”, informou, pelo rádio. Parou no box e começou a sair fogo do motor. Fim de prova para Kimi Dera Pegasse em Tudo.

Àquela altura, no entanto, meus olhos se voltavam apenas para Grojã, torcendo feito louco por um pontinho na estreia. Já pensou?

Mas voltemos à ponta, que é lá que as coisas acontecem. Os pneus de Vettel começaram a acabar. Rosberguinho, a se aproximar. Esses alemães… Sim, parece que a ideia de não parar mais foi interessante. Ao menos para Nico-Nico, já que Hamilton seguia empacado atrás das duas Toro Rosso, sem conseguir passar — e já nem reclamava no rádio.
Mercedes incapaz de passar uma Toro Rosso, ainda que com pneus médios, era, sem dúvida, uma novidade. Uma boa novidade, diga-se. OK, era só primeira corrida do ano, sempre acontecem algumas cagadas com os favoritos, mas saboreei o momento. Hamilton só passou Sainz Jr. quando o espanhol foi para os boxes, na volta 30. Logo depois, Verstappinho também fez seu pit stop – demorado, e o menino reclamou de ser chamado depois de Sainz Jr., ficou puto dentro do macacão. Lewis subiu para quarto.

Rosberg, com paciência de Jó, ia chegando em Sebastian. Alguns décimos aqui, outros ali, mais alguns acolá (adoro “aqui, ali, acolá”), e quando Vettel percebeu, era ele quem tinha outro alemão no cangote. Não teve jeito. Foi para os boxes e colocou pneus macios. Era a volta 36. E a parada foi ruim, uns 2s além da conta porque o pneu dianteiro esquerdo enroscou.

Tião Alemão voltou em quarto, 10s atrás de Hamilton. Ricciardo era o segundo, mas teria de parar de novo. Dobradinha da Mercedes à vista. A corrida de Vettel passou a ser pelo pódio, quem sabe uma briga com Lewis nas voltas finais. O “local hero” da Red Bull, quando parasse, voltaria bem atrás. Não foi à toa que a Mercedes testou tanto em Barcelona com pneus médios. Dezenas, centenas, milhares de voltas.

E eu de olho em Grojã. Em sexto, já, com Hulk atrás, colado, mas sem conseguir passar. A dupla tororrôssica voltou em 10º e 11º, atrás do amarelão Palmer. Também aí uma briga ótima, com Max pedindo/avisando aos boxes que ia tantar passar. “OK”, respondia o time, olimpicamente.

Foram quatro voltas de briga de foice no escuro, até que ambos passaram Palmer – resistiu bem, encardido, esse menino. Hamilton passou Ricciardo, que também ficou sem borracha e fez seu último pit stop. Voltou em quinto, atrás de Massa. Em sexto? GRO-JÃ.

grojasexto

O Canguru Sorridente não teve dificuldades para passar Felipe e se estabilizou em quarto. Daí até o final, o sonho de uma noite de verão seria uma briga pelo segundo lugar. Rosberg liderava com 10s para Hamilton, que pagou o preço da má largada. Vettel vinha a menos de 5s do inglês, com pneus um pouco melhores, tirando tempo de pouquinho em pouquinho. Verstappinho seguia vociferando em décimo, irritado porque não conseguia passar Sainz Jr. Uai. Não consegue, não passa, meu filho. Deixa de frescura. À frente deles, Bottas, Hulk e o fenomenal Grosjean. No fim, numa fritada de Sainz Idade, Max chegou a tocar nele e rodou. Ficou mais puto ainda, mas perdeu a chance de passar o parceiro.

O sonho ferrarista parecia perto de se realizar. Com pneus muito desgastados, Hamilton começou a errar e Vettel chegou de vez a cinco voltas do final. Médios velhos para o inglês, macios relativamente velhos para o alemão. A perseguição era frenética. Mas, faltando duas voltas, Sebastian exagerou e deu uma escapada. Perdeu o contato e a possibilidade de lutar pelo segundo lugar. “Sorry, guys”, disse pelo rádio. Humildade é tudo.

E assim foi até o final. Nico, Lewis e Vettel no pódio, Ricardão em quarto, Massa em quinto e… GRO-JÃ! Que espetáculo, sexto lugar para uma equipe estreante, que coisa linda, emocionante, comovente! Hulk, Bottas, Sainz Jr. e Verstappinho fecharam a zona de pontos.

daaus16cFoi uma dobradinha um pouco mais complicada que o normal para a Mercedes, por conta da má largada do atual campeão do mundo. Acabou resultando num domingo perfeito para Rosberguinho, que terminou a temporada passada em alta e começou esta da mesma forma, disposto a derrubar o favoritismo do companheiro — que lhe deu um carinhoso abraço ao final da prova. Foi a 15ª vitória de sua carreira. Uma corrida boa, que teve bons momentos e belas atuações. A melhor delas, sem dúvida, de Grosjean e da Haas.

“Guys, listen to me, this is a win for us! This is a win for us! Unbelievable”, disse Romain à equipe assim que recebeu a bandeirada e foi informado que tinha terminado em sexto. Deixo no original em inglês porque me parece mais eloquente. O sexto lugar de um time estreante lava a alma de quem ainda ama uma garagem.

FRASE DO DIA
“Estou feliz de estar vivo, conversando com vocês. A culpa foi minha, o erro foi meu.”
Alonso, que sofreu um dos mais violentos acidentes de sua carreira

101 comentários

  1. moisesimoes disse:

    Ei estava quieto esse tempo, inclusive sobre esses testes da pre-temporada. Aí vem esses textos inteligentes que são uma tentação para os comentários dos leitores. Pois bem tudo o que posso dizer é que:

    1 Não é a MB que piorou ou não evoluiu , mas os outros carros ,especialmente a Ferrari, mas especialmente o motor Ferrari , melhoraram. Temos um campeonato. Até mesmo a Renault não foi nenhuma pamonha, apesar da cor, e também deu trabalho. A manor, com mercedao, deve acompanhar essa briga e deixar a Sauber pra trás.

    2 O bolo ali no meio ta muito legal de acompanhar com Williams ( de Mercedes, ein?!), RBR, STR, F Índia, maclaren e agora, a Hass.

    3 Eu, que sou fã do automobilismo americano, torci muito para o Grosjean e para Hass. Aliás, desde a Brawn que o que vejo na pre-temporada . nao é fogo de palha ou o flertes como da Williams. Apesar disso, olhando pra trás, foi aí que Magnussen e Petrov foram ao pódio e Sebastian Bourdeau pontou. Portanto não da pra inferir nada sobre nenhuma equipe e piloto desse grupo.

    4 Aliás, acho que só eu que notei, uma transmissão mais peneirada da globo. Galvão elogiando o Haryanto e o Pascal, sem execrar ou taxar A ou B de nanicas ( ate porque ia se queimar feio), um relativo bom humor quando citaram que o home de gelo poderia derreter naquela ocasião, citando Senna e Piquet como sempre mas sem alarde, elogiando a volta da Renault dizendo que a cor de 1979 era mais amarela, não perdendo as ultrapassagens na sua maioria, sem cria falsas expectativas em torno dos felipes e diminuindo a propaganda do domingão do Faustão e da imperdivel temperatura máxima. Deu um corte no Burti quando este quis falar do ” macarrãozinho”. Tava demorando , falou GB. Quis culpar Esteban mas nao foi acido Reginaldo voltando com o sinal verde , pra mim, foi muita emoção, Ele com muita lucidez e seriedade e a equipe foi premiada com uma boa corrida!

    • moisesimoes disse:

      Desculpa a pontuação e os erros . Foi o caralho, caraleo, caraio, do teclado do celular.

      E sobre o chico sains e o bestapen, queria saber quem passou a perna em quem na hora do pitstop e como ta o clima na str. Alias, GB acerto que os dois iam trovar tinta na pista. Mas Palmer foi o fiel da balança para a briga dos dois , e pra Hass conquistar o 6 lugar. E essa moral toda do holandês? é verdade de que ele quer fechar com uma grande até o meio do ano? Eu arrisco um lugar na Ferrari! Abr

  2. Antonio disse:

    Valeu tua torcida pelo GROJÃ. Quem sabe, não esta ai a receita que tanto a F1 busca? Incentivo aos “bons” garagistas poderia crescer o grid e dar mais diversidade ao espetáculo, que hoje beneficia apenas aos grandes fabricantes e equipes adquiridas por bilionários que precisam lavar dinheiro.

  3. André Fonseca disse:

    Rosdiva não marcou bobeira quando aparece a oportunidade, mas está longe de ser o “pilotão bom de braço” como mostrou no final do ano passado. Em 2015 a fatura já estava fechada e só ganhou na Autrália pq Mirto fez cagada na largada.

    Logo mais, tudo voltará ao norma…

    Como também ficou “normal” o “Capotonso” fazendo merda!!!

  4. Brabham-5 disse:

    Se o carro tivesse o tal do Halo, como Alonso teria escapado tão rápido do carro todo amassado no muro?

  5. Brabham-5 disse:

    Como é tradição na Ferrari, onde tem italianos, a coisa falha.

    Vettel perdeu essa vitória graças aos italianos que fazem a troca de pneus no pitstop.

    A parte do alemão, foi feita com perfeição.

    Os melhores são Vettel e Hamilton mesmo. R

    Rosberg se beneficiou do pitstop “azarado” do Vettel e do Hamilton falhando na largada tão assustado do “passão” que levou do Vettel!

    Alia-se a isso um pista com raríssimos pontos de ultrapassagem atrás de carros mais lentos…

    Bom ver que não existe mais essa coisa de primeiro e segundo colocados dando volta no´decimo, no sétimo, no sexto colocado nas voltas finais. (Aquele horror dos tempo de domínio dos tempos da McLaren da era Senna até boa parte dos anos Schumacher na Ferrari).
    Me parece que as equipe intermediárias melhoraram o nível de desempenho
    Corrida boa. Parece que o campeonato será mais interessantes para todos os pilotos esse ano.

    E na próxima corrida, de volta ao sistema de classificação anterior. AINDA BEM.

  6. Valdemar Scheibner disse:

    Me assustei quando vi essa foto, me lembrou do Roland Raztemberger , a cor do capacete é parecida.

  7. emerson57 disse:

    Gostei da F1, o retorno. Grande carrera.
    Ouvi dez (10) segundos da narração da globobo. Na hora do acidente. Botaram a culpa no ….Gutierrez! Até nisso essa globobo é cucaracha e partidária! Ridículo.
    Informo o nobre jornalista que esse tal de caráleo é determinante inclusive no futebol.
    Digo isso porque esse jogador está mandando as bolas, aqui nas praias de Santos, SP.
    Joga todas peladas. Quando se passa perto delas só se ouve: vai caráleo, passa a bola caráleo, chuta caráleo, …. Pior, é uma dinastia! Agora apareceram os irmãos putapariu caráleo, kimerda caráleo e vaisifude caráleo.
    Parece que eles gostam de política. Ainda essa semana ouvi: -Não vai ter golpe, caráleo!

  8. Guilherme Carvalho disse:

    Flávio, considero que a possibilidade de escolher os pneus que vai correr será o grande diferencial da temporada. Claramente a Mercedes come mais borracha que Ferrari e Red Bull, o que possibilita a elas usarem pneus mais macios que os prateados. Acredito que isso ainda fará muita diferença.

  9. Rogerio Kezerle disse:

    Gostei da corrida.

    Foi bem movimentada. E fiquei muito feliz pelo Grosjean e a Haas. Legal uma equipe estreante começar tão bem.

  10. Joao disse:

    Tive que ir pro dicionário pra ter certeza que não tava louco quando li “problemas insolúveis” .. kkkk

  11. Marcos Bassi disse:

    Bem…a corrida foi legal. Mas continuo achando que você sabe tudo de história e eu rindo a valer…

  12. Paulo Pinto disse:

    Sou obrigado a reconhecer: as corridas ficaram mais animadas depois que El Lambóm voltou para a McLata.

  13. Wagner Campos disse:

    chororô danado do Verstappen, hein?! Alguém além o Sainz o impediu de passar? Mas mto disso é culpa da mídia q fica exaltando demais o menino, agora ficou mimado. Calma galera, ele tem mto potencial, mas ainda n é ninguém.

  14. Luis Eduardo disse:

    Já é o segundo acidente sério consecutivo que o Alonso sofre no início de uma temporada. Isso pode ser um sinal… Acho melhor o espanhol se aposentar. Não vale a pena, para um campeão como ele, arriscar a pele pra tentar chegar em nono ou décimo. O destino já lhe mandou dois avisos…

  15. Sandro Karam disse:

    E para encerrar a jornada brilhante no final da corrida o Vettel jogou o boné de 2° no Hamilton e os dois ficaram se abrindo. Muito sacana o Vettel

  16. Boca disse:

    Go Lewis!
    A sorte acompanha os bons!

    Só não pode vacilar nessas largadas…
    Fica esperto!

  17. MarcioD disse:

    E agora já são 4 vitorias seguidas do Rosberg. Hamilton deve estar se arrependendo amargamente daquela “jogada de boné” em cima do Nico. Na maioria das vezes é péssimo negócio provocar, mexer com os brios de um adversário. Em vez de enfraquece-lo psicologicamente, o efeito pode ser bem o contrário. Além do mais trata-se de um cara alemão numa equipe alemã que está lá há bem mais tempo do que ele. Lembram-se do Mansell na Williams?

  18. LUZ PRATA disse:

    Galera essa desconfigurada por radio frequencia criptografada…. que a MB deu na Flecha de Prata do Lewis….foi phoda ! Logo na 1a carrera ? ja tinha falado isso ano passado…este ano a MB,acredito que vai dar forcinhas extras… para o Alemao Rosberg finalmente conseguir superar Lewis e ganhar pelo menos este campeonato 16….essa afogada eletronica…na largada….hj no carro do Lewis foi Proposital….e phoda !!!!
    No + a carrera foi sem graca….ja era previsivel que as MB dariam PAU GERAL…

    Os Arrogantes comandandantes do team 147 tomarao PAU GERAL o ano inteiro…hahahahahahaharrrrrrsss..

    Agora a Barbeiragem do Alonso hj foi extremamente perigosa….poderia ter sido Fatal !

    Vamos aguardar a proxima carrera….toma-ra a MB deixe o Negao ser Tetracampeao !

    Lewis e Bem melhor que o Rosberg….valeu.

  19. Celio ferreira disse:

    Campeonato de 2016 , será como o de 2015 ou seja ;
    1- A Mercedes fêz tudo errado na largada , e mesmo assim fêz dobradinha.
    2- Ferrari será a segunda força , mas um carro já quebrou na 1ª prova.
    2- Red Bull , vai brigar com Williams pelo 3º lugar
    3- STR vai apurrinhar as duas.
    4- O novo sistema de classificação já nasceu morto.
    5- Muito bom ter 3 tipos de pneus .
    6- Parabens a Haas , grande inicio.
    7- Verstapinho ta se achando , problemas pela frentge com Sainz.
    8- Estou curioso pra ver uma corrida com os pneus Ultramacios.

  20. JAL disse:

    Corrida fantástica. So perde pra Nascar, F Indy, F Indio, Stock, WSKB, MotoGP, Formula Patinete, Corrida de caramujo e disputa de onibus!!!

  21. Renato F1 disse:

    Prezado Flavio Gomes

    Concordo com sua definição da palavra, mas discordo da origem. Segundo a Academia Portuguesa de Letras, caralho é a palavra com que se denominava a pequena cesta que se encontrava no alto dos mastros das caravelas, de onde os vigias perscrutavam o horizonte em busca de sinais de terra. O caralho, dada a sua situação numa área de muita instabilidade (no alto do mastro) era onde se manifestava com maior intensidade o rolamento ou movimento lateral de um barco (pegue uma régua na vertical e balance de um lado para o outro; você vai ver que um pequeno movimento numa das pontas gera um grande movimento na outra).
    Também era considerado um lugar de castigo para aqueles marinheiros que cometiam alguma infração a bordo. O castigado era enviado para cumprir horas e até dias inteiros no caralho e quando descia ficava tão enjoado que se mantinha tranquilo por um alguns dias. Daí surgiu a expressão:

    -Vai pro caralho!

  22. Valdemir Braga disse:

    Boa observação: Alonso teria conseguido sair do carro se houvesse o halo ? E se fosse em formato de bolha de caça, pior ainda. Esse terrível acidente serviu para mais estudos sobre cockpit coberto. A corrida foi legal e era a chance da Ferrari talvez vence-la. A Mercedona dará chance às concorrentes nos circuitos mais travados. Nos outros ela vai desaparecer. É muito superior às outras.

  23. Danilo Silva disse:

    Será que o halo não teria machucado o Alonso?…

  24. valter disse:

    Se a Ferrari quiser vencer a Mercedes terá que fornecer motores 2016 para STR.

  25. Rafael Chinini disse:

    a F1 que tanto falou em mudanças e no fim das contas os resultados foram os mesmos de sempre.
    mas a corrida foi bacana, e uma corrida cheia de Fair Play. Parece que Hamilton cumprimentou Rosberg sem falsidade, Vettel sempre de bom humor fazendo brincadeiras (inclusive com Webber no final), Alonso e Gut sendo humildes e a Haas no fim…esse sexto lugar (que seria o último a pontuar se fosse sistema antigo, dando mais valor ainda esse lugar) foi de alguém com amor a camisa! no mundo de dinheiro e política da F1 é bonito de ver paixão ainda no ar!

  26. Eddie disse:

    Entre Webber e Massa , qual vocês acham que foi melhor ?

  27. Ricardo Soares disse:

    kkkkkkk… as explicações estão ótimas. Temos, agora, o “flaviopédia” !!!
    Muito bom…
    Mas sobre a corrida, não achei tão boa não… razoável, digamos !!!
    Abraços…

  28. João Paulo Toledo Piza disse:

    Acho que ,se o Vetel colocasse sapatos médios teria ganho a corrida, a Ferrari está bem mas bem mais perto das Mecas !!

  29. Murilo C disse:

    legal, a Ferrari fez merda. Mas, vejamos, o ritmo de corrida estava pau a pau com as mercedes. A corrida de hoje nos da um alento no que diz respeito a “termos um campeonato”, como diz o FG.

    Abs

  30. RenatoRockshow disse:

    Por que o Lewis Hamilton não tem apelido?

  31. Garlet disse:

    Ferrari errou estratégia de pneus, independente do Vettel ter saído na curva no final. Forçou demais com pneus já acabados, em uma pista que nem Mercedes passava Toro Rosso (aliás que pista de m**da, estreita demais). Tinha que ter trocado os pneus do carro de Vettel na bandeira vermelha. E essa corrida mostrou qual é o trunfo da Mercedes, é andar bem de médios. Melhoraram isso porque a Ferrari conservava melhor os pneus ano passado. Se a Ferrari melhorar isso, acho que a Mercedes vai ter problemas………………
    Alguma coisa me diz que esse campeonato vai terminar na classificação de pilotos, igual ao pódio que começou.

  32. Luiz Fernando Pereira disse:

    Se bem me lembro, Hamilton estava na segunda posição quando fez sua única troca de pneus e voltou em sétimo, e logo depois a corrida foi interrompida pelo acidente de Alonso.
    Assim, se (sempre o se…) se ele adiasse a troca por mais uma volta, poderia tê-la feito durante a interrupção, como o próprio Rosberg fez, e talvez tivesse chance de vitória.

  33. Segafredo disse:

    Mais do mesmo………

    1º – Vettel começou 2016 como terminou 2015, se desculpando pelos erros cometidos…….e essa Ferrari está igual a anterior, consumindo muito mais pneu que a Mercêdes. Chega a ser patético o discurso da escuderia e do alemão na tentativa de engambelarem a mídia….ou seja…..não tem carro pra seguir as prateadas!!

    2º – Aconteça o que acontecer com Hamilton, a mercêdes pode usar qqr configuração de corrida que ele se dará bem….visto completar 40 voltas com bom ritmo no pneu médio!!

    3º – Que acidente espetacular com Alonso einh?? alguém saberia dizer qual posição ele estava na hora do ocorrido??

    4º – Grosjean barbarizando……..dizer o quê da Mclaren??

    ……e por último, aos fãs do tedesco……..”corram que a RBR e Williams vem aí”, kkkk

  34. josé disse:

    Fiquei pensando naquele papo todo de halo, de cobrir tudo. Hoje, por exemplo, Alonso não teria ficado preso? E o Raikkonen com o carro começando a pegar fogo? Não seira pior também?

  35. Paulo Pinto disse:

    “Nóis capota mas num breca!” – Fernando Alonso, depois de uma lambança monumental.

  36. Jorge Silva disse:

    E é importante destacar que não foi um sexto lugar por falta de carros na pista. O carro da Haas, feito pela Dallara, parece não ser bom de classificação mas tem um bom ritmo de corrida. Talvez com um bom trabalho de estratégia (com essa excelente decisão da F-1 em disponibilizar 3 tipos de pneus para cada prova) essa equipe possa lutar por pontos em outras corridas.
    Gostei também dos excelentes carros da Toro Rosso, ter pilotos ousados e agressivos como Vestapen e Sainz disputando naquela zona de pontos vai ser muito interessante, vão dar um belo trabalho para a Willians e a Red Bull.
    A decepção para mim foi a Willians e a Force India, parece que continuam a ser carros com pouco donwforce, só vão incomodar nas pistas mais velozes.
    Parece que vamos ter Mercedes e Ferrari, depois um segundo pelotão com Red Bull, Willians, Toro Rosso, Force India, um terceiro com todos o resto Mac Laren, Rennault, Hass, Sauber, Manor.

  37. Davi Silva disse:

    Excelente texto! Só faltou um apelido pro Hamilton (de quem não sou fã, mas aplaudi pela recuperação durante a corrida). Espero que o Rosberg dê trabalho pra ele nessa temporada!

    Tá complicado torcer pra Williams… Ficar vendo o Massa sem chances de defender posição na corrida não é muito animador. O que consola é ver que ele manteve um bom ritmo e conseguiu garantir o quinto lugar com certa tranquilidade depois da bandeira vermelha.

    Sobre Vettel, tá de parabéns. Uma pena ter perdido aqueles 3 segundos na última parada. Seria o suficiente pra pelo menos uma disputa mais acirrada com Hamilton nas voltas finais.

    Quanto ao Verstappen, ele poderia assistir algumas corridas do ano passado (ou mesmo essa da Austrália) e aprender alguma coisa com o Hamilton sobre se recuperar durante a corrida e reclamar menos (e olha que o inglês costuma se afobar quando acontece algo errado).

    E que acidente foi aquele do Alonso? Vendo as imagens, ainda resta alguma dúvida se vale a pena continuar aumentando a segurança dos pilotos? Incrível ele sair andando logo após a batida.

  38. Renato F1 disse:

    A corrida foi boa. Tensa, mas boa.

    A largada das Mercedes foi um horror. Foi isto que esqueceram de treinar na pré-temporada. Ou então a Se Ferra-ri passou manteiga nas posições 1 e 2 do grid. A Mercedes preocupada e o Arrivederci estava rindo à toa. Mal sabe ele que quem ri por último, ri melhor.

    Achei estranho o Hamilton e o Rosberg não conseguirem ultrapassar os carros que estavam à frente deles na pista. Mas, depois vi que não era um problema exclusivo das Mercedes.

    Assustado fiquei com a pancada do El Fodón no Gutierros. Que, desta vez, não cometeu nenhum erro. El Fódon que quis ser Fodón Demás (andar mais que o carro) e Fodón com tudo.

    Depois da pancada é que se vê quais as equipes grandes. A Mercedes de Rosberg de pneu médio andando a mesma coisa e, depois, mais rápida que uma das Se Ferra-ri. Isto porque a outra tinha pegado fogo e derretido o Homem de Gelo. Patético o pangaré amarelo.

    Depois de tomar fumo na estratégia, a Se Ferra-ri tentou fazer uma graça. Mas, como o pangaré amarelo não estava conseguindo passar o Mercedão, o alemão jogou sujo (levou o pangaré para comer grama para ver se ele ficava mais forte). Aí, o Arrivederci estava dando adeus (e a Mercedes rindo à toa; não avisei). Perfeito.

    No final das contas, a melhor equipe ficou com as duas primeiras posições. Parabéns, Mercedes. Primeiro 1-2 do ano. E que venham muitos. Porque já que a Se Ferra-ri e da Red Bucha tiveram os períodos de domínio, nada mais justo que a Mercedes ter o dela.

    Veremos mais cenas do próximo capítulo em duas semanas.

  39. Thiago Souza disse:

    Imagina se houvesse o tal do ”hallo”, aí sim seria mais feio o acidente. Com o angulo da cabeça com os pneus seria algo estúpido, pois machucaria Alonso, sorte que ainda esse ano não tem essa arma no cockpit pois hoje estariamos falando de forma mais seria ainda sobre o ocorrido.

  40. Kkkkkk! disse:

    - Gutierrez deu uma tiradinha pra esquerda e freiou, coisa mínima, mas suficiente pra causar uma merda.
    - Alonso nunca foi de reclamar quando acontece um acidente, lembro que spa 2013 foi bem mais perigoso com a roda do Grosjean passando a centímetros da cabeça do espanhol.
    - Nunca na história da Ferrari eu vi perderem uma corrida tão facilmente, pra piorar ainda, perderam a chance de chegar em segundo.
    - Tem que se desculpar mesmo, Vettel com a Ferrari e a Ferrari com Kimi.
    Impressionante o salto de qualidade que a mclaren deu esse ano. Alonso pontuaria facilmente entre os 8.
    Se eu fosse Sainz sairia do carro e dava um cascudo no chorão companheiro de equipe.
    - Frase do dia:
    “Sorry Guys” Vettel, mostrando que eu tenho razão.
    #FaltaPilotoNaFerrari!

  41. Bruno disse:

    Confesso que fiquei um tanto quanto decepcionado com a forma que Massa tomou um passadão por fora do Hamilton sem oferecer resistência alguma… Fui ao autódromo, comprei um boné do Felipe para entrar no clima da torcida, fiquei com vontade de tirar quando meus amigos Australianos tiraram o sarro sobre como ele foi deixado pra trás. Infelizmente não veremos vitória brasileira na F1 nos próximos anos.

    • Anderson_SP disse:

      Cara, ele é piloto, não é mágico, não tem carro pra fazer frente as Mercedes, além do que gastaria mais pneus desnecessariamente pra segurar um carro bem mais rápido que ele e que depois iria ver o cara sumir lá na frente.

  42. eduardo disse:

    Numa corrida com pouquíssimas ultrapassagens apesar de disputas durante toda a corrida Riccardo foi junto com Vesppaten os que mais ultrapassaram o que mostra que além da ousadia de ambos a ótima aderência e retomada da Red Bull compensa o motor fraco, a Toro apesar da potência da Ferrari é um carro mais nervoso e que acaba desgastando os pneus

  43. José Brabham disse:

    Foi sim uma boa corrida. E boa surpresa da Haas

  44. Eduardo disse:

    O carro da Red Bull é ótimo e com uma posição de largada melhor poderia brigar pelo segundo lugar apesar do motor ruim, a Willians tem que melhorar muito, a Force Índia foi muito abaixo do que esperava, a Toro precisa melhorar o desgaste de pneus e estratégia,a Hass fez um carro para pontuar, a Renault fez o que se esperava, a Manor e a Sauber estão no mesmo nível o que é ótima para primeira é péssimo para segunda,os dois pilotos da Toro tem temperamento opostos, Sainz é mais tranquilo e celebrau e feijão com arroz, Veespatem é temperamental, abusado é espetacular, duas vez Veepatem ficou para traz e nas duas colou no Sainz e pouco tempo.

  45. Chupez Alonso disse:

    Alonso está esperando o quê para se aposentar? Morrer?

    Está virando um Kubica.

    • luigi disse:

      Apesar de não ser fan do Dick Espanhol ,ele não tem culpa do carro que pilota não ser dos melhores , ele pelo menos foi campeão ,talvez para ser honesto você deveria fazer um juízo de valor quanto ao piloto brasileiro já também veterano na F1 e nada fez além de ser um fiel segundo piloto de seu desafeto Dick Espanhol (um é mal caráter o outro é bunda mole ,não sei qual seria pior se o que quer a vitória a qualquer preço ou o que se vende para se manter na equipe e nem nisto teve exito)

    • André Fonseca disse:

      Para véio, comparar o Kubica com o “Capotonso”???

      Coitado do Kubica!!!

      • José Guilhermo disse:

        Coitado mesmo, o Alonso pelo menos foi bi mundial o Kubica poderia ter sido campeão, talento não lhe faltava, poderia estar ai quem sabe na mercedez no lugar do nick rosberg mas resolveu disputar outra categoria nas férias, deu no que deu

  46. Daniela disse:

    Gostei da corrida. Primeiro que largada sensacional da Ferrari! E melhor ainda foi ver que no começo da corrida com pneus iguais as Mercedes e ferraris estavam andando no mesmo ritmo. O fato de Lewis não passar toro rosso só confirma isso. A batida do Alonso foi culpa dele e ainda bem não teve consequências pois foi feio. A Ferrari perdeu na estratégia mas foi bom ver que eles estão perto sim e que me parece que não será o passeio do ano passado.

    • Kkkkk! disse:

      A Ferrari perdeu pra ela mesmo. Inaceitável o Vettel com pneus com metade das voltas do Hamilton não conseguir passar e ainda cometer um erro grotesco, vergonhoso, como é quase rodar sozinho.
      Alonso vinha em 14o, se você reparar o volante do piloto da haas, ele vira um pouco pra esquerda, como fez o Perez em cima do Massa no Canadá ano passado. Culpa de quem vem atrás, brake test não é ilegal, mas esse é o preço por brigar no pelotão intermediário.
      Enfim, uma pena, carro pra título eles têm, falta piloto.

      • gunner disse:

        O KKKKK! deve ser fã de Joseph Goebbels, marketeiro nazista; é por isso que vive repetindo mentiras.
        O espanhol aposentado, que mais parece iniciante, errou e assumiu a culpa. Ponto final!

        Alonso: Maldito eu!
        Hamilton: Maldito Sainz!
        Fãs do espanhol aposentado: Vettel não conseguiu ultrapassar porque é ruim.

      • Kkkk! disse:

        Kkkk! Pqp! Não entendi uma palavra do que esse beócio escreveu, alguém traduza pra mim. Tem q ser torcedor do alemão terceirão mesmo, kkk!

      • Paulo Pinto disse:

        Traduzirei o primeiro parágrafo, Vicellez:

        Você repete tantas vezes que Alonso é o piloto mais completo do grid, que acaba acreditando nessa mentira!

        “Uma mentira repetida mil vezes, acaba se tornando verdade”.
        Joseph Goebbels

      • Gunner disse:

        Mas é claro que você não me entendeu, “kkkk!”; assim como não entende que o espanhol aposentado não consegue mais nem virar o volante. Irá tomar outro “sacode” do Button!

        E não seja covarde; responda a minha pergunta mais acima > Você é o Francisco M.??? (em sinal de respeito, não completo o “M”)

    • Zé Tros disse:

      Não foi a Ferrari que fez uma largada sensacional, foi a Mercedes que fez uma largada horrível.

  47. Carlos Capacete disse:

    Essa corrida no Parque do Albertão foi boa msm!! Grande resultado para o Grosjean e para o mestre Luis, q depois da largada terrível, conseguiu o segundo lugar!! Rumo ao tetra!! E é sempre bom ver a equipe do pangaré amarelo perder uma corrida!! Hehehe
    Só não fiquei mto contente com a volta do formato antigo do treino. Acho q poderiam modificar algumas coisas nesse novo formato!! Manter o q deu certo e remover o q deu errado. Poderiam consultar os pilotos, engenheiros, chefes, sei lá… Algumas pessoas sugeriram mudar o esquema de pneus no Q3! Vi tbm pedirem para aumentar o tempo da tentativa de volta rápida, pq 90 segundos é realmente pouco. Ou será q nunca ficaria decente esse formato de treino?

    • guilherme disse:

      O novo velho formato de classificação era um desastre e não havia como salvá-lo sem que fosse completamente desfigurado e, mesmo assim, continuaria sendo contra a alma do esporte de dar tempo igual de pista para todos. Além disso, qualquer mudança no prazo de eliminação iria requerer que a sessão fosse estendida para muito além de uma hora, o que é inviável por causa de contratos com TVs do mundo inteiro. Nenhuma emissora iria querer passar um treino classificatório de uma hora e meia, duas horas, ainda mais com o campeonato já em andamento. Só não ia fazer diferença pra RGT, claro, que ia mostrar os últimos 15 minutos de qualquer forma e achar que não faz falta para os espectadores.

  48. Valmir Lopes disse:

    Ótima corrida. Achei massa muito conformado, me parece que a willians não passa disso. Acho será um bom campeonato. Que tenhas um bom dia, um dia do caralho.

  49. Marcos Gomes disse:

    Então ontem, dia 19 de março, foi dia de São Zé das Madeiras.

    • Alfredinho disse:

      O dono do blog gosta de brincar com o sagrado e alguns o seguem. Um pouco de respeito seria bom para todos.

      • Marcos Gomes disse:

        E onde se faltou com o respeito?

      • J Fernando disse:

        Alfredinho, considerar Zé das Madeiras como um termo ofensivo para José, o Carpinteiro, parece um exagero sem tamanho.

      • Alfredinho disse:

        Cada um vê de um modo diferente. Eu vejo da seguinte maneira: quem não crê ou não gosta, que se abstenha de comentários chulos.

      • Marcos Gomes disse:

        Alimentando esta desnecessária discussão… Nem sei se o dono do blog sabia que dia 19 de março é comemorado, para os que creem, gostam e comemoram como eu, o dia de São José, pai de Cristo. Creio que sabia porque ele não me parece ser uma pessoa que não dá um ponto sem nó.
        De forma alguma achei o texto do blogueiro e o meu comentário ofensivo ou desrespeitoso. Ofensivo e desrespeitoso, para mim, é vir aqui e falar que eu tenho que me abster de fazer um comentário sendo que quem diz isso nem é o dono do blog. Este pode me dizer se devo ficar quieto ou não, pode publicar ou não o que escrevi, porque o blog é dele.
        Então, menos por favor. E vamos sorrir mais para a vida, porque ela retribui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>