MENU

quarta-feira, 23 de março de 2016 - 17:33F-1

QUANTO MAIS MEXE…

SÃO PAULO (são muito burros) – Parece que ainda não desistiram totalmente do formato “dança das cadeiras” de classificação. Depois de anunciar que o modelo usado até o ano passado seria retomado no Bahrein, há informações dando conta de que os dirigentes pensam em algo “híbrido” para a próxima etapa do Mundial. O Q1 e o Q2 seriam disputados no formato novo e o Q3, no antigo.

Eles não se cansam de pensar — e de fazer — bobagens.

27 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Não importa o modelo. Os mesmos de sempre, sempre na frente.

  2. Henrique Barros disse:

    Gostei do no formato. Mas não vi ninguém falar do que mais melhorou na f1. Os pneus para livre escolha da equipe. Isto sim, achei fantástico. para melhorar deveriam dar mais dos melhores da corrida para as equipes mais fracas e ir tirando este benefício a medida que elas fossem conquistando resultados expressivos.

    Henrique Barros /Salvador /Bahia

  3. Rileudo disse:

    Eu gostei muito do Q1 e o Q2…atuais…O Q3, realmente tem que mudar…Voltar ao antigo não me parece a melhor solução…Dar 3 jogos de pneus mais macios, para os ´participantes do Q3, talvez fosse a melhor…Assim teríamos todos em pé de igualdade com relação aos sapatos…

  4. Alfredinho disse:

    É normal. Quem manda nunca entrega a rapadura.

  5. Erton disse:

    A impressão que dá, é que a F1 está cada dia mais uma categoria decadente.
    A impressão que dá é que a F1 está para acabar!

  6. Riacardo Bigliazzi disse:

    Continuam a fazer merda… estava bom no jeito dos últimos anos. Era a unica forma das equipes menores terem pelo menos 15 minutos de exposição no inicio dos treinos.

  7. Brabham-5 disse:

    Será que algum idiota da FIA vai gritar que é uma tentativa de “golpe” dos pilotos da F1 se os pilotos se rebelarem contra mais essa idéia cretina?

  8. Brabham-5 disse:

    Passou da hora da GPDA mudar o tom e fazer uma greve geral para os treinos da próxima corrida. Boicote aos treinos.
    Faz largar de acordo com a ordem de chagada da última corrida.
    Esse velhos não respeitam outro “tom” diferente para fazer acordo, ou ceder em suas bobagens.

  9. Victor disse:

    Agora sim vai ficar ótimo, o bom de um e o bom do outro! Gostei!

  10. Silvio disse:

    Eu gostei do Q1 e do Q2… mudaria os tempos para classificar apenas 6 para o Q3 e os 6 teriam 1 pneu supermacio novo para dar uma volta lançada cada um separadamente do sexto para o primeiro do Q2

  11. askjao disse:

    O que tem de erro no formato novo é justamente o Q3. Os dois primeiros foram muito bons. Talvez, esse novo formato híbrido seja a solução.

  12. Flavio Bragatto disse:

    Acho que qualquer forma diferente de se colocar os mais rápidos na frente, desmerece a competição.

  13. Victor disse:

    Tudo isso é, no final das contas, nos bastidores, cartadas no jogo de poder entre os times (principalmente aqueles que fazem parte do famigerado grupo estratégico) e a FIA/FOM. Quando uma ideia é posta a mesa, seis times (Ferrari, Mercedes, McLaren, Williams, Red Bull e Force India) e mais representantes da FIA e da FOM votam para decidir se a coisa vai ou não a frente. Quando FIA e FOM votam a favor (onde cada uma tem um voto de peso 6, totalizando 12), de nada adianta o grupo estratégico citado (equipes acima citadas, onde cada tem voto de peso 1) votarem contra. Ou seja, a cada proposta sancionada por FIA e FOM que não da certo, como esta do sistema de eliminação, só faz aumentar o argumento que os times tem de que, na mão deles, as coisas seriam “bem melhores”.

  14. Glauco Tavares disse:

    De tanto tentar uma hora eles conseguem acabar com a F1.

  15. Jorge Silva disse:

    Mas a decisão de voltar ao sistema antigo foi um decisão totalmente emocional. Não se deram o tempo para analisar o que deu errado, que foi apenas o Q3.
    É como a Pirelli falou, essa regra permitiu que os grandes fossem para o Q2, que é o pneu que se larga na corrida, com os compostos mais rápidos e que mais se desgastam ao invés do pneu mais conservador como faziam antigamente. Isso permite uma maior variante de estratégias e da mais chances das médias se embolarem no meio das grandes.
    Ainda bem que alguém parou para pensar, o novo modelo tem potencial, só precisa ser aperfeiçoado e não abandonado. Se adotarem esse híbrido teremos 45 minutos de treino e não apenas 10 minutos como antigamente.

  16. José Marinho disse:

    Também pensei neste formato ia até enviar a sugestão a FIA, acho que ir apenas 8 para o que Q3 errado, e começar contar 90 segundos do mais lento quando este esta nos boxes também injusto isso acho que foi mais falta de tempo de programação do soft, o cara que esta mais lento tem que ir para pista abrir a contagem, o que vimos foram carros nos boxes e abriu contagem para eles nem dava tempo de sair abrir volta e tentar algo como o Kvyat.

  17. Bruz disse:

    Acontece que o problema nem é o tipo de classificação e sim os pneus Parrelli.
    A Parrelli e FIA disponibilizam 2 tipos de compostos Premium -os mais duros para essa prova- para serem usados na corrida com a obrigatoriedade de usar apenas um. Ainda disponibiliza 1 jogo de pneus do composto mais gosmento para ser usado na Q3 por quem chegar até ai. E esse jogo de pneu eles tem que devolver para Parrelli, E ai está o X da questão, porque quem fica na Q2, então ganha eles de premio.
    Como os pilotos tem apenas 4 jogos de pneus daqueles que eles escolheram para a classificação e corrida, o fator pneu termina sendo o limitante.
    Como eles vão dar volta no Q3 se o resto está já na lona o guardado para corrida??
    Eu propondría uma solução boa para Parrelli.
    Quem ficou na Q2 fodasse, não recebe nada. E quem foi pra Q3, então da todos os jogos que precissar. A ver se com tanta disponibilidade de borracha os negos não vão rolar até o final para ver quem é mais fera.

  18. AS disse:

    Eu tinha dito… o Q3 foi uma droga mas os outros salvaram-se. Bem… seguindo o filosofo Victor Martins, libera pneu pra molecada e vai ser divertido… dá até pra aumentar o treino pra 1hora e 15… hehe…. Que voltem os pneus de classificaçao !!!

  19. Luis disse:

    Continuo com a sugestão de colocar uma música alegre durante o treino para deixar a dança mais emocionante: https://www.youtube.com/watch?v=hUF13nARr0Q

  20. Helton Fernandes disse:

    o Q1 foi bacana. O Q2 foi mais ou menos, pouco melhor que os Q2 do ano passado.
    O Q3 foi um fiasco. O único fulano feliz foi o Rosberguinho com um felicidade quase canina. parecia um boxer babando e pulando quando saiu do carro.
    Acho que a pole deveria valer pontos. Isso estimularia os pilotos e as equipes.
    Seria legal a pole valendo 2 pontos, melhor volta 1 e mais voltas na liderança 1 ponto tb.

  21. Rogerio disse:

    Po Flávio não entendi sua postura. A classificação no Q1 e Q2 foi ótima, emocionante, os carros sendo focados por eliminação, ou seja distribuição justa de imagem na TV. O Q3 foi péssimo, mas assim pode melhorar. Tem que se louvar a tentativa de mudar a categoria. Seja mais relax my friend,

  22. Mustavo disse:

    Para funcionar essa estória todo mundo teria que classificar com o combustível da corrida, não teria Q1, Q2, Q3, só uma Qzão de 40/60 minutos, eliminando a partir de 20/30 minutos. Ao menos se veriam os carros rodando queimando gasolina e ainda se vi um ou dois pits.
    Mesmo na Australia, precisa de pelo menos 10 minutos para completar uma segunda tentativa, se somar outlap, hotlap, inlap, turn around, outlap, hotlap.
    Só nessa, não dá tempo os primeiros eliminados fazerem duas tentativas. Ainda mais que parece que estão reabastecendo com uma canequinha.
    Na Bélgica vai ter gente eliminado antes de por o macacão.

    • Leandro disse:

      Vai continuar fácil pros ponteiros. Tem que criar mais equilíbrio pra que eles tenham mais dificuldades pra superar, mais risco de ficar de fora… O Q1 e o Q2 suprem bem essa lacuna, apesar de o Q3 não suprir tanto.

  23. Thiago Christao disse:

    Valido , Q1 e Q2 no dança das caseiras e Q3 sem dança das cadeiras . Ai todo mundo tem tempo de tentar 2x. mas , ainda acho que uma hora direto de Seja o que Deus quiser o mais emocionante, todo mundo
    tentando até a ultima ponta .

  24. Jairo Mouzzez disse:

    Flávio, não seria interessante essa nova fórmula pro Q1 e Q2 e manter a antiga pro Q3? Achei muito bons os Q1 e Q2. O Q3 ficou sem graça. Mas se retomar a fórmula pro Q3 pro antigo, poderiam deixar o treino interessante. Ja imaginou a loucura de Q1 e Q2 com pista secando? Seria legal!

  25. Adriano Silva disse:

    Bom, na Austrália o Q3 é que foi um desastre total. O Q1 se salvou, o Q2 nem tanto. Vai que dá certo… tem que tentar mesmo. Daqui pro final do ano o Bernie inventa de propor sorteio ou bingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>