MENU

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018 - 18:14Imprensa, Indy, IRL, ChampCar...

SEM TÉO

teojosebanddivRIO (que inferno) – Fiquei sabendo agora, e nem tive tempo de falar ainda com o Téo José. Seu contrato com a Band não foi renovado, depois de 12 anos ininterruptos na emissora. Téo é a voz da Indy no Brasil desde 1993, quando passou a narrar as corridas da categoria americana na extinta TV Manchete. Profissional de enorme competência, versátil — narra corridas com a mesma desenvoltura com que transmite futebol, carnaval e aquela briga dos bois em Parintins –, corretíssimo, já avisou que não pretende parar e que “está no mercado”. Também narrou F-1 na ex-rádio Jovem Pan — emissora que agora é outra coisa.

Lamento por ele, pela Indy, pelos telespectadores, e pouco posso — ou quero — dizer sobre a emissora do Morumbi. Ela parece estar se esfacelando, com demissões em massa e qualidade editorial e jornalística morro abaixo, seja na TV, seja no rádio. O abismo para o qual este país foi empurrado após a sabotagem ao governo de Dilma Rousseff atingiu todo mundo em cheio, embora não se possa falar em crise quando se observam as fortunas pessoais dos donos dos meios de comunicação. Eles vão muito bem, obrigado, as fazendas seguem nos mesmos lugares, helicópteros, aviões, mansões e carrões permanecem ativos e funcionais. Os funcionários, bem…

Se Téo ainda não definiu seu futuro, menos ainda se sabe sobre o que será das transmissões da Indy pelo canal. Não tem mais equipe. Espero que pelo menos cumpram o contrato com a categoria e mostrem as corridas.

Boa sorte aos profissionais que serão destacados para a missão. E sucesso ao amigo, que não deverá ter muito problema para se recolocar. E se não der, vai saber muito bem o que fazer para levar uma vida sossegada na sua amada Goiânia.

63 comentários

  1. Dartha disse:

    Um dos melhores narradores de corridas que vi. Um dos poucos que realmente conseguem transmitir emoção do que acontece na pista para o telespectador.

    Como um narrador que narra uma corrida assim (link abaixo) pode ficar fora da TV?

    Fórmula Indy 2017 – 500 Milhas de Indianápolis – FINAL (Band, 28-05-17), com Téo José
    https://www.youtube.com/watch?v=v3ozmOmLIpA

  2. rogerio de carvalho disse:

    Eu queria ver um programa com Flavio Gomes e Ricardo Boechat!!!!!

  3. WINSTON MIRANDA PAIVA disse:

    Melhor seria se a Indy fosse para FOX ou ESPN, mas melhor FOX mesmo, com Téo, claro

  4. Ricardo disse:

    o que esperar de um canal que vende horários pra essas igrejas de tirar dinheiro de trouxa ?

    um canal que coloca aqueles programas caça-níqueis onde os otários ligam e nunca entram ao vivo ?

    A saudosa BAND, com figuras inesquecíveis como Flávio Cavalcanti, Luciano do Valle e Joelmir Beting, acabou faz tempo.

    infelizmente.

    só faltam chamar João Kleber, com as pegadinhas falsas(como aquelas fake do Leão), e afunda o resto.

    bom domingo, Flávio e demais.

  5. Luís disse:

    Acho que estamos em um momento preocupante onde um fato complicado de uma crise é atribuída a fatores x e y quando é público e notório os fatos que levaram a essa situação. Pessoas que, levadas por opiniões ideológicas renegam o bom senso e a busca pela verdade usando suas funções na sociedade como um campo de batalha para uma proposta utópica que é incapaz de produzir algo construtivo por si mesma, e imaginar que algum tipo de ponto comum para trabalharmos nos problemas difíceis que temos pela frente parece ser impossível, afinal, como que pode ocorrer um diálogo democrático entre indivíduos se os comunistas são contra os próprios conceitos de diálogo, democracia e indivíduo?

  6. Gustavo disse:

    Boa noite, dois!

    Fiquei “muito tempo” esperando a estreia do então canal do esporte na mais bela capital do Brasil, o que somente ocorreu em outubro de 1989, canal 10 VHF e canal 15 UHF, TV Capixaba, para assistir justamente ai show do esporte. Como tudo nessa vida mudou, desde então.
    Volta querida! Que falta faz a Dilma!
    Por exemplo, para quem se interessar e acho difícil alguém de rede social se interessar, segue aí link que já ajudou a minimizar a dor e o prejuízo de muitos brasileiros:
    http://economia.ig.com.br/2016-05-31/novas-regras-duracao-descumprimento-e-mais-saiba-como-funciona-o-aviso-previo.html
    Ou,
    Lei nº 12.506/11.
    O doutor sociólogo, fez algo parecido?

  7. Tiago s disse:

    Flávio vc é um dos melhores escribas, seu livro é sensacional e inclusive lamento a redução de textos e o aumento dos vídeos, mas entendo que o tempo está curto.
    Mas não consigo entender a sua interpretação do governo, ok sua posição política, mas o Temer foi vice da Dilma e está fazendo um governo de recuperação muito melhor do que os últimos 5 anos dela.
    Não precisa olhar tudo só dois indicadores de 2014 a 2017: PIB e IPCA, acompanhados da projeção 2018.
    Um terceiro e último indicador é do IBGE de 2016, ainda com a Dilma em posse onde 52% dos brasileiros estavam abaixo da linha da pobreza, caindo a mascara das bolsas.
    Ao meu ver está muito melhor e não encontro evidências contrárias

  8. Leandro Batista disse:

    Sou da época em que a TV Bandeirantes exibia aos domingos o bom Show do Esporte. Como nunca fui ligado a programas de auditorios, então passava o dia vendo competições do que fosse, e uma delas era a Formula Indy. Com o tempo foram diminuindo a programação esportiva e depois que o Luciano do Valle se foi, acabou de vez. Uma pena…

  9. Humberto disse:

    Afffff, FG muito inteligente mas alienado

    • Nilton Lopes disse:

      Eu entendi. O governo era bem fraco, Dilma levava as coisas a ferro e fogo e cometeu muitos erros. Muitos (oposição, empresários, setores da mídia, congressistas corruptos, outros sedentos de poder) viram nisso uma oportunidade de empurar a capivara que já estava a beira do barranco e apostaram no quanto pior melhor para piorar uma situação que já era ruim, só que erraram a mão e passaram do ponto.
      A crise do além do que iria, a justiça lhes bate na porta (sem o empenho com que vai em alguns, mas bate) e o resultado é o que está aí.

  10. Vinicius disse:

    A Indy merecia uma casa que desse mais atenção à categoria, ainda que seja na TV paga. As corridas são sempre interessantes, a geração de pilotos que está lá é boa e ainda há toda a tradição das 500 Milhas de Indianápolis. Torço para que algum canal invista mais na categoria e leve o Téo José junto, porque de Indy poucos entendem mais que ele.

  11. Carlos Tavares- Campinas Sp disse:

    Pois é…. A Band realmente é pior que a Globo. Manda embora verdadeiros jornalistas diplomados e continua com Neto, Denilson, Fogassa, Carosella, Jackin. Triste fim do jornalismo verdadeiro.

  12. Alex disse:

    Excelente narrador o Téo José. Ágil, bom conhecimento, talvez seja o melhor neste momento. Sobre a Bandeirantes, sempre foi, como a maioria dos meios de comunicação, um mero dispositivo da direita e o golpe contra Dilma foi só mais um exemplo. Não precisamos desse tipo de imprensa

  13. João Ferreira disse:

    Pois é, com a saída do Téo José, talvez acabem nem transmitindo mais…E caso transmitam, é possível que fique para o Celso Miranda, caso permaneça na Band.

  14. Fábio Peres disse:

    Téo José deveria ser o narrador da F1 na TV aberta. Galvão e seu ego, porém, jamais deixarão que isso ocorra.

  15. Ulisses disse:

    Na verdade, foi uma pena para a Band! Quem perdeu na verdade foi a emissora!
    Teo é de uma competência ímpar, fala o necessário, informa bem, é simpático, chega ao ponto de transformar corridas monótonas em verdadeiros informes jornalísticos.
    Se eu fosse a Globo, …. huuuummm, ….. o cara está agora dando sopa no mercado, ela só teria a ganhar em ano de copa do mundo, sem dizer na Fórmula 1, com a aposentadoria (?) eminente (?) do Galvão Bueno.
    Além do que, Teo na F1 seria tudo de bom!

  16. Daniel Cantera disse:

    Vai fazer falta…
    Com certeza o mercado vai da a ele uma continuidade
    Ja que falou Dela…Ela não esta fazendo falta
    Com certeza o eleitorado não vai dar a ela continuidade

  17. Carlos Pimenta disse:

    Ouvir o Boechat na Band-FM pelas manhãs, está insuportável. A parcialidade daquele jornalista em não reconhecer os absurdos jurídicos contra o Lula-2018 chega ao ridículo, a tendência em seus editoriais está insana. Como somos fruto de nossas escolhas, por coincidência ou não, hoje vindo para o trabalho, decidi que não sintonizarei mais aquela rádio para ouvir o programa as 7 da manhã: CHEGA .

    • Claudio disse:

      Insuportável é o Boechat, tem certeza?
      Absurdos jurídicos, tem certeza?
      Oh loco, tá loco, so rindo e muito.

      • Carlos Pimenta disse:

        Ah, é normal o que está acontecendo com o Ex-presidente Lula ?? BEÓCIO, APEDEUTA. Mais uma hiena da direita chucra. Mais uma cavalo do famosa mercado. Sugestão: Leia O POVO BRASILEIRO, também A SOCIEDADE DO ESPETÁCULO, mas para um energúmeno como você já aviso: LER DÓI.

      • Carlos Pimenta disse:

        Cara, tira a panela do Cú, pois a gasolina já bateu nos 5 contos de reis. E culpa sua filho da puta, a fome já assola este pais imbecil. Pega sua camisa amarela, sua Tramontina falsificada, e vai pra rua imbecil idiotizado.

  18. Carlos Pimenta disse:

    Ouvir o Boechat na Band-FM pelas manhãs, está insuportável. A parcialidade daquele jornalista em não reconhecer os absurdos jurídicos contra o Lula-2018 chega ao ridículo, a tendência em seus editoriais está insana. Como somos fruto de nossas escolhas, por coincidência ou não, hoje vindo para o trabalho, decidi que:

  19. Ricardo Bigliazzi disse:

    Quanto ao Téo José, não conseguirá gozar nem 30 dias dessas “férias forçadas”.

    Já quanto a situação de rescaldo que vivemos hoje, não há como negar que a Senhora Presidenta destruiu o País, não se trata de aplicação de novilingua ou de um simples duplipensar que alterará o rumo da história que está gravado em nossa memória.

    Nunca antes na historia desse País atos destrambelhados de uma Presidenta – que não conseguia acabar uma frase com “começo, meio e fim” – foram capazes de colocar milhões de pessoas desempregadas e instituir o caos público e econômico no País.

    Isso não é uma defesa do Temer (que na verdade é “farinha do mesmo saco”, não há duplipensar que faça um brasileiro médio esquecer que o atual Presidente foi convidado – por duas vezes – a ser Vice Presidente da própria Dilma, convidado que foi pela Dilma e seu Tutor Lula) ou dos reaças coxinhas de direita. É apenas uma questão de bom sendo e racionalidade.

    Nem mesmo o nosso Lula aguenta essa Senhora, que com uma atuação perfeita (ironic mode on) conseguiu jogar na lata do lixo um dos maiores e mais bem executados programas de poder que esse País nunca antes tinha visto.

    • Nilton Lopes disse:

      Com sinceridade, foi “só” a Dilma ou ouve um quanto pior melhor por parte de oposição, congressista tentando se livrar da lei dando um boi de piranha para depois estancar a sangria, mídia querendo favorecer os seus, etc e a coisa passou do ponto?
      Deixaram a tia “tentar” arrumar ou votaram contra qualquer medida proposta para depois aprovar meios de contenção e arranjos semelhantes após o impeachment, já no governo Temer, para melhorar o cenário?

      • Luiz (o outro) disse:

        Pois e, caro Nilton! O pessoal faz de conta que esqueceu das punhaladas que a Dilma levou dia após dia do congresso e da imprensa para causar instabilidade política e econômica no país e criar condições para o golpe…

  20. Romero disse:

    Fiquei sabendo que o “craque” Neto irá narrar as corridas!!!

  21. Sanzio disse:

    Minha única preocupação é saber onde o Teo vai narrar a Copa. A Band que se foda!

  22. Braúna disse:

    Não cabe na SporTV?

  23. Robertom disse:

    O Téo sabe narrar corridas, mas sempre o achei chato, repetitivo, gritalhão e exagerado nos bordões, a Band tem opções melhores, na minha opinião.
    Celso Miranda, ótimo, entretanto seu estilo contido talvez não agrade aqueles que apreciam um animador de torcida, e Luc Monteiro, o melhor, porém sem experiência internacional.
    Resta saber se com essa crise interna, a emissora conseguirá transmitir a F. Indy…

  24. moisesimoes disse:

    - Essa é a emissora que corta a Indy500 por causa de futebol de quinta categoria?
    - Essa é a emissora que diz que cobre a Indy mas manda você acompanhar “tudo” no Band Esportes?
    – Esse é o “canal do esporte” cujo jornalismo foi e é varonilmente um fantoche do PMDB?
    - Esse é canal que não tem vergonha na cara de dizer que “apenas um narrador deixou a empresa”? Que é isso! Tem é que se lascar mesmo, essa porra!
    Vou dar o meu jeito de ver em qualquer lugar o compacto da Indy mas não vejo mais nada nesse canal. Capaz de ter um livestream até mesmo no Youtube. Não tem mais F-Truck também, então que mostrem pessoas cozinhando ou tentando cantar.

    E nada de manipulação ou a frescurenta da F1 pro veterano. Assim como Indy não é para globo, Téo não é pra F-1. É como ouvir Galvão narrando 500 Milhas: nada a ver.
    O Homem do Baú poderia dar uma forcinha aí na nostalgia. Pois a recópia não vai querer , nenão? Sim, a FOX é uma boa. Mas dá pra competir contra o futilbol?

  25. pedro araujo disse:

    o interessante é que em teoria a midia tradicional deveria estar com um certo refresco depois do golpe, vide o aumento violento de gasto da secom com publicidade pra esse seto depois que o temer assumiu…

    alias, esse foi o interesse de curto prazo da grande imprensa ao apoiar e especialmente fomentar o impeachment…

  26. Araujo disse:

    A Globo poderia pegar carona nessa renovação promovida pela Liberty Media e aproveitar para dar uma renovada na transmissão da F1, a começar pela contratação do Téo José para narrar as corridas.

  27. Serafim disse:

    Depois que a Band deixou de passar o Cine Band Privé o canal podia desaparecer. Depois que veio o neto, então…

  28. Wanderson Marçal disse:

    Problemas da imprensa bem descritos por você à parte, é preciso salientar também a absurda incompetência da família Saad na condução de um império que ganharam do governo paulista pra reproduzir em São Paulo o que os Marinho conseguiram no Rio. Nunca chegaram nem perto. No começo dessa década inclusive conseguiram o absurdo de ter mais de 10 vice-presidentes e cada um puxando a corda pro seu lado. Um deles, tio do Vitor Meira, o Marcelo, bateu o pé até quando deu pra manter algum espaço para a Indy na casa, mas também colocou a empresa em situação delicada com o enorme prejuízo da realização da corrida aqui em São Paulo. Vazou ano passado. E com sua tava meio que na cara que o espaço para o esporte em geral na casa seria diminuído.

    Mas, para além dessas questões pontuais, dá pra dizer que o Grupo Bandeirantes está morrendo. Não tanto pela conjuntura difícil quanto pela incompetência de quem guia o barco. E quando for, não irá tarde.

  29. Fabiano Belich disse:

    A qualidade editorial e jornalística da mídia em geral realmente está indo para o ralo. Isto tem ficado evidente depois do começo da desmontagem das equipes/demissões em massa. A qualidade dos textos e o conteúdo médio das matérias está de chorar. Parece até que estão sobrando apenas os estagiários menos talentosos.

    Quanto á causa principal deste cataclismo jornalístico, acabo de aprender que a culpa pela invenção da Internet e a consequente derrocada da mídia impressa está diretamente relacionada com a defenestração da sumidade Sra. Presidenta.

  30. Wesley Andrade disse:

    É uma pena. Passei a acompanhar a emissora em 1999, por causa dos seus programas, muitos dos quais interessantes, principalmente nas noites, e nos fins de semana,

    Hoje, sua qualidade decaiu bastante,,,

    Será que não há a possibilidade de contratar o Téo José e/ou trazer as transmissões da Indy para a Fox Sports?

  31. Adriano disse:

    Com a morte do Luciano do Valle o exporte também na Band também pereceu.

  32. joel lima disse:

    Estou na casa dos 40 anos. Portanto, adolescente, vi muito a programação esportiva de domingo. O auge de Maradona e Careca no Napóli narrado pelo inimitável Silvio Luis; as vitórias de Emerson na Indy e meu pai gostava muito de ver o Rui Chapéu na sinuca (eu não curtia rs ). A Família Saad, com sua habitual incompetência, vem apequenando o grupo até no nome (trocando Bandeirantes por esse ridículo Band ). Nem a rádio escapou. A bandeirantes chegou a reunir o melhor time de repórteres e comentaristas no rádio. No caso dos repórteres, trocou todos pra contratar gente nova, começando. Do time de comentaristas de ponta, só ficou Claudio Zaidan – o corte começou com a saída do Mauro Betting, que deu o maior rebu até internamente, pois foi feita sem avisá-lo. No caso da tv, o tiro de misericórdia foi quando o grupo, provavelmente por falta de dinheiro, não renovou a transmissão do campeonato brasileiro de tv de 2017 – aliás, um cambalacho que a Globo fazia pra não ser acusada de monopólio. Com o golpe, os Marinhos viram que nem precisavam continuar essa simulação e decidiram que só ela passaria os jogos e mais ninguém. E seu jornalismo é praticamente uma espécie de Voz do Brasil do governo Temer. Só falta mesmo fechar a tampa do caixão.

  33. Ze Dirceu disse:

    Moro em Goiânia e so hoje descobri que o Téo José é daqui. Me surpreendi, pois a maioria e fo Eixo.Rio-São Paulo que é muito importante, mas o Brasil não se resume a ele.

    Sobre o fituro profissional do respeotado jornalista, bem que ele podia fazer umas participações no Grande Prêmio (no Paddock GP também seria muito bom). Fica ai a ideia.

  34. perna quebrada disse:

    Copa, já era…

    A única coisa que vai sobrar vai ser o Master Chef.

    E pensar que essa emissora gasta os tubos com Reinaldo Azevedo…

  35. Mansell disse:

    Ele gritava exageradamente no final da corrida e o “mute ” entrava em ação.
    Ele tb dava apelidos bobos aos pilotos. Holandês voador, operário da velocidade japonês sei lá o que. Ufa

    • Luigi disse:

      Ele foi o melhor discípulo o Luciano do Valle no quesito ufanismo exacerbado e oba oba com pilotos brasileiros.
      Também achava idiota(ou para idiotas) essa mania de adjetivar qualquer esportista que se destacava positiva ou negativamente.
      Gosto do estilo do Edgardd de Mello Filho , que tem seu vocabulário próprio, mas sendo do ramo ,qualquer apaixonado por automobilismo, gosta. Do que o vocabulário de narrador de outros esportes que acidentalmente tiveram que narrar corrida.

  36. Paul disse:

    Para uma emissora que tem o sujeito Neto como o máximo, está indo no mesmo caminho da qualidade dele.
    A Band não vai fazer falta nenhuma se deixar de funcionar.
    Sempre foi cópia mal feita de tudo. Nem o Masterchef, que é bom em outros países, se salva. Aquele francês é ridículo, um neto da gastronomia.

    • Ricardo Bigliazzi disse:

      A Band anunciou que o programa do “Craque Neto” terá uma hora “A MENOS” diariamente.

      Já é um começo, deixa o IBOPE dar os seus primeiros resultados e a BAND elimina a hora que restou do programa do “Craque Neto” no ano que vem.

  37. Paul disse:

    Flávio, não foi sabotagem ao governo e sim do governo.

  38. Danilo Candido disse:

    Seria uma boa que fosse para a Globo narrar F1, no lugar daquele insuportável do Luís Roberto.

  39. Cláudio Aun disse:

    Pena .
    Não sei nos outros esportes mas.no automobilismo conhece muito pouco .e berra mais que porco na hora da morte

    • Luigi disse:

      Caro Cláudio, seja solidário, talvez ele o fassa para que aqueles que tem o infortúnio da perda da visão possam ” ver” através de sua narrativa. Desde que não se incomodem com a mania de adjetivar pessoas e as incontáveis repetição da mesma frase , como se fosse um eco . Um maldoso amigo meu gosta de chama-lo de Téo Joséco.
      Mas há quem goste,fazer o que! Gosto é gosto.

  40. Miguel disse:

    A esta altura, a Band não é sequer um arremedo do “canal do esporte”, que nos anos 90 garantia uma programação esportiva variada e de boa qualidade nos finais de semana. Restaram apenas os programas esportivos de piadinhas e histeria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>