MONIQUINHAS (3) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 27 de maio de 2018 - 12:50F-1

MONIQUINHAS (3)

mon183

SÃO PAULO (zzz) – Bom, não foi lá essas coisas. Mônaco tem disso. Às vezes suas corridas são bem chatas. Quando ninguém comete erros, não há batidas, safety-car, chuva, é assim. Neguinho larga e chega onde largou. Acontece. Aconteceu hoje.

A única coisa boa da prova foi ver a justiça ser feita a Ricardão. O cara foi o mais rápido em todos os treinos, fez a pole e liderou todas as voltas. A vitória que ele deixou escapar em 2016, por conta de uma trapalhada da Red Bull, desta vez veio sem sobressaltos. Talvez um sustinho técnico, na altura da 29ª volta, quando seu carro, aparentemente, perdeu potência permitindo a aproximação de Vettel. A comunicação de rádio se tornou frenética, com o australiano querendo saber exatamente o que estava acontecendo. Num determinado momento, o time disse que já sabia e procurou tranquilizá-lo.

E o problema, fosse qual fosse (ainda não recebi os informes da equipe), acabou sendo resolvido. E mesmo com um carro um pouco mais lento, Daniel seria capaz de segurar a Ferrari do alemão. Afinal, trata-se de Monte Carlo. Onde ninguém passa ninguém.

Nem Verstappen, que largou em último e chegou em nono. Passou gente, é verdade. Mas ultrapassagem para valer, mesmo, foi fazer só na volta 58, sobre Sainz Jr., por fora, na saída do Túnel. Bela manobra, diga-se, a única com algum grau de dificuldade. Essa escalada de posições, porém, só foi possível porque Max esticou seu primeiro stint até a volta 48, ganhando bastante terreno sobre a turma que teve de parar antes. Não teve nada de brilhante, sua recuperação. Ele tinha carro para fazer dobradinha com Ricciardo. Só não aconteceu por causa de sua barbeiragem no sábado, ao bater no treino livre. Não pôde nem fazer a classificação e partiu na rabeira. Desperdiçou uma ótima chance.

O GP monegasco foi disputado com tempo nublado e 25ºC de temperatura. A Mercedes, em rara corrida sem favoritismo, tratou de minimizar seus prejuízos com uma corrida, digamos, de segurança para Hamilton. O inglês parou na volta 12 com seus pneus hipermacios em más condições, problema que o time enfrentou também no carro de Bottas. Lewis foi o primeiro a fazer seu pit stop. Numa pista normal, pelo desgaste que teve até o final, seria necessária uma segunda parada. Mas em Mônaco, não.

Gasly e Hülkenberg foram outros pilotos que demoraram para fazer a parada e, a exemplo de Verstappen, se beneficiaram disso para conseguir boas posições finais. O francês da Toro Rosso trocou seus pneus na volta 37 e chegou em sétimo. O alemão da Renault só foi parar na 51ª e recebeu a quadriculada em oitavo. Os seis primeiros (Ricciardo, Vettel, Hamilton, Raikkonen, Bottas e Ocon) terminaram exatamente nas posições em que começaram.

Houve dois pequenos dramas na corrida. Um com Alonso, que quebrou o câmbio quando ocupava o sétimo lugar, abandonando pela primeira vez no ano. E outro com Leclerc e Hartley, a seis voltas do fim. O monegasco perdeu os freios e encheu a traseira do neo-zelandês na saída do Túnel. Felizmente ninguém se machucou. Nem safety-car foi necessário.

E foi só. No 250º GP da história da Red Bull, o resultado acabou sendo previsível e merecido. Seu carro é ideal para esse tipo de pista, onde a potência é menos importante que o equilíbrio. Para Hamilton, um terceiro lugar ficou de bom tamanho. Para Vettel, chegar à frente do inglês era a prioridade, e conseguiu. Saíram todos satisfeitos.

Menos o público.

61 comentários

  1. ms disse:

    não vejo nenhuma graça e sempre achei de muito mau gosto (pra não dizer nojenta) essa “brincadeira” do ricciardo de comemorar suas vitórias tomando champanhe na própria botina com que acabou de correr……e o pior de tudo é que já vi piloto no pódio também tomando campanhe na botina dele…. que NOJO!!!….coisa que beira o escatológico……..Arghh….

  2. CRSJ disse:

    Foi um Domingo Australiano nas principais corridas do automobilismo mundial vencidas por RICCIARDO & POWER, e até na bandeira verde no início da Indy 500 foi dada pelo ator australiano Chris Hemsworth, o Thor.
    Mônaco se nada acontecer fora do normal a corrida fica no piloto automático sem sofrer alterações, principalmente na dianteira.

  3. ms disse:

    as duas princesas ao fundo…..belíssimas……sorrindo….batendo palmas……inacessíveis a nós…….meros plebeus…….que só ficamos babando…….de vontade……..verdadeiras “pérolas” do principado……que vontade de fazer parte dessa realeza……só para poder chegar perto…… das duas….e poder admirar tanta beleza junta…..

  4. Chupez Alonso disse:

    Corrida mais chata da história da F1.

    Nem o Picaretonso aguentou. Parou o carro e pediu pra sair.

    Fez bem.

  5. Antonio Vieira disse:

    Corrida monótona. Sem chuva, sem ultrapassagens, abandonos quando tiveram, não teve a entrada do safety car, apenas o virtual. Li a entrevista do Alonso reclamando da corrida e fiquei com a pulga atrás da orelha: penso que Alonso não fica na F1 em 2019, só se abrir uma vaga na Mercedes no lugar do Bottas ou na Ferrari no lugar do Raikkonen, ou ainda sendo mais otimista: sair o Hamilton para a Ferrari e o Alonso iria para o seu lugar. Outro ponto: penso também que ele gostaria de ter corrido em Indianápolis este ano se assim o pudesse.
    Na corrida, no fim das contas para o Hamilton, não ficou tão ruim a contagem de pontos perdidos para Vettel. Agora Ricciardo em 3º no mundial de pilotos. Agora Vettel e Hamilton, como os únicos com pontos em todas as corridas. Próxima corrida Canadá. Veremos corrida do Canadá com ultrapassagens? Espero que sim e com chuva para animar um pouco.

  6. Antonio disse:

    Quanta reclamação sem sentido. Parece que é a primeira vez que temos um GP de Mônaco enfadonho. Quase todo ano é assim, só não sabe quem começou a acompanhar F1 ontem. Se não tiver uma chuvinha ou uma batida das grandes, esqueça. A propósito, quando Senna dominava a corrida de ponta a ponta, ninguém reclamava que a corrida tinha sido maçante.

  7. Luigi disse:

    A 76 anos que o circuito é praticamente o mesmo , com a mesma largura das ruas e os carros tinham uma largura não superior a 1,60 m, pneus de 4 , 5 Pol. diagonais, freios variavam sua eficácia de volta para volta ,onde era bom de se frear na volta anterior, na posterior já poderia não ser tão bom. Hoje os carros tem 2.20 m. de largura ,,pneus com mais de 22 pol., freiam dentro das curvas dificilmente tem variações ( a não ser por quebra, coisa rara) e todos tem praticamente o mesmo pode de reaceleração., só sendo muito estúpido ou desconhecedor do assunto , um torcedor e não um “automobilista” para achar que é possível passar em Mônaco, com o regulamento atual , s que isto seja em condições especiais tipo, problemas mecânicos ou erro , quando os carros tem desempenho semelhantes.
    E se o “torcedor” tiver mais de 5 neurônios ativos ,pode perceber que um piloto, mesmo que seja muuuuuitoo melhor que os demais, se não tiver um carro que permita usar toda sua técnica, ele dificilmente ganhará em circunstâncias normais , de um piloto que seja muito bom , más que tenha um carro ,melho que o seu,pelo menos em determinados circuitos..

  8. Ricardo disse:

    Quem disse que o Ricciardo teve problemas? Pra mim isso foi tática para possibilitar só uma troca de pneus (conveniente para a Red Bull) e evitar possibilidades de undercut/overcut dos adversários. Com esses “problemas” ele nunca permitiu que o Vettel se aproximasse a ponto de tentar uma ultrapassagem. Penso que esse “problema” foi um circo armado pela RB, com a intenção, também, de fazer o Versbatten se aproximar dos ponteiros!

  9. Luiz Fernando disse:

    Perdi meu tempo, mesmo esperando que a corrida fosse ruim, queria ver o Ricciardo ganhar. No fim a corrida foi pior ainda do que imaginava (não foi uma corrida, ficou claro), e a Globo não mostra a premiação. Que engodo. Por mim podem ficar sem Mônaco até que a pista mude de verdade.

  10. joao calango disse:

    A corrida tava tão chata, que durmi…tomara que o formato realmente mude, permitindo o uso do DRS por toda pista, um uso restrito de pneus para o fim de semana para os pilotos que foram ao pódio na corrida anterior, uso de lastro ou algo assim.

    E digo isso para todas corridas, não somente para Monaco. Mudaria a regra da troca de peças, podendo ser feita por equipes clientes que não estiverem bem no campeonato, assim as grandes disponibilizaria atualizações para as clientes primeiro.

  11. Luiz Carlos Barbosa disse:

    Depois dessa corrida fica claro que RBR tem o melhor chassis e a McLaren como apregoava não chega nem perto, mais um ano perdido para Alonso e agora o Vandoorne deu pra reclamar que foi preterido em favor do espanhol !!!

  12. Brabham-5 disse:

    A corrida de F1 mais entediante dos últimos 40 anos.
    Pela toral falta de combatividade das Ferarris e Mercedes, tantos seus pilotos quanto as equipes DEVERIAM RECEBER METADE DA PONTUAÇÃO que alcançaram nessa corrida.
    Mas o circuito também tem sua culpa. De que adianta os carros serem 10 segundos mais velozes em Mônaco do que há 15 anos atrás, se NÃO HÁ ESPAÇO para haver disputa, ultrapassagens?
    O traçado de Mônaco tem de ser adaptado á F1 atual, mais veloz.
    Eu sugiro acabar com as chicanes e curvas entre a saída do túnel até a curva Rascace. Transformar esse trecho numa “reta oposta” que possibilitaria ultrapassagens.
    Do jeito que está a F1 atual, MÔNACO NÃO SERVE MAIS.

  13. Nick B disse:

    Oi, Fla.
    Belezex?

    Se for pra Rússia, você traz uma matrioska pra mim?

    Bitocas.

    Nick B.
    (Led Zeppelin, kashmir)

  14. Aylton Ladislau Neto disse:

    Se colocar um motor Mercedes ou Ferrari na Redbull ela ganha tudo?

  15. pedro disse:

    Acho que a pista de Mônaco deveria ter o que tem no FIA World Rallycross, a chamada “Joker Lap” ….procurem no google “joker lap fia world rallycross” que vocês irão entender o que é !

  16. José Brabham disse:

    Eu gostei da corrida. A melhor da década em MC. Mônaco é assim mesmo, sem ultrapassagens. Isso desde que eu comecei a assistir corridas regularmente, em 1981. É uma corrida de Endurance, ganha quem não errar ou quebrar. Não adianta xorumela. Ultrapassagens teremos em Spa, Monza, Silverstone, Montreal, Interlagos… mas uma pista desafiadora do estilo de MonteCarlo, agora só em 2019.

  17. ags disse:

    Quem trabalha, merece um dia de gloria..sucesso….mas sem sal essa prova heim…..

  18. Kaike disse:

    Flavio, li que o Hamilton reclamou do traçado e do formato. Acredita que um “formato F2″ poderia melhorar a corrida sem precisar mexer no traçado? Fazer de Mônaco uma programação única (2 corridas curtas no mesmo dia), no estilo da Indy 500. O que acha?

  19. Clayton Araujo disse:

    Corrida chatíssima, e um monte de pilotos robõs. Ninguém tenta passar ninguém. Um verdadeiro desfile de marcas. Só o Max conseguiu algumas ultrapassagens, e incrivelmente não bateu nessa corrida.

  20. Gabriel P. disse:

    No campeonato torço por Vettel, mas nesta corrida torci pelo Ricciardo. e não achei a corrida tão chata exatamente por isso. Como bem disse Flávio, ganhou quem merecia e ponto final.
    Verstappen é aquele sujeito muito bom que voce pensa que vai ajudar o time, mas não vai, a pior coisa que existe é voce achar que tem um craque no time, mas não tem.
    Outra coisa interessante dessas corridas são os pneus afinal, eles duram mais ou não?
    Flávio poderia fazer uma matéria a esse respeito
    Por fim
    PQP da Globo lixo e golpista, nem bem acabou a corrida cortaram para dar informações desnecessárias desta merda de greve..de um bando de idiotas.

    • Guilherme disse:

      Verstappen é aquele craque de bola sem cérebro. O cara joga bem mas o time não pode confiar nele pq a hora q a situação aperta ele perde a cabeça e acaba expulso.

      E parece que isso está começando a pesar contra a carreira dele. A redbull tem dado sinais de que já está sem paciencia… até pq esse ano ele conseguiu desperdiçar uma provável vitória e em monaco um segundo lugar. Se bem q do jeito q é desmiolado não duvido que se ele tivesse largado em 2 acabaria misturando as tintas com o riccardo

  21. Eduardo_SC disse:

    Não achei chato nem legal, foi um GP OK com emoção na dose certa. Vencedor com carro de uma equipe não favorita ao título, ultrapassagem do Verstappen, drama do Hamilton com os pneus e o agrupamento dos quatro primeiros colocados.

  22. Denis disse:

    Detalhe que parece que o Leclerc estava falando com a equipe no rádio quando bateu, sobre excesso de velocidade no pits…. ooops, bateu!

  23. Rafael Pacheco Velho disse:

    Desrespeito da emissora detentora da transmissão de cortar o pódio.

  24. Fabiano Lacerda disse:

    Um troço lamentável e melancólico esse GP. Ainda bem que nem cogitei acordar cedo pra assistir…

  25. Raphael Lucca disse:

    E além de tudo isso, a Williams mais uma vez na lanterna com seus pilotos. Que tristeza ver que cada vez mais eles acham mais fundo neste poço que enfiaram…

  26. Danir disse:

    Decididamente não gosto do GP de Mônaco. Prefiro as 500 milhas de Indianápolis, que por sinal foram bem interessantes.

  27. Carlos disse:

    Corrida maçante. Nada, absolutamente nada aconteceu. Todo mundo contente. Hamilton feito um bebe chorão reclamando dos pneus, E a equipe dizendo, continua que vai ser possível terminar. Talvez se ele não reclamasse tanto teria até tentado ultrapassar Vettel. Mas a impressão que ficou é que como todo mundo estava contente não arriscaram nada. Resumindo duas horas perdidas. Valeu mesmo pela direção precisa do Ricciardo. No mais, nada mais.

  28. Celio ferreira disse:

    A corrida foi um saco …Ninguem passa ninguem…ninguem tenta , porque não da…
    e a corrida fica naquele marasmo .. e é longa pra piorar.
    NA BÔA ..ACHO QUE MÔNACO JÁ DEU…O QUE TINHA QUE DAR , com carros
    virando dez segundos mais rápidos do que a decada de 90 , é um desperdício.
    Parece corrida de trem …um após outro.. Tradição já era…

  29. Danilo Silva disse:

    27/05/2018 – DIA DA AUSTRÁLIA no automobilismo: RICCIARDO & POWER

  30. CHAGAS disse:

    Ricciardo quando teve o problema de potência passou a girar feito um carro do meio do pelotão.
    Vettel deveria arriscar…… nada fez. Pouco para um tetra campeão.
    Hamilton logo colou nos dois da frente, arriscou alguma coisa? Sim, arriscou parar nos boxes para trocar pneus, porém a equipe não deixou. Pouquíssimo né Sr. Hamilton.
    Raikkonen e Bottas ficaram naquele jogo de “cada um na sua”. Algum dos dois arriscou? Pouco? Ridículo, principalmente para Bottas.
    Gasly sofreu pressão de Hulk, alguma novidade? Nada…..
    Alguém acha que Ricciardo estava muito lento? Em um momento da corrida, pasmem…. Ocon com Force India, colou em Bottas.
    Então chegamos a um piloto que é o que a F1 precisa. O piloto da corrida.
    Verstappen fez uma das corridas mais lúcidas desde que estreou na F1. Condução impecável, ultrapassagens precisas no inícios da corrida, e show de ultrapassagem contra Sainz Jr, algo mais pra arriscar? Sim, colocou os pneus mais macios do fim de semana pra rodar 30 voltas, e fazer a melhor volta da corrida. Isso sim é arriscar.
    Fui um dos que arremessou pedras no Verstappen este ano, mas pilotos como ele, são os que “temperam” provas tão sem sal como esta.
    Hoje, para quem ainda tinha dúvidas, Max provou que será um futuro campeão.
    Ricciardo é outro que será campeão mundial, excelente piloto. Mereceu pelo conjunto da obra o troféu. São dois pilotos com talento demais para dividirem a mesma equipe. Veremos muitas batalhas entre os dois nos próximos anos, só precisamos saber pra onde vai o australiano.

  31. Paulo Pinto disse:

    Corrida chata. A única coisa interessante foi a quebra do Alonso.

  32. Ricardo Bigliazzi disse:

    Mônaco e sempre muito chata, valeu mesmo pelo Ricciardo.

    Esse cidadão é muito bom piloto, não deve muito ao Hamilton e Vettel.

    A Honda é muito educada, ninguém mais dos que os Japoneses sabem que precisam melhorar um bocado o motor em relação aos principais rivais, e eles tem sorte de Eu não comandar o mkt da Equipe. Não deixaria de twittar:

    “Interessante o que um motor de F-2 é capaz de render em um chassi de F-1″

    Quanto a essa questão do chassi da Mclarem é engraçado o que o Button falou a muito pouco temo atras, Ele até agora não entendeu como a Mclarem falava que tinha provavelmente o melhor carro do grid em 2016.

    Os pontos conquistados até agora são em decorrência dos erros de Renault, Hass e Force India, a Equipe Laranja ainda é a 6a. força do grid, mesmo com um motor de F-1.

  33. clclodoaldolelli disse:

    mais uma vez destaque para don fodon de não ganha nada faz tempo deu uma pifada magistral só ele é capaz de pifar com tanta habilidade

    • Ricardo Bigliazzi disse:

      E Ele impressiona também ao não entender que trabalhou nos últimos três anos de forma orquestrada para criar uma bosta de chassi.

      O “Sr. Eu não sabia”, pode até saber acelerar, mas de resto é muito incompetente.

      São nessas horas que devemos admirar Hamilton, Vettel e Ricciardo que conseguem contribuir de forma decisiva na construção de times vencedores.

  34. Paulo Pinto disse:

    Mais do mesmo em Mônaco. Uma fila indiana com poucas modificações em uma pista incompatível com a F-1 moderna. Os carros das três forças na frente, com exceção do bólido do moleque, devido a um acidente no treino classificatório e uma volta mais rápida na corrida como prêmio de consolação.

  35. Glauco Tavares disse:

    Já li críticas ao circuito de Mônaco no Grande Prêmio, aqui no blog e em outros sites. Falam coisas como tédio, procissão, mudanças de traçado….Etc realmente a corrida em Mônaco não das mais emocionantes da temporada, geralmente é a mais tranquila de todas, mas é também uma das mais tradicionais e importantes! À pouco tempo atrás muita gente pedia mudança na F1, saída de Bernie… Etc hoje muitos destes lamentam as ideias do Liberty e até sentem saudades do velho Bernie. Por isso é melhor ter mais cuidado antes de detonar Mônaco num momento onde se discute uma provável etapa na cafona e nada tradicional Miami. Depois não adianta sentir falta da procissão e do tédio monegasco….

  36. josé disse:

    Só uma coisa foi pior que a corrida: a narração do histérico Cleber Machado, este consegue ser pior que o baba ovos do Luiz Roberto, fala demais, irritante, não vê o que acontece na pista, dá suas opiniões que ninguém está interessado, muito ruim, péssimo.
    Narrador tem narrar a prova os comentários são dos comentaristas, aliás sempre bons da dupla Reginaldo/Burti.

  37. Bola da Vez disse:

    O cara consegue vencer os dois tetras na pista mais charmosa da temporada, pra depois beber champanhe com chulé?

  38. murilo Medeiros disse:

    Só eu vi o Ocon abrindo descaradamente passagem para o Hamilton logo após o inglês parar? O Hamilton caiu pra sexto e pimba, estava em quinto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>