SOBRE ONTEM DE MANHÃ | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 17 de setembro de 2018 - 17:27F-1

SOBRE ONTEM DE MANHÃ

singd184

Hamilton soberano: para muitos, a caminho de se transformar no maior de todos os tempos

RIO (na mosca) - Acho que queimei a foto mais legal de ontem, que era o Vettel com cara de derrotado no pódio pensando na morte da cabrita. Mas não tem problema, porque isso nos permite destacar aquele que, afinal, é o grande destaque do ano. E, de noite, essa pintura da Mercedes fica particularmente bela.

Não há como não rasgar elogios a Lewis após a sétima vitória na temporada, 69ª na carreira. O caminho do penta está traçado, e agora suspeito que os fãs mais empedernidos da F-1 ficarão muito atentos às duas próximas temporadas, aquelas em que o inglês terá condições concretas e palpáveis de chegar aos sete títulos de Schumacher. Isso porque é o prazo estipulado para o fim desse regulamento atual, tanto aerodinâmico quanto de motores. A data marcada para o nascimento de uma nova F-1 é 2021. Até lá, é justo acreditar que nada vai mudar tão radicalmente em relação ao que vem acontecendo desde o início da era híbrida. E se nada mudar radicalmente, a Mercedes vai continuar ganhando, e quem ganha na Mercedes é Hamilton.

Mas chega de futurologia. Vamos ao rescaldão do GP de Singapura, hoje no prazo.

A FRASE DE MARINA BAY

magmelhor

Magnussen: melhor volta

“A gente sabe que não vale muita coisa, talvez apenas um sorriso.”

Kevin Magnussen, que fez a melhor volta da corrida e se tornou o 130º piloto da história a registrar tal feito em um GP. Curiosidade: dessa lista, 48 fizeram volta mais rápida apenas uma vez na carreira. E entre eles há alguns que, juro, nem lembrava que tinham conseguido: Gugelmin, Nakajima, Boutsen, Gachot, Moreno, Wurz, Irvine, De La Rosa, Trulli, Glock, Sutil, Petrov, Kubica, Kobayashi, Grosjean, Bruno Senna, Gutiérrez e Kvyat.

Pobre Magnussen, que de relevante na prova, mesmo, nada pôde fazer. A Haas deixou de pontuar pela segunda vez seguida, enquanto a Renault, com quem briga pelo quarto lugar depois que tungaram os pontos da Force India, marcou nove. A diferença pró-franceses foi a 15 pontos — 91 a 76.

Pode parecer briga de segunda divisão, mas vai dizer isso para os tesoureiros das equipes… A premiação que os times recebem em função de sua classificação final é parte importante do orçamento para a temporada seguinte. E de quarto para quinto, essa diferença esbarra na casa dos 3 milhões de trumps. Não é pouca coisa, não.

O NÚMERO DE SINGAPURA

The-Number-15-FactsÉ infalível. Em todas as 11 edições do GP de Singapura foi necessária a entrada do safety-car. O país recebeu seu primeiro GP em 2008 e, desde lá, foram 15 intervenções do carro de segurança para resolver problemas criados pelos pilotos e/ou seus carros. Na prova de ontem, o safety-car foi acionado logo na primeira volta para remover os restos mortais da Force India de Esteban Ocon, abalroado por seu mui compañero  Sergio Pérez.

singd180b

Chuvinha sem-vergonha: nem molhou o asfalto

Antes do cartum do Maurício Falleiros e do sempre aguardado “Gostamos & Não gostamos”, acho justo falar sobre certos temas deste GP singapuriano ilustrando com algumas imagens. A começar pela chuva. Dá para acreditar numa chuva tão vagabunda que nem molhar o asfalto molha? Pois ela caiu, sim. A foto não me deixa mentir. Pingos enormes! Só que no calor dessa região, eles evaporam antes de chegar ao chão. É dose.

singd180a

Leclerc e Gasly: prévia de 2019

Outro “frame” da TV que me chamou a atenção foi esse aí ao lado, do duelo entre Charles Leclerc e Pierre Gasly. Dois jovens pilotos vindos da GP2/F-2, um correndo atualmente na Sauber, outro na simpática Toro Rosso. Pilotos que, no ano que vem, estarão nada mais, nada menos, que na Ferrari e na Red Bull. Geraçãozinha boa, temos de admitir. E celebrar. São técnicos, limpos, talentosos e ambiciosos.

Como ambicioso foi Vettel na largada, ao partir para cima de Verstappen decidido a não se deixar ficar encaixotado atrás do holandês da Red Bull para tentar algo sobre Hamilton.

falsobsing18Depois veio a parada errada — nem tanto pela volta, mas pelos pneus escolhidos, os ultramacios. E foi um festival de equívocos em sequência. Primeiro, porque o devolveram à pista atrás de Pérez. Demorou três voltas para ultrapassar o mexicano, tempo perdido que Max agradeceu — porque quando parou, o rubro-taurino não só fez um pit stop sensacional, como conseguiu voltar à frente do alemão.

Depois, a borracha escolhida. Vettel, num determinado momento, falou ao seu engenheiro que os pneus não iriam aguentar até o final. Há quem tenha considerado isso um blefe radiofônico, mas não foi. Naquela hora, ele achou mesmo que não daria. Duvido que àquela altura estivesse se preocupado em enganar alguém, e duvido que alguém fosse cair nessa conversinha. Ele estava, mesmo, frustrado com a estratégia que, mais uma vez, não funcionou. “Fomos agressivos, mas obviamente não deu certo”, disse depois da prova, vendo as possibilidades de título começarem a escorrer entre seus dedos.

E nosso cartunista Maurício Falleiros captou o drama ferrarista com a picardia de sempre…

Agora vamos fechar com o que me irritou e me encantou na corrida noturna de Singapura. Acho que a maioria vai concordar com a espinafrada do dia.

singd180c

Verstappen e a Red Bull: perfeitos

GOSTAMOS – Da paciência de Verstappinho >>> na largada, sem entrar em dividida desnecessária com Vettel, para recuperar a posição no pit stop, com enorme precisão e competência. O menino também foi bem quando chegou em Hamilton. Não quis virar herói. Levou um ótimo segundo lugar para casa.

singd180

Pérez bate em Sirotkin: passou do limite

NÃO GOSTAMOS – Do destempero de <<< Sergio Pérez. Primeiro com Ocon e, depois, com o coitado do Sirotkin. Esse moço, às vezes, passa do limite do razoável. Chega a ser perigoso.

66 comentários

  1. luigi disse:

    A charge do Faleiros é falha , pois automobilismo é feita pelo binômio,home/maquina , não é uma prova de atletismo que só depende da condição do atleta .
    pois para tirar o titulo do Hamilton ,teria que dar um carro bem superior ao da Mercedes, pois é visto que em condições de igualdade ou até em uma leve desvantagem técnica o piloto da Mercedes tem uma probabilidade de vitória maior, e tem que combinar com o serviço meteorológico, para que não chova nos finais de semana no GP da vez ,pois ai mesmo com uma vantagem técnica bem maior o piloto da Casa di Maranello , é bem inferior ao piloto da Mercedes #44 na condição sob chuva. Tem que parar com esta idiotice de atribuir a vitória somente ao piloto, pois se Hamiltol estivesse de Sauber, McLenta ou Williams , também nada ganharia, é difícil de entender , Sr. Faleiros ?
    A Casa di Maranello ,também teria de acordar e não cometer tantos erros crassos, como comete, tanto técnicos como estratégicos , e ter um piloto no mesmo nível de Hamilton que se sai melhor em adversidades. ( e ainda conta com a simpatia do comissariado de pista ,capitaneado por um inglês)

  2. CRSJ disse:

    Pena que o Verstappinho não teve carro pra brigar com o Hamilton quando ele chegou junto, pelo menos retomou o segundo lugar do Vettel como prêmio de consolo depois do erro tático da Ferrari. Tem dia que o piloto fica encapetado, e nesse dia foi o Sergio Pérez que ainda teve sorte não ter tido uma punição além desse GP.
    Pro Magnussen uma melhor volta foi melhor do que nada nesse GP.

  3. A. Coyote disse:

    “Sergio Pérez. Primeiro com Ocon e, depois, com o coitado do Sirotkin. Esse moço, às vezes, passa do limite do razoável. Chega a ser perigoso.”

    Perigoso? Como? Em que planeta?
    Esse Pérez é um babaca? Sim, ao cubo.
    Está se ferrando na F1 porque é um tolo arrogante? Sim.
    Mas vai levar uma fortuna para….. ser vice do Stroll… rsrsrs
    Mas perigoso… só se for perigo de algum piloto abalroado por ele sujar a sapatilha de grama quando sair do carro ileso.
    Abs.

    • Amaral disse:

      Se vc joga o carro em cima de outro a 200 km/h, é perigoso, sim. Veja o caso daquele menino inglês que perdeu as duas pernas. Não foi uma batida proposital, claro, mas eles deviam estar ali nessa faixa de velocidade. Talvez um pouco menos. Tem chances de dar ruim. E deu no que deu, o garoto tá tendo que suar sangue e lágrimas pra voltar a correr.
      Mas concordo com vc que ele é, apesar de bom piloto, babaca e arrogante. Vai pastar o resto da vida mendigando vaga em equipe da meiúca, mesmo tendo as bênçãos irrestritas do “hombre del baú” mexicano, dos Mariachis, do Chapolin e da Usurpadora.

  4. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Hamilton leva o título, foco e trabalho, Ferrari errou na tática( derrota).
    Tenho péssima lembrança de GP Singapura, Flávio Briatore, o cara mais sujo da F-1, acabou com a carreira de um Piloto Brasileiro, tirou um Título de Felipe Massa, e El Fodon ( Fernando Alonso), lamentavelmente aceitou conselhos espúrios de Briatore,manchando sua história.

  5. Bola da Vez disse:

    A prova máxima de que o carro da Mercedes conta mais que o piloto é uma só: o mediano Rosberg foi campeão correndo pro gasto!

    • Paulo F. disse:

      O mediano Rosberg (sic) foi campeão em cima do superlativo Hamilton, que por sinal tinha um carro igual ao dele!
      Intrigante!

      • Fernando disse:

        Pois, também fiquei intrigado. Deveriam empatar segundo o gênio aí em cima que descobriu que carros contam mais do que pilotos. Ele só esqueceu que é assim desde sempre, não desde Hamilton. Coisa de haters.

    • Renato F1 disse:

      Bola da Vez, em 2016, numa disputa entre dois carros, Rosberg só precisava de ser melhor do que o Hamilton, já que, com o carro da Mercedes era muito melhor do que qualquer outro carro na Fórmula 1. E ele só foi campeão correndo para o gasto porque Hamilton teve um abandono enquanto liderava a corrida. Agora, se fosse em 2017 ou em 2018, você acha que o Rosberg ganharia o campeonato de pilotos?

      • Bola da Vez disse:

        Abandonos fazem parte da disputa.

      • Angelo disse:

        Como Rosberg sempre errou muito pouco, sendo muito regular nos podiuns, provavelmente seria até mais facil do que foi em 2016. Em 2016 qualquer vacilo o Hamilton ganhava.

      • Reginaldo disse:

        Vamos lá:
        1 – Rosberg é um ótimo piloto, Schumacher voltou da aposentadoria e só levou ferro dele;
        2 – Rosberg era piloto Mercedes desde quando a equipe voltou a F1, ou seja, conhecia muito tudo da equipe e também por isso sempre deu muito trabalho ao Hamilton;
        3 – A Mercedes só teve problemas de freio durante a era híbrida, fora isso sempre foi um carro muito confiável e a única quebra de motor na era híbrida foi onde? Malásia 2016 com Hamilton;
        4 – Após a quebra acima, Rosberg foi muito inteligente administrando sua vantagem obtida, bastando, pelo melhor carro, chegar em segundo…
        5 – Ele sabe muito bem que jamais voltaria a ser campeão de novo em condições normais, isso explica sua aposentadoria, para não manchar seu belo currículo, de ter batido Hamilton uma vez na vida, pois sempre foi batido pelo inglês quando competiram em categorias anteriores.
        6 – Para finalizar, isso não diminui nem Rosberg e nem Hamilton, afinal os dois sempre foram livres para competir dentro da equipe e não precisaram ser capachos um do outro.

  6. Paul D disse:

    Ver Raikkonen, Perez e Stroll com contratos para o próximo ano e saber que o Ocon não tem é de chorar. Ainda torço para ruindades como Grosjean, Vandoorme e Ericsson tenham nesta, suas últimas temporadas na F1. Pena que esse Sainz vai para a McLata, pq esse cara faz a Renault sentir saudades do Palmer, do Palmer…
    Ô cagada da McLaren, pegar essa Sainz, por indicação do Alonso, e deixar o Ocon escapar. Que se dane que é piloto Mercedes. Prefere um piloto ótimo por um, dois anos, ou um Sainz, ruim, por quatro?
    Ps. Esse Vettel só tem quatro, quatro títulos pq teve absolutamente o melhor carro e correu contra um piloteco de terceira categoria (Mark). Não que o Vettel seja, ruim, (quem seria com quatrão na conta), ele é acima da média. O “poblema” (como um candidateco por aí fala) é a média atual. Sainz, Grosjean, Sirotkin, Magnussen, Perez, Kvyat, putz… Média baixa essa.

  7. Rafael Piqueira Chinini disse:

    seria justo o dono da volta mais rápida entre os 10 primeiros por exemplo ganhar um ponto. (ou no geral mesmo)
    deviam dar ponto para pole também!

  8. Segafredo disse:

    Maior que Vettel e Schumacher, Hamilton já é há muito tempo. Quem precisa se basear em nrs. de titulos, poles ou vitórias para alcançar tal constatação, realmente tem visão muito limitada do esporte……..da raiz do esporte. Mas pelos feitos espetaculares alcançados num contexto muito mais competitivo e por ser o único piloto da história da F1 a enfrentar o sistema podre da FIA, Ayrton está em outro patamar. É unanimidade entre os especialistas quando o assunto é maior piloto que esteve na F1…….. é como se Hamilton tivesse que realizar feitos, como a pole do último sábado, em praticamente corrida sim corrida não em sua carreira…………Ayrton o fazia com toda mágica possível, simples assim.
    Com certeza Hamilton está entre os 5 maiores pelo talento, assim como Alonso também entra fácil, mas ainda estão distantes de Senna quando se trata de ser espetacular num F1.

    • Paulo Pinto disse:

      Silêncio! A “viúva-mor” está queimando incenso no altar.

    • Alowlt disse:

      Essas viúvas falam cada asneira… Não há argumentos lógicos pra considerar Senna o maior de todos. Pelo que poderia ter feito se não fosse a tragédia? Então Clark está na frente. Recordes relativos? Não sobrou mais nenhum. Recordes absolutos? Idem. Falar em época mais competitiva? Quando? Em 1988? Aquele sim era o carro de outro mundo, não a Williams de 1992 que o Galvão Bueno tenta nos empurrar goela abaixo. E por aí vai. Considerar Senna o melhor somente se guiado pela emoção ou pelo politicamente correto, pois o mesmo adquiriu status de divindade, milagreiro, o justo, aquele que só perdia quando era injustiçado (foi golpe!) ou o carro quebrava. Francamente!

      • Segafredo disse:

        Nobre colega………..se em 1988 o carro era de outro planeta, tbm o era para Prost, com quem Senna disputou corrida à corrida. Em 1992 Mansell disputou com que????
        Esse é o ponto!! E agora chega de churumelas, Ayrton está em outro patamar!

      • Paulo Pinto disse:

        Lembre-se, Sennafredo, Prost ficou à frente de Senna em 1988. Os descartes é que o empurraram para segundo colocado.
        Prost venceu Senna na pista e perdeu no regulamento.

        Prost > Senna.

      • alowlt disse:

        Pois este é justamente o ponto! Só houve disputa em 1988 porque haviam 2 pilotos de nível similar na mesma equipe! Pois se houvesse apenas 1, como em 1992, ganharia todas as corridas (talvez não, pois o Senna bateu em Mônaco e na Itália)! Mas o encerramento é bem típico de viúva: “chega de churumelas, Ayrton está em outro patamar!” que em outras palavras pode ser lido como: “não tenho argumentos, só paixão e devoção cega”.

      • Segafredo disse:

        Tenho tantos argumentos vc precisar caro amigo,,,, vc é que não os está aceitando e continua com churumelas……

        Houve disputa em 88, 89, 90 e 91……..(este ano Ayrton levou sem ter o melhor conjunto).

        Em 92 e 93 não houve disputa, Haja visto tamanha superioridade das Williams de Mansell e Prost. Agora não preciso lembrar do que Senna pilotou em 93 mesmo tendo um carro abaixo da Benneton do SchukruteFake.

      • Paulo Pinto disse:

        E daí? Não passou de tri…

      • Segafredo disse:

        Pinto, infelizmente o consolo que vc precisa não tenho como te dar, jogo em outro time, kkkkkkk

      • Paulo Pinto disse:

        Não espalha, cara! Vai que o nazista ganha a eleição…

      • Bola da Vez disse:

        Esse tal de Segafredo mudou de time? Tava demorando.

      • Alfredinho disse:

        O moço é muito egoísta. Ficou com o consolo só pra ele.

  9. Dos que fizeram volta mais rápida apenas uma vez na carreira, confesso de Irvine e Kubica foram surpresas para mim, pelo currículo e equipes que defenderam. Uma volta rápida somente, guardadas as devidas proporções, é pouco.

  10. Brabham-5 disse:

    Lewis Hamilton melhor que Ayrton Senna.
    Mais um.
    As viúvas piram. Piram em dobro porque hoje em dia são tietes do Hamilton e vão morrer de ódio por verem todo mundo colocando o inglês acima do falecido.
    (Chupa, Segafredo!)
    Vão passar a odiar o inglês.
    Melhor procurar proteção contra olho-gordo, meu caro Hamilton! Nas férias, não faça nada sem antes procurar uma benzedeira. Fique longe dos esquis!
    Congratulações pelo titulo, Lewis “Bieber” Hamilton.

  11. John Player disse:

    Já é um dos maiores da história.
    Um pouco primadona demais, exagera na falsa-modéstia, “teatral” demais ás vezes, midiático. Isso cansa e até provoca torcida contrária..
    Não é um dos meus ídolos, nem meu favorito na F1 atual.
    Mas é impossível negar o talento do cara dentro de um F1.
    Não é o caso de Vettel ser um piloto ruim, mediano. Não é mesmo. O cara é espetacular. Só que Hamilton é melhor por errar menos, tem maior controle mental/emocional em momentos críticos, tem mais “sorte de campeão” e tem aquela gana que diferencia os campeões “comuns” daqueles que marcam seu nome na história como um dos maiores: Como Vettel, Hamilton também quer ser campeão, mas o inglês é mais ambicioso, quer entrar para a história, acumular recordes. Fazer história de verdade. Não apenas fazer história na equipe onde está/trabalha. mas fazer história na F1, no automobilismo mundial.
    Vettel x Hamilton me lembra Hakkinen x Michael Schumacher.
    É uma “fome” diferente que move caras como Hamilton e Schumacher, e antes, Senna.
    Hamilton já é maior que Ayrton Senna.
    Parabéns, Lewis Hamilton.

  12. André Fonseca disse:

    Somente um ano separa Mirto de se igualar ao Schummy: 2019!!!

    Isso pq esse ano já foi, Penta, e como 2020 será “fim de festa” as equipes não vão investir em melhoramentos gigantescos para apenas uma temporada.

    Dessa forma, como a dupla Mercedes-Hamilton está se tornando imbatível, hora pelo carro de outro mundo hora pelo piloto de outro mundo, só o ano que vem está entre a consagração de um dos Top 5 da História da F1.

    • Brabham-5 disse:

      Um ano? Faltam dois títulos e VÁRIOS recordes….

      • Segafredo disse:

        Vai secando Schukruzete, kkkkkkk

      • André Fonseca disse:

        Sim, um ano apenas para igualar…

        Exatamente ano que vem.

        Esse ano já foi, é PENTA. EM 2019 SE A FERRARI NÃO FIZER UM CARRO PICA DAS GALÁXIAS PARA DOMINAR DESDE O COMEÇO DO CAMPEONATO E DEIXAR HAMILTON PONTUAR E LIDERAR, VETTEL VAI SE APAGAR E A GRANA INFINITA DA FERRARI VAI SER GUARDADA PARA O NOVO CARRO. Ou seja, nesse cenário o HEXA vem em 2019.

        Aì, como 2020 será o último ano do atual regulamento, e como a Mercedes e Hamilton dominaram a porra toda, vc acha mesmo que a Ferrari vai investir uma puta grana num carro que vai para o Museu???

        Claro que não.

        Ou seja, HEPTA em 2020.

        Portanto, ano que vem é o ano chave para Hamilton e, principalmente, Vettel e Ferrari.

        Se não fizerem algo de outro mundo, Hamilton será HEPTA em 2020.

  13. Eduardo Cruz disse:

    Esqueceu de publicar o cartum?

  14. jaimewc disse:

    Acho que ficou barato para o Perez, merecia uma punicao maior.

  15. Edison disse:

    Perez é piloto de carrinho bate bate. Horrível

  16. Tiago Nobre disse:

    Flávio, teu post veio cortado ou não teve cartum do Falleiros mesmo?

  17. clodoaldo lelli disse:

    na boa e entre vettel e hamilton prefiro o alemão sei la porque mas quem ainda acha que ooooooo don aposentadon em atividade ainda é mais completon do grid um dos maiorzon da hitoria não sou especialista mas nuca vi alonso fazer o que esse cara ta fazendo

  18. Samuel Pavan disse:

    No caso do Gugelmin foi aquele gp em Paul Ricard, 1989. Depois do capotamento na largada, e com carro reserva. Esse você também não lembrava? Porque vc escreveu sobre isso no ano passado.

  19. Flavio Padilha disse:

    Flavinho Gomes, saudações!
    Hoje, aposentado, posso acompanhar a resenha da fox sobre futebol (apesar de não gostar, ter sido jogador, mas ela é muito engraçada…pancadaria total com o Sormani rs) e me dedicar ao mundo das corridas, onde em 1972, tirei uma foto histórica ao lado de uma BRM P 180 do Helmut marko em Interlagos, na altura do meu joelho, invadindo a pista por um buraco na cerca…Sou o único brasileiro que acompanhou todas as corridas da F1 até a presente data e posso falar sobre o assunto, pois abandonei um jogo para assistir a corrida do Canadá em 1976 que estava rolando na Tv e desapareci dentro do clube.
    Bem! como torço pelo América e fã do Edu, e do Emerson, não tinha mais nada pra torcer até que num programa do SPORTV (linha de chegada) em 2008, comandado pelo SM, Reginaldo Leme e o Lito, e com participação de dezenas de pilotos, ocasião em que pediam para bater no Hamilton na largada. Não acreditei naquilo! Betinho Gressi, Thiago Camilo e outros famosos. Meu pai me ensinou, de que não devemos ganhar com a desgraça alheia e a rede Globo se especializou, a partir deste programa fatídico, a perseguir Lewis Hamilton de todas as formas possíveis, só porque ele venceu o Massa aqui dentro e sendo assim, adotei Hamilton como meu novo ídolo, e o defendo até a última gota, mais ainda, nesses últimos tempos em que até os que gostavam dele ,estão inventando teorias e mais teorias, sem êxito. Ele é espetacular! Menos para alguns brasileiros, as famosas Vetelletes…Dão notas para o melhor piloto de brincadeira e quando o Vettel ganha, Vettel…Ele fez tudo certinho, o Hamilton não! melhor é o Alonso , o rei da mutreta.
    Um grande abraço! *meu irmão jogou muita bola, o 11 da máquina tricolor ( Zé Roberto)

    • Felipe Fugazi disse:

      Cara, geralmente não leio comentários que sejam mais longos que o post do blogueiro.
      Mas o seu valeu a pena.
      É a história além da história.
      Muito legal.

    • Edison disse:

      De boa, não vejo essa “perseguição” ao Hamilton em lugar nenhum, mas respeito sua opinião. Agora é fato que ele tem o melhor carro do grid, talvez esse ano a Ferrari tenha igualado, mas não superado a Mercedes. De qualquer forma, acho o Hamilton melhor que o Vettel.

    • Calhiandro Lisandro Mendes Cavalcante disse:

      Lembro de mais a globo em 2008 metendo o pau em Hamilton e torcendo para que batesse nele logo na largada do gp brasil, uma vergonha. Lembro muito bem dessa época em HAM era perseguido pela globo, chupa. Está com o caminho traçado para ser pentacampeão, muito melhor que vettel, aliás esse alemão nunca me enganou, ganhou somente quando teve o melhor carro, e as vitórias vieram largando da 3 posição para cima.
      Vamos lá HAM mais um campeonato. Acredito que tem tudo para ser campeão no GP do México como no ano passado.

  20. Ricardo Bigliazzi disse:

    Tudo dito…

  21. lagerbeer disse:

    Caro Flavio …. ainda tens o contato com o Gola Vermelha ? talvez ele tenha mais detalhes do que se passa no domínio ferrarista …

  22. emerson disse:

    o campeonato já acabou e Hamilton sera o piloto do século. vai ganhar 2 campeonatos seguidos por culpa da ferrari em não deixar Kimi e repatriar Alonso pois somente esses dois podem segurar o grande piloto da mercedes e conduzir a ferrari a seu posto de direito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>