“GP ÀS 10″: O MELHOR DE TODOS? | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 - 11:19Gomes, Grande Prêmio

“GP ÀS 10″: O MELHOR DE TODOS?

45 comentários

  1. Flavio padilha disse:

    Bom dia Flavinho ! Tem gosto pra tudo e quem escreve deveria colocar a idade – então saberíamos que são realmente, o que sabem e o que viram ao vivo…Quanto a postagem, perfeita…Hamilton caminha rumo ” aos píncaros da glória” e Vestappinho, Leclerc, ainda comerão muita poeira do the best…abraços….. em tempo: Daqui a pouco teremos um casamento gay no Blog.

    • Segafredo disse:

      Apoio totalmente a idéia de que todos deveriam apontar sua idade nos comentários…….isso seria muito útil antes de cada um entrar em debate, pois permite uma seleção melhor antes de entrar em cada debate!

  2. Comentarista Crítico disse:

    Acho o Hamilton mais terrível pra concorrência que Senna e Schumacher. O Senna tinha uma valorização absoluta pela vitória que muitas vezes levava ele a fazer cagada. O Schumacher de até 2000 era dificílimo de ser batido. Mas o do pós 2000 era acomodado por causa da zona de conforto que a Ferrari lhe deu e perdeu um pouco do seu arrojo de outrora. Já Hamilton seja andando na frente, seja andando atrás, e tá lá o danado brigando pela vitória. Não tem dificuldade de ultrapassar, prioriza a vitória, mas sabe se manter frio se a corrida não estiver como ele deseja, valorizando assim, pontos que podem fazer diferença a favor dele no fim do Campeonato. O Lewis até 2016 ainda tinha um pouco daquele dos tempos de McLaren. A partir de 2017 qualquer rastro dos tempos de McLaren desapareceram e o Inglês se tornou um piloto praticamente sem pontos fracos. Ele diz que não aprendeu nada com Rosberg. Mas o que ele não quis admitir foi que a derrota de 2016 fez ele se tornar ainda melhor do que já era. O que se viu em 2018 foi um monstro emocionalmente. Melhor temporada com muito mais influência do talento e do emocional de rocha que do carro. Tenho pena do Vettel! Depois da gracinha que ele fez em Silverstone parece que o Inglês ficou disposto a dar pancada atrás de pancada no Alemão. E conseguiu tudo o quis depois dali com Sebastian colaborando muito pra isso. Qual foi a corrida que Lewis largou mal depois daquela? Enfim, o cara se tornou um monstro praticamente sem ponto fraco. Se o Vettel brigar pelo título em 2019 sentirá na pele o que o Alonso sentiu no começo da década. E vai sentir ainda pior que o Espanhol: Vai ser tri-vice pro mesmo piloto, só que de forma consecutiva(o Alonso não foi de forma consecutiva). Tô dizendo isso porque Hamilton não vai largar o ritmo desse ano enquanto não bater os recordes de Schumacher. O próprio já assumiu que quer se tornar o maior vencedor de todos os tempos. E enquanto isso não acontece quem quer ver mudanças na F1 é melhor nem assistir.

  3. Mauricio Rocha disse:

    Assim como você eu pensei que só meus netos poderiam ver os números do Schumacher serem batidos. Incrível que nós já estamos presenciando isso. Alguns números já foram batidos pelo Hamilton como pole positions, mas acho ainda difícil bater o número de títulos. Quanto ao número de vitórias acho possível que seja superado.

  4. Toni Righi disse:

    Provavelmente ele seria unanimidade como o melhor de todos os tempos caso tivesse, de forma inédita, vencido o campeonato na temporada de estréia. O qual ele não venceu por pouco em função de erros bobos. Ali ele demonstrou uma fragilidade emocional que o acompanhou no começo da carreira. Além da dificuldade de aprender a cuidar melhor dos pneus. Mesmo assim superou Alonso já no primeiro ano na F1.

    Sou fã de primeira hora do Hamilton. É muito legal a estória do “afro descendente de família relativamente humilde” que não apenas destacou-se no topo do automobilismo mundial como é hoje inclusive candidato ao título de melhor piloto de todos os tempos.

    Mas pergunto: sou o único a acreditar que Verstappen hoje é mais rápido que Hamilton? Se estivessem com o mesmo carro.

    • ms disse:

      boa pergunta…..ao final da temporada me chamou atenção a frequência com que verstappen subiu ao pódio nas ultimas corridas…..

    • Segafredo disse:

      Que pergunta mas sem lógica meu amigo!!??……………………quantos anos tem o merdinha holandês? E outra, ser rápido não significa ser bom, ainda mais quando o assunto é Verstapen. terá de provar, e muito, se serve para ser campeão.

      Só deixando claro, ele não é, hoje, mais rápido que Hamilton……….simplesmente é igual a Hamilton com 21 anos

      • Paulo Pinto disse:

        O moleque holandês botou o Canguru Terceirizado, que não passa de terceiro nos Mundiais, pra correr!

        Eu aceito “viúva” chorosa, recalcada ainda vai, mas invejosa, não!

        #MorraDeInvejaSennafredo!

      • ms disse:

        não esqueça que quando hamilton começou na F1 ele entrou de sola com os dois pés no peito de fernando alonso, que na época já era bicampeão e pilotava o mesmo carro do espanhol, só que o ingles fez alonso comer poeira em quase todas corridas daquela temporada…..já o verstappen promete…..o problema e que ele já está a algum bom tempo “só na promessa”….e a f1 é implacável com pilotos que ficam por muito tempo apenas na promessa sem apresentar resultados expressivos…basta ver o que aconteceu com o próprio alonso que já com status de craque e consagrado bicampeão de f1 acabou saindo por baixo, pela porta dos fundos da maior categoria do automobilismo sem qualquer reconhecimento significativo…….foi uma bela flor que muchou com o tempo…..e não foi somente por esta situação mas considerando varias outras situações que já vi aconteceram é que permitem dizer que este brinquedinho de que tanto gostamos chamado f1 tem um lado bastante cruel….

      • Segafredo disse:

        Eu não vi essa temporada……….
        “só que o ingles fez alonso comer poeira em quase todas corridas daquela temporada…..”

        Alonso teve atuações bem mais sólidas em 2007 e só não foi campeão por conta da equipe não trabalhar pra ele, e pior, passando seus acertos para que Hamilton pudesse acopanhá-lo. Alonso queria a equipe trabalhando apenas pra 1 piloto(ele) e como não foi atendido jogou aquela merda toda no ventilador, criando ódio em toda a equipe sim, mas estava no seu direito de Bi-campeão de exigí-lo!!

      • Segafredo disse:

        Problema da maioria dos leitores aqui é que escrevem coisas que não aconteceram, ou então expressam uma visão de torcedor fora de contexto……….Não digo isso duvidando que Hamilton pudesse bater Alonso em seu 1º ano de F1, mas acho muito improvável isso ter acontecido num ambiente em que não vazasse informações dos engenheiros de Alonso pro carro de Hamilton…..

      • ms disse:

        parafraseando a famosa astróloga “Zora Yonara ” quando dizia “os astros não mentem jamais”…..digo que também que neste caso “os numeros não mentem jamais”,,,, então vamos a eles: 1- em sua temporada de estréia na f1, em 2002, hamilton fez 06 p0les x 02 poles de alonso, hamilton também fez naquela temporada 02 voltas mais rápidas x 03 voltas mais rápidas de alonso e por fim hamilton e alonso empataram no numero de vitórias ( 03 para cada um) agora….considerando que alonso naquela época já era um veterano bicampeão mundial de f1 e hamilton um mero estreante podemos dizer sim com todas as letras que hamilton em seu ano de estréia fez uma temporada fantástica para um piloto estreante ao conquistar o segundo lugar do campeonato daquele ano ficando A FRENTE de alonso que conquistou o 3º lugar

      • ms disse:

        para não deixar o segafredo ainda mais nervoso com minhas incorreções, o ano correto da estréia de hamilton na f1 foi 2007

      • Segafredo disse:

        De novo loka…….??

        os números na F1 são os maiores vilões, ao analisá-los friamente fora de seu contexto!

      • ms disse:

        Nossaaa, mas que brava!!! o que aconteceu???margarete virou chacrete!!!???

      • Bola da Vez disse:

        Sega e MS, vocês poderiam marcar um chopinho a dois…

    • Alberto disse:

      Não concordo contigo que Hamilton colocou Alonso no bolso em seu ano de estreia meu caro Toni Righi. Hamilton teve colocações melhores que Alonso pois isso ele ficou na sua frente por critérios de desempate. Outros dois pontos relevantes sobre isso: 1º que Hamilton é apadrinhado de Ronn Dennis e 2º é que tudo que Alonso acertava em seu carro, Hamilton copiava o setup de Alonso. Claro que Hamilton é pentacampeão e pilota muito bem isso é indiscutivel mas, se a Maclaren tivesse priorizado ao 1° piloto eles não teriam perdido nem o campeonato de pilotos e muito menos o de construtores.

  5. ms disse:

    que isso meu chapa ! tá ficando louco? o pelé com frequência fraturava as perna e outros membros de seus adversários com uma violência dificilmente já vista em outros jogadores de futebol e o senna, quando convinha, chegava a “voar e aterrissar” com seu carro em cima do carro de seus adversários……martin brundle que o diga…..mas realmente podemos dizer sim que pelé e senna, cada um a seu modo, são incontestáveis NO MAU CARATISMO que demonstravam, o primeiro nos campos de futebol e o segundo nas pistas de corrida….

  6. Elcio disse:

    Pelo números será sim!! E digo que os adversários que o Hamilton enfrentou são muito mais talentosos que o Schumacher enfrentou!!!
    Na época do Schumacher não tinha nem piloto bom!!!Quando apareceu o um Alonso ou Hakkinen, tomou pau!!!
    Execelnte piloto, mas sem adversário na sua época.
    Hamilton tinha Alonso, Raikkonen, Vettel!! Qualquer um desses faria frente a Schumacher!!!!

  7. CHAGAS disse:

    Hamilton é um piloto grande. Diferenciado, assim como vinho foi melhorando com o passar do tempo. Em voltas lançadas…. absoluto.
    Colocou a cabeça no lugar a ponto de dificilmente errar em GPs. Piloto completo, com a máquina perfeita, provavelmente consiga os números majoritários.
    Porém, para conseguir os records vai ter que costurar um acordo em um equipe de ponta depois de 2020.
    Ferrari e Red Bull melhoraram de um ano pra outro e a tendência é encostarem ainda mais na Mercedes, principalmente a Ferrari com dois pilotos de ponta.
    Vettel lutará pelo título, Leclerc entra no jogo dos postulantes a vitórias, Max deverá vencer corridas se a Honda ajudar e Bottas terá de fazer o ano de sua vida.
    Junte-se a tudo isso o fato de ser impossível o inglês pilotar mais um ano com a absoluta maestria que o fez neste.
    Em dois anos, Hamilton não chegará a 18 vitórias.
    Mas se o fizer e de quebra levantar os dois mundiais, passará o status de “um dos melhores do mundo” para o melhor de todos.

  8. John Player disse:

    “Não é sobre estar pronto ou não pronto. Você só tem que ter o material certo. Lewis (Hamilton) estava pronto em seu primeiro ano, só porque ele tinha um carro realmente bom. Mas agora ele também tem menos pressão. Se pudermos fazer um pouco melhor e depois fazer uma temporada como a que Lewis fez, então já é muito melhor para o campeonato.” (Max Verstappen)

    “Lewis tem um carro muito bom, e seu companheiro de equipe (Bottas) não está lá de qualquer maneira. Quando toda a equipe é sobre você, é muito mais fácil. E quanto melhor o seu carro, mais fácil é.” (Max Verstappen)

  9. Ignacio disse:

    Em números, pelo andar da carruagem, será! Ótimo piloto, o melhor do grid atual na minha visão, mas sem pensar muito tem pelo menos uma meia dúzia na frente dele…

  10. Brabham-5 disse:

    NUNCA vou considerar um piloto como “o melhor de todos os tempos” quando teve nas mãos sempre o melhor carro, e ainda mais nessa era de “Abertura de Asa” que facilita demais as ultrapassagens.
    Domingo o Sportv reprisou a corrida final de 2o10. Naquela temporada ainda não havia o recursode e “abertura de asa” para facilitar as ultrapassagens.
    Chegando em Abu Dhabi, o campeonato ainda não estava definido. Alonso (Ferrari), Vettel (RBR) Hamilton (McLaren-Mercedes) e Webber (RBR) brigavam pelo titulo, nessa ordem na tabela, e de acordo com a combinação de resultados, um deles seria campeão. Alonso, á frente na tabela, só precisava chegar em quarto, Vettel não poderia vencer.
    Vettel, com a RBR/Renault marcou a pole (havia feito DEZ naquele ano), ao lado tinha Hamilton.
    Quem viu a corrida testemunhou que Vettel, como Hamilton hoje, tinha o melhor carro-motor.
    E SOBROU na corrida decisiva. Largando na frente, assim foi até o final da corrida, chegando á frente de Hamilton com mais de DEZ SEGUNDOS de diferença. SEM ERROS.
    Já Hamilton só esteve próximo do alemão na hora da largada.
    Alonso, SEM ABERTURA DE ASA, com uma Ferrari, precisando chegar em quarto, ficou mais de 30 voltas atrás de Petrov, com uma Renault. O russo fez uma corrida perfeita sem erros e o espanhol desesperado só via Vettel sumir lá na frente para apanhar o caneco do titulo. A situação do espanhol era ultrapassar Petrov, depois Rosberg (já na Mercedes)…e no final também tinha o Kubica (Renault) a frente de Petrov.
    Mark Webber, então, a corrida toda atrás de Alonso…
    Quem viu essa corrida de novo, teve que constatar que não há grande diferenças entre Vettel, Alonso e Hamilton.
    Eu acho que são muito poucas, e Vettel e Hamilton, os melhores dos últimos tempos, se equivalem.
    Duvido que Vettel e Alonso, com a Mercedes de hoje de Hamilton, teriam resultados e recordes menores que o inglês vem alcançando. E não digo isso para demérito de Hamilton.
    Os títulos de Vettel, SCHUMACHER, Senna, Piquet, Hakkinen, Prost, Mansell, por mais que tinham o melhor equipamento na maioria das vezes, eram mais “suados”. Imagino o que pensa o Prost, que sempre teve dificuldades enormes em negociar ultrapassagens até com retardatários, quando vê o Hamilton com a Mercedes imbatível e ainda por cima podendo usar a asa móvel…#UmaBaba
    Não digo que Hamilton não é um gênio. Mas digo que em condições parecidas, Alonso (na Renault) e Vettel (na RBR) davam o mesmo espetáculo que Hamilton dá hoje na Mercedes.
    Ah, e o Vettel é o campeão mais jovem da história da F1: conquistou seu primeiro título aos 23 anos. (Max Verstappen morre de inveja…kkkkk)
    E não se esqueçam que nos 4 títulos do Vettel, Hamilton (campeão em 2008), Alonso, Raikkonen, Rosberg, Kubica, e SCHUMACHER estavam no grid também.
    Só para lembrar.
    A quem não assistiu a reprise da corrida de Abu Dhabi, 2010, sugiro que assistam.
    Hamilton é um dos maiores de todos os tempos.
    UM DOS maiores.

    • ms disse:

      vc só não pode esquecer que quando hamilton estreou na f1 com o mesmo equipamento de fernando alonso, o espanhol ficou desesperado e constrangido com suas performances pq hamilton em muitas corridas chegava a frente do piloto espanhol que na época já era bicampeão que pra diminuir seu constrangimento e tentar livrar sua cara começou com aquela balela de que a Mclaren estava favorecendo o piloto inglês…. só que o tempo mostrou que aquela historia de favorecimento da equipe ao piloto inglês não tinha fundamento e que hamilton vencia suas corridas e chegava na frente do espanhol pq era melhor piloto que alonso…..

  11. Rafael Friedrich disse:

    Para mim ele seria o melhor de todos se tivesse estreado na Minardi e conseguisse um terceiro lugar na sua primeira corrida como fez na McLaren.

  12. ms disse:

    hamilton veio devagarinho como quem não quer nada, aguentou na boa os quatro títulos mundiais seguidos conquistados por vettel e quando entrou na mercedez deu continuidade a “expansão de seu império” amealhando até agora nada mais nada menos que 05 títulos mundiais tendo a sua frente somente aquele verdadeiro “hectacombe nuclear” chamado michael schumacher que por 07 temporadas catou seu troféu de campeão mundial de F1 , colocando debaixo do braço e saindo sorrindo dando tchauzinho pro resto da moçada….hoje hamilton tem a sua frente apenas 01 piloto, de tantos outros pilotos que já passaram pela F1, e, diga-se de passagem, pilotos que em sua época faziam parte da elite do automobilismo mundial…..acho que em alguns momentos hamilton deve parar pra pensar e ficar arrepiado ao se dar conta de que de todos os pilotos que já passaram pela F1, existe apenas um piloto com maior numero de títulos que os seus……

  13. Paulo Berger disse:

    Sim Flávio, o melhor de todos depois do magistral Ayrton Senna. Seu legítimo sucessor de números e desempenhos nas pistas do mundo.
    Abraço.

  14. Gus disse:

    Certamente ele terá grandes chances de ser o “melhor piloto de todos os tempos”, coisa que se questionava sobre Vettel em 2013: “Ele vai passar Schumacher?”…Hamilton naquele tempo – se não me engano – passava os seus apuros junto a Button, que seguidamente pontuava mais…
    Se Vettel tivesse ido para a Mercedes em 2014, possivelmente hoje ele seria o Deus Dourado da F-1, com pelo menos sete ou oito títulos (Rosberg levaria dois deles, ao menos – rsrsrsr) na manga do macacão.
    Então, como bem o dissestes, Flávio, vamos aproveitar esse privilégio, contudo – nada secretamente – vou torcer por mais…competição.
    Abraço

  15. MarcioD disse:

    É preciso se levar em conta também que no período em que Schumacher conquistou quase a totalidade de seus números (1994-2006) tanto a concorrência interna(companheiros de equipe) quanto a externa(adversários) foi inferior à que Hamilton (2007-2018) enfrentou.

    • John Player disse:

      É preciso lembrar que Schumacher com uma BENETTON já “incomodava” demais um tal de Ayrton Senna com uma McLaren…
      É preciso lembrar que Schumacher quando começou a chamar atenção na Benneton-Ford, foi terceiro colocado (inclusive marcando poles) num campeonato onde tinham Prost (Ferrari) e Senna (McLaren).
      É preciso lembrar que Schumacher superaria Senna em 1994, como já vinha fazendo até chegar aquela corrida em Ímola.
      É preciso lembrar que Schumacher foi campeão em cima de grandes pilotos como MIKA HAKKINEN, Jacques Villeneuve, Kimi Raikkonen, Juan Pablo Montoya, Fernando Alonso.
      `É preciso lembrar que o ÚNICO colega de equipe que Hamilton teve “no seu nível” foi Fernando Alonso, no curto tempo que ficaram juntos na McLaren.
      É preciso lembrar que mesmo campeões, Jason Button e Nico Rosberg, colegas de equipe de Hamilton pela McLaren e Mercedes, respectivamente, eram de um nível abaixo do Hamilton. E mesmo assim foram campeões “com o mesmo carro” do inglês, como colegas de equipe.
      E é bom lembrar que quando Senna e Prost dominavam as corridas pela McLaren, a diferença dos carros da equipe para os outros do grid era muito maior do que a diferença da Ferrari de Schumacher para o resto do grid e da Mercedes atualmente para as outras.
      Se é para lembrar, vamos então ir além da “memoria seletiva” da tietagem.
      Contra fatos e números, não há argumento.
      Pelé e Michael Schumacher são incontestáveis. Ponto final.

  16. Fernando disse:

    Leia aqui… você clica… epidemia de vídeos… que fosse veja aqui! Ok, segue a vida, sabemos que não é fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>