MENU

domingo, 9 de abril de 2006 - 15:43Stock Car

Domingo em Interlagos

SÃO PAULO (não cai mesmo!) – Estive em Interlagos para ver a Stock. Nessa nova fase de V8, TV e patrocinadores a rodo, foi a primeira que vi ao vivo. Na época dos Opalões fui a uma meia-dúzia.

É, sim, um bom espetáculo. Carros demais, talvez, mas isso não é problema numa pista como Interlagos. E tem público, o que é positivo. Claro que algumas arquibancadas são preenchidas com convidados de patrocinadores. Não veria mal nenhum nisso, não fossem eles a maioria… Um negócio próspero, em resumo.

A corrida foi boa para quem gosta de pancadaria. Metade dos 42 que largaram ficou pelo meio do caminho. Cacá Bueno soube controlar a liderança com tranquilidade assim que assumiu a ponta, apesar da pouca distância para Hoover Orsi. Não vi a Light nem os babyssauros da Jr., por isso tenho pouco a dizer. Fato é que Interlagos fica bonito quando colorido, cheio de carros e cheio de gente.

Detalhezinho negativo, mas meio besta: não se vê piloto algum dentro do carro. A posição de dirigir faz com que eles fiquem ocultos pela coluna da porta. Eu achava que na TV era impressão, mas ao vivo é assim mesmo. Não dá para ver ninguém dentro do carro. E se não se vê nada de fora para dentro, acredito que o vice-versa é verdadeiro (como dizia um jogador aí, clássico é clássico, e vice-versa). Essa falta de visibilidade lateral talvez explique alguns dos muitos acidentes da categoria.

22 comentários

  1. Pedro Jungbluth disse:

    Marcelo, não sabia que além de tudo os motores tem limitação de giros!

    Tudo bem, devem durar um monte, são mais baratos…
    Mas motores menores e turbinados poderiam ser pagos pelas montadoras, não aumentando o custo demais para as equipes.
    É só uma questão de fazer estudos para viabilizar o sistema!
    Eu acho que carros pesados e desequilibrados são um risco à segurança, um prejuízo para o espetáculo e uma deficiência técnica!

  2. Toty disse:

    COM LICENÇA PARA SER CHATO!
    Mas na Stock só tem feras??? Me fala uma!
    Essa lavanderia de laboratórios de genéricos (ah, tem coelho aí) deveria pulverizar esse abastardo orçamento em outras caregorias, principalmente da garotada aspirante, ao invés de sustentar aposentadorias de inúmeros pilotos notoriamente e internacionalmente fracassados. Cadegoria internacional é prá ser competida intercionalmente, a competência que se estabeleça. Então vamos combinar com nossos amigos/inimigos argentinos algo ao menos “continental”. Esse desfile de bolhas é um saco, um desperdício de recursos em um autmobilismo carente.

  3. do contra disse:

    Meu Deus!!!! já tinha visto o carrinho da stock jr e é realmente horrível, mas vê-los todos juntos na largada é um verdadeiro show de horror!!!

  4. Peres disse:

    Deprimente a etapa da Stock V8
    neste final de semana.Automobilismo é feito com jeito e não com força.Os pilotos usam mais a força que a habilidade.
    Em matéria de pilotos o Brasil realmente está no fundo do poço.

  5. Bernardo disse:

    Quanto à Stock, tem muito carro na pista e está ficando perigoso, principalmente por causa dos aventureiros amadores!

    E vocês viram a foto da Stock Jr. no Grandeprêmio?? Hahha, devia se chamar Lego Racing!!!!

  6. Marcelo disse:

    Acho o regulamento da Stock meio conservador, esse ano tem a telemetria para todos mas, o carro é pesadão e o motor amarrado a 6000 rpm penaliza o desempenho em retas pois iamgino que devem ter que alongar as marchas demais para ter velocidade final (devem ser iguais para todos tb). Devia ter um dispositivo tipo boost, que liberasse umas 600 rpm por um periodo curto de tempo (5 a 8 segundos) afim de aumentar as ultrapassagens, deve ser mole implementar isso já que a ignição do carro é digital, parece. Um contador que permitisse o uso do botão em 1/3 das voltas da prova com intervalos de 1 minuto +- a cada apertada. Seria emocionante não saber nas ultimas voltas quem tieria “creditos” para utilizar e isso imagino, não poria em risco a durabilidade do motor, só seria liberado na prova, 2 minutos totais de uso intervalado girando 600 rpm a mais não acabam com um motor daqueles.

  7. VELOZ-HP disse:

    Para melhorar a Stock, poderiam copiar a Turismo Carreteira da Argentina, que é a Stock Car deles e aí sim, teríamos o que atrai mais público ainda, que é a disputa de várias marcas diferentes. Lá correm Dodge, Chevrolet, Ford e Torino com mecânicas próprias das marcas limitados a 6 cilindros e 4000 cc, e não um motor igual para todos feitos por um único fornecedor.
    Apesar da aparência antiga de carros americanos dos anos 60/70, o chassis é tubular, as suspenções e freios são de primeira categoria, aliado aos pneus slick e carrocerias bem aerodinâmicas.
    Os carros são cobertos de patrocínios, transmissão direta pela TV e uma legião de fãs que parece torcida de time de futebol, lota todo e qualquer autódromo, onde as preferências são pelas marcas dos motores e não tanto pelos pilotos que inclusive, correm com co-piloto ao estilo rallye.
    Junto a ela tem a melhor categoria da América do Sul, na minha opinião, que é a TC-2000, onde competem carros turismo com motores até 2000 cc, hiper preparados e com vários recursos aerodinâmicos, muito parecida com a DTM alemã, onde todas as marcas de carros vendidos no país se encontram como, Ford, Chevrolet, Chrysler, Honda, Fiat, Citroen, Volkswagem, Seat, Peugeot, utilizando os modelos do ano e medindo forças e publicidade o ano inteiro.
    Isso sim é automobilismo no seu maior nivel, com marcas, equipes e pilotos diferentes disputando tudo, tecnologia, mídia, patrocinadores e vendas dos produtos.
    Será que os brasileiros não conseguiriam fazer algo assim ?
    Conseguimos ser melhor do que êles na produção de pilotos internacionais de sucesso a décadas e não conseguimos fazer um automobilismo de verdade, sem a enfadonha forma de monomarcas até nos monopostos ?
    Se vocês acham os argentinos arrogantes, e êles o são, creio que motivos para isso êles tem, principalmente no automobilismo não ?
    Só para lembrar, o odiado Caca Bueno foi campeão de TC-2000 lá.
    E venceu correndo por uma equipe argentina, com patrocínio argentino e com companheiro de equipe argentino e andavam de Peugeot.
    Acho que devíamos ir devagar com as váias para êle, que não tem culpa do mala de pai que tem.
    Abraços a todos.

  8. Pedro Jungbluth disse:

    O Motor V8 está na categoria por dois motivos: marketing e equilíbrio.
    O motor V8 é mais fácil de dirigir que um menor, ele não pune tanto o piloto na curva, pois sobra torque.
    O piloto entra mal na curva, perde tempo, pisa mais. Quem entra certinho não pode usar todo o motor.
    Isso aumenta a competitividade e reduz a qualidade técnica.

    Mas ao mesmo tempo esse motor enorme é o responsável por ter que jogar o piloto lá trás.

    Preferia muito que a categoria tivesse motores menores, mais leves e turbinados, quem sabe daí multi-marcas. É possível fazer isso sem aumentar muito os custos, mantendo ainda um bom equilíbrio.
    E pra mim o nome “Stock Car Turbo” tem mais apelo que “Stock Car V8″.

  9. Marco Antonio. disse:

    O Cacá deu a partida para o tetra vice-campeonato ! Será que ele não vê que esta não é a praia dele ? As vaias foram merecidas pelo comportamento de estrelinha dele. Ainda tendo aquele pai ….

  10. Helder disse:

    Obviamente, Cacá foi vaiado por causa do pai dele… hehehehe. Fora as declarações infelizes dele no fim da temporada passada.

  11. Galvão disse:

    Gostei. A Stock é uma grande categoria do automobilismo mundial e só tem fera andando. Hoje foi prestigiada com a presença de grandes pilotos do automobilismo e motociclismo mundial.

  12. Rogério disse:

    Não vai falar do Piquet não!!!! Se fu em FG, andou cornetando o muleque em detrimento do limitado Bruno Senna. Fica esperto FG e para de ser viúva. O Piquet pode até não ser a oitava maravilha como piloto, mas daí a cornetá-lo como você tem feito, sinceramente e viuvagem demais.

  13.   disse:

    eita nois em Lusa, que papelão em
    ainda por cima não ajudou o Glorioso Tricolor a ganhar mais um Titulo

    é isso que dá, depender de timinho Lusitano pra ajudar alguma coisa

    meritos ao Santos

  14. não cai mesmo??? disse:

    Sãopaulino de DNA, hoje me vi obrigado a torcer para a gloriosa Portuguesa. Gostaria de prestar minha solidariedade a toda a torcida da Lusa: não sei se é pior torcer para a Portuguesa ou depender dela!!! Que dureza!!!!

  15. CARLOS disse:

    AS PESSOAS QUE VAIARAM O CACÁ NÃO ENTENDEM NADA DE AUTOMOBILISMO. ELE VENCEU POR MÉRITOS DELE E DA EQUIPE AS CUSTAS DE MUITO TRABALHO E PRINCIPALMENTE JOGO LIMPO !!!!!

  16. Mayara disse:

    O Xandy N. já reclamava de patrocinadores no vidro na época em que corria de vectras…

  17.   disse:

    falando ´serio, aquelas janelas encobertas por pintura destoam muito do desenho, porque não deixar igual o DTM ?

    Outra coisa, o Cacá foi vaiado no pódio

  18. WBrandt disse:

    Foi a primeira vez que fui a Interlagos para assistir a Stock Car. Já tinha ido lá pra assisitr F1 algumas vezes e sinceramente… a programação da Stock (apesar de alguma falta de organização) é melhor do que a programação de Domingo da F1. Mil vezes ver 3 corridas boas, do que ver uma corrida boa e um desfile de Ferraris a 80 km/h com seus playboyzinhos…e olha que não é inveja pois estou muito satisfeito com meu Corsa…rsrsrsrsrsrsrsr
    Flw

  19. antigo disse:

    Aproveitando a deixa do Flávio, realmente esse negócio de pilotar no “banco de trás”, é meio exagero. Na minha opinião, deveriam obrigar as equipes a posicionar o banco no local normal, e deixa a encrenca sair de frente. Existem muitos outros recursos para modificar a tendência de desgarrar, de frente ou traseira.

  20. Renato disse:

    Fala Sucrilhos,
    Na etapa da FRenault do ano passado tinha um telão, simples mas tinha e na F1 do ano passado na arquibancada que fiquei tinham várias TVs. Creio que a Stock como sendo uma categoria de respeito, deveria se preocupar com isso numa próxima etapa.
    Se o “Mini-Galvão” continuar assim acho que este ano vai!

    Abraço

  21. Sucrilhos disse:

    Hahaha, Renato, mas nem na F-1 tem telão, imagina na Stock… E eu não vi a corrida, mas será que desta vez o mini-Galvão vai? Será que desta vez o Piquezinho vai? Será que desta vez o FG vai?
    E uma perguntinha ao FG: chegou a esbarrar com o Barrichello? Ele fez cara feia? Ele te zoou por causa da Portuguesa?

  22. Renato disse:

    Eu fui e estava na arquibancada coberta.
    Gostei muito do que vi, até mesmo daqueles carrinhos feios da Stock Jr. (que parecem de brinquedo) mas que andam bem e os pilotos estavam se pegando legal no retão, tanto que teve um que rodou na minha frente.
    Da Light, tambem foi interessante embora não tenha tido muitos pegas.
    A Stock V8 foi muito bacana e embora muita gente que estava na arquibancada tenha vaiado, o Caca ganhou com tranquilidade e andando muito bem.

    Do negativo; tres coisas.
    1- Um baita evento destes e nenhum telão para quem estava na arquibancada. O que rolou no final da reta somente pela reprise da tv. Mancada!
    2- A arquibancada da medley colocou um DJ num volume tão alto que muitas vezes não se ouvia o que o locutor oficial estava falando e sem telão e sem ouvir o locutor acaba ficando dificil de acompanhar o que acontece.
    3- Pura utopia, mas como seria bom se tivessem lugares numerados.

    Do resto, foi muito bacana e estarei na proxima etapa em julho.

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>