MENU

sexta-feira, 14 de abril de 2006 - 12:01#96, Superclassic, farnéis

Prestação de contas do #96 – II

SÃO PAULO (estava indo bem) – Todo mundo pensa que é fácil fazer um motor de corrida. Ainda mais um motor de um carro que tem 43 anos. Mas vocês não têm idéia.

Bem, o #96 foi de motor novo para o dinamômetro semana passada. Pistões Mahle novos, grafitados, 76 mm. Virabrequim justinho, com rolamentos alemães. Folga nos pistões de 0,10, como recomenda a fábrica de pistões.

Meia hora amaciando, a não mais de 3 mil giros. Na primeira acelerada, em quarta, 114 km/h e 58 hp a 4 mil, subindo, e pof. Travou.

O pistão do meio ficou inutilizado. Fundiu o anel.

Diagnóstico: mais folga, vamos a 0,15, por causa da dilatação dos pistões. Vai bater saia, dane-se. Mais lubrificação, vamos trocar o 2T de kart por SAE 30 na proporção 1:36. Esses óleos 2T de hoje são finos demais. Vai ficar mais gordo, mas paciência. O cabeçote também será trocado, vamos usar um sem taxa para reduzir a temperatura na cabeça dos pistões. Preciso ter garantia de que o motor aguenta, não adianta ter um canhãozinho que quebra depois de uma volta.

Há dúvidas quanto ao Weber duplo horizontal, talvez voltemos ao Solex original, mas ainda quero insistir nesse carburador. O problema é que não posso mais detonar pistão, só me restou um jogo.

Prejuízo grande, sem dúvida. Mas insistirei. Sou o único doido correndo de DKW no Brasil. Devo respeito à marca. Pistões e cabeçote já estão em Osasco para nova montagem. O bloco vai ter de ser aberto numa retífica na Lapa, espero que sejam todos rápidos. Quero voltar com esse motor ao dinamômetro semana que vem.

35 comentários

  1. vitor hugo disse:

    CARA, NAO DESISTA. FAÇA VALER AQUELE LEMA DO PAINEL DOS DKW 3=6 ( onde 3 cilindros tem desempenho igual a um 6 cilindros! teoricamente pois tem as perdas mecanicas),TALVEZ PELO DESEMPENHO SOLICITADO O SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO NÃO CONSEGUE DISSIPAR CALOR, POIS A AGUA CIRCULA POR CONVECÇÃO (A FRIA EMPURRA A QUENTE PARA PASSAR NO RADIADOR VISTO QUE ELES NÃO POSSUIAM BOMBA D AGUA, JA PENSOU EM ADAPTAR UMA BOMBA D AGUA ? SDS VITOR

  2. rangel disse:

    Aplica Multitec – 200 ml pra cada 3,5 l de oleo 2T…..vai ficar bom

  3. LAGO disse:

    Desiste não, FG! A força que vc acaba dando prás corridas baratas, por estar envolvido de coração, não tem preço…

  4. Erlon Radl disse:

    Caro Flávio!
    Já usaste o 2 T da Motul? É o que usamos em nossos motores 2T do regional de Kart Cross e ouvi que alguns usaram nas antigas DKW de pista de terra.
    Ainda existem algumas DKWs de corrida aqui no estado do RS e algumas ainda aparecem esporadicamente na Classic ou em alguma pista de terra.
    Abracos!

  5. Gustavo disse:

    Simples curiosidade: um carro popular moderno (Clio hiflex por exemplo), consegue virar com um tempo menor do que o DKW do Flávio em Interlagos? A despeito da menor potência deste último, o seu peso bem menor (?) e as suas geometrias específicas, talvez fossem determinantes na vitória….apenas curiosidade mesmo.

  6. Alexandre Reis disse:

    Ai Gomes
    Não desista ein, força que motor novo é isso mesmo, pena é a grana que vai jorrando fora.

  7. Edgar SC disse:

    Ih acho que a mistura miou…
    Usa uma gasolina mais pura que esses óleos sintéticos de hoje são f….,

  8. Luis Paulo disse:

    Mestre, carro de corrida, eu não sei, mas posso ter por base o normal. Fiquei quase o ano todo de 2004 reformando meu Bianco S 1978 e, quando saí da oficina rodei aproximadamente 10 quilômetros e lá se foi o motor … … . Triste, muito triste.

  9. Pedro Jungbluth disse:

    Só sei o seguinte, se o Gomes conseguir seus 60 cavalinhos no motor, certamente ele vai cameçar a dar trabalho para os rivais de categoria.

  10. carretera disse:

    FG, não se preocupe muito com dinamometro de rolo, amacie o motor andando e use AvGas ou encontre uma relação adequada para Gasolina, álcool e óleo 2T

  11. Fogo disse:

    Poem Fogo nessa coisa velha que Ž esse carro… deve dar mais gsoto de ver ele queimando doque vc tentando fazer dele um carro melhorzinho…

  12. Pedro Jungbluth disse:

    Ai que me pergunto: que relação teve o regulamento nisso?
    Quer dizer, as vezes a injeção podia ser proibida, ou limitada de forma aos carburadores valerem mais a pena.
    Outra opção é alguma peculiaridade das motos dificultarem a aplicação dessa tecnologia.

  13. Toty disse:

    É essa minha dúvida e curiosidade (de leigo). Uma opção teoricamente perfeita demorou tanto para ser adotada pelas motos velocidade.
    Tem coelho e eu boei.
    Aos colegas capacitados, aliás vários, por favor expliquem a um ignorante.
    Agradeço com força qualquer informação/explicação.

  14. Lawrence disse:

    Blz pessoal?!?!?!
    Vou dar mais um pitaco e tentar arrematar as dicas da galera…
    FG, o pistão do meio é o q esquenta mais!!!! Por isso foi ele q travou!
    Tenta melhorar a lubrificação/refrigeração desse cilindro.
    Pessoal q entende de 2T, como faz pra melhorar a refrigeração do pistão do meio do Deka do FG?
    T+

  15. Pedro Neto disse:

    Parabéns pela idéia VELOZ-HP, só acho que o motor consumiria horrores, sem contar o risco de quebra de paletas – elas sempre quebram.
    Quando aos demais, lebrem-se que assim como existem Pálio 1.0 e Bugatti Veryon, tmb existem sistemas de injeção para os respectivos mercados – então o colega VELOZ-HP, está correto em afirmar que o carburador, para nós mortais, é em alguns casos a melhor opção.
    Caso contrário – tentem encomendar, na Bosch, um kit de injeção para F-1.

  16. Toty disse:

    Ao VELOZ-HP.
    Só uma dúvida. A capacidade de analisar todos os fatores que influem na eficiência do aproveitamento da mistura, corrigilos e adaptar estantaneamente não é uma grande vantagem já que a carburação é pré-definida e engessada?

  17. Pedro Jungbluth disse:

    Desculpe falar, mas se carburador fosse melhor que injeção, a F1 não usava desde 1952.

    a única desvantagem da injeção eletrônica é que é complicado preparar. Mas quanto a “pegada”, ela pode reproduzir muito bem, não que seja bom. Isso em geral é porque a injeção deixa o torque mais plano, e é mais fácil perceber ele na carburação.

    Ms nunca que um motor pode render mais carburado.

  18. VELOZ-HP disse:

    Toty, por incrivel que pareça, o carburador em relação à injeção é melhor, porque tem mais “pegada” na aceleração.
    Sem dúvida a injeção é muito mais moderna e quando aliada aos recursos de eletrônica e informática então, é imbativel, mas para uso “civil”, em situações muito específicas como uma corrida de carros turismo e principalmente as do tipo arrancada, o bom e velho carburador ainda fala mais alto.
    Ainda, porque sem dúvida, logo, logo, a injeção predominará, até porque os próprios mecânicos conhecerão cada vêz mais os seus segredos e então, será uma festa, e os custos baixarão muito.
    Mesmo nas motos, e até no topo do topo que é a Moto GP, a substituição dos carburadores pela injeção é muito recente, não mais de 2 anos.
    E lá a coisa é pior porque influencia até na forma de pilotar, principalmente por causa do efeito freio-motor, que ficou muito mais violento, fazendo a trazeira quicar como louca nas desacelerações.
    Mas, apesar disso tudo, não tenho dúvida que daqui a poucos anos, até os Karts serão injetados.
    Abraços.

  19. VELOZ-HP disse:

    Obrigado, Cláudio.
    Um grande abraço a você e um ótimo feriado.

  20. Claudio Ceregatti disse:

    Para Veloz-HP:
    Camarada:
    Tua receita é honesta, séria e tecnicamente viável. Mas o que mais me surpreende é o conhecimento de pessoas e lugares. Será que o FG não lê esses seus mail técnicos?
    Parabens, camarada.

  21. Joao disse:

    Gomes

    Porque Vc nunca foi convidado para participar do LINHA DE CHEGADA do Reginaldo Leme? Vc não gosta dele e vice-versa?

  22. Pedro Jungbluth disse:

    Ah, é verdade, mistura muito pobre ao invés de produzir expansão produz calor.

  23. Pedro Jungbluth disse:

    Toty, o regulamento proíbe o uso de injeção em toda a categoria.
    Estranho é permitir o motor AP, que não é um motor tão antigo assim (foi lançado em 1984) e nem permitem carros dessa época.

    Esse é o detalhe estranho do regulamento, o tal AP. Aposto que só permitem por que se tirar 2 terços do grid some.

  24. Pedro Neto disse:

    Parece que a mistura esta pobre. Tente experimentar outros tipos de gasolina e melhorar o arrefecimento.

  25. edu di lascio disse:

    Será que esquentou demais por causa da mistura?

  26. Boxer disse:

    Isso só vem a provar mais uma vez que esse motor é uma bomba. Troca pro motor do fusca que esse é um motor que tem identidade e durabilidade. Ja diria ferdinand porsche.

  27. Alfredo Gehre disse:

    Não desista . Temos que aprender com erros e acertos ! Mas vale a pena.
    Alfredo

  28. Toty disse:

    O VELOZ-HP pegou bem.
    Não sou experte mas um carburador para cada cilindro as motos 2T utilizam ha anos, quando querem mais desempenho.
    PS de leigo: E injeção? As motos demoraram a adotar, mas estão utilizando.
    Um DKW Marelli, Bosch, sei lá…

  29. jcesar disse:

    Flávio, vou insistir mais uma vez, dá uma chance para o pessoal da “casa do dkw” de Novo Hamburgo – RS …. aqui no RS as DKW foram utilizadas em corridas de terra e acredito que o pessoal de Novo Hamburgo tem experiência com motores preparados….

  30. Pedro Jungbluth disse:

    Cara, adoro essas informações técnicas.
    Só acho que a D1 devia ter um peso menor para DKW, no regulamento, pois é claro a superioridade dos fuscas 1300 contra o deca.

    Assim teria mais disputas na mesma categoria. Senão eles vão ter que criar uma categoria própria para o DKW, mas acho que não dá muito certo sendo só um correndo.

    Mas isso é palpite, tudo que eu ando oferecendo ultimamente.
    O que eu tenho certeza é que te desejo boa sorte, e que ficaria muito feliz se você conseguisse ganhar de um fusquinha qualquer.

    E você está certo, o que importa é durabilidade.
    Parabéns pelo motor novo e coloque ai os dados quando dinar o motor denovo, estamos esperando!

  31. VELOZ-HP disse:

    Flávio, minha teoria é que falta carburação no motor. Não aquela carburação gorda ou fina que é só o que um carburador duplo ou simples consegue fazer.
    Acredito que se você utilizar 3 carburadores independentes, um em cada cilindro, de moto 2T, do tipo guilhotina usado nas motocross de 250 ou 500 cc. você terá a melhor carburação e injeção rápida possivel para um motor 2T.
    O coletor será baba de fazer, use alumínio, que é facil de tornear e frezar e aguenta bem o calor.
    Usando também as palhetas Boyesen na entrada da carburação, você terá um torque incrivel em médias rotações, não perdendo quase nada nas trocas de marcha.
    Pense nisso cara, tenho certeza que vai dar certo, nunca ninguém pensou numa preparação motociclística para um motor automobilistico que só vai andar em autódromo, por isso a preparação dos DKW parou no tempo, seguindo velhas e surradas receitas.
    O Scatena lá do Shopping das Motos na Barão de Limeira seria de boa ajuda para você nessa carburação tripla.
    Fale também com a Sarachú, especializada em escapamentos e mande fazer um do tipo 3 em 3, com as câmaras de expanção bem progressivas, tipo TZ-350 com ponteiras desmontáveis saindo na lateral do carro para você trocá-las facilmente conforme o dia da corrida, mais quente ou mais frio, e ter sempre a carburação o mais afinada possivel na hora da prova, êles tem todos os cálculos e fórmulas para dimensionar os tamanhos.
    Pense novo, pense diferente, sua caranga vai virar o bicho e tenho certeza, o Casari lá em cima está comigo nessa.

  32. marianomolinajunior disse:

    Oi Flavio, eu tenho o maior respeito pelo DKV!!!!!!
    Queria só dar mais um palpite.
    Voce já tentou usar gasolina sem alcool, como antigamente!!!!!!
    Um grande abraco do seu amigo Mariano!!!!!!!!!

  33. PEGO NO PÉ DO FG disse:

    Coloca um motor de moto-serra nessa %[email protected]$&@#que ele vai andar muito mais .

  34. Fernando Grando disse:

    Flavio, nem cheguei ao fim da sua mensagem (vou fazer isso depois), mas sei qual eh o problema: Sao os pistoes MAHLE, todos estes motores explodindo na F1 usam ele, acho que so duas equipes nao usam e uma delas eh a unica que nao quebrou motor este ano… Olho neles!!!!
    Abraco, Fernando.

  35. Fitti disse:

    Gomes,

    Não desista, voçe é o unico realmente que “anda”, não corre, de DKW, vai fundo maluco,

    Fitti, Carro#63, Equipe SPEEDRJ.COM.BR, CAMPEONATO CARIOCA, sem autodromo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *