MENU

Thursday, 27 de April de 2006 - 13:10F-1

Rubinho de novo

SÃO PAULO (quem iria imaginar?) – Está no Grande Prêmio, mais uma onda de elogios a Button na Honda, partindo de Gil de Ferran. Que, no ano passado, já havia se encantado com o inglês.

Inglês que é melhor do que muita gente imagina, e pior do que gostaria a mídia britânica, desesperada por um novo Mansell. Mas o fato é que a grande aposta da Honda, Rubens, não está se pagando.

Está virando Rubinho, de novo.

Ontem discutia com alguns amigos sobre a carreira de Barrichello. Que, como digo sempre, não é ruim. E também está longe de ser brilhante. Conclusão do papo de botequim: Rubens teve três bons anos na F-1, acima da média: 1994, na Jordan (pódio, pole), 1999, na Stewart, e 2003, na Ferrari (vitórias em Silverstone e Suzuka sensacionais). Nas demais temporadas, foi um piloto normal. E que não aproveitou como poderia os cinco melhores anos da história da Ferrari.

88 comentários

  1. MR-8 says:

    Gomes
    seu blig é um revival dos tempos da ditadura assassina e censora, pouco natural para um jornalista.

  2. Cafajestes says:

    Viva , o Toty voltou a blogar, seja bem vinda. A %[email protected]$&@#louca mais popular e afetada da net. Porque vc colocou um monte de ???, cuidado pode danificar seu esmalte vermelho paixão das bichas.
    Toty já tomou o chazinho de camomila? Santa.

  3. Altair Acerbi says:

    Quem viver verá mais uma vez uma lista de desculpas esfarrapadas e culpas sempre dos outros……..
    Ele só vai ficar quieto e não colocar a culpa nos outros quando vier andar de Stock aqui no Brasil ( não vai demorar muito não …..)

  4. Máximo says:

    VIVA!!!

    O Gil de Ferran tá jogando pra torcida e finalmente o Rubens achou alguém pra ajudá-lo…

    calma que eu explico…
    O Rubens lida extremamente mal com as expectativas que foram lançadas sobre ele em maio-94… é igual o Capelli “chargeou”… ele promete mais que político em campanha e depois mesmo que faça bastante coisa fica parecendo que não fez nada, porque não cumpriu o prometido.
    O Gil jogou confete no Button (que já se perdeu na estrada uma vez por isso – na Williams) e vai aos poucos tirando o Rubens dos holofotes, pra ver se ele rende.
    Porque ele só rendeu quando não esperavam nada dele. Quando não havia cobrança… Ou quando havia cobrança mas o time trabalhava 200% pra ele…

    explico de novo…
    1 – sem expectativa = a primeira vitória, largando em 18o depois que já tinham até preparado um documento pra as outras equipes assinarem “permitindo” que ele corresse mesmo que ele não conseguisse classificar… aí ele foi lá, virou um tempo que dadas as circunstâncias ninguém esperava e depois andou igual gente grande na corrida – e ainda decidiu sozinho a estratégia de ficar na pista com slick – que garatiu a vitória.

    2 – equipe 200% envolvida = Japão quando o Kimi precisava vencer pra ser campeão e o Rubens foi lá fez a pole e ganhou a prova, com a Ferrari 200% (os mecânicos dele e do Shumacher trabalhando, torcendo, rezando e vibrando) por ele.

    Como a Honda não ganhou nenhuma ainda nessa fase moderna (BAR-Honda), o Gil tirou ele dos holofotes pra ver se sem cobrança ele tira um coelho da cartola e ganha uma… se o Rubens fizer isso, toca tã-tã-tã na Globo, o Galvão vai gritar que ele é o máximo, o Reginaldo vai lembrar dos recordes dele na F-Ford aqui e na Europa, que ele está (em número) entre os 10 melhores pilotos da F-1 e principal….
    vai ser a primeira vitória de um carro “japones” na F1 moderna e uma bela duma pedrada na Toyota. e à partir daí a equipe vai passar a trabalhar 200% pra ele.

    Quem viver, verá!

  5. Máximo says:

    VIVA!!!

    O Gil de Ferran tá jogando pra torcida e finalmente o Rubens achou alguém pra ajudá-lo…

    calma que eu explico…
    O Rubens lida extremamente mal com as expectativas que foram lançadas sobre ele em maio-94… é igual o Capelli “chargeou”… ele promete mais que político em campanha e depois mesmo que faça bastante coisa fica parecendo que não fez nada, porque não cumpriu o prometido.
    O Gil jogou confete no Button (que já se perdeu na estrada uma vez por isso – na Williams) e vai aos poucos tirando o Rubens dos holofotes, pra ver se ele rende.
    Porque ele só rendeu quando não esperavam nada dele. Quando não havia cobrança… Ou quando havia cobrança mas o time trabalhava 200% pra ele…

    explico de novo…
    1 – sem expectativa = a primeira vitória, largando em 18o depois que já tinham até preparado um documento pra as outras equipes assinarem “permitindo” que ele corresse mesmo que ele não conseguisse classificar… aí ele foi lá, virou um tempo que dadas as circunstâncias ninguém esperava e depois andou igual gente grande na corrida – e ainda decidiu sozinho a estratégia de ficar na pista com slick – que garatiu a vitória.

    2 – equipe 200% envolvida = Japão quando o Kimi precisava vencer pra ser campeão e o Rubens foi lá fez a pole e ganhou a prova, com a Ferrari 200% (os mecânicos dele e do Shumacher trabalhando, torcendo, rezando e vibrando) por ele.

    Como a Honda não ganhou nenhuma ainda nessa fase moderna (BAR-Honda), o Gil tirou ele dos holofotes pra ver se sem cobrança ele tira um coelho da cartola e ganha uma…
    se o Rubens fizer isso, toca tã-tã-tã na Globo, o Galvão vai gritar que ele é o máximo, o Reginaldo vai lembrar dos recordes dele na F-Ford aqui e na Europa, que ele está (em número) entre os 10 melhores pilotos da F-1
    e principal….

    vai ser a primeira vitória de um carro “japonês” na F1 moderna e uma bela duma pedrada na Toyota. e à partir daí a equipe vai passar a trabalhar 200% pra ele.

    Quem viver, verá

  6. Assalariado says:

    Eu queria ser ruim como ele é ganhar o pequeno salario q ele ganha, aí tava bom…

  7. do contra says:

    Acho que agora a máscara do Barrica cai de vez. No início, com Jordan e Stewart, era a limitação do equipamento que orpimia seu talento. Depois, na Ferrari, era o tratamento esculachado que o “brasileirinho” recebia da equipe.
    Agora não tem desculpa, foi contratado como piloto de ponta, e foi tratado como tal (digo “foi”, no passado, porque pelas últimas declarações da cúpula da Honda, incluindo o Gil de Ferran, está deixando de ser).
    E é arrependimento de todos os lados: a Honda não é o que o Barrica esperava, e o Barrica não é o que a HOnda esperava.

  8. Carlos Alkimim says:

    O Rubinho não é ruim, nunca foi, mas jamais sera um Senna um shumacher, o Scoth Speed é um fuzo mas disse algo super realista, bem americano mesmo, ele e o D.coulthad quase sairam no tapa pr causa de um misero pontinho (mas ele é estreante,lembrem-se), o David quiz se impor na base do grito e o americano esperneou e disse que quem chega e não mostra a cara logo, não se impõe na F1m q ele é “o” americano na F1 atual e bla bla bla, no fim das contas continua andando na rabeira, mas demostrou personalidade, é por ai, mas tem que andar bem ô yanque falante. Só lembrar, as duplas dos anos oitenta e parte dos noventa, o 1º piloto sempre deu as cartas, sempre existiu os barrichellos, com ou sem choradeira, o Rubinho pelo menos venceu mais, e em cima do Shumacher que é um Ditador miseravel, ou vçs acham que Ricardo Patrese, R.Zunnino(Lembran dele) faziam frente a um Piquet, Watson x N.lauda, Berger x Senna, iiii a fila é grande meu brodi, a galera do pelotão intermediario então nem se fala, no fim das contas, cada um quer mesmo é se arrumar, ou tú vai dar mole pra estagiário, com todo respeitoa profissão de cada um, é uma guerra meu caro, o esporte tá em segundo plano, pelo menos no automoblismo o talento é obvio q fala muito, mas é o bolso q manda no final, infelismente é assim amigo, eu tô buscando um espaço jornalistico, se me derem um apoio, obrigado viu, abrao a todos, há, e Jung é (ou era) um batera de respeito, toco uma guita num Ministerio Batista, Gospel, e amo Rock e suas vertentes assim como minha paixão pelas corridas, voçes já ouviram o DC Talk (Americanos), é muito massa, e o Andre Valadão tá com um trabalho evangelistico fantastico, muito pop rock e um som bem dançante, é só alegria, fiquem na paz do senhor. fui …

  9. Pierre says:

    É, dá para ver a grande m…que Massa está fazendo na Ferrari, levando quase 1,0 s de Michael.

    Para mim, o Rubens fez o que podia na Ferrari, pois estava limitado a ser vice-campeão e o foi por duas vezes.

    Acho meio precipitado o comentário do Gomes e penso que o Rubnes deve melhorar e correr até na frente do Button, ainda antes do final deste ano.

  10. Marco Antonio says:

    Mandrake,

    Alô, alô, estamos falando de F1 e não de kart.

  11. Osmar Cassão says:

    Ser campeão envolve uma combinação de talento, oportunidade e sorte. Se faltar talento, tem que sobrar sorte e oportunidade (Damon Hill); Se faltar oportunidade, tem que sobrar talento e sorte, e daí por diante.
    O Shumacher quase sempre teve um equilíbrio das três coisas, e quanto deve menos carro (oportunidade) o Hakkinen foi campeão.
    O Rubens tem talento, considero ele melhor que a média da F-1 e GP-2. Mas não chega perto da elite (Shumacher – Raikonnen – Alonso). Talvez esteja no nível do Montoya. É um piloto nota 7 ou 8, sendo a média 5 a 6 e as estrelas 9 ou 10.
    Rubens teve oportunidades na Ferrari e as aproveitou, ganhando suas corridas. Mas o seu azar (em alguns momentos) e a sobra de talento do Shumacher impediram maiores conquistas.
    Em resumo, ele não tem estrela de campeão. Mas tem muitos méritos por fazer um trabalho honesto com profissionalismo, coisa cada vez mais rara no Brasil.

  12. PJ says:

    ACHO QUE O RB SÓ CHEGOU NA FI PELO BIOTIPO: JOELHINHO COLADINHO. ASSIM CABE NUM F1.
    PIQUET UMA VEZ PREVIU, RB SÓ VAI ANDAR MESMO, QUANDO AO FECHAREM SEU CINTO APERTAERM , E MUITO, O SEU SACO.

  13. Toty says:

    ????????????????

  14. Azabadu says:

    Na F1 não tem bobo nem louco queimando aquela fortuna. Quem é realmente bom, diferente, melhor, aparece e é reconhecido nem for de Super Aguri. Vide Schumacher (Jordan), Alonso (Minardi), o saudoso Senna (Toleman) e tantos outros.

  15. Azabadu says:

    1- Um cara que andou muito próximo e as vezes à frente do alemão é tão ruim assim?
    2- O mesmo cara tomando um binóculo enorme do Button? Ou o cara anda prá traz ou o inglês é um fenômeno maior que o alemão full record.
    3- É mas não é (muito antes pelo contrário). Ou detona com a Honda (pelo menos andando à frente do Button) ou será detonado. É Rubens… o bicho pegou. Boa sorte!

  16. Eduardo S SP says:

    A sitense desse papo que já encheu é uma só, andando muito ou pouco, ganhando ou não, enquanto estamos aqui jogando palavras ao vento, Rubens esta voando por aí com seu jatinho Legacy, com detalhes pintados nas cores de seu capacete e avaliado em mais de USD 15m.

    Simples assim

  17. do contra says:

    Segunto um post abaixo: “Caros amigos…RB acabou”.
    Pergunta: Por que, algum dia ele começou?

  18. EDUARDO BARRICHELO says:

    parem de falar do meu pai!!! bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua bua !

  19. 0123456789 says:

    Mandrake: disse tudo, rapaz! Mas o pessoal teima em não ver o óbvio. Quanto maior a mentira, mais pessoas acreditarão nela. Assim é com relação ao Schumacher. Tem que ser muito alienado para não perceber o que ocorria na Schurrari.

    Muitos acham normal uma equipe do porte da Ferrari ficar sem combustível (como ocorria com Rubinho), além de outros “problemas” que “surgiam” apenas no carro nº 2…

    Tenha dó!

  20. 0123456789 says:

    “E que não aproveitou como poderia os cinco melhores anos da história da Ferrari”?

    Claro, ele devia ter chegado e logo de cara mandar toda a corja (Todt, Brown e Schumacher) embora, né? Fala sério! Não dá para acreditar em uma declarações dessas de um jornalista como o Flávio Gomes.

    Nessas horas, a admiração que ele tem pelo alemão o entorpece…

  21. Renato Chedid says:

    Caros amigos…RB acabou…já faz parte do passado…
    Já na pré-temporada, ele andou muito atrás do Button…mas aí, os “entendidos” diziam que aquilo era apenas “circunstancial”…que na hora em que os GP’s começassem, a coisa seria diferente…enfim…
    Ele está sendo um mal negócio para a Honda…um péssimo investimento…
    Outra coisa…todo mundo falava que o Button não era nada disso como piloto…pois bem…os números aí estão…o cara anda muito, é rápido…e nunca teve, até agora, um carro como o deste ano…portanto, aguardem…a primeira vitória está próxima….
    Abs

  22. Luiz says:

    Defensores Del Rubin, parem de se iludir, já são anos e anos nessa aflição… O Barrica tá multi-milionário, com a vida ganha…
    Se querem exercitar o nacionalismo, torçam para o doido do Zaquinha pelo menos ganhar uma esse ano.

  23. Circo Voador says:

    Aí Flávio
    Asdrúbal trouxe o trombone kkk

  24. Marcos Foz says:

    Qual os tempos estão certos??? No site da uol o Rubens esta em 10º.

    E agora???

  25. Cuidado ! says:

    Cuidado em FG, o cara falou q precisava melhorar o carro, antes ele estava ficando a mais de 1 segundo atrás do Button … agora esta muito mais próximo é só ver os tempos.
    Eu acho que o carro da HONDA tem muito mais a oferecer, vai ser um carro campeão. Acontece que o tal do Buton como os propríos engenheiros disseram “senta e acelera” , não dá detalhes sobre o carro para melhorias.

    Fica esperto pra não queimar a lingua Flávio.

    Basta o Rubens chegar na frente do Buton no final do campeonato que vc pode considerar sua lingua frita.

  26. ASDRUBAL says:

    %[email protected]$&@#Q %[email protected]$&@#!! ESSE COMENTARIO DESSE RICARDO ALEMAO ME DEU DOR NO TESTÍCULO!!! ESSE CAMARADA É UM ESCROTO!!! NAUM É A TOA Q ESTA MORANDO NOS EUA!!! ÔOO RICARDO, SE O PROBLEMA DO RUBINHO É O COMPANHEIRO ENTAO ELE SE %[email protected]$&@#PORQUE Q EU SAIBA HÁ TEMPOS E TEMPOS A FORMULA 1 TEM 2 PILOTOS POR EQUIPE E ISSO NAO VAI MUDAR NEM TAO CEDO , ALIAS SE FALA ATÉ DE TER 3 PILOTOS POR EQUIPE. SEU BUNDA!! MANDA ELE ABRIR UMA EQUIPE SO PRA ELE, PQ SE ELE COLOCAR ATE SATO, ELE VAI LEVAR FUMO! SEGUINDO SEU RACIOCINIO, SENNA, PROST OU MERMO SCHUMACHER NUNCA SERIAM CAMPEOES, POIS ELES SEMPRE PILOTARAM AO LADO DE OTIMOS PILOTOS COMO COMPANHEIROS DE EQUIPE. INCLUSIVE, SENNA NO COMEÇO PILOTOU AO LADO DE PROST E SCHUMACHER AO LADO DE PITQUET…SEU TABACUDO DONZELO…ESPERO Q LEIA MEU COMENTARIO E TENHA NAUSEAS COMO EU TIVE COM O SEU, ANORMAL! VAI COMENTAR PIMBOLIM!!!

  27. Dado says:

    Gostaria de comentar um ponto que disse o Ricardo Alemão…piloto quando é realmente bom aparece mesmo quando não tem o time trabalhando 100% só pra ele, por exemplo , o Piquet se destacou na Williams tendo o Mansell como companheiro e mesmo o Nigel se destacou tendo o Piquet ao lado, pois eram dois grandes pilotos.
    O Ayrton, então, chegou na McLaren com um Prost bi-campeão do mundo e meio que “dono” da McLaren e não só se destacou de cara como se tornou campeão no seu primeiro ano ao lado do francês em 88.
    O próprio Schumacher se destacava e muito na Benetton tendo o Piquet como companheiro…ou seja, quando o cara é realmente bom e diferenciado ele se arruma e encontra o seu espaço…se estivéssemos falando de cinema ao invés de F1, numa disputa do Oscar o Rubens levaria fácil o prêmio como o melhor co-adjuvante e nunca como o de melhor “ator”…

  28. Ricardo Alemão says:

    Deixa eu dar minha opinião aqui… morei por 10 anos nos USA e acompanho a F1 como todos vocês… mas assistir sem o Galvão é uma outra coisa… indo ao assunto: o RB é um piloto muito respeitado no mundo todo, mas ser companheiro do Schumacher é que foi o problema… o alemão foi quem trabalhou duro, com seu talento, desde 1996 para elevar a Ferrari ao nível de equipe vencedora novamente, e NUNCA deixaria outro brilhar em seu lugar. Lembrem-se do Canadá em 2000, quando RB foi ordenado a não vencer a prova… concordo com um amigo aqui que disse que em 2002 ele teria seu apogeu… acho que esse ano foi a única vez na carreira que Schumacher chegou a temer o companheiro. Mas o que dizer de RB… agora que ele tem a carta branca, encontra um jovem Button, cheio de vontade, e que é bom pra caramba! Mas que o RB merece respeito e reconhecimento como um dos melhores, isso sim. Ele precisa de uma equipe trabalhando 100% para ele como Senna tinha Berger na McLaren, ou Dumphries na Lotus em 86, ou Nakagima em 87… como Schumacher tinha os outros coadjuvantes por todos esses anos, como Alonso teve o Físico. O problema foi ter Button como companheiro… RB precisa de uma equipe trabalhando 100% para ele, aí sim. O cara é bom!

  29. XANDÃO says:

    na pré temporada já esta c vendo q o Button seria melhor q o Rubinho, ele bem q podia c aposentar não é

  30. Fitti says:

    Ai pessoal,

    Quem não entende de corridas fala o que quer, a F1 é muito complicada, o Rubens é muito bom, mas, F1, não da chance para quem não arrebenta, e infelismente ele não está arrebentando.
    Até a equipe pode jogar contra, mas,
    se ele não mostrar muita personalidade, vai dançar.

    Fitti,

  31. Ruizinho says:

    Mandrake, vc é muito otimista.

    Se o RB desanima fácil então ele não tem postura de campeão.

    Schumacher tá sempre motivado, mesmo se as coisas não vão bem, é uma questão de postura, postura de quem acredita no próprio taco.

    Eu só espero que quando o Rubinho se adaptar ao carro e a Honda acertar a mão, que não apareçam outros problemas que tirem ele da disputa.

    Pq quando não é uma coisa, é outra!

  32. John Lenon says:

    Eu diria que o Mandrake fez uma mágica e fez sua própria inteligência desaparecer.

    Sigamos a lógica do Mandrake. Pra que disputar mundial de F1? Bando de trouxas! É só ver o retrospecto do camarada no kart e dá o título pra ele. Pra que nego ficar se degladiando na pista, durante corridas e corridas, torrando milhões, para ver que é o melhor? É só ver o retrospecto no kart!

    Deus abençoe Mandrake por ter me feito abrir os olhos.

  33. Carlos Piazza says:

    Mandrake, a equipe que vc disse que´´engatinha´´, vem apresentando, neste campeonato, desempenho bastante convincente.
    Jason Button vem frequentando o pelotão da frente com certa frequência nos treinos , enquanto´´o brasileirinho´´sequer classifica na super pole.
    Será que a equipe não estaria´´podando o talento do menino´´…tadinho !!!
    A propósito, em Imola, a equipe se´´atrapalhou´´no abastecimento de Jason prejudicando sensivelmente sua prova, ainda assim Rubens´´conseguiu´´chegar atraz do britanico…Tenha dó !!!
    Acredite, equipes de corridas não prejudicam pilotos deliberadamente. Decisões importantes tem que ser tomadas fulminantemente, variáveis e incompatibilidades técnicas são corriqueiras, interesses politico-financeiros muitas vezes conflitantes.
    É absurdo imaginar que alguém invista´´um caminhão de grana´´só pra ver´´fulano ou beltrano´´´se dar mal. Existem politicas internas que visam otimizar resultados, isto é um fato mas, atribuir às equipes o fracasso ou sucesso de um piloto e como´´atribuir culpa a cama pela traição da pessoa amada´´…

  34. Andre Mx says:

    Brow, neguinho nao cansa nao?
    Muito fácil ficar de fora criticando e criticando. O outro só que ver ON e só porque o cara é ELLO tome pedrada! Pô, o cara tá lá há algum tempo mantendo-se entre os primeiros e ganhando salários. Metade dos pilotos do grid tao pagando pra correr. Um monte de piloto brazuca de desempenho pífio passou pela F1, mas o Barrichelo que é uma m… e o escambau. Isso é que dá ser piloto de F1 no país do futebol. Gomes, o que é piloto normal? Piloto normal pra mim é aquele que nem fede nem cheira, nao agrega muita coisa, ganha uns pódios aqui e ali e pronto. Um Trulli da vida (peloamordedeus, neguinho disse que o Barrichelo tá no nível do Trulli…). Rubens foi (espero que ainda seja) bem melhor que isso.
    O cara é nosso conterraneo. Conquistou muita coisa e tá na melhor categoria do mundo há mais de 10 anos. Se nao foi um novo Senna paciência. Que o comentemos, critiquemos, ignoremos. Mas que nao o esculachemos.
    Abracos

  35. antonio purri says:

    Rubinho é muito honesto.. não passa ninguém pra tras ..
    O Rubens tem momentos bons , não mais do que isto . Fsse ele um argentino , espanhol , noruegues , ingles etc eu duvido que teríamos mais do que meia dúzia de blogueiros que o defendessem . Acho que não tivesse ele uma Ferrari a maior parte da carreira seus numeros provavelmente seriam bastante proximos aos do Berger , do Alesi , do Patrese … 2 ou 3 vitorias , uma dezena de podios , 1 ou 2 poles e olhe lá…

  36. Mandrake says:

    E para quem teima em chamar o RB de mediano, medíocre, pilotinho etc, sugiro analisarem a carreira dele.

    Quantas vezes ele foi campeão, como ele toca um kart.

    Medócre é um Christian Fittipaldi que nunca ganhou uma corrida na vida. E ainda botaram ele de titular na A1 Grand Prix… isso é que é nepotismo!!!

  37. Mandrake says:

    Eu diria que 2000 (9 podiums no 1o ano de Ferrari- 1 vitoria) e 2002 (9 podiums, 4 vitorias e 2 vezes impedido de largar por falhas da equipe: Espanha (2o no grid) e França (3o no grid)) foram anos melhores do que 2003.

    Se bem que em 2003 ele estava empatado com o alemão em 8 pontos (fez um 2o na Malasia) quando aconteceu aquela corrida no Brasil em que o alemao saiu da pista no S do Senna e o RB ficou “sem gasolina” quando tinha tudo pra ganhar ou, na pior das hipóteses, ficar em 2o e abrir 8 pontos.

    Plagio o Edgar: o RB não é tão bom quanto o alemão. Nem quanto o Piquet, o Senna, o Prost, o Mansell e mais uma lista muito grande que inclui o Alonso e o Raikonnen.

    Mas a Ferrari podou o talento dele que teria o seu apogeu em 2002.

    Quanto às comparações (precoces) com o Button, que está na equipe há várias temporadas, lembro o sufoco que o Piquet passou com o Mansell, preferido descarado do Sir FW.

    Estou insatisfeito com o RB, mas a Honda, como equipe, ainda engatinha. Comparações de tempo em Ímola, depois que o 1o pit stop deixou o RB em 13o, é bobagem. A estratégia da Honda é equivocada. Largar pesado na Australia é burrice, assim como largar leve em Ímola. Largar pesado na Malasya TAMBÉM foi burrice, pois é uma pista onde a ultrapassagem é possível. Ficar andando pesadão e deixar quem está na frente abrir uma avenida que permite fazer pit stop, tomar uma coca-cola e ainda voltar na frente…

    Basta pegar o histórico passado de quem ganhou onde e que estratégia usou. Há pistas mais propensas a acidentes que exigem o Safety Car, outras onde uma primeira perna mais longa sempre é mais vantajosa. Isso a Ferrari faz como ninguém. Pro alemão, principalmente.

    Quanto ao RB, ele só precisa de UMA corrida boa que o ajude a levantar a cabeça pois ele desanima muito fácil.

  38. Luiz Fernando says:

    Acho que o tempo já demonstrou que o Rubinho é somente um piloto mediano. Gosto dele, mas são muitos anos de F1 para poucos resultados (mormente tendo pilotado uma Ferrari como daqueles anos …)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *