Gira mondo, gira (quarta)

SÃO PAULO (só aqui, mesmo) – Ontem, na hora do jogo, seis pessoas fizeram um protesto na Paulista e andaram peladas pela avenida. Só os repórteres viram. Não sei contra o quê protestavam, ninguém soube direito.

Uma empresa americana, Enstrom Helicopter, está se instalando no Brasil de olho num dos maiores mercados de helicópteros do mundo. Vai começar suas atividades com a venda de uma aeronave de baixo custo, que nos EUA vale US$ 760 mil. Baixo custo.

Boy George foi condenado a varrer um parque em NY por cinco dias depois que a polícia encontrou drogas em seu apartamento. Ele ficou bravo e disse que é uma humilhação.

Anteontem a Anfavea fez o tal almoço de seus 50 anos. Ou jantar. Ninguém me ligou pedindo um DKW.

Fidel faz 80 anos em agosto. Saúde, comandante.

Leio na “Ilustrada” que a febre de iPods, MP3, podcasts e outras merdas está acabando com as lojas de discos. Lembrei da Hi-Fi e do Museu do Disco. Será que existem? Não, o Google me informa que a Hi-Fi fechou em 2002, sim, eu tinha lido sobre isso, obrigado, Google.

Vá à merda, Google.

Comentários

  • só defende FIDEL quem tem medo da repressão,pois os familiares se quedaram lá.Ou quem está no Brasil, pago pelo governo para fazer algum curso e mesmo só os que voltam porque a maioria se queda aqui.
    Vivi em CUBA e falo o que realmente vi e vivi.Como estrangeira tendo dolares, só vivi bem, correto, agora imagina num pais que tudo que o cubano quer comprar em dolar, ele ganhando em peso, o que que acontece.
    Ele se prostitui e muito mais do que antes.

    bem se ver que QUEM DEFENDE DITADURA, NÃO SABE O QUE VIVE O CUBANO , POIS OS QUE VIVEM PAGOS PARA REPRIMIR OS OUTROS NÃO PASSAM PELO MESMO.

    Cuba é um país que até esta década continua sendo o paraíso,agora dos europeus,com o índice de prostituição elevadissimo.. Fidel e sua Revolução, que não sou Cubano para dizer se foi boa ou má, mudou muita coisa em Cuba, a começar pela SAUDE, lá a taxa de Mortalidade Infantil está segundo a UNESCO entre as 5 -CINCO – menores do PLANETA. Não existe criança analfabeta. Desde 1968, cuba está sempre entre os dez maiores medalhistas das olimpíadas. A Saude da população pode ser comparada com países bem mais ricos, como o Chile.
    SAUDE PARA QUEM CARA PALIDA?
    Que remedios tem nas farmacias de cubanos?
    As redes de esgoto correm realmente a céu aberto.
    Não moro na Noruega ou Dinamarca. Mais aqui o presidente não coloca outdoor dizendo as asneiras que o FIDEL.
    Desculpa a sua geografia de comparar CUBA com Governador VALADARES. Tá mal.

    O que vc escreveu não foi inventado, pois basta ler livros, Revistas, jornais, etc.DE ONDE DE CUBA? tudo na mao do GOVERNO.

    Os relatórios da UNESCO são baseados nas informações camufladas.Mortalidade infantil? Foram na grande maioria abortados. Nas Olimpíadas e Pans, os atletas só não fogem mais porque são vigiados pois na equipe tem varios seguranças.Ainda assim os atetlas vivem na maior mordomia em CUBA, mas mesmo assim FOGEM.

    O QUE QUERO DIZER É QUE Lá é pior do que aqui.BRASIL é uma maravilha em relação a CUBA, se não posso comer arroz de primeira , como de terceira.E lá tudo na mao do governo, é tudo o mesmo preço.
    CONHEÇA CUBA PRIMEIRO…
    Se alguem quiser sabero contestar algo me passe um e-mail ou entre nomeu orkut pois não terei tempo de voltar aqui.
    JOYLCE DOMINGUEZ.
    desculpe algum erro, é a pressa.
    Desculpa quis só esclarecer algo.

  • Bem lembrado !!!!
    O Serrano tinha um Itamaraty executivo, sim !
    Mas nunca mais ouví falar deles !
    Será que eles ainda respiram ???

    Caique,
    Você faz muito bem !
    Não discuta mais política !
    Aqui ou em qualquer outro lugar !
    Hahahahahh….

  • Bem Caique, se na falta de argumento você resolveu tentar me ridicularizar, só conseguiu foi perder a razão.

    Por que não contra argumenta então? Te falta estofo pra isso, é o que parece.
    Diz que calca suas opiniões em fatos, mas se esqueceu que a História estuda fatos também. Desconsiderá-la é coisa para ignorantes. A análise que eu fiz do futuro de Cuba não se calca em nenhuma capacidade premonitiva, mas sim na análise do passado.
    Nunca um sistema autoritário foi bom, quando se analisa globalmente.
    Mas sempre os regimes autoritários tiveram, isoladamente, qualidades.
    Somente os tolos que não estudaram corretamente a história se apóiam nessas qualidades isoladas para defender o regime autoritário.
    Democracia não é um conceito perfeito, concordo com isso. Mas é o melhor que já conseguiram.

    Então, ao invés de você perder seu temnpo lendo minhas opiniões idiotas, e respondendo com idiotices ainda maiores, recomendo que vá ler livros de história.
    Não tem paciência?? Tudo bem, tem um livro bem bobinho, mas que mostra de maneira bem didática para os preguiçosos como se constrói uma ditadura:
    A Revolução dos Bichos, de George Orwell.
    Seria um começo.

  • Caique, você não está discutindo política. Você está discutindo Autoritarismo. Melhor, você está defendendo o autoritarismo, isso é um crime.
    Ok, vamos supor que Fidel seja super honesto e capaz e que Cuba esteja ótima. O que vai acontece quando ele morrer? quem vai assumir o poder?
    Eu respondo, pois isso é algo longamente verificado na história: No autoritarismo, vai substituir ele quem for mais autoritário, quem tiver mais sede de poder.
    E problema do povo…
    E é essa a sina que o Fidel plantou para o povo cubano, ao não respeitar a democracia, sistema que tem suas falhas, sim, mas é o mais perto que podemos chegar de justiça…

  • Rikho,

    Num Blog normalmente o contraditório é sempre feito a partir de paixões. Por isso sempre que discuto algo num blog, me utilizo de dados que me façam ter uma opinião o mais isenta possível. Acho que os dados são e devem ser utilizados para que possamos embasar uma opinião o mais sensata possível. Destra forma vejo o esporte, a política, a literatura , a mídia , etc. Se eu der a minha opinião só por gosto ou paixão, chegaremos ao contraditório infinito. Dias atrás um amigo do Blog escreveu que *…as divergências devem servir para convergirmos* , achei isso sensacional, porque é antagônico, mas é real. Porém para que isso aconteça, a paixão tem que ser amenizada e a forma como vejo isso é me utilizando de dados que possa vir a dispor e de preferência isentos de tendências. Assim posso dar minha opinião e ficar tranquilo.

    Grande abraço,

    Caíque.

  • Não quero entrar na briga ,mas se Cuba fosse bom não tinha neguinho se atirando no mar ,e o Fidel já teria liberado uma diretas já.
    Tenho um amigo comunista que foi tratar de vitiligo em Cuba, olha , o cara voltou muito decepcionado, e o povo lá não respeita o Fidel ,e sim tem é muito medo.

  • Olha, o que eu sinto aqui é que muita gente discute certos assuntos sem isençao, deixando a paixao predominar. Alguns, por exemplo, tem paixao por números e os usam como argumentos definitivos para demonstrar que sua preferência é superior a dos demais. Nesta situaçao, sempre me lembro de Stirling Moss e Villeneuve pai que jamais foram campeoes e sao lembrados até hoje. Ou ainda do Brasil de 82 que é lembrado com muito mais carinho que a Seleçao de 94. Por que estou falando disso? É que tudo na vida tem dois lados, mas o lado dos vitoriosos tende a prevalecer. Por enquanto, o lado do Fidel prevalece, o dia em que ele morrer, talvez cheguemos a conhecer outras histórias. A nao ser que algum de nós tenha vivido em Cuba, fica difícil dar opiniao, mas tampouco acho que justificar problemas que possam haver lá com problemas daqui, EUA ou Alemanha seja adequado. Como disse Einstein, tudo é relativo. Onde vivo agora, as pessoas reclamam dos assaltos, preço das passagens, estrutura das escolas, etc, mas no Rio era MUITO pior tudo isso. Certamente, vai ter quem diga que no Rio é melhor, mas eu jamais vou concordar, porque vivi lá mais de 30 anos. Isso, creio eu, vale mais que números, por exemplo. A opiniao de quem vivencia as coisas de maneira lógica. Como, nesse momento, as opinioes pró e contra Fidel parecem muito apaixonadas, há que esperar. Um dia saberemos a verdade.

    Abraços a todos.

  • Gomes
    Se você morasse em Cuba, não tinha blog com comentários políticos, e se fizesse estaria morto.
    Respeitar opiniões é o principio básico da democracia.
    Respeito a sua, mas Fidel não iria respeitar.

  • Amigo Zelão,

    Todas as vezes em que entro numa dizcussão sobre Senna x Schmacher, o faço sempre baseado em dados, nunca pela preferência, aí encontro um monte de respostas de pessoas que não conseguem entender que 1º lugar é 1º lugar com um ou com o outro. Não tem nacionalidade, mas nessa discussão sempre que se pode, um grande numero de fãs diz que o Alemão só ganha porque é Dick Vigarista, como se o Senna fosse Anjo. Atualmente, cresce na Alemanha um confronto Interno entre as antigas Alemanhas. Isto vai dar muita m….a e os sociólogos e cientistas políticos vão deitar falação sobre regimes , etc e tal. Tô falando hoje, dia 29 de junho, 40 ANOS DE RECORDE DO CARCARÁ. Guarde bem este dia e voce se lembrará que baseado em fatos e dados fica difícil errar muito.

    Abraços,

    Caíque.

  • Caique, acho que já disseram isso neste e em outro post, politica é um assunto muito polemico e desperta paixões violentas. Pode ser comparado a rivalidade Senna contra Schumacher ou Flamengo e Vasco. Por mais argumentos que se use ninguém muda de ideia.

    Não acho que viver em Cuba seja pior do que no Brasil. A questão é que no caso de Cuba não há como defender. É uma ditadura que já dura mais de 50 anos é pronto, só isso já é suficiente para condenar Fidel. Não há nada que mude isso, nem mesmo os bons indicadores sociais. Como é um regime onde não existe a liberdade de imprensa estes indicadores seram sempre suspeitos. Gorbachov disse que os indices da antiga URSS eram forjados, ate os números da produção agricola eram manipulados. Tanto era verdade que o regime ruiu de podre.

    Quando Fidel se for, provavelmente o regime ira se abrir e ai sim conheceremos a realidade de Cuba. Veremos quem está certo ou errado. Duro é convencer o comandante que a hora dele esta chegando.

  • Se tem alguém no Blog que é Militar, por favor, não precisa enviar um post porque escrevi a *milicada* no post anterior. Embora nunca tenha pensado em ser Militar, tenho um Filho Oficial Médico da Marinha (Brasileira) .

  • Nunca Mais comentarei nada de política aqui no Blig, não porque não goste e sim porque só tenho um peso e uma medida: Se a gente conta uma experiencia sobre alguém com quem conviveu, vem um e diz que embora tenha tido a mesma experiencia o cara não conhecia uma urna (é muito mais importante do que o cara ser médico e dizer e defender que onde nasceu as coisas funcionam, eu vejo urna desde que nasci e vi meu Pai engessando um trabalhador das Docas semcamisae sem nenhuma infra-estrutura ao final de sua carreira de Cirurgião…eu vi urnas desde que nasci), aí a gente lê que em Guantánamo os prisioneiros viram os jogos da Copa via TV, mas os jornalistas..Ahhh esses foi quase garantido que não, engraçac do porque o Tony Blaie e Todaa Comunidade Européia estão batendo pesado nos EUA por Terror e trortura lá em Guantánam, mas esta informação retirada de um òrgão de informação vale, mas o que as Nações Unidas dizem não. O Brasil cresceu sim 10% ao ano na época do Milagre Econômico e a nossa Dívida Externa cresceu de 64 a 77 mais de 800%, tudo com carência, aí quando acabou a carência e a milicada tinha que começar a pagar, acharam que era melhor abrir a democracia e que nós pagássemos o que o Sr Robeto Campos e o Dep. Delfin Netto deixaram prá gente. Aí manesada, aqui não tem ONU, nem Cubano falando, tem é um Brasileiro, cinquentão, que viveu esta história, a NOSSA HISTÓRIA.. Qualquer coisa que falo ou escrevo sobre o que acho de política, o faço baseado em dados, agora se acham que não servem prá nada , meus PÊSAMES.
    Cansei, vou falar só de carros,

  • Que curioso o que achei: Notícia no Último Segundo:
    Prisioneiros de Guantánamo assistiram jogos da Copa
    Puxa, longe de mim querer defender os americanos e suas políticas prisionais de Guantánamo, mas duvido que os jornalistas e demais discordantes do cretino barbudo enham esses privilégios nos porões em que são empurrados.