Nóis na Copa

SÃO PAULO (e não é que é bom?) – Neste fim de semana, fosse este um ano normal, estaria já me preparando para ir a Montreal. Como não é, não vou. Ano que vem voltamos, no problem. Para dizer a verdade, estou curtindo esse negócio de acompanhar uma Copa aqui. Em 1994 foi a última, porque tinha sido demitido da “Folha” e antes de resolver trabalhar de novo, fiquei vendo futebol na TV.

As duas seguintes tiveram corridas marcadas para dias de jogos, e lembro muito bem, especialmente, de 1998. No dia da final com a França estávamos todos em Silverstone.

Passei aquela semana com a camiseta do Brasil e decorei meu lugar na sala de imprensa com bandeiras e faixas. O pessoal se divertia com este escriba fantasiado de Pacheco. O Brasil levou fumo, todos se lembram. Para evitar que me zoassem demais, na corrida seguinte cheguei à sala de imprensa com a camisa da seleção francesa e a quando os gringos vinham me encher o saco, eu dizia: je suis français.

Em 2002, assistimos ao jogo contra a China na sala de café da manhã do hotel Delta às seis da matina. Depois seguimos para o autódromo.

Na foto, da esquerda para a direita, parte da “class of 2002”: Odinei Edson (rádio Bandeirantes), Cândido Garcia (saudoso amigo, então na Transamérica), Everaldo Marques (Jovem Pan, hoje na ESPN Brasil), o amigo Steve, que mora nos EUA e vende patinetes, e eu. Em primeiro plano, Tiago Torriceli, da rádio Globo.

Comentários

  • Pri, é , o ser humano precisa se apegar a algo que lhe de razão para viver, isso é algo comprovado pela sociedade, porem para os Amiguim tem que ser algo mais forte como essa historinha do Trem, hehehe essa foi demais. deviam falar bem dos doces e queijos, ai sim é gostosim. abraço Pri obrigado pelo e-mail

  • Petrus, quase caí da cadeira de tanto rir! Meu, (aprendi esse “meu” com vocês) nada como alguém de fora pra nos analisar! Nós somos tranquilos, relaxados, sossegados, de vez em quando até um pouco lerdos. Como dizem por aí: mineiro não fala, proseia.
    Tá nervoso? Vem pra Minas, uai.Você acalma ou píra de vez.
    Bjim pro cê e ficatormentadonão,viu?

  • hahaha, que isso Pri, atormentado eu? Nem um pouco, fiquei atormentando de andar em BH, uma cidade linda, grande, suja, cheio de mineiro que não sabe nem o nome, ninguem sabe nada, ninguem conhece nada, quem conseguiu me dar infomação foi um carioca e uma b.i.c.h.a pois o resto não sabia nem falar onde estava , olha, eu sabia que mineiro era tranquilo mas não assim, e eu não estou inventando em, no hotel, posto de gasolina, restaurante, meu, que sufoco, tive que passar o cartão de credito pro cara do posto pois ele tava tão mamado que eu nem sei como estava de pé, olha, hehehe Povinsussedadim sô!!!
    Quanto ao # 96, é, sei la viu, quero ver o FG dar conta de tudo isso, espero de dê !Abraço Pri

  • Ah Petrus e Cláudio, o Flávio tem razão! Carro é igual namorado não dá pra ficar emprestando! Mas que tirar os equinos da precipitação foi engraçado, isso foi! Praticamente uma frase do professor Pardal!

    Ps: Petrus quem está triste agora sou eu. Veio até Bh e não deu uma passadinha em Montes Claros por quê? Tem razão quando se auto caracteriza atormentado porque caiu do berço! Hahahaha
    B-jo

  • Tambem concordo. Se na F-1, está todo o mundo discutindo para onde vão Fisichella, Kimi, Barrichello, Alonso, etc. por que não podemos especular sobre a substiuição do Flavio enquanto viaja????
    Nem a valorosa equipe e nem o 96 podem ficar parados…

  • Amigos, tentei dar uma força mas não adiantou, Claudio, valeu mas o banco do FG é tamanho Extra Little o que vai dificultar a troca de pilotos,sendo que a B.u.n.d.a nacional tem media M.
    Ora se a F1 tem polemica porque a temporada da Super Classic não pode, não é ???

  • Ao Petrus:

    Quem lê, vai pensar que combinamos…

    Mas já que voce sugeriu, caso ano que vem o FG esteja sempre pulando de aeroporto em aeroporto, naquela vida de cigano, tambem acho que seria injusto a Deka #96 ficar sem piloto…

    Não nos esqueçamos que a barata é dele, portanto…

    Como sabemos todos, graças à Internet esse carro tambem está se tornando um mito, tamanha ebulição que estamos (todos) causando.

    Desta forma, sugiro o seguinte:

    Primeiro:
    Convencer o Fg que alguma outra bundinha sente-se na barata, minha modesta opinião é: DUVIDEO-DÓ.

    Segundo:
    Caso passe a fase acima, que se faça um vestibular dentre vários pilotos, pra honrar a história e homenagem (Norman Casari) que o FG e o pessoal da Superclassic proporciona.

    Terceiro:
    Eu não seria o cara mais indicado, longe disso. Sobra tesão e falta braço. Prefiro meu trabalho assim meio “por detrás”…No bom sentido, claro.

    Quarto:
    A listinha desse vestibular deveria incluir o Salomão, mais Bird, Lameirão, Sharp, Bueno, Anísio Campos e muitos outros pilotaços que estão aí.

    Esses são os caras. Difícil mesmo seria escolher dentre os candidatos naturais… Tenho a leve impressão que virar 2m36seg seria uma tarefa difícil para eles… Ia vir um TEMPORAL , coisa de cair o queixo…

    E aí, o que o FG ia contar lá na ESPN? E os blogueiros, então? Haja saco pra suportar o aluguel…

  • Chiiiiii, vocês leram com atenção que o FG vai voltar a viajar ano que vem, só falta ficarmos órfãos de Limite e de # 96, Bem, qualquer problema deixa a o Cláudio Ceregatti de piloto oficial e o Joaquim de segundo piloto, já pensaram?!! FG olha lá em?!!

  • Gomes, com este post sobre Copa do mundo lembrei que você, algum tempo atrás, contou que assistiu um jogo da copa com o Peter Sauber e o Felipe Massa. Nessa ocasião, inclusive, o Peter Sauber teria “roubado” seu boné do Brasil. Por acaso achei num site alemão essa foto. É bem legal, aparece você, o Massa, o Peter Sauber e mais uma galera que, obviamente, eu não conheço.
    Vou postar o link, quebrado pra não atrapalhar a leitura, caso você queira dar uma olhada.
    B-jo
    http://www7.online.rtlklub.hu/
    hozzaszolas.php?topicid=24483&hol
    =600&sorrend=csokkeno&forumid
    =207

  • Pois é modesto Flavinho onde comenta que sou “vendedor de patinetes”, um titulo que nao da justiça ao fato de eu ser um Diretor aqui na Segway (www.segway.com) nos EUA. Tudo bem, patinete eletronico…
    Flavinho nao tem cadeirao nao… vai sentado como nos mas o importante é que o telao estava na nossa frente.
    A curriola que vinha sentando para tomar cafe veio levando nossao onda. Acho que no final ganhamos da China, na me lembro (se tivessemos perdido teria sido noticia
    até hoje).
    Abraços a todos,
    Steven (Stephan de Penasse)