Ah, a manguaça…

SÃO PAULO (na bebida procuro esquecer) – É mais do que incômoda a fama de beberrão de Kimi Raikkonen. Agora, ele está sendo acusado de ter tomado um porre na Hungria e, pego pela polícia, teria perdido a habilitação. E ainda teria pago uma multa de US$ 7,5 mil.

Conheço bem as multas de Budapeste…

Com tudo isso, a Ferrari estaria repensando sua contratação. A ver. Como devem ser vistos também estes dois vídeos amadores de outras bebedeiras de Kimi, ainda no comecinho da carreira.

Comentários

  • Divertidas as histórias de Interlagos e da “reserva ecológica” dos motoqueiros… hahaha
    No interior da curva do Sol havia uma pista de motocross, e pelo que me lembro dos audazes pilotos, devem ter sido eles os “agricultores”.
    Patota da pesada, como tinha doidão naqueles anos. Coisa de maluco !!!!!!!!

  • O Kimi é o cara mais gente fina da F1.

    Tomou um porre em Budapeste, saiu dirigindo e quase foi preso. Ficou sem dinheiro, passaporte, tudo.

    Aquela cena dele abandonando a corrida em Mônaco e indo parar num Iate, sem camisa, e tomando todas, foi sensacional.

    Antes um piloto autêntico do que aquele bando de frescos.

    Agora estão dizendo que a Ferrari está com uma pulga atrás da orelha por conta disso.

    Eu já penso diferente: prefiro um Kimi de porre a um Massa aditivado de Red Bull.

  • Concordo plenamente, Paulão.
    Mas se fosse na F1 em Interlagos anos 70, ia ficar difícil… A neblina em todo o anel externo, onde o povo acampava por dias e dormia nas arquibancadas não era exatamente vapor d’água…

  • Essa questão nos remete não só a este tipo de vício mas também a um assunto pouco divulgado que é o doping e o consumo de drogas no automobilismo. Acho que se houvesse um controle sobre isso muita coisa apareceria, sem que fosse interpretado com uma caça as bruxas.
    Apenas para manter a lisura do esporte.

  • Eu acho que um porrezinho de vez em quando não tem nada a ver, a não ser que isto se torne uma prática comum e interfira em seu trabalho. Mas o que me parece que está acontecendo com o Kimi é que ele toma umas de vez em quando e sempre tem uma câmera para fragá-lo.
    Na época em que corri de Hot Dodge aqui em Brasília tinha dois pilotos da Stock Car local que só entravam na pista depois de cheirar algumas carreirinhas e andavam uma barbaridade, inclusive a imprensa local andou falando alguma coisa a respeito na época. Portanto, não acredito que exista exames para identificar tais substâncias no automobilismo.

    Jovino

  • O Kimi tá muito é certo…
    A vida é curta, a gente tem é que aproveitar mesmo.
    O que é q a Ferrari tem a ver com isso?
    Por acaso uma empresa tem que se preocupar com a vida “extra fábrica” de um funcionário? (contando que ele não chegue “alterado” para bater o cartão)
    Se a Ferrari perder a chance de ter um piloto como o Kimi, vai ser muita burrice.

  • Comendador, pois é , eu sempre passei ao largo, mas o voo da esquadrilha da fumaça era tão baixo que “as veiz” até a cueca cheirava cravo, se é que me entendem. E tinha uma turma de moto que plantou grama no fundo do estacionamento, entre o Sol e o Sargento. Nem precisava levar, era só colher. Acho que foi na reforma de 79 que descobriram a “mata atlântica” e chamaram a polícia.

  • Vitão:
    Nunca vi, nunca fumei, nunca menti…
    O “pobrema” era que o tal cheirinho da erva ecologicamente correta era tão comum nos ares do Templo Sagrado, que a gente nem reparava…
    Basta ver os vídeos das corridas de F1 em Interlagos nessa época para entender.
    No meio daquela multidão acampada (e sem pagar um tostão) a Esquadrilha da Fumaça imperava…
    Dio mio, como sobrevivi?

  • Comendattore, sem contar que os caras (Murray, Hunt,to a Heskett, um certo piloto de um certo país sulamericano) queimavam umas bazucas nada ortodoxas; digamos ecologicamente corretas, mas legalmente MUITO comprometedoras.
    Eu contratava o Kimi para garoto-propaganda do Engov.

  • Acho um absurdo se a Ferrari vetá-lo por mau comportamento. Aliás, não há time que se comporte pior do que a Ferrari.
    Não há mal nenhum em tomar uns gorós de vez em quando, desde que não influencie o desempenho nas pistas.
    Que capote que ele tomou, hein?
    Ronaldo, “picolé de cachaça” foi ótima…

  • Esses jornalistas não tem o que fazer…
    Indes de fikar fazendo fofoca vai procurar se informar mais hehe
    Nem da pra perceber que o cara tah bebado, e se estiver tambem… o que q tem ele não esta trabalhando…

  • Não é possível que esse FG se considere um jornalista…!!!!
    “Como devem ser vistos também estes dois vídeos amadores de outras bebedeiras de Kimi, ainda no comecinho da carreira.”
    No vídeo só dá pra ver que o cara caiu, não que ele estava bêbado. Por mais que as imagens indiquem que ele provavelmente (repito, provavelmente) estava bêbado, um jornalista sério não pode passar uma informação de maneira taxativa sem ter absoluta certeza dos fatos.
    Não acredito que o FG estivesse com o Kimi no barco neste dia…

  • Na F1 romantica, o Emerson Fittipaldi era amigo do Jackie Stewart e do Ronnie Peterson…
    O Foresti, vizinho do Emerson no Guarujá, deve ter visto uns porres homéricos de caipirinha desse trio na praia…
    O François Cevert, o James Hunt e o Mario Andretti fumavam…
    A equipe Heskett era uma grande reunião de amiguinhos do Lorde mecenas… Figuraça que vi aqui em Interlagos de olho grande pra cima dos pobres bandeirinhas…
    Bebia-se antes, durante e depois das provas. E a festa depois, independente do resultado… Sodoma e Gomorra era fichinha…
    Os boxes da Brabham durante a era Piquet era o mais puro Rock and Roll, o som comia solto dia e noite e noite e dia.
    O Gordon Murray – verdadeiro genio dos projetos e conceitos revolucionários era um cara cabeludo, sem camisa, de unhas pintadas de preto… E o seu patrão na época era ninguem menos do que o titio Bernie…
    Os mecanicos da Ferrari eram gordos, alegres, simpáticos, acessíveis e andavam sem camisa e de chinelos…
    A hora da macarronada era uma zona, com pratos, talheres, guardanapos e copos e mais copos de vinho correndo solto nos boxes…
    Os pilotos falavam entre si, olhavam os carros uns dos outros, trocavam idéias.

    Não dá pra entender essa F1 asséptica, limpa, comportada, exigente, arrogante, distante do público que existe hoje.
    Todos parecem super-homens.
    E todos sabemos que não são nada disso…

    Permanecem todos humanos, porém milionários e se acham deuses…

    Como pode um Ron Dennis, ex-mecanico que viveu tudo isso ser esse poço de arrogancia que é hoje?

    O Kimi beber é o de menos.
    O demais é pensar que todos os seus pares agora o olham e criticam.
    Bando de babacas.
    Legal seria um grito de independencia em forma de vômito derramado no box imaculado da McLaren…

    Seria o cúmulo da ousadia para esse povo que sujou as mãos de graxa e agora é blasé…
    Bando de babacas falsos, mentirosos e metidos…

  • Está do GP:

    Denúncia faz pilotos debaterem sobre doping.

    Gostaria de fazer uma pergunta: Aqui no Brasil a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e as Federações será que fazem um controle anti-doping???

    Se não fazem… é melhor abrirem o olho!!!!

  • Nos anos 70 haviam pilotos playboys, mulherengos, e manguaças, e ninguém dizia nada… que saco essa patrulha, que saco esses pilotinhos sem sal.
    Se liga meu, o cara é finlandês. Toma todas, Kimi.
    Danem-se os pentelhos de plantão e cinegrafistas amadores enxeridos.

  • Não sei se é verdade, mas já li que a Ferrari leva em conta o comportamento dos pilotos extra pista. Se for assim, é melhor o Kimi abrir o olho.
    Eu, particularmente, acho piloto perfeitinho demais um saco. Mas, se o exagero passa a atrapalhar a vida profissional é melhor repensar as atitudes. A fila de pilotos querendo o lugarzinho do Kimi na Ferrari é grande…
    Bejim

  • Depois do trabalho não tem nada haver!. A ferrari levar as bebedeiras de kimi em conta é muita ignorância!. É dificil vc conhecer um pedreiro que não é “cachaceiro”, e alguns conseguem desempenhar sua atividade com sucesso!. E tomar um porre sempre é bom!. Me lembro quando tb pegaram no pe de Al Unser Jr, pq ele bebia de fumava!!!… besteira!!!……
    Alguém se lembra do Paulão Gomes no capacete de ouro de 2003…ahahaha
    Eu me lembro bem…..hehehe