Um ano: Gira, mondo, gira

SÃO PAULO (debaixo d’água, ainda) – Não tive tempo de ver o que aconteceu no mundo no dia 5 de dezembro do ano passado. Se alguém tiver saco, descubra e nos conte. Porque hoje…

…soube que o Itaú passou o Bradesco e é o maior banco privado do país, com o que ajudo sobremaneira ao estourar meu cheque especial todos os meses. Quem sabe agora eles contratem mais caixas, ou paguem melhor seus funcionários…

…soube que a Nasa quer construir uma base permanente na Lua, oh, para ficar pronta em 2020 ou 2024, sei lá, e continuo sem entender o que fazer na Lua, não tem porra nenhuma lá…

…soube que uma brasileira de 23 anos teve o bebê de 29 dias sequestrado na Flórida

…e soube que o tal filme “Turistas”, que achei que era uma brincadeira de internet, existe mesmo, e estou louco para ver, para declarar de vez guerra aos EUA, sozinho, como fez Peter Sellers em “O Rato que Ruge”, ou sugerir que o Brasil rompa relações com esses cretinos. E pretendo processar os produtores, porque já escrevi um texto chamado “Turistas”, como é que eles copiam título tão original assim, sem pagar royalties?

Ficarei milionário.

Comentários

  • Gomes, sobre este seu preconceito com relação aos norte-americanos (o Pasquale disse no rádio um dia desses que esta forma também é correta, tanto quanto “estadunidense”, portanto não me encha o saco), só te digo uma coisa: minha avó materna nasceu na Letônia, quando o País ainda não fazia parte da URSS. Como judia, saiu da Europa em 1939 e veio para cá. Você deve saber que muitos judeus europeus abraçaram o comunismo, especialmente por se contrapor ao nazi-fascismo. Foi o caso de muitos parentes dela, ainda mais porque a influência russa na Letônia sempre foi imensa. Pois bem. Não me lembro exatamente quem foi, mas uma de suas parentes, comunista ferrenha, acabou se mudando para os EUA. Sabe em quanto tempo ela deixou de ser comunista? Duas semanas. Apenas duas semanas. Se apaixonou pela democracia, pelo “american way of life”. Não estou fazendo um juízo de valor, apenas contando uma estória.

    Outra estória. Esta mesma avó se mudou para Israel com meu avô nos anos 80 (note que meu avô é um católico descendente de romanos). No início dos anos 90, se não estou enganado (foi antes do colapso da URSS), houve uma invasão de russos em Israel. Meus avós puderam testemunhar a miséria na qual os russos viviam, pelas estórias que contavam. Muitos falavam que não tinham papel higiênico, e diziam que por isso o Pravda era o jornal com maior circulação no mundo. Não estou brincando! Israel se tornou um paraíso para eles, mesmo com seus defeitos.

    Apenas estórias, Gomes, para que você pense bem quem são os cretinos.

    Em tempo: esse texto, “turistas”, é um daqueles que ficou em minha mente. Foi aí que comecei a odiar algumas de suas manias. Se o americano conversa com os turistas, é um idiota. Se não o faz, é um arrogante que se acha superior. É phoda ser americano em um mundo cheio de inveja…

  • Basta o turista desembarcar nos aeroportos brasileiros e constatar que isso aqui é uma zona. Só maluco pra visitar essa bagaça. Diariamente turistas são assaltados no caminho do aeroporto para o Hotel tudo nas barbas das otoridades.

  • O filme não tem nada de mais, pois qualquer idiota sabe que é ficçõa. Agora os americanos sabem que um deles foi morto pela namorada brasileira que se correspondia pela net e isso é realidade, aconteceu de verdade a poucos dias. O filme “O albergue” mostra coisa bem pior dos paises do leste europeu e ninguém chiou por aqui …

    Esta história do sequestro do filho da brasileira esta me parecendo muito furada, ainda vai aparecer a verdade.

  • Se querem mostrar a realidade brasileira aos americanos, que façam um documentário mostrando as coisas boas e ruins do país.

    A análise do NYT é perfeita. A intensão desse filme é esteriotipar. Assim como durante a guerra fria, os russos eram os bandidos que sequestravam, matavam. Nós, somos os caipiras esperando o primeiro turista descer do avião para roubar-lhe os pertences, o coração e um fígado para não perder a viagem.

    Ainda que a realidade fosse essa, os países do terceiro mundo estão em crédito, depois de vários genocídios promovidos pelos mesmos americanos mundo a fora a troco de petróleo.

  • O pior de tudo é que o noticiário diário confirma que os cretinos têm razão. Assalto a turistas no Rio, buracos negros no espaço aéreo e (muchas) otras cositas más…

    Procê ver: até quem devia zelar pelo cumprimento da lei decidiu que pode receber mais do que a lei manda…

    Mas no país em que caixa 2 é prática assumida pelo presidente como normal, mensalão nunca existiu, vampiros são inocentados porque devolveram o que receberam de propina (?!?!), era mesmo de se esperar…

    É, estamos mal mesmo…

    E o problema são os outros…

  • Sendo Lula o maior amigo que os banqueiros já tiveram, maior ainda que FHC, é natural que lucros fabulosos e resultados astronômicos existam para eles. Só não vale PTista reclamar de juros altos, isso não.
    ———————————–
    Liberem os pilotos americanos, que já tá provado que a cagada foi dos brasileiros.
    E sem faniquitos nem chiliques pelo filme Turistas, por favor. O Brasil é uma b0sta mesmo, só não vê quem não quer.
    Fui

  • Sei não… essa história de processo tá mais me cheirando aparição na mídia para tentar ofuscar um certo carrinho que tem fã-clube, torcida organizada, comunidades no orkut, um cara para tirar o pó, uma plataforma exclusiva, começou o ano virando em Interlagos em 2min45s e agora vira em 2min34s, depois de uma porrada e uma quase capotagem., e que tem um piloto desconhecido que me falaram ganhou uma tartaruga de presente como troféu por seu desempenho (visto que o carro não acelera sozinho ). Ou seja : etâ ciumeira do carrinho sô.

  • O que aconteceu em 5 de dezembro do ano passado eu não sei, mas em 5 de dezembro de 1791 morreu W. A. Mozart. Para esse eu pediria autógrafo.
    Em 05/12/1926 morreu Claude Monet.
    Em 05/12/1870 morreu Alexandre Dumas.
    E em 05/12/2003 morreu Rubén Gonzales, pianista do Buena Vista Social Club.
    05/12 tem um belo obituário… e um belo nascimento (do blog, claro)!

  • coitado do cara q estiver morando na lua quando der uma depressão econômica e ninguém tiver mais grana pra buscá-los… ou contruir um estilingão pra mandar uma caixa de comida pra eles…
    puts, essa foi péssima…

  • Sobre essa história dos bancos, a cada trimestre se ouve falar de um banco batendo recorde. Acho que esses caras só perdem pra Petrobras (que tem em um trimestre, o lucro deles em um ano completo).

    Outro assunto que caberia no seu “Gira Mondo” de hoje é a de que apenas 2% detém mais de 50% da riueza mundial. Isso triste….

  • Sei lá, esse negocio de ficarem reclamando do filme Turista não tá com nada, alias o filme é bem melhor que a realidade, vide o que anda acontecendo com os turistas no Rio, alem doque isso é o que noticiam imagina o que acontece por ai e nem ficamos sabendo, bom voltando ao assunto, quando saiu o filme O Albergue que se não me falha a memoria se passa na Eslovaquia (alquem sabe se é lá mesmo??) ninguem reclamou e o filme fez muito sucesso aqui, agora quando falam mal do Brasil todo mundo fica nervosinho, deixa os caras. E outra coisa Cidade de Deus mostra coisa muito pior e é um filme maravilho, pelo menos na minha humilde opnião

  • Poxa, nenhuma citação à morte do porquinho de estimação de George Clooney!

    O ator está de luto e disse que Max (esse era o nome do suíno) era como um membro da família.

    Não é brincadeira, este jornalista sem coração!

  • No Filme Central do Brasil também aparecia uma quadrilha de tráfico de órgãos,e ninguém falou nada a respeito.Pelo contrário.Todo mundo achou uma injustiça o filme ter perdido o Oscar de melhor filme em línmgua estrangeira.

    Em Cidade de Deus só aparecia Tráfico,Tráfico e mais Tráfico e ninguém falou nada.Pior:Desde então,turistas estrangeiros fazem excursões em jipes pelos morros cariocas,devidamente acompanhados,é claro,de um guia que veste roupas de Safari.Só faltou o fuzil com tranquilizantes.

    O mundo inteiro sabe que é só um flime ruim (mas que graças a polêmica”Homer Simpsom” deve ter mais bilheteria aqui que em qualquer outro lugar-acho até que de forma proposital)

    O que espanta turista são os atrasos intermináveis de vôo,turista português esfaqueado em Copacabana,arrastôes em Onibus de ingleses,chineses e etc.A Polícia Rodoviària Federal identificou 1037 pontos de prostituição nas estradas brasileiras.
    Os americanos jamais conseguirão fazer um filme pior que a realidade brasileira.

  • FG,
    O Rato que Ruge é um dos melhores filmes do Peter Sellers. O mais engraçado é que os EUA PERDEM a guerra para aquele pequeno país da Europa Central (já não me lembro mais do nome fictício do país), isso em plena guerra fria!!!!
    Se alguém souber se esse filme existe em DVD por favor me avise.
    Abs e boa tarde a todos.
    Marcelo Foresti