Ícaro

SÃO PAULO (podemos tudo) – Yves Rossy tem 47 anos. É suíço de Neuchâtel, foi piloto militar, depois comandante da extinta Swissair e, hoje, trabalha na Swiss.

Nas horas vagas, voa. Sem avião.

Quem nos apresenta a este homem-asa, ou homem-jato, é o blogueiro Cássio Missiroli. Em 2004, ele instalou quatro pequenas turbinas de aeromodelos numa asa dobrável, subiu aos céus num Pilatus e de lá despencou, alçando vôo autônomo por cinco minutos. Desceu de pára-quedas.

Já repetiu o vôo e planeja mais, como se vê em seu site.

Quando eu era criança, era assim que imaginava que seria o mundo no distante e inatingível ano 2000.

Comentários

  • Rapaz… Onde vamos parar?? Aliás, acho que não paramos mais, estamos sem freio!!!
    O lance do Canal da Mancha foi um cara com aquela roupa com membranas nos braços e pernas, que plana por um bom tempo. Alucinante do mesmo jeito.

  • A cada dia que passa fico mais fascinado por esses desafios, porquanto inimagináveis. Inc´rivel o seu controle e mais do que isso a sua tranquilidade no pouso e o seu estdo emocional ao descrever as manobras parecendo que tinha voltado de uma volta no bondinho do Pão de Açucar.

    Na semana passada acompanhando a corrida aérea na Turquia já tinha me sentido com essas emoções afloradas, o desafio, a coragem, o rompimento de limites, e agora me vejo de novo com essas sensações…absolutamente fantásticas e fascinantes.

  • Lembro-me do 1º episódio do Perdidos no Espaço quando eles chegam em um planeta e Prof, Robinson e o Tom fazem um sobrevôo num aparelho semelhante, só que o corpo ficava na vertical. No fundo uma música minimalista. Cheguei a sonhar com este tipo de vôo.

  • Lindo, maravilhoso. Parece a síntese de sonho que muitos de nós tivemos aqui. Sair voando, literalmente , qual Charlie Brown naquele desenho do snoopy.

    Entretanto, nao troco isso por um vôo de acrobacia bem feito de jeito nenhum. Ou então aquele vôo de planador em que o cronômetro marca, 4, 5 horas totais de vôo e você ainda tem 1000m de altura…

    Mas voar SEMPRE é bom. Vício incurável, que causa dependência eterna, e só é controlado com doses constantes e homeopáticas de centenas, milhares de pés de altitude.

    Amo muito tudo isso! ( usando um slogan capitalista-clichê …ehehehe)

    Acro Abraços!

  • Graaaandeeee Cassio Missiroli, nosso amigo voador dos céus e do alfalto, e em duas e quatro rodas…
    Essa nunca tinha visto. Mais um sonho a realizar na minha cesta de sonhos não realizados. Duca. Deve ser duca voar a jato pelos céus…
    Voar é fantástico, mesmo. E até num simples e básico vôo a vela…
    E mergulhar, e saltar, e acelerar.
    Porque nós meninos temos esses estranhso sonhos suicidas, como bem dizem minhas tres mulheres aqui em casa?

  • Nos anos 60 e fumaça, eu tinha um colega de científico, cujo pai era engenheiro da Willys, e nas horas vagas passeava com helicóptero-de-costas. Era só motor+rotor, sem direcional !
    Tá, tá…não era a jato, mas mesmo assim era bem impressionante !
    Ele era alemão, e o motor idem.

  • SHOW…imaginem e so… ir a um heliporto pagar so para o helicoptero te elevar e vc solta …e ai 5 hs de voo em linha reta …vai longe…depois puxa o para queda e pousa suavemente…show !! quem tiver mais detalhes…preco…velocidade… eu compraria para visitar alguns pedacinhos de terra que possuo, pois sem duvida deve ser bem melhor o passeio !!!!!.

  • Quando eu brincava de Lego, tinha feito uma assa igual a essa aí, com as turbinas e tudo…
    Só falta ele sair do chão por conta própria, aí será quase igual ao Rocketeer, um herói de um filme de sessão da tarde muito bom!

  • É o sonho de Ícaro que todos nós temos escondidos em algum canto da alma…

    Durante a minha adolescência, sonhava em ser piloto de avião, voar livre das idiossincracias terrestres…

    Só não sabia que os pilotos de aviões estavam propensos à serem vítimas dos interesses mesquinhos, da má vontade e da incompetência que assolam o mundo aqui no nível do chão…