MENU

sexta-feira, 21 de novembro de 2008 - 18:14Colunas Warm Up

COLUNA 2

SÃO PAULO (que me perdoem…) – Ainda falando do Museu, que acabou sendo a principal atividade do dia, tem uma parte que é especialíssima: a das torcidas. A gente vai caminhando, passando pelas salas de fotos, vídeos e homenagens, tudo muito bem sacado, emocionante e de bom-gosto, e de repente se vê num ambiente escuro, úmido, cheirando a pirâmides do Egito.

Parece de mentira, coisa da Disney, que tem até mofo e umidade artificiais, mas não é. Você acaba de entrar nas catacumbas do Pacaembu, por baixo das arquibancadas, onde se vêem as estranhas do estádio, os pilares de sustentação fincados na terra original. Ali, naquele esqueleto secular, ninguém entrava havia séculos. O sol não chega. É um sítio arqueológico que, desconfio, estava lá antes de o Pacaembu ser construído.

Fizeram alguns telões, mas não são TVs de plasma ridículas da Sony, e nem telões convencionais com projeção digital, ou sei lá o quê. Eles ficam como que suspensos no nada, há espelhos, projeção de imagens na terra, e todas as torcidas do Brasil neles aparecem, gritando, cantando, sofrendo e gozando. É lindo de morrer, hipnose pura. Disparado, o melhor do Museu do Futebol, porque é nessa catacumba de 5 mil anos que está depositada a alma do torcedor. De babar.

Ah, aqui está minha coluna de hoje, que não tem nada a ver com o Museu.

25 comentários

  1. "O Peixe" disse:

    Na última corrida do ano em Interlagos, a minha mãe que nunca ou quase nuca para em fente a TV p ver F1, sentou no sifá rapidamente, olhou para a tela e com espanto falou: “vixe, mas os carros de f1 estao feios, os de antigamente eram mais bonitos” após isso ela se levantou, ou seja até mesmo pra quem é distante do mundo do automobilismo, consegue enxergar isso,
    o q mostra a contundencia da coluna.

  2. Daniel disse:

    Os carros dos últimos anos realmente são feios, mas ao vê-los de perto me surpreendi ao menos com uma coisa: as pinturas. Como brilham! A cor da Ferrari, alaranjada, é única, e ao contrário do que eu achava vendo-os pela TV, os Force India são também muito bonitos.

    Mas falando dos carros dos últimos anos, eu gostava de dois carros que tinham uma característica comum: o bico muito alto. São eles a Ferrari de 2000 (já em 2001 o bico caiu) e a Williams-BMW da época do Montoya e do Ralf (2001 até 2003, talvez).

    Mas mesmo assim não chegam aos pés destes que você citou, Gomes.

  3. Peixe disse:

    Realmente.., antes os carros eram muito mais bonitos!
    O que me preocupa, é que se a coisa continuar assim, imagine daqui 20 ou 30 anos, como serão os carros?
    Pela lógica, seriam ainda mais feios que os de hoje!!!
    Como? Seria possível?

    Eu, sinceramente, espero que não. Melhor que continue feio do jeito que é do que fique ainda pior.

  4. Breno Peixoto disse:

    Parabéns pela coluna Gomes, muito inspirada.

    Vamos abrir uma exceção pra Ferrari né? Sempre bela…

  5. Rodrigo Dutra disse:

    “RESPOSTA DO FG:

    Ui, ficou nervosa, santa?”

    Nervoso? Eu? Algum motivo em especial para pensar isso?

  6. Lucas Paulo disse:

    Gomes, na verdade, ficou parecendo uma colheitadeira de milho!
    As plataformas de colheita de soja e milho são diferentes… A de milho é aquela parecida com um garfo e a de soja é aquele troço redondo, cheio de dentes…
    Quem sabe a idéia dessas alterações aerodinâmicas não é chamar as grandes fábricas de máquinas agrícolas para patrocinar/desenvolver tecnologia para a F1 também?
    Pelo menos se eu visse um carro verde com detalhes amarelos saberia que é um John Deere, ou se visse um amarelão Caterpillar também saberia diferenciar.
    E em tempo: a tecnologia embarcada nessas colheitadeiras dá uma surra em qualquer carro que existe hoje em dia, exceto, é claro, os russos.

  7. CorredorX disse:

    Aquela 1.a McLaren cromada de 2006 (mp4/21) era linda. Muitos achavam de péssimo gosto o cromado misturado com vermelho. Mas de um modo ou de outro, ela será lembrada como bela ou como horrível, mas será lembrada. Tem esse site aqui, com todos os modelos da McLaren, inclusive com aquele laranjão que usaram na pré-temporada de 2006:

    http://www.marksf1models.co.uk/Minichamps/McLaren/McLaren.htm

    E a coluna do Flávio, sei não… acho que ficou meio gay.

  8. Nilton disse:

    Carro bonito é o que ganha corridas, meu caro Gomes.

  9. Fernando Carmona disse:

    Nossa esta fota!
    Só tem carro feio, os menos feios são as Ferraris mas por que são vermelhas e eu adoro carro vermelho. A Toyota, Honda só vão melhorar quando fizerem um carro mais bonito.
    Agora carros lindos que eu adoro de “ver” são muitos, mas o mais novo tem uns 4 anos pelo menos: MacLaren Laranja de 2002 (eu acho) que foi usada nos treinos pré-temporada, Ferrari do Vileneuve, Beneton 1986, Ferrari 1989/1990….
    beijos

  10. @[email protected](Em 2009, Massa Campeão!!!!) disse:

    Com todo o respeito F.G., mas algumas vezes tenho a impressão de que vc não gosta mais é de F1!
    abç.

  11. Vinícius disse:

    Fala a verdade Gomes… diz que não torce por ninguém mas é fã do Vettel!

  12. André disse:

    Não precisa xingar e ofender Flávio.
    A Sony só “fabrica”,blergh,LCD.
    Qto ao design dos carros,realmente a coisa ficou enfadonha e chata!
    Tivemos apenas algumas pinturas dignas de nota.
    Para mim,2 especificamente: Toro Rosso e Force India,com uma menção honrosa à McLaren.
    Em desenho,o último decente foi a Renault de 2005.

  13. Alexandre Ozorio disse:

    Flavio
    Concordo com as críticas a estética dos F1, mas é reflexo do regulamento. Só dá para mexer na aerodinâmica, então, vai-se aos limites do possível. E este limite é o horrível.
    Quanto à pintura, você lembrou de vários carros por uma simples questão: normalmente as equipes tinham apenas 1 patrocinador principal. Agora com a fúria capitalista da F1, precisa de vários patrocinadores..e haja designer para tentar encaixar as cores da ING com as da Renault, mais as da ELF, ou então Santander, Mercedes e Vodafone. Se não fosse tão comercial a F1, eles não precisariam tanto dinheiro, por conseguinte só um patrocinador seria o suficiente, e teríamos pinturas melhores nos carros.
    Abraço

  14. Rodrigo Dutra disse:

    Se tu quer ver carros bonitos e “a aerodinâmica que vá para o inferno” te aconselho a ir às passarelas de samba do brasil, lá sim, dizem que os carros são bonitos e nada aerodinâmicos.

    Já eu vejo a F1 porque lá mostra o melhor trabalho que um engenheiro pode fazer num carro para que ele seja o melhor possível. Fora que não vi nada de feio nos carros dos ultimos anos, esses atuais ficaram mais feios mas se for para melhorar a disputa na pista, “a beleza que vá para o inferno”.

    RESPOSTA DO FG:

    Ui, ficou nervosa, santa?

  15. Celso Vedovato disse:

    Preciso visitar este museu
    Coluna: Flávio, concordo com voce, faria apenas uma ressalva, a William´s ainda se preocupa com com o que voce defende. Veja o William´s mais ou menos configurado para 2009 como ainda está “bonito” (acho que a cor do bico ajuda).
    Bem, a William´s também abusou com aquele bico barbeador, 2003 ou 2004? (eu não achava feio apenas estranho). Enfim acho que a William´s ainda mantém parte dessa preocupação estética que voce defende com razão, voltar a categoria.
    abraço

  16. Glauber disse:

    Eu tenho certeza de que se todos os carros fossem diferentes uns dos outros nunca teríamos uma fila indiana nas corridas. O que acontece em rallies e corridas de turismo (claro o turismo sem bolha). Carros bonitos deveriam ser a marca da Ferrari só que a competição mudou o pensamento e ganhar a qualquer custo passou a ser essencial. Os pilotos preferem carros feios e rápidos conforme vimos o Heidfeld contar a sua visão do BMW, mas imagina se a Honda faz o carro mais bonito da F-1 e não passe nem por Force India? Acho que os engenheiros superaram os arquitetos na F1 e isso está estampado na cara.
    Nós também poderíamos chamar alguns Designers da Lada para melhorar o aspecto da F1, não é?

  17. Fabio Mantovani disse:

    Concordo que estão feios.

    Mas acho que seja só uma fase de adaptação as novas tecnologias de material, exigências técnicas, regulamento etc.

    Talvez, depois, venham os malucos e criem algo legal.

    Espero. E viva os malucos.

  18. Djalma disse:

    não pude deixar de notar que a “Jordan do De cesaris” e a “Benetton Tubarão do Barnard” foram também dirigidas pelo Schumacher, em 1991. Milagre você não ter citado ele! É mesmo o Maior de todos os tempos! Pelo menos é o que pilotou o maior número de carros considerados belos pelo FG!

    abraço.

  19. Eduardo Baldi disse:

    Flávio, falando da coluna, acho que você está dando importância demais ao designe e à estética. Prefiro uma corrida com carros horríveis que propocionam ultrapassagens e emoção do que carros bonitinhos andando em fila indiana.
    Só pra constar, eu e muita gente acha aquela Renault do Alonso azul e amarela linda.

  20. jorge roberto alves pereira disse:

    Faltaram os MacLaren-Marlboro de Prost, Lauda e Senna. Hoje parece tudo MADE IN TAIWAN. Tá faltando criatividade.

  21. Mauri Floriani disse:

    Se o museu é espetacular, o que dizer dessa torcida da foto???

    Tinha de ser Leões da Fabulosa.

    Vai, Portuguesa!!! Vai, não pára de lutar!!!

  22. Leonardo disse:

    Muito boa sua coluna, este é um assunto que me chama a atençao há anos. Desde 1995 que os carros foram ficando cada vez mais horrendos, e diminuindo muito a identificaçaõ do torcedor com os carros acabou boa parte da graça.
    Tenho 36 anos e acompanho as corridas desde criança, e sinto falta dos numeros grandes também , que faziam parte do lay out dos carros, tal como o 27 da ferrari por exemplo, entre 1981 e 1995. 15 anos em simbiose.
    Só não concordo com voce diz “desprezo dos torcedores pelos carros de uns bons carnavais para cá”. Isso não é verdade em muitos casos, os fãs sem importam sim com o design, mas os projetistas simplesmente nao ligam pra isso. Como em tudo na F1 ultimamente aliás, parece que os fãs são simplesmente ignorados. Parece que eles fazem tudo pra matar a categoria aos poucos, pois além de carros feios e sem alma, os circuitos estão cada vez mais insípidos também.

  23. disse:

    Colando num só coments.
    Época boa de cachorro quente com cerveja e o Timão perder para o Juventus.
    Como tbm., de uma puta prova de Supercross.
    FG, no Museu tem esta foto?
    http://www.miltonneves.com.br/upimages/qfl_26483.jpg

    Nos explique………….

  24. Andrews disse:

    Preciso ir lá qualquer dia, todos que vão, falam bem.

    Ps.: A Sony não fabrica TVs de Plasma, só LCD.
    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *