MENU

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010 - 15:20Automobilismo brasileiro

DO SACO DE MALDADES

SÃO PAULO (retomando) – Estava meio esquecido, meu saco de maldades, o lote de fotos que comprei no ano passado de um blogueiro. Que tal este Porsche 908? É um 908, não? Dica: o piloto não é brasileiro. Mas a corrida é aqui, obviamente. O Puminha ali atrás e a carretera do Camilo, com o capô aberto, não me deixam mentir.

Photo0022

25 comentários

  1. Fernando Marson disse:

    O que eu sei e que para segurar essa lente, precisou de umas boas tiras de fita isolante.

  2. Ricardo Cunha disse:

    Flávio Gomes:

    Esse carro é um Porsche 908/2, pilotado pelo Principe Jorge de Bagration, na I Copa Brasil, disputada em Interlagos nos dias 06, 13, 22 e 27 de dezembro de 1970.

    Jorge de Bagration venceu a primeira etapa e terminou o torneio com Vice-Campeão, atrás de Emerson Fittipaldi.

    Ele também correu nas 100 Milhas de Tarumã, no dia 03/01/1971, chegando na segunda posição.

    Esse Porsche 908/2 da Escuderia Nacional era o chassi # 13. O Porsche 908/2 da Equipe Hollywood era o chassi # 21.

    Um abraço.

    Ricardo Cunha

  3. disse:

    Este é da Copa Brasil.
    Um pouco do Luizinho tocando um 908 e link p/ história do 902/2 da Hollywood na matéria do Pandini “Patrimonio Nacional” aqui:
    http://luizpereirabueno.blogspot.com/2008/12/1000-km-de-sterreichring-fotos.html

  4. Luis Albertyn disse:

    Gomes, uma sugestão para esses seus desafios: depois de um tempo coloque um “gabarito” (quando você o tiver, claro…), porque são tantas respostas diferentes e tão enfáticas, que ficamos sem saber ao certo. É legal ver a galera especulando durante um tempo, mas depiis de, sei lá, uma semana, taca a resposta certa no post…

  5. aldo disse:

    Um que sabe tudo sobre a trajetória desse Porsche é o Paulo Fiote que fabrica uma impecável miniatura em resina do modelo 908.

  6. Flávio Badra Jr. disse:

    O nome do piloto é Jorge de Bragation, alguns diziam que era um príncipe Espanhol. Esta foto foi tirada durante um torneio realizado em vários finais de semana em Interlagos, no início dos anos 70. Emerson corria com uma Lola laranja, Wilson com um Lola amarela e tinha uma ferrari também. Quem foi o grande vencedor? Emerson, claro… Ele utilizou uma tática de se manter próximo aos líderes, desgastar pouco o seu carro e aproveitou bem o rendimento da sua Lola na parte mista de Interlagos (que ainda era o maravilhoso circuito original). Foi um show de estratégia.

  7. José Carlos Reuts disse:

    Encontrei com ele na Alemanha em 1973 ou 1974 e ele falava português muito bem!!!!!!!! E alemão também…… E pisva muito fundo

  8. LUIZ OVIDIO LUZ BORO disse:

    PRINCIPE JORGE DE BRAGATION , E A PROVA FOI UMA DAS ETAPAS DA COPA BRASIL

  9. Orlando Salomone disse:

    Cara, como eu gostaria de ter visto estes monstros acelerando!

  10. Humberto Santos disse:

    A pintura desse carro era amarela e branca. O piloto seria Jorge de Bragation?

  11. João Cesar disse:

    No primeiro ano após a inauguração do Autódromo de
    Tarumã, em Viamão, sucederam se algumas competições em nível internacional, com a presença de pilotos consagrados, como Ronnie Peterson, Graham Hill, Carlos
    Reutemann, entre outros. Mas em 3 de janeiro de 1971, na etapa gaúcha da Copa do Brasil, a atração foi o príncipe Jorge de Bragation y de Mukhrani, naturalizado espanhol,
    nascido em Roma e herdeiro do trono da monárquica Geórgia, que integrava a União Soviética como
    uma de suas repúblicas. Na ocasião, pilotando um Porsche 908 (10), o príncipe dividiu o favoritismo com Emerson Fittipaldi, este conduzindo um Lola T 210. Emerson chegou
    em primeiro, mostrando o arrojo e a maestria que prenunciavam a conquista do mundial da Fórmula 1 no ano seguinte. O príncipe Jorge de Bragation, com pequena diferença, chegou em segundo lugar. Dele se sabe
    que morreu em 2008, aos 63 anos, na República da Geórgia, sem reinar. Deixou muitos admiradores
    automobilistas, que elogiavam sua postura desportiva fraterna e cortês. Colaboração de Guilherme
    Ely, de Porto Alegre. Fonte: Almanaque Gaúcho, OLYR ZAVASCHI, Jornal Zero Hora

  12. João Carlos S. Bevilacqua disse:

    Alex Soler Roig correu com o Porsche 907.

  13. Zeduardo disse:

    6 tem razão…eu bolei as trocas, é o tal do principe Jorge de Bragation mesmo. (eu fui rever o filme)
    E o 908/2 é o que foi para a equipe z ?
    Se foi esse, tava bem derrubado…

  14. Bruno disse:

    Não seria o inimigo do “Lalo” no filme “Roberto Carlos a 300KM por hora”???

    Acertei?

    Imperador

  15. Antonio Seabra disse:

    Jorge de Bragation, claro !!!

  16. Roberto Costa disse:

    A prova realmente é a é a Copa Brasil em 72 mas o piloto é o Principe (dizem que era mesmo) Jorge de Bragation e o patrocínio era a estatal de petróleo espanhola CS!

    Alex Soler Roig fez carreira profissional chegando a correr na Fórmula 1 com um March.

  17. Alemão disse:

    Acho que é o Príncipe sim! Mas tenho uma dúvida, pois a minha memória tá que nem a bobina do meio do antigo Deca: – Quem correu esta Copa de 917? Tenho certeza que assisti em Tarumã (vitória do Emerson de Lola) o príncipe tocando um 917. Tô errado Flávio?

    • vitão disse:

      transcrito do arquivo do blog,

      Claudio Paes Leme disse: 14/03/2009 às 22:30Foram três de modelos diferentes e todos correram na segunda Copa Brasil. O do Wilsinho era um 917 K (kurz) que era dele e do Emerson e também foi utilizado por ambos para andar na rua. Correu com o numero 2 e patrocinio da Motoradio pintado de amarelo Veio para o Fittipaldi Motor Show e havia sido da Zitro Racing quando tinha as cores branco e azul. O do Willi Khausen era um 917/10 também era amarelo, tinha o patrocínio da Bosch e o numero 3 e o de Franz Pesch era um 917 Spyder vermelho e amarelo.

  18. Luis Albertyn disse:

    Meu palpite é Jorge de Bagration.

    Se for ele mesmo, a história do cara é sensacional. Ele era neto do chefe da Casa Real da Geórgia (república soviética hoje novamente independente), portanto um príncipe. Seu avô se refugiou com a família na Itália à época da revolução de 17 e ele nasceu em Roma, fazendo carreira no automobilismo espanhol e participando de corridas no Brasil no início dos anos 70. Em 71, foi 2º nas 100 Milhas de Tarumã com esse Porsche 908/2 (onde deve ter sido tirada a foto). É isso?

  19. vitão disse:

    acho que é o prícipe Alex Soler Roig, o carro com o capô aberto é a carretera do Camilo, reconhecível pelo adesivo da Carello. O 908 do Jorge é o que a Poreche revendeu pro Luizinho formar a Equipe Z .

  20. Zeduardo disse:

    O chambel “matou”, aprova é a Copa Brasil em 72.
    Alguém pode me tirar uma dúvida que eu sempre tive ?
    Foi esse o Porsche que a Equipe Z (Hollywood) comprou ?

  21. Fabio Farias disse:

    Jorge de Bragation, espanhol.

  22. chambel disse:

    Acho que era umn espanhol de nome Alex Soller Roig

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *