O QUE ACONTECE COM FELIPE?

SÃO PAULO (sei lá) – Não é exatamente papo de botequim, ou assunto na fila do ônibus, mas entre os fãs mais assíduos o desempenho de Felipe Massa em 2010 tem sido motivo de discussão, sim. Apesar de ser um dos únicos três pilotos que pontuaram em todas as provas do ano, e de ter liderado o Mundial, o brasileiro parece meio apagado. Em Barcelona, assim como na China, passou uma certa impressão de apatia, longe do piloto combativo que sempre foi.

Felipe tem tido problemas para lidar com os pneus mais duros da Bridgestone, usados nas últimas quatro provas. Estranha o fato de ter começado o ano tão bem, satisfeitíssimo com o carro, e agora ter ganas de jogá-lo no lixo. Em Mônaco, os pneus serão bem mais macios. É uma chance de se recuperar, até para desestimular especulações que atribuem ao acidente do ano passado sua má fase nesta temporada.

Eu acho que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Massa se recuperou inteiramente. Para mim, o problema de Felipe se chama Alonso, que além de ser bom além da conta, está motivadíssimo. Ele sabe que mesmo sem ter o melhor carro, tem boas chances de ser campeão de novo.

Comentários

  • Flavio: Algém será justo nesse mundo? que tal vc sempre tão imparcial?

    ALonso na Renaut era o dono da equipe

    Nelsinho Piquet nos 2 primeiros anos

    e a diferença de tempo entre eles nao era muito diferente do Alonso em relação ao “dono” da casa na Ferrari Felipe Massa

    o Nelsinho nao era tao ruim qto diziam nao e?

    a verdade que bom mesmo era o Alonso que parece e muuito o Nelsao