MENU

segunda-feira, 7 de junho de 2010 - 20:19Arquitetura & urbanismo

NO RIO

SÃO PAULO (tem solução?) – Descaso total. É o que se pode concluir depois de ver essa foto do antigo prédio do Automóvel Club do Brasil. Quem mandou foi o Diego Ximenez, com este link de reportagem d’”O Globo”. O ex-prefeito César Maia desapropriou o prédio, que teve sua cessão de uso passada ao Grupo Tom Brasil. O projeto é transformá-lo numa casa de jazz. Não sei exatamente há quanto tempo a coisa está parada.

O prédio é de 1860. Não nos esqueçamos que o Rio, anos atrás, botou abaixo o Palácio Monroe. Que nada parecido aconteça com esse.

29 comentários

  1. luis antonio da matta machado disse:

    Prezado Flávio, entendi perfeitamente o que vc quis dizer, quando informa que o Rio botou abaixo o Palácio Monroe.
    Mas tenha a certeza que quem colocou abaixo aquele monumento à arquitetura, foi o governo militar, à guisa de que por ali passaria o Metrô, afinal o monumento estava no caminho natural da obra. O que se sabe e o que se diz à boca pequena, é que o que tem de amigos daquela gente horrorosa que mandou por aqui um dia, além de parentes e descendentes é óbvio, com peças raras, janelões, portas, arabescos, e toda a sorte de partes que foram retiradas do Palácio, para benefício próprio, para suas pequenas coleções, suas casinhas de campo, principalmente na região serrana, muito procurada naquela época pela classe que se aboletou do poder. É um fato medonho, uma safadeza, uma tristeza muito grande, e por que não dizer, uma escrotice sem tamanho. Foi preciso que muitos anos depois aparecesse uma pessoa na secretaria de Cultura do estado, o grande Darcy Ribeiro, que decretou o “corredor cultural”, congelando as negociatas em torno de demolições do Rio antigo, preservando pelo menos uma pequena parte do que foi um dia esta cidade , deixando um bocado de filha da puta sem o seu labor de roubar e dilapidar o patrimonio da cidade. Quando isto aconteceu, não faltaram as viúvas de sempre a chorar como carpideiras do patrimonio, com o eterno apoio da grande mídia, sempre ali de plantão a defender os coitadinhos .

  2. Tom Semfreio disse:

    Vai pro chão sem dó! Nada pode deter o progresso. Assim como tantas outras construções históricas e centenárias, o progresso manda guardar a memória delas em álbuns fotográficos. Fim.

  3. Thiago Azevedo disse:

    Imagino que um pouquinho antes da Copa do Mundo e das Olimpíadas, esse prédio, assim como outros e alguns monumentos, vai receber aquela bela “caiada” que resistirá até a primeira estação chuvosa. Depois, tudo será como antes…

  4. Flavio Costa disse:

    Infelizmente, o Brasil não tem educação, nem a preservação da memória, ítems básicos para uma grande nação…

  5. Avante disse:

    Devia ser vendido para o Oscar Maroni, seria um dos lugares mais frequentados deste país.

  6. YPVS disse:

    Esse prédio é uma tristeza! Eu moro em Santa Teresa e passo mto pela Lapa. É um pecado. Mas derrubar, hj em dia, acho que é impossível. As regras são mais rígidas.

  7. ALEX B. disse:

    É o LISARB, Flavinho! Patetico como o Cesar Maia!

  8. Reflexo do povo. Tenho ódio de pichador.

  9. Mac disse:

    Normal se não for assim não é Brasil! Quem vai ser o dono da casa de jazz, a família de algum político? Em um país onde não se investe no básico:

    Saúde ( esta doente)
    Educação (esta Burra)
    Segurança ( esta com medo)
    Esporte ( no geral uma piada)

    Não vai ser em história que vão investir, alguém pode dizer que vão investir em “projeto cultural”, mas o que adianta desvestir um santo para vestir outro? No Brasil a única coisa que se investe forte é FUTIBOR, mas futebol faz tempo que não é esporte no Brasil e sim um grande negócio. Prédio de 1860? Coitada, vai perder feio para os “interesses” dos políticos! E esses pichadores merecem umas belas chicotadas na cara, pena que no Brasil quem manda é o bandido e não o mocinho!

  10. Rodrigo Soares disse:

    Derrubar o maracanã, bem gente a proposta não era derrubar o maracanã e sim o estádio de atletismo, Célio de barros eo parque áquatico Julio Delamare, para dar lugar a estacionamento. O problema é que ninguém falou que nesses lugares abrigam atividades para crianças carentes pricipalmente moradores dos morros da tijuca. Agora vale mais derrubar estruturas que assistem a boa parte da população ou fazer estacionamento pro finais de semana?!

  11. Luiz Salomao disse:

    e faço uma aposta, se o “Cesar mala” for candidato a deputado sera o mais votado da historia e contara com o apoio dos eleitores q gostam de automóveis!!!!! Nao é pq o povo tem memoria curta, mas é pq a elite adora esse tipo de politico e a ralé vota neles pq assim se sente parte da burguesia!

  12. Denis disse:

    Vergonha! Descaso total!

  13. Sergio Luis dos Santos disse:

    Uma outra página detestável deste prédio foi quando, para se evitar invasões houve a ordem de lacrar tudo não importando quantos gatos viviam lá dentro. Foi um corre corre dos protetores para tentar salvar todos que estavam lá dentro. Afinal, um Cesar Maia da vida que teve o Vitor Fasano como responsável por esta área ( proteção animal )não era de se esperar nada diferente mesmo. Existem outros prédios abandonados na mesma rua, sem contar o antigo cinema Palácio, que foi restaurado, reaberto e agora está igualzinho a este prédio, abandonado e lacrado. Na copa do mundo de 2014 e nos jogos olímpicos de 2016 vai ficar tudo bonito.

  14. Carlos Galto disse:

    Essa área no Rio, no Passeio Público e com vários prédios de alto valor histórico, está em uma lastimável decadência… Uma área belíssima, boêmia, de facílimo acesso, coalhada de turistas e de um descaso criminoso!!!
    Bem Vindo ao Rio de Janeiro!!
    A Olimpíada e a Copa vão resolver todos os nossos problemas, tudo dentro do planejado…

  15. Pedro Navalha disse:

    Esse é o retrato das grandes cidades brasileiras. A história jogada no lixo, cheiro de merda e urina…

  16. Andre Decourt disse:

    O prédio já foi depenado de ornamentos, pinturas, lustres etc…. tudo que estava dentro e tinha sobrevivido a falância do ACB e a transformação de parte do prédio num Bingo sumiu roubado pela mesma classe de ladrões que vem roubando monumentos, balaústres e até mesmos postes de ferro fundido da velha iluminação da cidade, que ainda sobrevivem em alguns lugares. O prédio é hoje apenas um casaca vazia, e pensar que nele na época do império funcionou da Biblioteca Nacional

  17. Arno Becker disse:

    E tem gente que diz que pichação é “arte”. “Meio de expressão da criatividade reprimida pela perversa sociedade de consumo”.

  18. Alexandre Bento disse:

    Preservação do patrimônio no Brasil??? No Rio de Janeiro??
    A área onde está o prédio é cheio de história e prédios que deveriam ser restaurados. Ao lado da sede do Automóvel Clube está a Escola de Música da UFRJ. Se quiserem podem entrar…tem um órgão de tubo que uma coisa linda e o som magnífico. Fica no Salão Leopoldo Miguez. Mas as instalações do prédio estão precisando de uma reforma. Não sei como as autoridades, o pessoal do IPHAN não tomam providências. E os cinemas ali que se acabaram??
    Metro Boavista… que cinema!! Sorte que um alucinado por cinema salvou o Metro Tijuca, e reconstruiu na cidade de Conservatória aqui no RJ, dando o nome de Centímetro, mantendo tudo original, inclusive os projetores que funcionam. País sem memória….

  19. Galvão disse:

    Esse pré dio é bem imponente. Uma pena que esteja assim

  20. act disse:

    pera, preciso discordar. o palácio monroe era um bolo de noiva horroroso, construído como parte de uma exposição universal, pra ser demolido um mês depois. por mim demoraram pra implodir aquela coisa feia.

  21. Rodrigo disse:

    Boa noite! tenho amigos no Rio De Janeiro, falam mau desse César Maia. É uma pena mesmo, pois essas construções antigas são lindas.

  22. Rodrigo disse:

    Se for mesmo restaurado e reaberto vai ter muito bebado mijão da Lapa que vai passar um aperto.

    O cheiro ao passar por ali é insuportável, um absurdo, considerando que essa é uma das áreas mais turísticas do RJ, bem no caminho de quem chega pelo Metrô cinelândia rumo à boemia da lapa.

  23. Renan Garcez disse:

    Cesar Mala, que destruiu Jacarapaguá, que quis botar o Maracanã abaixo para dar lugar a estacionamento, que fez a cidade da musica, inaugurou e não esta pronta, o mesmo Cesar Maia que expulsou a F-Indy e MotoGP do Rio… um cara como este, tinha que ser preso, e sinceramente, não entendo como se elege ou melhor, não entendo que possam votar nele…

    • Renan disse:

      eu sou a favor de derrubar o maracanã
      mais para a construção de um estadio maior ainda no local… para mais de 100.000 pessoas…
      é estranho o maior do mundo não ser o maior do mundo!!!
      o Brasil necessita do maior estadio do mundo!!!

  24. Mario Mesquita disse:

    Eu já fui sócio do Automovel Clube. Umas duas vezes, fui nesse predio, como sócio. Isso foi nos anos 80. É bem do lado da Lapa, seria um belo espaço cultural. O Monroe foi sacanagem do governo militar. Podia ser salvo. Ele foi desmontado e levado a uma exposição no exterior e remontado na atual praça Mahatma Gandhi. Se quisesem, tiravam dali e remontavam em outro lugar. Fazer o que, né? Ô merda de país…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>