LUIZINHO BY MOSS

SÃO PAULO (merece) – Para quem não tem a dimensão da importância de Luiz Pereira Bueno, que nos deixou neste mês, acho que vale a leitura do texto publicado no site do Stirling Moss, para quem ele correu na Inglaterra. Está aqui.

Comentários

  • Justa e bela homenagem,,,eu acompanhei a carrreira deste amigo sincero,, humilde,, e piloto de nivel intermacional…de 1a grandeza..saudades dos nossos encontros na oficina Torke na decada de 60 , na Loja da Bantec, da Rua Pedroso Alvarenga-SP nos anos 80 e tambem nas nossas reunioes com a turma da velha guarda nos ultimos 7 anos , na oficina do Fukuda.., no Clube da Eletropaulo, e na Ilha Porscha em Sao Vicente…meus sinceros sentimentos aos sus filhos e a Tania sua companheira….ate o fim…….Aguia From Floripa

    .

  • As honras, homenagens e lembranças, deveriam ter sido em vida, não agora..!!
    País sem memória….e justiça em todos os níveis.
    Vi correr em Brasília de Maverick e protótipo (hollywood), era bota demais, tinha uma tocada diferente. Meus sentimentos a toda família.

  • Quando se fala de Luizinho, o “Peróba”, é tudo! Respira Automobilismo na sua essência, o Amor que êle tinha pelas máquinas, cada detalhe pra êle era importante …..Este homem merece um filme, um livro…..Esta tristeza que o acometeu vai se saber de onde que veio , enfim, como se diz …só Deus é que sabe……

  • Muito boa sua iniciativa de divulgar o talento de Luis Bueno, FG, pois devemos honra a quem tem honra. Moss fala com a autoridade de um dos melhores pilotos de F1, e, ao compará-lo a Emerson, mostra a nós como devemos exaltar o talento brasileiro daquele que certamente figura no panteão dos grandes.

  • Quando se fala de luiz pereira bueno nào se deve falar de porsche ou de formula 1 e sim que ele deu chinelo, fez muita gente comer poeira com o bino.
    Eu hoje estou fora do brasil, e quando me lembro de luis pereira bueno, era de cronometrar
    28 voltas dele exatamente com o mesmo tempo, e fazer muito piloto famoso ter que usar carro com muito mais hp fazer voltas com tempos superiores
    Nào falo do Luis Pereira Bueno homem porque infelismente nào o conheci, falo do piloto que FOI O MELHOR DE TODOS, porque eu vi, porque eu cronometrei, porque eu fui assistir corridas deste cara por uma centena de vezes.
    Muitos patetas foram correr na europa a custa de patrocinadores, mas nòs que seguimos o automobilismo desde 1966 sabemos que ele LUIS PEREIRA BUENO foi o melhor
    ricardo berlinck

  • Imortalizou as berlinetas com o Bird. Dois gênios da época de ouro do automobilismo brasileiro. Mais do que as saudades das inúmeras vitórias em Interlagos, Luizinho deixa um dos grandes marcos da história do nosso esporte.

    • Eduardo, não é preciso agradecer!! Seu pai FOI ISSO TUDO QUE DIZEM DELE SIM, ok!!!

      E vai entrar para a história do automobilismo mundial como um dos grandes de todos os tempos!!

      Abraços para você e para a M A .

      Do amigo Zé Maria

  • Feliz de quem teve a oportunidade de ver o ” Luizinho” pilotando carros como o Merlin, o Porsche e principalmente os Berta (Prototipo e Maverick) sem contar os tempos de Willys. O cara era muito bom…Saudades !

  • Repito aqui o que postei no blog do Sanco:
    “Passados 40 anos, continuo achando Luizinho um dos poucos gênios que vi correr em Tarumã. E pelo asfalto de Viamão assisti Emerson, Peterson, Hill (Graham), Piquet (o pai), Moco, Lole. Sem puxar muito da memória, creio que dá uns 75 GP. E o Peroba continua entre os melhores. Sempre.”

  • Não é por ter sido no site oficial do Moss, isso é para ajudar a realçar, nas gerações atuais, quem Ele foi, sua importância na história e desenvolvimento do automobilismo brasileiro.
    A plenitude espiritual do Luizinho, sabendo da doença, o fortaleceu a acelerar pela vida até o ultimo suspiro de um sofrimento físico brutal.
    Luizinho acelerou a vida toda, e foi como Ser Humano centenas de vezês mais que o Piloto.

    Luizinho Forever.

    • Caramba, Dú!!

      Emocionante o que você disse!!

      Conheci o Mito naquela pizzaiada em São Vicente em 2008, ele realmente foi um ser humano ILUMINADO!!

      E ainda tive o imenso prazer de ganhar a miniatura 001 do 908/2, obra da Automodelli que foi sorteada entre os participantes, e meu tio Arthur ganhou a réplica do capacete Bell dele!!

      Ambos depois devidamente autografados pelo Mestre!!

      Abraço do Zé Maria