MENU

Monday, 12 de December de 2011 - 16:51Kart

CHEGAMOS!

SÃO PAULO (parabéns!) – Eu não participei, mas como essa turma é toda de amigos e colegas, é como se tivesse participado… Afinal, essa história de jornalistas correrem de kart “profissionalmente” começou há anos com a criação da FIAk, comandada com mão de ferro pelo Rodrigo Ecclestone França. E eu estava dentro, lá no início. Ando meio afastado das provas, mas pretendo voltar quarta-feira para retomar algo que sempre adorei e, sabe-se lá por quê, deixei de lado.

A turma disputou as 500 Milhas no Beto Carrero World e esteve longe de fazer feio. O kart #17 quebrou o motor na classificação e, por isso, teve de largar em último. Ao final de quase 12 horas de prova, um honroso 27° lugar. Bem melhor do que naquela edição de que participei, em 2007 (ao abrir a nova janela, corra o texto para baixo para ver os posts da época. E na primeira foto desse link, o querido Luiz Vicente, que foi acelerar por outras bandas sem avisar ninguém; cobraremos, brother…). Naquela ocasião, tivemos vários acidentes e quebras. E minha participação foi pífia, menos de uma hora, e muito pouco prazerosa, devo admitir. Levei porrada de todos os lados e encheu o saco.

Aqui, o relato do Rodrigo para a revista “Alfa” sobre a experiência no kartódromo do Beto Carrero. Abaixo, o press-release oficial. Pensa que somos fracos?

Com o lema “não basta reportar, tem que participar”, a equipe de jornalistas que encarou o desafio de disputar uma corrida de 500 Milhas (cerca de 800 km de extensão) contra alguns dos melhores pilotos do mundo (de F-1, Indy, Stock etc) ganhou uma boa história para contar.

Depois de sofrer com a quebra na classificação e ficar com o último lugar no grid, a equipe Bee Racing-BKO-Jornalistas subiu 22 posições na prova com quase 50 karts e terminou a corrida na 27ª colocação, sendo nona colocada na categoria B (composta pelas 24 equipes que ficaram de fora do Top Qualifying).

A prova foi disputada no novo Kartódromo Beto Carrero, em Santa Catarina, onde foi realizada a 15ª edição das 500 Milhas de Kart, a primeira fora da Granja Viana. A equipe vencedora foi a do kart #2, composta por Christian Fittipaldi, Vitor Meira, Cesar Ramos, Roger Rieger, John Louis, Gabriel Dias e Giorgio Ramos, que completaram as 700 voltas em 11 horas e 39 minutos. A equipe de Rubens Barrichello ficou em segundo, apenas 3s3 atrás do vencedor.

“Com certeza foi um dia inesquecível para todos os jornalistas que integraram o time. Pudemos viver a prova de maneira intensa, sem sofrer com quebras, rodadas ou acidentes. Nosso objetivo inicial era não atrapalhar ninguém e conseguir mergulhar mais profundamente no entendimento deste esporte com o qual trabalhamos, o automobilismo. Conseguimos mais que isso: temos agora uma boa história para contar. Seja para nossos leitores, seja para os netos”, disse Rodrigo França, que publicou a história no site da Revista Alfa, da editora Abril.

“A categoria B leva seis equipes para o pódio e ficamos relativamente perto deste feito que seria incrível. Na F-1, que também tem 24 carros, os dez primeiros marcam pontos. Então daria para dizer que o nosso time entrou na zona de pontuação”, brincou França.

O time dos jornalistas também teve Eduardo Batista, Cassio Cortes, Bruno Terena, Rafael Munhoz, Leonardo Murgel, Alexander Grunwald, Carsten Horst e até um repórter estrangeiro, o norte-americano Efrain Olivares, da revista Racer e Speedtv.com.

“É muito bacana ver que a cada ano a equipe dos jornalistas evolui mais, conseguindo se mostrar cada vez mais competitiva. Este intercâmbio é muito importante para eles, como eu vejo que está sendo a minha participação como comentarista nas transmissões de corridas da Band. É bom sempre tentar aprender os dois lados e com certeza neste final de semana eles tiveram uma chance de aprofundar mais este conhecimento sobre automobilismo de maneira muito prática”, diz Felipe Giaffone, piloto e promotor das 500 Milhas de Kart.

Além do suporte da própria organização, do Beto Carrero World e do Kartódromo Granja Viana, a equipe dos jornalistas teve o patrocínio da BKO e apoio da URacer. “Foi uma prova especial e ficamos muito felizes de fazer parte desta história”, diz Eduardo Batista, diretor de incorporação da BKO.

5 comentários

  1. Daniel Betting says:

    No release o França deu o crédito da foto para Bruno Terena. Mas como a foto pode ser dele se o próprio está nela?
    Quem fez o clique foi um tal Daniel Betting.

  2. RafaBalneário says:

    Fui as 10:30 vi a largada e voltei as 22:00 faltando 6 voltas para o final. Super corrida, e uma ótima diverção de sábado!!!!!!!!!!!

  3. Igor Soares says:

    Flavio, o link que seria para a edição de 2007 tá encaminhando pro mesmo post.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *