MENU

terça-feira, 17 de abril de 2012 - 15:32F-1

A ARTE DE PROTESTAR

SÃO PAULO (nosso tempo) – Espetacular a matéria feita pelo Victor Martins com Carlos Latuff, cartunista do Rio cujo trabalho tem sido usado por manifestantes em todo o mundo árabe para ilustrar sua revolta contra monarquias e ditaduras que mandam na região. No Bahrein também, claro. Sua arte é vista em cartazes e muros de Manama nos protestos contra a corrida deste fim de semana.

A entrevista está aqui.

13 comentários

  1. João disse:

    Adoro f1. Esta corrida eu não vou assistir para demonstrar meu apoio a causa do povo daquele pais. Os revolucionários de plantão poderiam fazer o mesmo! Absurdo o que esta ocorrendo…

  2. Nelson disse:

    Santa hipocrisia… A F1 não corre na China? Como vivem os chineses?? Não são oprimidos pelo PC???

  3. ALEX B. disse:

    Caras, apesar de nao concordar com a realizaçao do evento NESTE momento, vou assistir a corrida e torcer mesmo pra tudo dar certo! Mas que é um risco… ah, é!

  4. DOuglas disse:

    Ver 50 viaturas em 15 minutos é menos do que vemos em SP no dia do nosso GP. Ver uma viatura pegando fogo é menos do que vemos semanalmente no RIo. Existem problemas no Bahrein sim! A população quer mudanças e deve ser justo sim! Mas neste momento (mesmo que por força) não existe nada que impeça a F1 ou qualquer Show, partida de tênis ou outro eventos. Ano passado estava crítico.

  5. Enko disse:

    faltou o degrau no bico.
    bem bolado o desenho, irei mandar estampar uma camiseta amanhã mesmo.

  6. Daniel disse:

    Há muitos anos tive a infelicidade de conhecer o trabalho desse senhor. Trata-se de um negador do holocausto, alguém que provavelmente sonha com um mundo “judenfrei”, e disfarça o antissemitismo (sim, árabes são semitas, mas o termo ganhou um significado próprio), com essa planfletário discurso de ódio contra Israel. Ele faz charges contra o Irã e a Síria também? Ou são apenas algumas ditaduras que merecem o tratamento satírico, como o Bahrein? Entendi, nem precisa explicar…

  7. andré frej disse:

    Obrigado, Latuff !
    Viva a Revolução Palestina !

  8. Denilson Maciel disse:

    Carlos Latuff é daqueles que observam que a arte tem poder de revolucionar, parabéns Latuff, boa Flavio, viva a revolução

  9. Paul Nashola disse:

    Esses desenhos so servem de munição para a situação ficar pior do que está. O ego o cartunista pode estar sendo inflado a um preço muito caro. A preço de sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *