MENU

terça-feira, 22 de maio de 2012 - 16:37Automobilismo brasileiro, Foto do dia

FOTO DO DIA

Enviada pelo Thiago Bosco da Silva, de Blumenau. Que reta é essa, virgem santa?

24 comentários

  1. Eduardo Vicari disse:

    Lages.
    Um clássico!

  2. CESAR ´´RASEC´´ GOMES disse:

    Com precisão e certeza, na Cidade de Lages final da Avenida Duque de Caxias e esquina com
    a Avenida Presidente Vargas, hoje onde esta a Estátua de ANTONIO CORREIA PINTO.

  3. Beto disse:

    LAGES – SC. Minha cidade Natal. O percurso era praticamente um “oval”. Os carros subiam a Av. Presidente Vargas sentido bairro Coral, viravam à esquerda na Av. Luiz de Camões até a BR-282, onde novamente viravam à esquerda para chegar na Av. Duque de Caxias que é a reta da foto. O “oval” terminava em uma curva muito fechada onde os carros faziam “de lado” a tomada. Há fotos no link indicado pelo colega.

    Aliás, Lages sempre teve tradição no automobilismo. Minha AVÓ, hoje com 80 anos de idade, lembra das antigas corridas de carro Florianópolis – Lages pela antiga BR-282…

  4. Alvaro disse:

    Muito legal essa cena dos velhos tempos, ainda mais na minha querida SC

  5. Sandro disse:

    Essa reta molhada deve ser um sabão, muitas emoções.

  6. Cheguei tarde, mas é Lages sim, provavelmente em 1966, nas “12 Horas” daquele ano.

  7. Marcos B. disse:

    Pelas araucárias, devem ser no Paraná.

  8. Tim disse:

    Nossa, que retão! A largada dessa prova deve ter sido no sul da Patagônia.

  9. Fabiani C Gargioni #27 disse:

    O Dado contou toda história porque viveu esta história. E este Sr Batisttela que ele se refere era o grande Ely Batisttela, venceu muitas provas na antiga pista de terra de Joaçaba(que aliás foi o primeiro autódromo do Brasil) um dos grandes pilotos aqui de Lages e ele mesmo era mecânico do seu carro e um baita piloto me orgulho em falar dele porque fazia automobilismo por pura paixão, assim como nós aqui da Turismo Clássico Catarinense pena que veio a falecer em um acidente na estrada fazem uns dez anos atrás. E realmente a reta da foto é a avenida Duque de Caxias aqui em Lages, meu pai conta que os DKV davam uns 140/150 km/h no final dela né Dado??? E realmente num almoço regado a muito automobilismo o seu Claude me contou desta e de várias outras peripécias tuas Dado que legal e que tempo bom!!!

  10. Flavio Bragatto disse:

    Mama Mia!

    Esta reta deve ter a distancia de SP a Campinas!!!

    E este povo ao lado da pista, servindo de guard-rails? se um pneu fura alí….

  11. Elias Gottardo disse:

    Sem duvidas, o “retão da Duque”, em Lages mesmo. Tem uma porção de fotos aqui:

    http://showroomimagensdopassado.blogspot.com.br/search?q=Elias+Gottardo&max-results=20&by-date=true

    Pra que gosta de “decadablio”, certamente gostara.

  12. dado andrade disse:

    Com certeza o retão de Lages.A Prova 12 Horas de Lages,vencida por mim em dupla com Olidir Pereira,com DKW apoiado pela Fábrica.Foi um corridaço,dominado pelo Plinio Luersen.. (Simca tbem assistida pela Fabrica).Um senhor chamado Batistella com Interlagos coupe, deu muito trabalho,andando junto com a berlinetta do Peroba em dupla com o Etore Beppe(Equipe Transparaná).Tudo lindo até que começou a chover.Lá era um mistão de paralelepipedo e asfalto.Peguei a ponta e um abraço para o gaiteiro.O nosso DKW foi totalmente aliviado pelo Claude que era Revenda Vemag em Cuitiba.Chovia mais dentro do que fora.Engrenagens do cambio e diferencial,suspensão traseira e dianteira,pedaleira etc etc.Parecia que a barata era de aluminio de tão arisca com aquele motorzão.O Seu Jorge nem quis ir assistir a corrida pois achava que nosso carrinho iria se desmontar.A surpresa para a Vemag foi tão grande que logo depois guiei e fui Segundo para o PV de Lamare em corrida que dominei o tempo inteiro,desta vez em Curitiba,circuito de rua, com Seu Jorge no BOX comandando tudo.Bons tempos.Abraço a todos os Vemagueiros.
    DadoAndrade

  13. Claudio disse:

    É em Lages. 500 Km de Lages de 1967.
    A largada era dada em um trecho um pouco acima dos boxes na Av. Presidente Vargas logo após a tão “falada” curva do muro da vergonha; passava logo a seguir pela ponte que era um verdadeiro funil, seguindo até a chamada “Curva do Coral” que era o bairro; seguia pela reta do Coral, que era de paralelepípedos irregulares, estreita, abaulada e normalmente com “barrinho” perigoso trazido das laterais pelo tráfego do dia a dia, que exigia correções de rumo; ao final da reta, já nas proximidades do Batalhão, uma chicane em piso de terra seguida de um contorno a esquerda demarcado por tonéis, para entrar na Av. Duque de Caxias, e a curva da foto, voltando para a Presidente Vargas.

    Um detalhe. Em 1969 essa prova foi vencida na geral pelo Dino Di Leone com um DKW.

  14. Bocage disse:

    Agora, imagina correr em uma pista de paralelepípedos em dia de chuva…

    Quem já tentou caminhar em uma rua de paralelepípedos molhada sabe do que falo.

  15. Bocage disse:

    Devia chacoalhar prá cacete…

  16. Diego Camargo Floripa SC disse:

    Aposto nas 12 Horas de Lages de 1966. Inclusive me arrisco a dizer que é o cruzamento da Av. Duque de Caxias com a Av Presidente Vargas.

    • Rafael Balneário disse:

      Também acho que é em Lages. Nos dias de hoje eles fazem campeonato de arrancadão de motos e carros.

      Quanto a preciosidade dessa bela foto, huuuummmmmmmmmmmmm!!!!!!!! que tempos de um automobilismo…

  17. Francis Rosário disse:

    Esse Simca 71 é bem famoso aqui por Santa Catarina, já o carro em diversas fotos ao longo dos anos.

  18. JP disse:

    A reta não faço idéia, mas bate até uma saudade desse tempo dos paralelepípedos.

  19. Ronald Wolff disse:

    Seria a da BR-116, em Vacaria, RS?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>