IS JUST WAITING (14)

LE MANS (bonjour) – Falta uma hora e meia para terminar. Quando faltavam três, dois áudicos gastaram suas cotas de cagadas do ano. Gené bateu o ultra #3 que estava em quarto e McNish estampou o e-tron #2 que estava escoltando o #1 e, suponho, iria vencer porque é o time dos velhinhos, com Capello e Kristensen. Dindo vai se aposentar neste ano, seria uma boa homenagem. E no ano passado quem ganhou foi o trio dos mais novinhos. Vamos revezar isso aí.

Mas ambos se desconcentraram e quase afundaram a única ambição possível da Audi desde o abandono da Toyota, ontem à noite: fazer uma quadra. Que não seria inédita. Me informa o cara que mais entende desse negócio no mundo, Rodrigo Mattar, que a Jaguar fez quadra em 1957 e a Porsche também, em 1979. E em 1985 foram cinco Porsches nas cinco primeiras posições.

Aí que Gené voltou para os boxes com o carro do mesmo jeito que Dumas tinha entregado ontem, todo estropiado. Mas o trabalho de box dessa gente é inacreditável. Os mecas trocam o carro todo em dez minutos. Se bobear, fazem uma lobotomia no piloto. A sorte dos tedescos foi que o espanhol conseguiu levar o carro até a garagem. Caso contrário, tchau.

A batida de McNish foi mais leve e ele não perdeu tanto tempo assim. Mas não sei se chega para ganhar. Também não sei se Gené chega no Jani, da Rebellion, com o Lola-Toyota #12. Precisa tirar duas voltas e o suíço está enfiando o pé na jaca. Lá na frente, o e-tron #1 está só administrando, bem mais lento, enquanto McMish acelera feito um desesperado, virando na casa de 3min24s. Essa turma gosta de correr riscos.

Em todo caso, é bom ficar atento. O que falta para acabar a corrida é o equivalente a um GP de F-1. Num GP de F-1 acontece muita coisa. Aqui também.

Abaixo, foto dos alienígenas da Corollândia tentando arrumar o #7 de Wurz, Lapierre e Nakajima, o assassino de foguetinhos. Davidson, que estava no #8 quando o coxinha Perazzini o mandou para os ares, fraturou duas vértebras, a T11 e a T12. Não sei bem se elas são mais importantes que a T5 e a T6, mas sei que ele vai ficar no hospital até amanhã e a recuperação está estimada em três meses. Assim que ele puder andar direitinho, acho que vai procurar o endereço do Perazzini no Google para picá-lo em pedacinhos, que nem aquela moça fez com o marido.

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ulisses
Ulisses
9 anos atrás

Flavio, você que esteve in loco em Le Mans deve ter percebido alguma coisa nesse sentido, estou achando que a Toyota “vem vindo” …
Ano que vem, darão um pouco mais de trabalho. Os japoneses podem rivalizar-se aos alemães quando o quesito é estudo de caso, muito mais que os franceses.
A Toyota entrou (pra valer) em 2012 para dar uma estudada ma coisa. A partir do ano que vem vão entrar melhor informados, com essa nova coleta de dados. Isso parece um tanto quanto óbvio, mas está dando a impressão que eles vem vindo com muita “fome”!
A montadora que conseguir vencer a Audi em Le Mans deverá ser levada ao olimpo do automobilismo!
Procede?

Ulisses
Ulisses
9 anos atrás

Flavio, você que esteve in loco em Le Mans deve ter percebido alguma coisa nesse sentido, estou achando que a Toyota “vem vindo” …
Ano que vem, darão um pouco mais de trabalho. Os japoneses podem rivalizar-se aos alemães quando o quesito é estudo de caso, muito mais que os franceses.
A Toyota entrou (pra valer) em 2012 para dar uma estudada ma coisa. A partir do ano que vem vão entrar melhor informados, com essa nova coleta de dados.
Procede?

Ulisses
Ulisses
Reply to  Ulisses
9 anos atrás

O besta aqui achou que tinha apagado esse post.
I’m sorry

Maurício MV.
Maurício MV.
9 anos atrás

É mais que uma corrida, é uma odisseia em alta velocidade.

Charles Schweitzer
Charles Schweitzer
9 anos atrás

Em termos de vértebras, a numeração começa no pescoço… Quanto mais alto, mais perto do pescoço, portanto… As lesões mais altas são as mais perigosas… Uma lesão numa L1, por exemplo, pode te deixar completamente paralisado ou até provocar a morte…

Janucio Vieira
Janucio Vieira
9 anos atrás

Eu também fiquei surpreso com a agilidade dos mecânicos arrumarem os 2 Audis.
Em dois palitos arrumaram os carros avariados e , Pouco depois , estavam prontos pra correr!
Um carro que humilhou a concorrência , uma equipe afiada , pilotos de primeira linha ( outros nem tanto) . Um equipe de primeira linha !
Realmente , se não ocorrer nada de anormal, será uma vitória da dona da festa !
Não iria achar errado se chamar as 24 horas da Audi

Julio
Julio
9 anos atrás

Terminando a prova e nada em nenhum canal! Pra que comprar os direitos se nao transmite? Ao menos o final da prova e os melhores momentos…