DE OLHO

SÃO PAULO (momento decisivo) – Sergio Pérez disse hoje que a hora de definir o futuro é agora, agosto, mês de férias e negócios na F-1. Massa voltou a ficar em baixa depois das duas últimas corridas e a “Autosprint” informou, semana passada, que a data limite para a Ferrari exercer a opção sobre seu contrato já passou e o time não fez nada. Se ficar com o brasileiro, vai negociar um salário menor.

Pérez faz uma temporada “irregular”, como ele mesmo define, mas ainda assim é melhor que a de Felipe. Tem 47 pontos, contra 25 do atual segundo piloto da Ferrari. De fato, a posição de Massa na classificação é muito ruim, quase vexatória, ainda mais quando se olha para aquilo que Alonso vem fazendo. É evidente que o mexicano está de olho num empreguinho em Maranello. Mas enfrenta alguma resistência de gente importante, por ser muito novinho e inexperiente. Raikkonen entrou na lista dos “especuláveis”. Não acho que volta, porém.

Tem um monte de gente com contrato no fim, este ano. Massa, Schumacher e Hamilton estão entre eles. Lewis deve renovar com a McLaren. Mas se Schumacher resolver parar, pode ser que a Mercedes vá para cima dele, em vez de promover Di Resta. Isso porque Rosberg não parece dar pinta de liderar o time. Michael fica, se quiser. Felipe está na marca do pênalti. Teremos dias interessantes de negociações pela frente.

Subscribe
Notify of
guest
130 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio
9 anos atrás

Um comentário que li agora apouco feito pelo Button confirma aquilo que penso a respeito da Ferrari com Alonso e a verdadeira situação do Massa.

O Massa só não foi expulso ainda da equipe porque a Ferrari sabe a merda que faz.

André
André
9 anos atrás

Perez na McLaren
Hamilton na Mercedes
Shumi na Ferrari
Massa na Lotus
Senna na Sauber
Abraços
André Paulo