FUSCA DO DIA

SÃO PAULO (moleza) – O Henrique Ferreira, que mora em Londres, fotografou essa belezinha aí e ficou intrigado. “Automático? Existe motor boxer automático?” Fusqueiros juramentados, expliquem tudo ao nosso representante londrino.

Comentários

    • Nicolas, a TL que você viu em BH é realmente automática e pertence ao Colega filiado ao Clube do Fusca de BH. É uma TL importada pelo Sr.que tinha uma filha com deficiência física e na época não tínhamos essa gama de carro(automáticos) em nosso mercado que hoje temos, então seu Pai importou essa TL. Inclusive esta a venda.

  • E além destes, aqui no RJ um colecionador fez uma adaptação, porém usando o câmbio automático de um KG alemão. O carrinho é 1962 ou algo assim, aparência toda original e ainda tem ar-condicionado. Não é de fábrica, mas como o câmbio veio de outro VW a ar, está valendo.

  • Flávio, se não me censurar, digo o seguinte;
    Como existem ignorantes em história da indústria automobilística (entre os quais me incluo em parte), não são somente os que eventualmente frequentam os sítios especializados na internet, como demostrado nos comentários abaixo. Mas, aproveitando principalmente a oportunidade, os “responsáveis” pelo marketing e propaganda das grandes montadoras são de uma ignorância e arrogância, em história e geográfica do mundo dos automóveis, sem par. Todos devidamente respaldados pelos diretores, e talvez, até pelos presidentes das montadoras, ou, talvez, estes sejam, comodamente, apenas coniventes com as baboseiras que seus subordinados/contratados escrevem.
    De pato para pato: em BH, no bairro Cidade Jardim, na rua Conde de Linhares, no 1º quarteirão próximo da Av. do Contorno, lá pelos anos de 1978/1982 havia um VW type 3 “automatic”, branco, sedan. Sendo “Type 3” deveria ser, possivelmente 66 ou 67. À época que, possivelmente, este VW foi adquirido a importação de veículos automáticos para portadores de deficiências era isenta de impostos.
    Sds

    • Pois é Carlos, infelizmente você tem razão, algum tempo atrás o FG colocou um “post” aqui sobre alguma coisa a esse respeito (não me lembro bem …). Algumas idéias apareceram aqui como por ex, uma espécie de Museu na VW do Brasil, em S B do Campo, com espaço para foruns e palestras, érea externa para encontros, exposições, restaurante, lanchonete, … etc etc, e toda uma infra para os “fieis” da marca, proprietários de “antigos” ….

      Não tem como um empreendimento desse tipo naquela montadora e naquela cidade não dar certo, o investimento nem seria tão alto.

  • Sim, existem Fuscas automáticos, nunca disponibilizados no Brasil. Foram feitos, principalmente, para agradar o comprador americano. Havia câmbio automático tanto para o Fusca “comum” quanto para a versão mais evoluída 1302 (com suspensão dianteira tipo Mcpherson). O câmbio era chamado de “Automatic Stick Shift” e tinha 3 marchas. A primeira era bem curta, não sendo preciso usá-la em arrancada em piso plano. maiores detalhes na revista Fusca & Cia edição 15, onde foram mostradas ambas as versões citadas acima.

  • Existiu sim. Aqui no Brasil havim um exemplar. Ele esteve algumas vezes nas reuniões do Fusca Clube faz muitos anos. O sistema funciona a vácuo, com mangueiras ligadas ao coletor de admissão. Dentro do para-lama traseiro ficava um “cuica” (do tipo do hidro-vácuo), que acionada pelo vácuo, fazia a troca das marchas (acho que eram 3). O sistema, segundo o proprietário era muito ruim, pois com qualquer pequeno vazamento, ele embaralhava ou não trocava as marchas.

  • Vi uma reportagem um tempo atrás sobre um Fusca Automático na base da velha e boa “gambiarra”. Ele só foi vendido na europa até onde sei e se encaixaria nos tais “cambios robotizados” que são vendidos hoje pela montadoras brasileiras como “sendo automáticos”.

    Esses câmbios(os modernos) na verdade são manuais, só que com um “sistema” que engata as marchas pro motorista de acordo com a velocidade.

  • Gosto muito mais do carro a frente do Fuquinha.

    Este sim, teve uma ampla gama de motores (de 1,4 a 2,5l) e câmbios (MT e AT). O sonho de consumo de todo Foqueiro é o ST (Mk1,5), ST3 (Mk2) e o RS500 (Mk 2,5).

  • Motores BOXER com câmbio automático existem. Os da Subaru e Porsche.
    Agora Fusca com câmbio Automatico nunca. O que foi fabricado foi um modelo na década de 1970 que tinha um câmbio de três marchas e embreagem automática com sistema elétrico-hidraulico-penumático.

  • Parece um dos mexicanos, um pouco mais antigo. Parece meio hibrido tambem, mesclado…estranho mesmo! A foto é de quando? A tampa traseira parece mexicana mesmo, não? As sinaleiras são mais antigas…odd…