MENU

terça-feira, 16 de outubro de 2012 - 11:06F-1

MASSA FICA

SÃO PAULO (pronto) – Acaba de pingar na caixa de e-mails (ainda bem, porque SMS demora mais e nem sempre o celular está ligado…):

La Scuderia Ferrari comunica di aver rinnovato l’accordo di collaborazione tecnico-sportiva con il pilota Felipe Massa fino al termine della stagione sportiva 2013.

La coppia dei piloti della Scuderia il prossimo anno sarà quindi formata da Fernando Alonso e dallo stesso Felipe Massa.

Maranello, 16 ottobre 2012 Ufficio Stampa Sportiva

Como havia dito o residente de Vinhedo Américo Teixeira Jr. em seu blog Diário Motorsport no dia 22 de agosto (“renovou”), e como informou o residente em São Paulo Lito Cavalcanti da Sportv sexta-feira (“anúncio seria feito na terça pela manhã”, e a Ferrari, histérica, negou), está renovado.

Felipe fica, vai para seu oitavo ano como titular em Maranello. Nas primeiras corridas da temporada, Massa não dava pinta de que ficaria nem na F-1. Nas últimas seis provas, fez por merecer.

E o que será do brasileiro em 2013? Deveria ficar? Deveria sair?

Sou pela permanência. Sair para onde? Para vencer corridas de vez em quando, andar na ponta com alguma frequência, levar uns troféus para casa, ou o cara corre na Ferrari, ou na Red Bull, ou na McLaren. Na Lotus e na Mercedes também dá — mas aí, precisa dar uma sorte do tamanho do mundo. Nenhuma delas tem vaga. Nenhuma delas negociou com ele. A opção única era ficar em Maranello, mesmo ganhando menos. Era isso, ou descer alguns degraus, dar alguns passos atrás na carreira.

Felipe não é nenhum menino de 20 anos, que pode recuar para depois avançar, pensar no futuro de médio prazo — como Grosjean, por exemplo, fez ao voltar para a GP2. Não há tempo para isso. Vai ser campeão, vai superar Alonso? Não, porque o espanhol é melhor. Mas lembremo-nos de fato recente, o campeonato de 2010. Quem é melhor, Webber ou Vettel? Vettel, disparado. E o australiano estava na briga pelo título até a última corrida da temporada.

OK, é raro, raríssimo. Mas acontece, e só acontece se você estiver em time grande. Sendo assim, sorte para Massa. É um rapaz trabalhador e dedicado. Passou por momentos terríveis, na época do acidente, e dificílimos neste ano, com o bombardeio de críticas de todos os lados, especialmente da imprensa italiana, por conta de um desempenho pífio.

Sobreviveu a ambos, acidente e bombardeio. É um sobrevivente, um bom sobrevivente.

299 comentários

  1. MAL-HUMORADO disse:

    Depois de tanta defesa ao filho do Seu Titônio aqui, acredito que haverá um novo post, com um desenho de um prato de macarrão, onde os blogueiros descerão a lenha no Massa, mostrando como é fácil mudar a opinião pública dos blogueiros, dependendo do texto escrito…

  2. ags5859 disse:

    2013……….primeira prova……12 posto.
    segunda prova……14 posto.
    terceira prova………bateu..
    quarta prova………..bateu.
    quinta prova………..motor fumou.
    sexta prova…………8 posto.
    setima prova……….15 posto.
    oitava prova…………não apareceu.
    nona prova…………. substituido…..

  3. Mauricio disse:

    Também concordo com vc, porém tem duas coisas que pesam na contratação do segundo piloto:

    -A Ferrari é marca da Fiat e o Brasil é o maior mercado da marca fora da Europa.

    -O Japão não tem tradição e tem pouco torcedor.

    O máximo que poderia acontecer seria a contratação de um piloto italiano, mas os bons não existem no momento. E colocar alguém sem experiência alguma por apenas um ano seria um contrassenso. Como provavelmente Alonso se aposenta no final do ano que vem e Vettel vem para a casa, é mais interessante manter tudo como está.

  4. Márcio Haddad disse:

    Como diria chaves: AS DUAS COISAS

    O carro no começo do ano era uma zica, e ele com tanta coisa na cabeça estava guiando de forma pífia.

  5. Chico Fogaça disse:

    Bom, pensando pelo lado de que o Massa não tem muitas opções e que ao ficar na Ferrari poderia eventualmente ganhar corridas… se justifica ficar. Mas, o duro é que o Alonso não é só melhor… o carro é todo acertado para ele. Acho até que se não tivesse o Alonso ali, o Massa poderia ter tido um desempenho bem melhor nos últimos anos. Na época do Kimi, por exemplo, ele foi muito bem, chegando a disputar o título. mas, com o Alonso não dá…. Não vejo que a diferença entre ambos seja tão grande quanto os números mostram. O carro não era do jeito do Massa… Esses carros são tão delicados e precisos que uma mínima diferença no acerto pode representar mais de meio segundo, uma eternidade se pensarmos na qualificação. Se o acerto pudesse favorecer o Massa, tenho certeza que ele andaria junto com o Alonso, ou até na frente. Na última prova só não chegou na frente pq a Ferrari não deixou.

    • Mauricio disse:

      Hoje estou sem humor, então o que vou escrever não é graça ou ironia:

      A estratégia da Ferrari é histórica e se repete ano a ano e se tornou ainda mais acentuada:
      -Sempre dois pilotos, sendo um o principal o outro é escudeiro.
      -A definição de quem é quem é sempre feita após a quarta corrida do ano, porém a preferência sempre já está quase definida pelo que tem o maior salário;
      -O piloto escudeiro testa as modificações no carro antes do piloto principal, isso se tornou particularmente mais acentuado com o fim dos testes e os testes passaram também a ser feitos nos fins de semana de corrida, inclusive durante a corrida;
      -Nesta definição pela permanência do Massa prevaleceu o bom senso. No caso, contratar um piloto de ponta seria tão caro quanto está sendo manter Alonso. Isso e o risco de se ver dividida logo no começo por uma disputa para ver quem é o melhor e não acabar virando o escudeiro. Na outra medida, contratar um novato para pilotar por apenas um ano, já que também parece certo que Vettel vira para a casa em 2014 para o lugar de Alonso, seria ainda mais incerto. Gasto besta de dinheiro.

      O resto, é como o Alonso falou, pura especulação.

      Ah! outra coisa que pesa, e muito, no acerto com o Massa é o fato de a marca Ferrari é do grupo Fiat e o nosso país é o maior mercado da marca fora da Europa e Ásia. Precisa de mais?

      • Mauricio disse:

        Ah! Outra coisa não tão óbvia, mas também é de praxe. Em algum momento a partir do meio da temporada, quando começa a definição do campeonato de construtores, é tendencia que em algumas corridas os dois carros passem a ser preparados de forma semelhante, sem peças de teste, de forma a se conseguir mais pontos para o campeonato de construtores.

  6. ALEX B. disse:

    Resta qui, Felipe, è! Don Alonso ti vuole molto bene!!

  7. João Ferreira disse:

    Quem diria, todo mundo metia o pau no Massa no início, já querendo a sua demissão, venho as férias, bom desempenho e dois estranhos acidentes com o Alonso para decidirem pelo seu “Fico”…eu até mesmo estipulava o Massa na Sauber quando o Perez foi para McLaren, só que fiquei pensamento em quem a Ferrari colocaria???? Kimi??? Hulkemberg??? Bianchi??? Algum italiano??? Piloto da GP2??? Quem, quem, quem???

    Tiveram bom senso….agora é dar o mesmo equipamento para ambos para começarem bem a temporada…

  8. Gerson disse:

    Falando em auto estima e saber se valorizar e ser valorizado:

    Massa vai continuar pilotando uma Ferrari e ganhando muito bem pra isso, mas…

    “Massa reduziu salário em R$ 10 mi para renovar, diz jornal.

    Segundo o jornal italiano La Stampa, o brasileiro Felipe Massa aceitou reduzir seu salário em cerca de R$ 10 milhões para assinar um novo contrato com a Ferrari. A publicação ainda aponta as razões que levaram a equipe a acreditar no piloto de 31 anos: a iminente chegada de Sebastian Vettel, as últimas quatro corridas, o apoio de Fernando Alonso e a falta de alternativas.

    A publicação diz que o salário do brasileiro era de R$ 26 milhões anuais, “quando a econômia estava melhor e Massa andava forte”, mas agora ele aceitou uma redução para R$ 16 milhões.

    De acordo com o diário, a Ferrari preferiu a “continuidade” a contratar um jovem por apenas uma temporada, já que a chegada de Vettel em 2014 é dada como certa. Massa mostrou força nas últimas quatro corridas – voltou ao pódio no Japão -, e poderia ter ultrapassado Alonso na Coreia do Sul se “houvesse permissão”.

    Ele teve o apoio do espanhol que elogiou sua devoção à equipe e exaltou seu currículo, principalmente se comparado aos candidatos especulados pela imprensa, como Paul di Resta e Nico Hulkenberg, da Force India, pilotos sem “pedigree”, segundo o La Stampa.

    O jornal, porém, alerta que os torcedores da Ferrari estão “céticos e críticos”, e Massa tem um ano e quatro corridas para mostrar que ainda é um piloto dos “cavalinhos”. ”

    http://esportes.terra.com.br/automobilismo/formula1/noticias/0,,OI6234625-EI12987,00-Massa+reduziu+salario+em+R+mi+para+renovar+diz+jornal.html

    • Speed Racer da Mooca disse:

      Não acho que vá mostrar algo em 2013. Calma galera, é o que EU acho e pronto. É um piloto de nível médio. Ele sabe disso, nós sabemos disso. Mas o que me chamou a atenção nessa matéria é a informação sobre Vettel. Se isso for verdade, Alonso também se despede no ano que vem, porquê tanto ele não desejaria Sebastião sob o mesmo teto, como também o alemãozinho não aceitaria ser liderado seja por quem for. “Tá na hora do Massa ser mais veloz”, dirá Alonso.

      • Mauricio disse:

        Mas há de convir que é uma chance de ouro para mostrar serviço caso ele queira continuar pilotando na F1 de 2014 em diante.
        Mas se continuar a se mostrar desmotivado, inconstante e sem objetivo como esteve no primeiro semestre, ficará a pé inapelavelmente.
        Porém se voltar a pilotar como em 2008, tem chances até de substituir um Webber na RBR.

      • Nelson disse:

        Mauricio:concordo plenamente.

    • Ricardo Cérbero disse:

      Se isso for verdade – porém este tipo de informação dificilmente será confirmada – as outras opções do Massa, se existiram, devem ter sido bem inferiores a esta. E a Ferrari, gostem ou não, gera retorno de mídia/publicidade, o que permite a ele negociar outros patrocínios pessoais e tentar mostrar serviço para continuar carreira na F1.

      Se acho isso certo ou errado? Honestamente, pra mim, tanto faz. O Brasil não inventou a F1, muito menos o automobilismo. A única “utilidade” de um piloto brasileiro hoje na F1 é a transmissão na TV aberta.

  9. José Augusto Rocha F° disse:

    Flávio, li que o carro do Massa nesse último GP já estava com as novas modificações. Foi um risco calculado, já que se não funcionasse, não traria problemas para o Alonso. Se isso for verdade, podemos ter um ótimo fim de campeonato.

  10. Francisco disse:

    Quanta bobagem escrita de pessoas que(certamente) nunca viram um carro de Formula 1, para não falar da velocidade que imprime, etc. Para Massa ficar na Ferrari tantos anos, com uma torcida mundial apaixonada e exigente, ele tem que ser muito bom. A opinião não é minha, é de Schumacher, Alonso, Flavio Gomes, é de gente que conhece.
    Mas o texto aceita tudo, desde a digitação de ignorantes até de pessoas equilibradas que sabem reconhecer o valor de quem merece. Massa, aproveite a oportunidade pra calar tanta gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>