MENU

quarta-feira, 27 de novembro de 2013 - 19:02Legião urbana

LEGIÃO URBANA

CORCELLARANJAFARIaDesfilando alegremente com a jovem senhora, elegante e de classe, ao volante.

19 comentários

  1. Batista Lara disse:

    73 com rodas de corcel II …

  2. Jr. disse:

    Meu pai teve uma Belina dessa série, não me lembro o ano agora.
    Eu acho um carrinho simpático, mas prefiro o Ford Corcel II.

  3. Ulisses disse:

    Imagem linda!
    E a cor do Corcel? Fantástica!

  4. Jeff disse:

    Nos idos de 80, meu pai comprou três branquinhos em seguida…

  5. JP disse:

    Meu pai teve um 76 branco, com volante Panther, um rádio sintonizado sempre na 89FM e bons falantes traseiros. Era incrível a economia, tanto de gasosa como de água. E é um dos melhores carros em termos de visibilidade.
    Meu pai entendia quase nada de carros. Certa vez o carro começou a beber muito e ele não percebeu que era só o afogador que estava puxado, já que o carro anterior dele era um Fusca sem afogador. Outra vez a alavanca do câmbio saiu na mão dele.

  6. Paulo F. disse:

    Meu pai foi proprietário de um lindo 1973, branco teto de vinil preto. Completaço! O console com os mostradores era show de bola. Primeira providencia dele na época: trocar os pneus originais (BfGoodrich) por 5 Goodyear G8. Em1974/75 vieram as homocinéticas substituindo as cruzetas (não sei por que a Ford insistia nelas) e foram trocadas assim que disponíveis na seção de peças da Cia. Borda do Campo. Extremamente econômico, e muito valente o carro deixou saudade!

  7. Rodrigo disse:

    Muitos artigos relacionados a Corcel ultimamente no blog… Diz aí Flávio, adquiriu algum Fordinho pra coleção???

  8. Eduardo disse:

    eu tenho um 77 com a mesma cor deste totalmente original, atualmente uso ele diariamente pois meu outro meio de locomoção foi roubado e ainda não substituido…
    é um carro muito prazeroso de dirigir

  9. Thiago Azevedo disse:

    Deve ser 73/74.
    Um barato!

  10. Mauricio disse:

    Podem passar os anos, mas ainda acho esse carrinho muito lindo.
    Esse em especial parece novo.
    Como consegue! Está lindo!

  11. Czar disse:

    Este parece ser 75 ou 76.

    Meu pai teve um 74 amarelinho. Que belo carro! Era extremamente econômico e atingia 160 com.certa facilidade.

    Os carros de um modo geral evoluíram mal, pelo menos com relação ao consumo.

    Difícil explicar como um carrinho destes tinha este desempenho com carburador, 4 marchas e apenas 1.3 litros.

    • Roberto Fróes disse:

      Esse aí já era 1.4, os motores 1.3 foram apenas nos 1ºs anos.
      Eu tive um sedan 69 e uma Belina 73.
      O Sedan era EXTREMAMENTE econômico, só não tanto quanto o Dauphine que tive lé pelos meados da década de 60.
      Recentemente passei quase 1 mês com um Daihatsu Cuore emprestado.
      Me lembrou os tempos do Dauphine, fazia mais de 20 km/l na cidade, tinha um tanquezinho de apenas 25 litros, e andava muito bem! Também, com pouco mais de 500 kg.
      Mas o Corcel aí está bem interessante!

    • Gerson Oliveira disse:

      Não Czar, essa grade metálica com frisos verticais saiu no 73 e 74. Do 75 em diante saiu a grade em plástico com frisos horizontais. Meu pai comprou um 0km em 75, LDO, marron castor, que era muito lindo, mas infelizmente ficou no meio de um engavetamento com apenas uma semana de uso.

    • Zé Maria disse:

      Esse daí é 73. . .
      Muito inteiro!
      A partir de 74 a dianteira do capô do motor era mais inclinada e a grade de plástico. . .essa ainda é de metal.
      Deu muito problema de quebra de cruzeta, até modificarem para homocinética.
      Zé Maria

      • Czar disse:

        O problema da cruzeta é fato.

        O carro foi vendido quando a quebra se tornou crônica, mas aí já estava com uns 380 mil rodados.

        Meu pai era vendedor e rodava muito.

        Fizemos boas viagens para o sul e para a Bahia.

        As BRs 101 e 116 eram bem perigosas, mas o asfalto nem tão ruim.

        O carrinho não negava fogo, mesmo carregado.

    • JP disse:

      Só duvido do “atingia 160 com certa facilidade”.

      • Cleiton Almeida disse:

        Comece a acreditar JP uns dias atrás estava na bandeirantes e um Corcel 4 portas com um azul meio queimado com essa mesma grade do da foto e a placa era 1973, me empurrou a 140 km/h (meu carro é um Fox 1.0) dei lado e o bixo passou parecia que eu estava parado, tentei acompanhar cheguei aos 150 km/h e o Corcel sumiu na minha frente, depois parei no Grau e vi que o Corcel estava abastecendo e a surpresa que eu tive era que o motor era o Renault da tampa azul originalzinho com carburação simples (não era AP), o rapaz era bem jovem devia ter uns vinte e poucos anos, ele bateu na chave e o Corcel pegou e pelo barulho do motor tava redondinho a única coisa que o garoto tinha colocado eram rodas mixiricas esportivas de época, nem preciso dizer que eu e os frentistas ficamos babando no carrinho, um belo Corcel que apesar de estar com a pintura meio queimada não tinha podres, e estava bem em pé, o estofamento estava original, e estava com os frisos em ordem!
        É legal ver que ainda exite uma mulecadinha que curte esses carros!

  12. Alfredo Junior disse:

    Inteirão o Corcel, não digo nada se não for única dona. Já estão saindo miniaturas em papel da última Kombi, deem só uma olhada http://www.papercrafts.it/paper-model-archive/104-papercrafts-cars-models.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>