KOMBOSA TRIP, DIA #1

PALHOÇA(e o sol será implacável) – Foram exatos 790 km de ponta a ponta. Saímos de casa às 4h35 marcando 21.100 km no odômetro e chegamos pontualmente às 20h com 21.890. O destino final é Montevidéu, com uma escala aqui em Santa Catarina. A bordo da Kombi 1965 que passou a semana sendo revisada pela dupla Crispim-Nenê, e me foi entregue na sexta à tarde. Saímos na madrugada de sábado.

No total, 15 horas e meia de estrada, mas deve-se dar um desconto: uma hora parado na Serra do Cafezal e mais umas duas em paradas diversas para abastecer, comer, tomar um café, tirar umas fotos. Não tínhamos pressa, nem eu, nem ela. O importante era chegar sem problemas.

E nesses 790 km, o único problema foi ter de buzinar de volta para os amigos caminhoneiros que a cada passagem nos mandavam um salve. A média de velocidade oscilou entre 70 e 90 km/h. Não precisa mais do que isso, numa Kombi. Saiu e chegou sem nem engasgar. Um espanto.

Passamos por oito pedágios, R$ 1,80 cada um, e não dá para reclamar de nenhuma estrada, nem da BR116, nem da BR101, inexplicavelmente batizada de Rodovia Governador Mário Covas (?) em Santa Catarina. Tirando o inferno da Serra do Cafezal, pouco depois de sair de São Paulo, o resto está duplicado, bem sinalizado, com asfalto bom e pedágio barato.

Anotei num bloquinho os horários das paradas para abastecer (105 reais ao sair de casa; 54,17 às 9h não sei onde; 84,09 às 11h49 já no Paraná; 70,94 às 16h15 em Joinville, que existe), e também a hora em que deixamos SP e entramos no PR (11h31, 335 km depois de sair de casa), e quando invadimos SC (às 15h46, depois de 519 km).

Claro que não vou ficar fazendo isso a viagem toda, é um pé no saco, foi só no primeiro dia. Gosto mesmo de minhas observações inúteis, como as que fiz ao passar ao largo de Camboriú e Itapema.

Por que diabos os prédios nessas cidades têm no topo o nome da construtora? É algum tipo de grife? Tem uma que se chama FG, e a Sharon Stone aparece em outdoors como sua garota-propaganda. OK, eu gostaria de morar num prédio com FG no topo, mas por razões óbvias. “Olha lá o prédio do FG”, diria alguém. Ajudaria a encontrar meu endereço. Mas qual a graça de viver num “Amaral”? Ou num “DVO”? As pessoas falam que moram num “Gafisa” ou num “Odebrecht”? Que coisa mais esquisita…

Como esquisito é um shopping center chamado Havan, também em Santa Catarina, que tem diante da entrada uma enorme réplica da Estátua da Liberdade. É uma das coisas mais cafonas que vi na vida.

O que acontece com os catarinenses? Prédio de grife, Mário Covas e Estátua da Liberdade?

Mas ainda bem que tem o Murilo. Estávamos chegando perto de Joinville, descendo uma serrinha invocada, quando apareceu no espelho um Fusca rebaixado cheio de moleques dentro. Fomos nos encontrar num posto de gasolina e perguntei a um deles se estavam indo a Pomerode, a cidade do professor nazista, para um encontro de VWs que eu sabia que iria acontecer. O rapaz disse que sim, que iam, e eu perguntei se era um encontro legal, e ele respondeu que nunca tinha ido, mas que o Murilo já.

Nem eu, nem a Aguena sabíamos quem era o Murilo, naquele grupo. Desconfiamos inclusive que ele não estava lá, mas foi importante saber que o Murilo foi no ano passado, e gostou.

Grande Murilo.

Voltamos para a estrada na terça.

Comentários

  • Olá, bom dia

    Super maneiro é uma viagem com uma Kombosa, fiz o percurso do oeste paranaense até Floripa, passando por todos estes lugares que você citou, prédios com a logo da construtora, outdoors da Sharon que ainda lembro bem, Havan gigantesca na beira da estrada. Gastei 13 horas pra voltar até em casa, média de 80 km/h também.

    Tenho uma dúvida sobre o farol da sua 65: esse pisca no meio, é só por cima do farol, é instalado depois? É dentro? É gringo? Confesso que nunca tinha visto.

    Fiz um álbum na minha fã page com a primeira viagem que fiz com a minha 1970. Não sei se irá ver, mas vou deixa o link aqui. Valeu e boa viagem!

    https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1449532978599857.1073741834.1419580038261818&type=3

  • Flávio. O blog é seu! Logo, vc tem o mais natural direito de expressar a opinião que desejar. Bom, sou catarina! Só posso dizer… seja bem-vindo em nossa terra. Em Joinville, faça a Serra da Dna. Francisca e/ou a Serra do Rio do Rastro … dá um look aqui.. http://www.penaestrada.blog.br/serra-rio-rastro-mais-assombrosa-mundo/ .. vc vai desviar um pouco o caminho… mas vale a pena. Só espero que a Komboza aí aguente a subida!! Em tempo… qual câmera e modelo é essa aí que vc usa?? GoPro? Qual modelo? Abs e boa viagem.

  • Flavio …que pena , …eu adoro automobilismo e até te admirava, mas lendo sua verborragia sobre a minha cidade , me decpciono , pois pensei que um cara formador de opinião como vc é , tivesse mais cuidado em suas críticas e principalmente quando critica o Belo estado de Santa Catarina…….sabe, eu vejo aberraçoes todos os dias , em SP, no RIO,MG em todos os lugares…..vejo aquele tal de minhocão em SP , que mais parece um estrada do Iraque , uma verdadeira ode ao mau gosto e ao desperdicio , O QUE ACONTECE COM OS PAULISTAS ????….o que são estas favelas na Vertical que vcs tanto admiram????……pode ter certeza que dinheiro pra comprar a garagem de um apto da FG , vc nunca terá …quanto a HAVAN , até concordo com o mau gosto daquela estatua , mas saiba o Sr que esta é a maior loja de deptos do SUL e em breve será uma das maiores do Brasil….daqui a pouco vc estará comprando nesta loja…..Vc ofende o povo catarinense , que é dócil, que é tgrabalhador e que recebe muito bem esta CATREFA DE SÃO PAULO que vem pra cá sujar a cidade , sim , porque nem educação tem…….a poucos dias estive na 25 de Março , educado em Santa Catarina como fui , procurei uma lixeira pra jogar um papel…….não achei , mas o pior é que me dei conta que o chão estava todo sujo , cheio de papeis e lixo ……senti a diferença logo depois , qdo fui atravessar a faixa de segurança e um carro quase me atropelou……aqui isto não acontece. SEU VISIVEL RECALQUE para com nosso estado revela bem o precipicio que existe entre um povo educado e cortez como o nosso , em relação a catrefa que invade nosso litoral , principalmente quem vive em SP . Aliás , na proxima viagem ao Uruguai , desvia a rota ……vai pelo paraná e se púder fique morando no Uruguai.

      • Flavio
        Leio tudo o que publica desde os tempos do lançamento de seu site, inclusive o seu livro. Mas hoje me sinto envergonhado com seus comentários e respostas em relação a sua passagem por Santa Catarina.
        Acredito que o amigo está perdendo a mão um pouco.
        Prove que o Ditado “Dê poder a um homem e conheça o homem” serve para você, como acredito que sirva.
        Prove que você e o seu blog, hoje merecem o poder que vocês têm.
        André

      • Tá rindo do que cara-palida….????….viaja por um belo estado e só o que vê é a estatua da HaVAN E A lOGO DA FG?….viaja de Kombo e ainda diz que é meu estado é cafona….já fui seu fã , a sconfesso que fiquei decepcionado com sua atitude bairrista , mesquinha e sem propósito.

      • Que gente chata.. Eu até li o texto novamente, esperando encontrar as tais ofensas a SC.. Flávio, o convite para um almoço ainda está de pé heim, isso se tu não não der a volta pela Argentina como sugeriram, hahahaha. Gente chata..

    • Desencana galera…. Não levem as coisas tão a sério….. Vai dizer que não é estranho essa mania de botar o nome da construtora em cima do prédio e ainda mais estranho a estatua da liberdade na frente de toda Havan…. Isso não é desmerecimento com nosso estado é que chama atenção essas coisas para quem vem de fora…. milagre que o Flavio Gomes não falou nada daquele barco que tem do lado do Sinuelo, ou o avião ali em Tijucas…. É estranho…. nada de mais, ninguém tá desmerecendo SC por isso…. Podem ter certeza nem o Murilo tá dando bola pra isso….
      Em Flávio Gomes, Dás um banho mô quirido!!!!!

  • Me controlando pra não gargalhar alto aqui e acordar todo mundo, com os comentários. A pessoa vem, lê o blog, sabe q ele fala o que pensa e não se preocupa com isso, e quer dar lição de moral pro autor. E fica puto com as respostas dele. Comédia demais.
    Continue e aproveite a viagem! E dane-se todo mundo. Dane-se eu também.

      • FRANGA BARRIGA VERDE MEU SENHOR????…..QUE BELA RESPOSTA HEIN?…..mostra bem quem tu é……sujeito arrogante ………deve ser por isso que não para em emprego nenhum, já tinha ouvido falar que pessoas da dita ” mídia ” podem ser arrogantes e imbecis …….mas sempre podemos nos surpreeder mais um pouco …….é claro que um Jornalista medíocre como o senhor , quando não tem argumentos plausíveis para defender sua ideia , parte para o ataque e o achincalhamento ……ainda bem que temos Fabio Seixas , este sim um cara que entende do assunto e que não pula de galho em galho, de emissora em emissora …….e que deve ter tomado seu empreguinho……..

  • Essas baranguices são coisa do ser humano. Estão em SC como também aparecem aqui em MG, SP, RJ, PE, na Austrália ou na Romênia. Deixem de ser chiliquentos e bairristas, o FG criticou e ironizou e faria o mesmo se estivesse em qualquer outro lugar do planeta diante das baboseiras que existem em SC – e, repito, que também estão presentes em vários lugares pelo país.

    Os catarinenses são gente fina, o estado é muito bacana. Estive em Criciúma esse ano para o jogo do Cruzeiro, fui super bem recebido. o desenvolvimento do interior, a força da indústria, o clima, o espírito das pessoas… tudo ótimo!

    Balneário Camboriú é uma tragédia. Acabaram com um lugar lindo com as aberrações que são aquelas torres espalhadas por lá. Bem cafona e sem nexo. Pior de tudo são os prédios fazendo sombra na praia.

    A estátua da liberdade é uma tosqueira também.

  • Caro Flavio Gomes

    Sou catarinense, com muito orgulho.

    Construímos diariamente um Estado forte, um lugar generoso, de oportunidades de trabalho e mantemos nossas belezas naturais para que pessoas como você possam vir desfrutar.

    Somos um povo acolhedor, sem frescuras, de bem com a vida e sabemos receber a todos.

    Agora, sua opinião sobre cafona, grife, etc está aquém da sua capacidade de julgamento, visto que você usa brinco na orelha.

    Aqui nós transformamos sonhos em realidade, mesmo que este sonho para você seja cafona.

    Sei que essa polêmica toda é para dar audiência, pois não consigo imaginar que você não entenda um mínimo sobre administração/marketing/publicidade.

    Então, como um bom catarinense, eu te perdôo por ser cafona.

    Bons estudos!

    Abraços

  • Grande Flávio, estou morando em terras catarinenses e provavelmente passará pela cidade de Itapema, se estiver sol dê uma volta pela Interpraias entre Itapema e Balneário Camboriú, (entrada próximo ao posto da PRF de Itapema) vale a pena. Me contacte assim posso lhe escoltar com o meu Lada 2105 Laika vulgo soviético. Forte abraço.

  • Linda kombi! Linda viagem! O que é aquele adesivo da Hello Kitty? Na volta da viagem, se fizer caminho alternativo e resolver passar pelo interior do Paraná, sem perder muito tempo, você pode vir até Ponta Grossa, onde será muito bem recebido! Daqui você segue por Itararé, Itapetininga, Sorocaba e daí pela Castelo Branco. É uma estrada bem bonita sem serras pesadas, menos movimento que a BR 116. Só o pedágio é mais caro… Feliz viagem! Boa sorte! Se resolver, estamos de braços abertos para te receber!

  • Cara! Que Kombi Bonita! Tanto exteriormente, como interiormente. Parabéns a ti e aos responsáveis pelo projeto.

    Não conhecia este sistema de ventilação (indução de ar) forçada (5,7)? A captação do ar, pelo que percebi, vem fresta entre os para-brisas e o teto (6). Aquela tampa de compartimento aparafusada (3) dá acesso a um tipo de filtro de tela de arame com malha fina?

    Boas férias!

    • Felipe, se me permite dar um pitaco aqui hehe

      É sim, é captada através do que chamamos de “boné” que é essa parte que transpassa do pára brisa e desde junto ao teto. Ali embaixo temos duas entradas de ar protegidas por tela. Se tem algum tipo de filtro ali dentro, daí já não sei lhe dizer. Dentro, o sistema também é bem bacana. Existe uma borboleta que com ela você pode direcionar o ar para os passageiros – abrindo a ventarola para o salão da Kombi – ou direcioná-lo para motorista e passageiro. Bem útil, quando viajei com a minha não senti o calor que achei que seria. ajuda bastante.

      • Diego. Valeu!
        Pitaco que nada, você comentou bem. Flavio é “complicado” pra comentar, seja de férias ou não, geralmente só comenta pra responder provocações e xingamentos. Mesmo assim ainda insistimos nas perguntas e ainda nos apegamos a este “cabra” – é algo como a Síndrome de Estocolmo.

        E já fui visitar o seu blog sobre a Kombi. Deixa eu colocar aqui mais explicitamente o endereço para quem mais desejar: https://akombimanivela.wordpress.com

        Abraço!

  • Olá Flavio, bom dia!

    Essa tal de Havan abriu uma loja aqui em Sorocaba/SP. Por sorte (sic!) passo em frente esse negócio todo dia na ida e na volta do trabalho…. deixa a paisagem simplesmente horrorosa !!! Sem contar que a fachada, é réplica da Casa Branca…. repare nas próximas….. cruz credo !!! De um mal gosto incrível !!!!
    O que salva é que os precinhos são convidativos !!!! :o)

    Cara, uma ótima viagem! Como é dito no filme “Carros” – “Dirigir para passar o tempo, e não para ganhar tempo”

    Grande abraço

  • Então Flávio, muito legal a viagem, boa sorte a vocês.

    Fiz um trajeto parecido em outubro com minha esposa e filhos, só que fui por dentro do RS e entrei no Uruguai por Santana do Livramento. É mesmo divertidíssimo curtir a viagem por essas estradas. Uma dica é que depois de Florianópolis vai ter mais reformas na BR 101, principalmente perto de Tubarão-SC, aonde estão construindo uma ponte gigantesca em auto mar, mas nada parecido com a Serra do Cafezal. Boa viagem e mande um abraço a nossos irmãos uruguaios. E se gostar de doce de leite não deixe de comprar um que chama Conaprole, pois é maravilhoso.

  • Poxa, fazia esta mesma viagem em todas as férias da empresa alguns anos atrás. Exceto as cidades maiores, a cada viagem entrava em uma desconhecida, uma delicia seu relato que me trouxe muitas saudades e vontade de realizar novamente.
    Adoro o que vc faz, ir curtindo a viagem, o caminho, as paisagens e pessoas sem pressa de chegar. uns 4 ou 5 dias de ida, uma semana por lá e volta de uns 4 dias.
    Um a boa idéia nesta época é passar p/ Gramado e Canela que são muito bem enfeitadas p/Natal, com tempo subir p/ Nova Petrópolis.
    De resto como terá que passar p/ Curitiba, um almoço ou jantar em Santa Felicidade.
    Desejo ‘lhe uma ótima viagem, curta bastante conte e nos mande fotos.

  • Já fui pro sul duas vezes com meu fusquinha, é uma estrada boa, e você já passou o pior trecho que era a Régis até Curitiba, Boa viagem e vai atualizando a gente. Já tá dando vontade de jogar tudo alto e pegar a estrada de novo, ah se meu dinheiro desse…rs