ALONSO, O FRANCO

SÃO PAULO (é um pouco disso, mesmo) – Desculpem o modo telegráfico, hoje. É um dia diferente. Mas vamos pingando. Viram esta entrevista de Alonso, falando francamente sobre o mundo da F-1? “É preciso ser um pouco ator, meio fake” para sobreviver, diz ele.

Se bem que, nesta quarta-feira, diante do que está acontecendo em Zurique, a F-1 é quase um convento de carmelitas.

Comentários