ABSURDO TOTAL

20156271946884_256716_515017_06_27_cbu__0006ok_IISÃO PAULO(vergonhoso) – O STJD da CBA (não vou escrever por extenso, não merecem) confirmou a suspensão de Cacá Bueno por uma rodada dupla da Estoque e ainda aumentou a multa de 30 mil para 50 mil dilmas por ele ter criticado os comissários da corrida de Ribeirão Preto. Assim, ele não corre domingo em Curitiba.

Líder do campeonato, Cacá luta pelo hexa. É, fácil, um dos melhores pilotos de carros de turismo da história do automobilismo brasileiro — numa lista que incluiria Ingo Hoffmann, Bird Clemente, Marinho, Cyro Caires, Paulo Gomes e muitos outros; nisso, o Brasil sempre teve gente muito boa no mercado interno, por assim dizer.

No seu blog, Victor Martins mostra toda sua indignação com a punição. Faço coro. Acho, sim, que Cacá é perseguido por ser filho de quem é, por falar verdades, por ter personalidade, por bater de frente com uma estrutura que ele percebe ser medieval e pífia. O que não faz o menor sentido.

Cacá se disse “destruído e agredido” com a suspensão. Mas que não vai se calar. Tomara. Acho que todos os pilotos da Estoque deveriam se manifestar, coletivamente, contra a decisão. Algo como colocar em seus carros um adesivo com a hashtag #VocêsSãoTodosImbecisSim. Aí a CBA teria de punir todos. Gostaria muito de ver o que fariam.

Comentários

  • Vamos analisar, ele pode ofender quem quiser, mas não pode ser punido.
    Esses aproveitadores do prestígio hereditário, que para conseguir patrocínios chapa branca (BB;Petrobras, etc) tem que oferecer divulgação garantida por espaço de TV feita por uma equipe de comentaristas sem nenhuma autonomia. Viva a Caca.

  • Acho lamentável a punição ao Cacá Bueno, um baita piloto de carros de turismo que está é perdendo seu tempo aqui no Brasil. Ainda bem que já está correndo e fazendo seu nome na Zoropa.

    O importante de fato é o que não foi noticiado: E QUAL PUNIÇÃO SOFREU A PESSOA QUE ERROU DE FATO NA CORRIDA?
    O imbecil que perdeu a bandeirada foi suspenso? Tomou multa?
    Ou vai continuar impávido, praticando sua incompetência impune pelas pistas deste Brasil-varonil e dane-se a segurança dos pilotos. Afinal, ele é otoridade, né? Pude tudo!

  • Você pode “peitar”…”ter coragem”…”criticar”….”falar o que pensa”…faça com lisura…com educação….Cacá Bueno é um excelente piloto, tem lá os seus fãs, é uma figura pública, jamais deveria ter usado as palavras que usou…é uma pena!

  • Acho que o Cacá fala tudo isto, em função de ser filho de quem é.
    E não vejo mal nisso, pois quando fala sobre a CBA, acaba se tornando um porta voz da imensa maioria que vê – mas não pode, ou não quer, se manifestar a respeito – as inúmeras k…gadas que esta turma faz.
    Que continue se manifestando quando se sentir prejudicado, o que é o caso.
    Se fosse ele, já tinha me mandado pra Europa ou EUA, pois realmente é um bom piloto de Turismo.

  • Em protesto na assistirei a corrida mesmo morrendo de vontade de assistir. Ja que a audiência e medida em ibope, se ele for pífio com certeza a toda poderosa Globo vai intervi. E esses cartolas vão pensar duas vezes antes de fazerem m……

  • Muito bem lembrado pelo amigo anteriormente, o STJD julga todos os esportes, porem nenhum jogador de futebol é punido por ofender os demais colegas de profissão, arbito ou os auxiliares, só para citar um exemplo.
    Isso só mostra que a punição e/ou julgamento ocorreu porque é o filho do narrador global e alguém resolveu tomar as dores pela pessoa que dormiu no momento da bandeirada.

  • Conveniente uma punição ao líder do campeonato que tem em segundo lugar o filho de um diretor da CBA. Em outros países não levantaria a lebre, mas, se tratando de Brasil e CBA eu não duvido de nda.

  • Como já disse no blog do Mattar, nunca simpatizei com p íloto, porém o reconheço como o melhor e mais influente que corre aqui…por isso, a melhor resposta que o Sr. Cacá Bueno pode dar é “tacar o foda-se” na Stock e mergulhar de cabeça nas competições GT europeias…deveria ter feito isso em 2012, ao final daquela temporada, onde sagrou-se pentacampeão.

  • Acho ele, realmente, dos maiores pilotos de turismo do país, ano que não ganha disputa a taça até o final. Acho que, atualmente, ele é o melhor da turma.
    Mas tem gente que fala uma vez e acerta, e parece que vira obrigação virar falastrão, de brigar contra tudo, de se tornar o vingador da categoria.
    Por mais que tenha razão, xingar alguém de imbecil é meio forte, desrespeitoso demais. Sei lá, acho que exagerou, embora eu não saiba se há regra prá suspender nesta situação.

  • Não morro de amores pela CBA mas essa punição merece aplausos. Vamos ver se daqui pra frente o protegido Cacá terá mais educação para com as pessoas. Teria toda razão se não humilhasse tanto o erro de uma profissional. Só assim aprenderá a ter postura para ser um grande piloto e ídolo nacional.

  • Confesso que tinha certa antipatia pelo Cacá devido ao “papai Bueno”, até mesmo torcia contra nas corridas da Estoque.

    Mas é inegável que tem talento com carros de turismo, e o fato de ser filho de quem é não é culpa dele!!!

    HE HE

    Sobre a CBA, aqui nessa terra da Mandioca Sapiens, qual entidade esportiva funciona???

    O Cacá deveria passar a mão nas coisas dele e sumir para o exterior!!!

  • Absurda a punição!!
    Atitude patética!!
    Não há nenhuma indignação que eu possa escrever que já não tenha sido escrita, mas só pra dizer o óbvio:
    Ele estava desabafando com a equipe!! Como podem punir o que um piloto diz de dentro do carro???
    (O que seria da F1 se o público pudesse ouvir o que os pilotos e equipes falam no rádio??)
    Imbecis!!!!!!

  • Em tempo: em Brasília, quando da punição ao Chico Lameirão, os pilotos da Fórmula Super Vê reagiram, fazendo da segunda bateria da corrida, uma procissão, tocando os carros em ritmo lento e na ordem de largada. Não houve disputas, não houve emoção, não houve pódium, pois os vencedores recusaram-se a receber troféus ou homenagens, naquele dia, em solidariedade ao Chico. Muitos dos que lá estiveram, além do Chico, como o Nelson Piquet (naquele tempo, ainda Piket…), o Alfredo Guaraná Meneses, o Maurício Chulam Neto (o carioca “Turcão”), o José Pedro Chatteaubrian, por exemplo, podem dar mais detalhes do que ocorreu, para servir de exemplo aos novos pilotos. E, que vc, Flávio Gomes, pode divulgar por aqui, como relato histórico e jornalístico para a nova geração, certo? Que tal uma entrevista com alguns desses citados, comentando sobre o episódio?

  • Não gosto dele, torço contra ele mas ele é um ótimo piloto e isso é aplicação na prática de uma ditadura escrota. Totalmente errado isso. Pois agora o Cacá ganhou mais um torcedor !!! Lá vem Cacáááááá

  • Bom, com isso, ele fatalmente não será mais campeão este ano.
    Deveria aproveitar a oportunidade, enquanto está quente, e jogar no ventilador.
    Aposto que sai mais coisa dele.
    E que venha a CPI da CBA!

  • Os outros 31, 29………sei lá quantos outros pilotos da categoria só estão preocupados em tirar proveito da punição e reduzir ou assumir a liderança do campeonato, a união entre eles em prol do COLETIVO é utópica.

  • Dos 4 poderes (Exec – Leg – Jud e Mídia Velha )da nossa República o judiciária está quase empatado com a mídia em termos de babaquices – a República não tem equilíbrio entre os poderes – tá complicada a coisa.

  • Uma atitude digna de uma ditadura, das mais totalitárias! Quer dizer que o piloto não pode expressar seu descontentamento por conta de uma cagada da organização, que quase o fez perder a corrida? Quanto autoritarismo e pequenez!

    Não tenho simpatia pelo Cacá – isso pouca importância tem nesta situação , mas é um absurdo enfiar goela a baixo dele uma punição como essa, logo agora que ele está na liderança do campeonato, com chances de levar o sexto título na stock. Francamente, se ele tomar a decisão de deixar o Brasil, nós que amamos o automobilismo devemos lhe dar todo o apoio!

  • Concordo com tudo e acho também um absurdo e lamentável. Só discordo quando você diz que ele seria “perseguido” por ser filho de quem é. Até porque o Pai dele sempre abaixou a cabeça e chamou de Dr. a vida toda essa corja que comanda certos esportes no Brasil como os dirigentes de futebol, vôlei, Esportes olímpicos e também o automobilismo.

    Agora, o resto, concordo com tudo.

  • Fogo viu, censura no esporte é uma porcaria mesmo, ainda hoje um grande portal da internet deu a notícia que um país muito admirado por alguns que jamais pisaram lá, proíbe atletas que disputam campeonatos ao redor do mundo de darem entrevistas. Dois pesos duas medidas né Flávio?

  • No automobilismo brasileiro, a metáfora circo tá mais para as palhaçadas de quem organiza de que para as características itinerantes da modalidade.

    O Cacá, na verdade, ganhou foi uma folga. Quem está sendo punida pela CBA é ela mesma, que tira da corrida não apenas um dos seus melhores pilotos (se não o melhor) como também um dos maiores atrativos comerciais e de mídia da categoria. Boa, CBA! Acertando como sempre! Parabéns aos envolvidos na decisão!

  • Já tinha lido o texto no blog do Victor e agora leio este.

    Simplesmente, acho que já deu para a CBA. Nunca vi um entidade com tanta arrogância como ela.

    Cacá deveria seguir o conselho do VM e do FG: vai embora, EUA, Europa, até porque talento e capacidade ele já mostrou que tem.

    Haja sangue de barata para aguentar os dirigentes.

  • Puniram pois rendeu audiência a um ou outro lá… para mim audiência negativa… queriam credibilidade e mostrar que podem punir, o fizeram, mas a credibilidade foi-se pelos ares!!! #cbafailagain

    PS: Não se esqueçam do erro absurdo em terem punido Cacá Bueno e Daniel Serra na história do pit stop na corrida da Stock Car em Campo Grande (2011).

  • Vou rasgar minha carteira de piloto por solidariedade, mas principalmente por ter vergonha de pertencer ao quadro de piloto da CBA. E mais uma vez os principais artistas deste circo vão se omitir!

  • Lamentável!… E, nojento!… Essas figuras que hoje cartolam o nosso automobilismo, estão acabando com o esporte por conta de interesses…”particulares”!
    E isso vem de longe! nos anos 70, houve algo parecido com o Chico Lameirão lá em Brasília. Os imbecis daquele tempo fizeram uma tremenda besteira, punindo o piloto por seis meses, e até passando por cima do presidente da CBA na época – O Sr. Charles Nacache, que na minha opinião, foi o último presidente da entidade, já que depois dele, veio o caos!!!
    como existem muitos outros interesses envolvendo o esporte, esse tipo de atitude só provoca evasão de patrocinadores, de pilotos e de público. E aí, a ladeira abaixo em direção ao fundo do poço fica mais inclinada.
    Padecemos por não vermos mais categorias escola; as corridas de monopostos extinguiram-se; as divisões de categorias idem; as monomarcas não atendem às expectativas dos fabricantes. Hoje, Mercedes Chalenge, por exemplo, é corrida para riquinhos e endinheirados em busca de emoção e exercício de ego. Mitsubishi Lancer Cup idem. As corridas de longa duração descaracterizaram-se e, perderam seu charme, seu público e sua tradição. E esses idiotas nada FAZEM PARA MUDAR o quadro existente!
    Onde estão as corridas multi marcas? As corridas de fórmulas? Os protótipos nacionais?
    Há 3 décadas, havia apenas 4 fábricas de automóveis no Brasil e havia a Fórmula 1300 e a Fórmula 1600 – da VWB; a Fórmula Ford; A classe A da divisão 1 era tomada pelos Fiat 147; A classe B da mesma divisão era povoada por Passats, Dodges 1800; A classe C se dividia em Opalas (GMB) e Mavericks (Ford).; Havia a divisão 3 e seus fuscas, Brasílias, Chevettes, Passats (quem não se lembra do Passat da Marshal Lester, pilotado pelo brilhante Édson Yoshicuma?) entre outros…
    Havia a equipe Brahma, a equipe Hollywood, a equipe Locarauto e muitas outras, em um automobilismo barato, democrático e competitivo. Hoje, temos um monte de montadoras, até chinesas, e nenhuma se mostra interessada em investir em nossas pistas! Porque não seguem o exemplo da Fórmula Truck -que é a categoria que consegue encher as arquibancadas aos domingos – um VERDADEIRO sucesso?
    E, porque não não o fazem? A resposta sempre vai ter a presença dessa figura medíucre e, lamentavelmente poderosa, que é a dos cartolas! Uma lástima! Uma revolta! Um nojo só!
    Mesmo não sendo fã do Cacá (tenho outro favorito, que é o Thiago Camilo), sou solidário nessa sua luta de D. Quixote contra essa corja que polui nosso pobre e mal tratado automobilismo!

    • Apoio, apoio e apoio!
      Mesmo não sendo fã do Cacá (argh!) Bueno.
      Sempre torço contra ele, talvez devido ao pai, que eu acho simplesmente insuportável!
      Mas agora torço por ele, e acho o absurdo dos absurdos ele ser punido por ter dito a verdade, na absurda falta da bandeirada!
      Cartolas de merda!

      • Grato, amigo! Não podemos culpar o Cacá pelas besteiras que o pai faz, seja pelo ego inflado, seja por prepotência. Afinal, ele é um bom piloto, campeão e tal (não o melhor, na minha opinião. Longe disso!), evoluiu muito e, de certa forma, lidera a classe dos pilotos “estoqueanos”. Mas, para continuar com minha ranhetice, até essa categoria hoje, é fake, não tendo nada além do nome daquela que foi a melhor categoria do país nos anos 70 e 80. Hoje, esses protótipos passam longe dos carros de estoque e, não servem de referência para o mercado de automóveis nacionais, pois nem sequer produzimos motores V8 nacionais! A TV Globo, pra variar, deturpou tudo em busca de audiência, provocando evasão de recursos de outras categorias, que, em busca de visibilidade para seus produtos/ marcas, deixaram à míngua outras categorias de maior utilidade, como as categorias de base, formadoras de novos valores. É contra esse modelo de gestão atual da CBA que reclamo, apoiando a todas as justas reclamações de quem põe a mão na massa – como é o caso do Cacá. Estendamos, portanto, as mãos ao garoto e, que outros pilotos a ele se unam, contra essa máfia de cartolas imbecis e reacionários que nos envergonha, nos revolta e nos enoja! Forte abraço, Roberto!